quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Companheiro de Solidão

   “Minha solidão não tem nada a ver com a presença ou ausência de pessoas Detesto quem me rouba a solidão, sem em troca me oferecer verdadeiramente companhia.”
[Friedrich Nietzsche]

    Eu e Nietzsche divergimos em muitos pontos, sua base filosófica é o ateísmo e a minha é o espiritualismo.

  Não compartilhamos as mesmas idéias, mas somos companheiros de solidão.
  Entendo profundamente o que Nietzsche quer dizer no pensamento em destaque, mas não detesto as pessoas, são meus irmãos de humanidade, viver não é fácil.

  Me fazer companhia é algo cada vez mais difícil não tenho como esperar isso das pessoas, então não espero.

  Exemplo, uma boa companhia hoje seria um fã e estudioso de Niet defender com unhas e dentes sua Filosofia a qual eu acho pouco eficiente.
  Seria um debate delicioso que ocuparia minha mente.

  Claro que já encontrei na Internet adoradores de Niet, mas quando derrubo seus argumentos eles vem com a mesma ladainha dos religiosos “você não é capaz de entender certas coisas.”
  Quando eu lanço uma argumentação bem fundamentada e a pessoa ao invés de refuta-la diz que eu não sou capaz de entender considero o debate ganho por minha idéias, afinal a pessoa entendeu o que eu disse só não tem uma resposta.

  Sempre escrevo que se a pessoa não pensar em 3D os textos nesse Blog fazem pouco sentido.
  Pensar em 3D é observar a situação de diferentes ângulos, em vários planos de pensamento, tentar enxergar o “todo”, buscar uma visão holística.
  Algo que a princípio lhe parece errado, pode passar a ser certo quando adquire mais conhecimento.
  Um exemplo bem simples.
  Você vê muita serragem na pista e considera aquilo uma “sujeira” que não deveria estar ali.
  Mais adiante observa um caminhão no acostamento e observa também que parte da serragem esta encharcada de óleo.
  Aquela serragem que a princípio você viu como algo danoso está evitando que graves acidentes aconteçam.

  Holos, em grego significa "todo" ou "inteiro".
  Holística, procura compreender os fenômenos na sua totalidade e globalidade.

   Todo mundo é capaz de pensar em 3D, se colocar no lugar dos outros, testar soluções, analisar detalhes.
  Não estou pedindo para você ter Fé no que estou dizendo, peço para você raciocinar/meditar sobre os argumentos e fatos.

  Se eu lanço um questionamento e você diz que é assim porque é assim, eu que não sou capaz de entender... é tipo aquele jogo de futebol em que seu time perde e você diz que ele foi “campeão moral”.
  Embora eu ofereça respostas melhores e mais abrangentes que a sua eu estou errado pelo simples motivo de você estar sempre certo.
  Mesmo que suas respostas sejam ineficientes você é o campeão moral e isso é que conta.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  “No final tudo desmorona”, aconteceu com Nietzsche, acontecerá comigo e com você.


  Mas antes de desmoronar (morrer ou perder a sanidade mental) eu alcancei algo que jamais observei em Nietzsche, minha Filosofia tem uma organização a dele é caótica.
  Para entender o que estou escrevendo você tem que já ter lido vários grandes pensadores, perceba que você é capaz disso.
  Se você não leu lhe falta conhecimento, mas é um conhecimento facilmente acessível para qualquer um que tenha Internet ou more próximo a uma boa Biblioteca, não é um conhecimento que você tenha que invocar a presença do Espirito Santo de Deus, decorar um livro sagrado ou idolatrar um cientista ou filosofo.
  Mesmo que você não se interesse em ler grandes pensadores eu consigo te passar o conceito.
  Nietzsche é um filosofo da “destruição” ele apenas tira sua crença e não coloca nada no lugar a não ser um certo “super homem” que surgirá naturalmente no decorrer de nossa evolução, uma “geração índigo.”
  [Por favor, isso é bem mais complexo não dá para resumir o pensamento de Nietzsche em um breve texto.]

  Eu prefiro os Filósofos “construtivos” eles questionam sua ideologia, mas oferecem um pensamento estruturado para somar a ela ou substitui-la.
  Eu questiono suas crenças, mas te ofereço um viver com LÓGICA, não é algo que você poderá usar um dia distante ou ficar à espera de um milagre, você pode aplicar aqui e agora, começando a ler esse texto sem preconceitos, questionando seus dogmas.
  Vamos analisar um pensamento de Nietzsche, quem sabe fique mais claro:

  “O homem em seu orgulho criou Deus sua imagem e semelhança.”
[Nietzsche]
 
  Para qualquer crente Deus é um ser inatingível, nunca nenhum homem chegará perto de ser o que é Deus.
  Os deuses gregos até caberiam no pensamento de Niet, mas o Deus de Abraão e similares certamente não.
  Para Niet a crença em espíritos é fruto da ilusão e imaginação do homem, para eu a crença em espíritos é fruto da OBSERVAÇÃO do homem.
  Como a base da Filosofia de Niet é fraca tudo que se apoia nela fica comprometido.
  Você deve estar me achando um grande imbecil, quem sou eu para falar essas “abobrinhas” sobre a obra de Niet.
  Na Filosofia ocorre um fenômeno fascinante tem a ver com o Mundo dos Pensamentos.
  Pense nos planetas, a Terra não está apoiada em nada visível no entanto temos coisas maravilhosas aqui nesse planeta a vida se auto sustenta... assim é a Filosofia de Niet e muitos outros mesmo baseada em nada ela se auto sustenta, é baseada nela mesma.

  Isso é uma Filosofia muito Complexa, se for possível outra hora desenvolvo, agora preciso encerrar esse texto.

  Os Planetas são sustentados por uma força, não posso dizer que ela não existe só porque não consigo entende-la.
  “Milagres” acontecem não vou dizer que eles não existem só porque não consigo entende-los.

  Nietzsche julga os espiritualistas insanos, talvez ele esteja certo, mas como ele próprio diz:

  “E os que foram vistos dançando foram julgados insanos pelos que não conseguiam ouvir a música.”
[Niet]

  Eu vi milagres e acredito neles, não tenho como fingir que não aconteceu, eu escuto essa música do espiritualismo, de algum lugar ela vem, algo a sustenta.

  Porque não entendo não posso simplesmente afirmar que não existe, por mais que meu companheiro de solidão me ache insano.






23 comentários:

Encrenca 1.049 disse...

Parabéns pelo texto,sr.William.
Ficou poético.
Não pude estar mais aqui,pois entrou vírus no meu pc,tive que reiniciá-lo,e limpá-lo.

De noite (ou amanhã de madrugada) voltarei,e tentarei replicar.

Desejo quinta feira de sublimes inspirações a todos.

°°°°°°°°°°°

William Robson disse...

DANIEL - Tenho o maior respeito pelo então ministro e a partir de novembro presidente do supremo, Joaquim Barbosa. Mas pode ser que ele considere que é sorte também o fato de ser o primeiro negro a presidir esta casa.

WILLIAM – E não foi?
Lula foi bem claro que queria um ministro negro.
Claro que não poderia ser qualquer um tinha que ser alguém com qualificação para o cargo.
JB estava no lugar certo na hora certa.
Talvez tenha tirado o lugar de um “branco” tão qualificado quanto ele, mas com mais apoio político.
Ele nem lutou pelo cargo, caiu no seu colo...

William Robson disse...

DANIEL - Mas quem disse que isto agora é critério para definir quem são os evangélicos no país?

WILLIAM – É o critério essencial, lamento que você não saiba disso.
Para um Evangélico a Bíblia é 100% inspirada por Deus.
Até hoje não vi você questionar nenhuma passagem da Bíblia, para você ela é 100% certa e quem coloca em duvida alguma premissa bíblica esta enganado.
Exemplo:
“Jesus é o único caminho.”

Se você colocar em duvida essa premissa não pode se considerar evangélico.

“O inocente paga pelo pecador”.

Se você não concordar com isso não pode se dizer evangélico.

“Deus é onisciente.”

Se não concordar com isso NÃO É EVANGÉLICO!

William Robson disse...

DANIEL - Não tenho facebook porque odeio exposição desnecessária.

WILLIAM – Então não venha falar subjetivamente que dá bons exemplos e pratica boas ações, falar qualquer um fala, o papel aceita tudo.

William Robson disse...

NIHIL - O sr.William acredita em Deus e na sorte.
Ele só não acha que podemos modificar o desejo dele para nós, com preces, ou com prática religiosa.

WILLIAM – Um Livre Pensador a principio acredita em tudo e questiona tudo.

Eu não sei o que é Deus ou como é Deus, apenas observo que seu conceito não se encaixa no que dizem os livros sagrados.

A sorte é estar no lugar certo na hora certa, o que determina isso disse no texto que não sei, mas algumas pessoas atraem mais benesses que outras de uma maneira que não segue um padrão matemático, sugere uma interferência.

Quem esta afirmando que não podemos mudar o desejo dele é você, não conheço o suficiente de Deus para afirmar isso.

Daniel disse...

Em dossiê, agência detalha caso de doping de Lance Armstrong

http://www.gazetaesportiva.net/noticia/2012/10/ciclismo/em-dossie-agencia-detalha-caso-de-doping-de-lance-armstrong.html

Daniel disse...

WILLIAM – E não foi?

Para uma mente infantil como a sua pode até ter sido sorte que alguma coisa tenha acontecido na vida dele; claro, porque você é acreditador de fadas magicas! Porque eu analiso, porque sou um louco, que para acreditar em fadas magicas é preciso acreditar primeiro e 100% em sorte na vida das pessoas. E você acredita nisso.
Então para mim você é um crédulo de fadas mágicas!

Daniel disse...

WILLIAM – Então não venha falar subjetivamente que dá bons exemplos e pratica boas ações, falar qualquer um fala, o papel aceita tudo.

Realmente eu vejo e voce gosta de fazer papel de tolo.

Permita-me
Deveria se reservar ao direito de ficar calado às vezes.
Se falo o que faço aqui, isso faço sem o menor constrangimento. Porque sou o mais sincero de mim.
Mas a você que pensa que pode dominar o que é feito e falado pelas outras pessoas, eu digo que enquanto não se pode provar que uma coisa é contraditória, o melhor a fazer é se calar.

Com certeza o que eu falo é e sempre será interpretado subjetivamente, ninguém aqui me acompanha dia a dia.
Agora, dá próxima vez que for exigir de mim que faça alguma coisa, é melhor que pense na liberdade que sempre quer ver na vida das suas filhas que são hoje a coisa mais preciosa para você. Porque eu imagino que jamais vai querer que alguém as mande fazer o que você considera que é errado.

Daniel disse...

INTERFERÊNCIA

E foi Jabez mais ilustre do que seus irmãos; e sua mãe deu-lhe o nome de Jabez, dizendo: Porquanto com dores o dei à luz.
Porque Jabez invocou o Deus de Israel, dizendo: Se me abençoares muitíssimo, e meus termos ampliares, e a tua mão for comigo, e fizeres que do mal não seja afligido! E Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido.
1 Crônicas 4:9-10

William Robson disse...

DANIEL - Para uma mente infantil como a sua pode até ter sido sorte...

WILLIAM – JB disse que trabalhou muito, mas admite que teve sorte, entre a mente dele e a sua adivinhe qual eu prefiro.

William Robson disse...

DANIEL - Mas a você que pensa que pode dominar o que é feito e falado pelas outras pessoas, eu digo que enquanto não se pode provar que uma coisa é contraditória, o melhor a fazer é se calar.

WILLIAM – Não foi uma “ordem” foi um pedido que você não precisa atender.
É que falar que faz boas ações, mas não dizer qual fica muito subjetivo.
Quando você torna um depoimento publico no Face, Google+ ou aqui no Blog inevitavelmente haverá pessoas que saberão se esta mentindo, aumentando ou dizendo a verdade.
Exemplo: Eu digo que tenho um fusca 77.
Quem me conhece sabe que eu nunca tive um fusca.

William Robson disse...

Para ser evangélico basta acreditar que a Bíblia é 100% a palavra de Deus e se esforçar ao máximo para praticar os ensinamentos que ali estão contidos.
Conseguir seguir os ensinamentos Bíblicos a risca é impossível, primeiro porque é cheio de contradições e segundo você peca até em pensamento, não fazer algo errado já é difícil imagine nem poder pensar!!

MUITO ACESSADO

Daniel disse...

WILLIAM - Quando você torna um depoimento publico no Face, Google+ ou aqui no Blog inevitavelmente haverá pessoas que saberão se esta mentindo, aumentando ou dizendo a verdade.


Se você mente, é problema seu. Se te agrada falar uma coisa que não acontece efetivamente, eu não tenho nada a ver com o seu juízo para querer fazer qualquer coisa.
Mas se disser que eu estou mentindo, eu mando se foder sem estar nem ai para o que você ou qualquer pessoa possa pensar disto. Não me importo.

Eu não me importo que você escolha entre eu e qualquer pessoa. Até porque aqui, eu não estou para ser selecionado por ninguém.

Mas se te apraz acreditar em fadas magicas, isto é só um problema seu.

Daniel disse...

Sobre o texto principal, eu não posso descartar a critica porque para sermos sábios em qualquer assunto precisa haver o debate, porque está comprovado que nós aprendemos por dois modos: ou pela repetição de uma ideia, ou pelo impacto da mesma.

Realmente não ha explicação para o que sustenta a terra no universo, assim como não há explicação para um monte de outras coisas.

E aqui algo interessante, eu jamais posso afirmar nada. Toda e qualquer interpretação sobre qualquer coisa ela tende a ser subjetiva.
Sempre haverá quem questione minha ideia sobre qualquer coisa.

As palavras de Socrates ao dizer "só sei que nada sei" era uma afirmação de que ele tinha muito que aprender ainda, e não queria ser grotesco para querer afirmar nada subjetivamente.

Daniel disse...

Eu gosto disso, oh
http://www.youtube.com/watch?NR=1&v=_U81MOCqdpc&feature=endscreen

emaranhado 113 disse...

Bom dia,meninos! (hehehe!)

A prosa de vcs me lembra as conversas que mantive com a Dith.
Ela jamais gostou de mim,e eu "dei trela" para ela por um tempo.
Não saía nada que prestava dos nossos assuntos.
Ela dizia que sou mentirosa,_eu,que não páro de falar o tempo todo.
Muitas vezes,eu disse à mesma que se ela queria me conhecer,e conferir minhas "contradições",era só ela ler meus textos antigos.
Se o fizesse,não precisaria perguntar nada a mim,sobre minha pessoa.

Acabei parando de falar com ela.

Vcs,zebedeus,ao menos chegam a uma conclusão,eu e ela nunca chegávamos a coisa alguma.
Gosto de ler a prosa de vcs,ninguém gostava de nos acompanhar,era um horror.
Até hoje,o Adilson por ex,costuma dizer que ela sumiu,por estar internada em algum manicômio.(kkkkkkk...)

Todavia,eu acho que ele merecia uma interlocutora como ela.
Aí ele ia ver o quanto era bom para a tosse...
...e eu trataria de ficar quietinha no meu lugar.
Só apareceria lá para postar as orquídeas a cada cinco páginas.

Encrenca 1.050 disse...

(texto principal)

Ficou bonito,mas não sei se o sr.William está certo,errado,ou se foi "neutro".
Li alguns filósofos,mas não entendo a prosa de nenhum "em profundidade".
Nietzche tem uma filosofia estética,e que visivelmente influenciou o fróidismo.
Não consigo qualificá-la em sua utilidade.
Não sei se ela se "sustenta nela mesma".
De repente,se eu fôsse estudiosa do tema,eu diria até que Niet foi um plagiador.
(às vezes,desconfio disso)

Que o sr.William diz coisas úteis,ele diz.
É necessário pensarmos em "3D",e antecipar as consequências do que iremos fazer,ou daquilo em que acreditamos.
Essa é uma questão de hábito,mas também demanda saúde.

Minha opinião agora,irá ser um pouco chata.
Quando se perde a saúde,a pouco e pouco,também se perde a inteligência,e se perde parte do caráter.
Pois o cérebro vai se habituando a operar com menos energia.
Alguns médicos chamam isso de "depressão nervosa".
Quando a recuperação começa,não é de imediato que ficamos espertos,pois o cérebro sempre precisa se habituar a rotinas novas.
Por um período,ele ainda operará no modo anterior.

Agora,um ano depois de eu ter começado a me tratar direito, e me habituando a "pensar em todas as dimensões possíveis",parece que amadureci idéias nas quais eu deveria ter pensado uns vinte anos atrás.
Fiquei pensando no que operou "o milagre" em minhas idéias.
Metafisicamente,foi a soma de tudo:

_leituras desse blog,aventuras intelectuais no passado mítico, muita observação da realidade,mas fui quarenta por cento ajudada pela melhoria da comunicação entre minhas sinapses.

O espírito também depende bastante do instrumento que usa,para a sua manifestação.

turbilhão 1.115... disse...

...no blog da Selma.

Houve um tempo em que Safo ensinou Kleínes a ocultar suas emoções.
Atualmente,eu fico tentando ensinar a alguém a ser mais "si mesmo".

Adoro o sr.Hosaka...(hehe!)

turbilhão 1.116 disse...

O sr.William quer saber quais são as qualidades do Denytus.

Acho que uma delas,é ele não esconder nada.
Imagino que ele é absolutamente honesto com todo mundo.
Eu já fui "desse jeito",com o tempo,readquiri a temperança da fase adolescente.
Pois minha natureza melhor,real,e mais confortável,é a introversão.
Discretamente,eu opero melhor.
Gastando menos energia,todos os mecanismos trabalham mais longamente.

tripitaka 666 disse...

Se o Poli visse esse número de "tripitaka",ficaria apavorado.
Ele consegue ser uma misto de "livre pensador" com "evangélico" assim como eu consigo ser uma estranha soma entre filosofante e budista.

Irei treplicar uma réplica do sr.William de ontem a mim,quando ele disse que acredita sim em tudo,e que eu é quem disse "que não se pode modificar a vontade de Deus com preces,ou por quaisquer meios".
Não,eu acredito justamente no oposto.

Essa foi uma conduta que atribuí a ele,meu interlocutor de sempre,mas se errei,então foi um erro de interpretação,pois realmente,o modo pelo qual ele(o sr.fala) nesses assuntos místicos,me levaram a ter essa impressão.
Mas,acho que verdadeiramente me enganei.

O sr.não é tão cético,apenas é um pouco "amargurado".

tripitaka 667 disse...

Eu ia escrever uma poesia sobre um "cara sortudo",mas não terei tempo.

Então,irei discorrer brevemente sobre "quem" para mim,é a pessoa que possui a sorte.
O que irei dizer não é nenhuma novidade,mas será um resumo.

Esse "elemento"(ou elementa) não pode ser feliz numa coisa só.
Ele pode ser rico,ou não.
O dinheiro irá aparecer em alguma época da sua vida,para "financiá-lo",mas ele não precisa ser ricão o tempo todo.
A pessoa de sorte,nasceu com um boa saúde,com o temperamento em equilíbrio,tem uma inteligência razoável,e uma sintonia razoável consigo própria desde cedo,e quem sabe,também terá certa beleza física,que a influenciará no trato com os outros.

Sobrepujando as influências boas e ruins do meio social,irá logo identificar o que deseja fazer,e começará a se realizar tão cedo quanto possível.
Sua vida refletirá seus sentimentos autênticos, e a partir de certa idade,ela será moderada em tudo o que faz.

Se mantiver um pique exagerado,ele será usado unicamente na realização do ideal de vida,seja ele um ideal "para fazer feliz a si mesmo",seja esse um ideal fraternal.
O "sortudo" tem uma casa na cidade,e uma casa "na colina".
Consegue fazer de tudo um pouco,e ainda manter sua aparência de "bad boy".
Ou consegue ser uma dona de casa,e ainda se manter magra,sem vincos na fisionomia,e bem penteada.

Alguns atores televisivos,esportistas,e artistas plásticos se encaixam na minha descrição.
Nem sempre o sortudo não será uma pessoa que sofreu muito antigamente.
Podem até ter ocorrido grandes tragédias em sua vida.
Mas,ele sobrepujará as circunstâncias,e fará algo de bom com suas lembranças ruins.
E quando nós os vemos,lembramos mais da sua "energia atual" do que o passado ao qual ele(ela)sobreviveram.

tripitaka 668 disse...

Os "escolhidos de Deus" são felizes não só na aparência,mas são felizes de fato.
O sorriso deles é sincero.
Eles tem uma vida "quase plena" em que há realização individual,boas amizades,ou boas relações em família,algum dinheiro,vida junto à natureza.

Farei uma lista dos tipos assim que julgo conhecer,

_Algumas ex-atrizes de televisão.(conheço uma ou outra,mas por motivos éticos,não posso mencionar nomes.)
_O ator televisivo José Mayer.
_O artista plástico Frans Krajcberg.
_Uma ou outra empresária do ramo da cosmética.
_Uma instrutora de meditação transcendental.(foi minha instrutora,mas idem não seria certo dizer seu nome)
_a dona Yolanda Penteado.(falecida em 1.983)
_o Amyr Klink...
_o maestro John Neschling.

A poesia que eu ia escrever ia ser para o penúltimo.
Fica para outra vez.

tripitaka 674 disse...

Acréscimo aos textos 667 e 668(imediatamente acima)

A esse tema, eu poderia fazer alguns adendos,e acrescentar muitos personagens.
Cidadãos que nasceram com boas condições financeiras,e que ao mesmo tempo,puderam capacitar-se para cumprir responsabilidades,e que tem equilíbrio para isso,são sortudos.
Os que tem só dinheiro,ou só uma boa personalidade,são tipos comuns,que tem dinheiro,ou que tem uma boa formação,ou um bom temperamento.

A maioria dos santos que veio ao mundo,também foi uma galera de gente afortunada.
Isso é "ponto pacífico".
Ou eles nem seriam nossos mestres.

Afortunados,tem de muitos tipos.
É que eu costumo prestar muita atenção a apenas uma parte deles.
Sr.Buda disse que "existem tantos budas quanto grãos de areia numa praia".