sábado, 6 de outubro de 2012

Vida de Minhoca

Sorte é estar no lugar certo na hora certa.

  O que determina isso?
  Sei lá! O destino, o acaso, alguma proteção divina?
  Eu me considero uma pessoa que poderia ter alcançado o sucesso em inúmeras Empresas.
  Por minha capacidade de observação e adaptação sou muito eficiente em melhorar processos e quando era mais novo tinha o dom da liderança.
  Se eu lá nos 18, 20 anos tivesse entrado em uma Empresa próspera de certo chegaria a altos cargos.
  Na fábrica de óculos eu entrei com 19 anos, cheguei até onde podia chegar, de certo se a Empresa se tornasse grande e próspera eu teria um cargo de diretor com bom salário e grande poder de decisão.

  Perdi muito tempo na Empresa errada, mas como eu poderia adivinhar?
  Estava no lugar errado na hora errada.

  Se eu pudesse voltar no tempo me dedicaria a concursos públicos, na época que entrei na fábrica de óculos era bem mais fácil entrar no Governo, hoje poderia ser um alto funcionário de carreira em uma estatal pelo regime estatutário.
  Sei de pessoas que entraram no serviço de limpeza e hoje ganham muito mais que eu.

  Mas o tempo não para e não volta.
  Fiz a aposta errada e arco com as consequências.

  Hoje não tenho mais o dom da liderança
  Como isso pode acontecer?
  Não é que o dom não esteja mais aqui é que meu “cansaço” me impede de usá-lo.
  É como aquele grande jogador cujo corpo já não responde com a mesma eficiência os comandos mentais.

  Meu cansaço não é físico é “espiritual”.
  Em uma sequência “normal” de vida hoje eu seria ao menos um diretor com grande poder de mando.
  Como minha vida não teve a sequência esperada hoje em dia eu teria que me contentar com uma chefia intermediária isso significa ficar espremido entre a pressão dos subordinados e a pressão de quem manda de fato.
  Meu cansaço me impede de estar disposto para tantas “negociações”.

  Além do mais, o Universo não conspira a meu favor, não sou um escolhido.
  Lutar contra demônios é desgastante demais para mim, as coisas teimam em não sair como o planejado, o “imponderável” acontece acima de qualquer média matemática aceitável, isso acaba com minha auto confiança.

  Se para alguns apesar de seus erros as coisas acabam dando certo comigo é o contrário, apesar dos meus acertos as coisas acabam não dando o resultado esperado.
  Não é que dê tudo errado, mas algo que poderia atingir nível 9 não passar do nível 5... você começa a se questionar se valeu a pena o sacrifício.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Como uma minhoca ajuizada prefiro passar mais tempo dentro da toca, para que acordar mais cedo e facilitar a sorte do pássaro?

  Para atingir o nível 5 não há necessidade de trabalhar tanto, me esforçar tanto, me submeter a sacrifícios.
 Sei que mais cedo ou mais tarde serei devorado, “tudo desmorona no final”, mas não aqui não agora...amanhã talvez!
  Vivo um dia de cada vez, não conto com a sorte, se ela resolver aparecer...que entre e fique à vontade, não se fecha a porta para uma visita dessas.

  Estou onde a lógica conseguiu me trazer na minha condição de CRIATURA, na minha condição de minhoca.
  Só a sorte, o destino, o acaso, o milagre... podem me dar asas, me transformar em pássaro, isso não está no poder de minha vontade.
  Possivelmente eu nasci para ser criatura e jamais serei um escolhido, de qualquer forma vivo bem, minha vida de minhoca é satisfatória.



  Oras, vejam só! Uma águia acordou cedo e devorou o pobre pássaro... ninguém está totalmente seguro.


Anterior          <>        Próximo