terça-feira, 16 de outubro de 2018

Aperto de Mão

 Dinamarca discute negar cidadania a quem recusar aperto de mão.

  “O alvo explícito da medida seriam os muçulmanos que, por razões religiosas, preferem, em lugar do tradicional aperto de mãos, colocar a mão sobre o peito em sinal de reverência.”

  Por esses dias ao contestar que o Nazismo foi de extrema direita o comentarista disse que eu não poderia ir contra historiadores alemães que defendem essa tese.
  Até onde sei não são todos os historiadores alemães a defender que o Nazismo foi um movimento de direita.
  Esquerdistas estão no mundo todo, é difícil encontrar isenção mesmo entre historiadores e "intelectuais".

  O Nazismo foi o nome dado a ditadura de Hitler na Alemanha.
 
  “Nazismo foi uma política de ditadura que governou a Alemanha entre 1933 e 1945, período que também ficou conhecido como Terceiro Reich, liderado por Adolf Hitler.
  Em 1919 surgiu o Partido Nazi, abreviação de Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães (Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei, em alemão)”
   [Significados]

  Embora o Nazismo permitisse empresas privadas, os empresários eram obrigados a estarem alinhados com a ideologia de Hitler senão eram expropriados, a empresa passava a ser dirigida por alguém submisso ao Governo.
  
  Nessa meditação estou expondo que o fato de alguém ser europeu e defender uma tese não me obriga a concordar.

  Eu foco em argumentos.
  Independente da raça, religião, nacionalidade, opção sexual...

  Me sinto à vontade para ir contra essa proposta de alguns dinamarqueses sobre a obrigação do aperto de mão para concessão do visto para islâmicas.
  Vou lhes apresentar os meus argumentos.

  No caso da proibição do pano cobrindo totalmente o rosto em local público eu entendo.
  É o mesmo caso dos motoqueiros serem proibidos de usar capacete em certos locais aqui no Brasil
  Quem não deve nada nem está com más intenções não vai ter problemas em ser identificado.
  Estar com o rosto a mostra é uma questão de segurança que precisa se sobrepor as tradições religiosas ou vontade dos motociclistas.

  Cumprimentar dando as mãos ... não tenho argumentos para defender.

  O aperto de mão é um costume ocidental que eu “abomino”.
  😄

  Se faz tempo que você não vê uma pessoa querida e quando encontra sente vontade de beijar, abraçar, apertar a mão ... tudo bem, é “emocionalmente” compreensível.
  Com colegas de trabalho, pessoas que vemos sempre, encontro de negócios ... apertar a mão é "problemático".
  Sabe aquele colega que vive coçando o saco e vem apertar sua mão.
  Você acaba pegando no saco dele por tabela 😄
  Para quem gosta de saco tudo bem, para eu é desagradável.

  E aquela colega que vive alisando o cachorro?
  Para quem gosta de bichos tudo bem, para eu é desagradável.

  Claro que tem questões mais sérias, o nome do Blog é Terapia da LÓGICA.

  Não sei como é em outros países, aqui no Brasil as pessoas tem o costume de cobrir o espirro/tosse com as mãos.

  Geralmente é a mão direita, a mesma que usa para cumprimentar.
  O cidadão aperta sua mão e ... compartilha vírus.
  Por causa de uma tradição dispensável como o aperto de mão corremos o risco de ficar gripados por uma semana, com todo desconforto dessa situação.

  Hoje em dia muitos ambientes tem álcool gel, mas imagine a cena.
  Um indivíduo aperta sua mão e logo em seguida você se desinfeta.
  Até seu colega coçador de saco vai dizer:

  🙎 "Mano, agora você exagerou."

  É, ficamos presos a essa tradição de compartilhar vírus com apertos de mãos.

  E se os dinamarqueses estivessem querendo aprovar uma lei proibindo o aperto de mãos?

   Eu seria contra.
   Não iria concordar com eles só por serem europeus.
   Considero uma intervenção excessiva do Estado/Governo na vida das pessoas.
  Nosso colega coçador de saco diria:

 🙎 "Pô Estado, menos mano, isso pega mal para um governo que se diz de direita".

  NÃO, o coçador de saco não sou eu, é um colega meu.

  Se bem que coçar o saco é bem gostoso. 😄

  Considerações finais:

  DINAMARQUESES, admiro a cultura de vocês, espero que essa questão de obrigar islâmicas ao aperto de mão seja uma vacilada para ser esquecida.
  Isso acontece nos melhores povos, o importante é não levar essa “imbecilidade” adiante.

  MINAS E MANOS.
  Se você enfia o dedo no nariz, espirra nas mãos, coça o saco ou vive tirando a calcinha do rego ... lave a mão antes de pegar na mão dos outros, desinfete com álcool gel.
  Se tossiu na mão desinfete com maçarico 😄

  Ou, tem tantos outros tipos de cumprimento.
  Faça joinha, dê um sorriso, acene com a cabeça.
  Se curve “levemente” igual os japoneses.
  Se curve com a mão no coração, um cumprimento tão bonito feito por islâmicos.
 
  


  Curvou demais, mão esquerda no saco, espero que não tenha espirrado na mão. 
😆




.