segunda-feira, 28 de maio de 2012

Orgasmo Retardado


"Quando o assunto é sexo, todos mentem."
[Seinfeld]

  Mentir para os outros em geral é um grande problema, por vezes "falha moral".
  Na minha observação o que torna a vida mais ineficiente é mentir a nós mesmos.
  Para entender/aproveitar essa meditação, tudo que você precisa é dizer a verdade para si mesmo.
  “Verdade" no sentido de se conectar com seus reais sentimentos e não o que considera politicamente correto...vamos nessa?

   


Ficar habilidoso sexualmente requer pratica.

  Ninguém fica bom motorista por mais que assista corridas de Fórmula 1.
  Ninguém anda bem de bicicleta apenas lendo livros sobre o assunto.
  Pense no ato sexual como uma dança, o homem ou a mulher tem que ter alguma pratica senão fica tudo por conta do instinto.

 No caso da mulher a grande dificuldade é não relaxar o suficiente.

 Para o homem a grande dificuldade é evitar a ejaculação.
(Caso não tenha problema de ereção...é evidente.)

  Na adolescência, a ereção vem fácil, basta “olhar e imaginar”, guarde isso, pois é a chave do próximo texto.

  O grande treinamento é:

  Como se evita a ejaculação?
  Da mesma maneira que evitamos urinar quando não estamos no local indicado.
  As crianças, principalmente à noite, tem dificuldade de reter a urina por isso urinam na cama.
  Muitos idosos com o afrouxamento dos músculos voltam a ter dificuldade em reter a urina.
  Deduzimos que controlar a ejaculação é uma questão “muscular”, isso pode ser treinado.
  Como urinamos várias vezes ao dia desde que nascemos, lá pelos 2 anos já temos bom controle sobre essa necessidade orgânica.
  Com a ejaculação é diferente, só no início da adolescência começa a ocorrer, os músculos específicos precisam ser treinados.
  Na masturbação é interessante retardar ao máximo a ejaculação, mas os garotos preferem o alivio rápido, seguem o instinto da necessidade não do trabalhoso autocontrole.
  Para uma satisfação/alivio individual tudo bem, mas para dar prazer a outra pessoa não pode pensar só na sua necessidade.

  O homem que quer ficar “bom de cama” tem que estar consciente da necessidade de controlar a ejaculação.

  Vamos definir que “bom de cama” é a pessoa com habilidade para satisfazer o parceiro/parceira sem deixar de ter seu próprio prazer.

  Biologicamente, quando nascemos, nossos músculos “tem potencial”, porem suas funcionalidades precisam da pratica.
  Até para primeira respiração precisamos de um “incentivo”.
  A musculatura de nossas pernas estão ali, mas até começarmos a caminhar é um longo processo.
  A habilidade muscular também pode ser perdida por falta de uso, se ficamos sentados por muito tempo, levantar e caminhar não é tão “automático”.
  Quem fica muito tempo acamado não consegue levantar e sair lutando artes marciais como nos filmes, se tentar é mais provável que caia.

  Além dos “controles sexuais” não estarem treinados outro fator complicador é a ansiedade de quando se está com a pessoa amada ou desejada.
  Por isso na meditação anterior ressaltei a necessidade de eliminar ou reduzir a ansiedade.

  Dançar, nadar, lutar, pintar, escrever, transar ... tudo é treino.
  (O que não quer dizer que todos ficaremos igualmente bons em tudo bastando treino e força de vontade, tem um detalhe significativo que chamamos de talento/dom)


  "Onã, porém, soube que está descendência não havia de ser para ele; e aconteceu que, quando possuía a mulher de seu irmão, derramava o sêmen na terra, para não dar descendência a seu irmão.”
[Gênesis 38:9-10]

  É, isso está na Bíblia, pode procurar.

  Um dos significados da palavra “onanismo” é:
  Interrupção do ato sexual antes da ejaculação.
  E vem desse relato bíblico.

  Para entender porque Onã fazia isso é preciso ler o capítulo, vamos para a parte que interessa a essa meditação.
  O versículo é curto, mas podemos deduzir que Onã era bom de cama, dava conta da esposa e da cunhada.
  Interpretem o texto.
  Ele a “possuía”, mantinha relação com ela, mas com bom controle sobre a ejaculação, na hora do orgasmo tirava o pênis de dentro da cunhada.

  A Bíblia nos ensina uma técnica muito boa para treinar os músculos que retardam a ejaculação.

  Mentalize que é proibido ejacular dentro da mulher (mesmo usando camisinha).
  Quando sentir que vai ejacular pare o movimento, o ideal é que o sêmen não saia, mas no começo se você não aguentar é até melhor que faça como Onã (Não queremos gravidez indesejada)
  Com o tempo e treino o controle sobre a ejaculação vai ficando satisfatório.

  Muitos garotos confundem quantidade com qualidade.
  Digamos que consiga se relacionar com a garota 5 vezes na noite com duração de 5 minutos.
  Garanto para você que é mais eficiente um ato sexual de 25 minutos que 5 de cinco minutos

  Pense na mulher como aquela antiga Internet discada, demora pra carregar... 😄
  Quando a mulher está chegando lá, se conectando ao orgasmo você desliga seu micro pênis... 😄

  Qualquer mulher prefere ter pelo menos um orgasmo do que por 5 vezes quase "chegar lá".

  Vou ficando por aqui, já foi informação demais.
  Se você homem entendeu a importância de retardar a ejaculação ... é um bom começo.
  Se o treino não for suficiente, pesquise tratamentos médicos para ejaculação precoce.
  Um salve para os manos e minas!
  JUÍZO!

      

Parece um retardado mesmo... 😆





.

domingo, 27 de maio de 2012

Luares em Vão

  “A honra é, objetivamente, a opinião dos outros acerca do nosso valor, e, subjetivamente, o nosso medo dessa opinião.”
[Schopenhauer]

  Na minha adolescência tinha pavor de convidar uma garota para qualquer coisa, acreditava que nenhuma mulher do mundo se interessaria por mim.

  

Abra o seu coração
Que eu quero passar, andar de trem...
Flores beijando o chão
Pedras a sonhar Tudo em transe de amor

As carícias virão
Soltas pelo ar Vindas do além
E no meu coração
Ou qualquer lugar
Tudo brilhará também

Ali onde o ar beira a luz
Todo encanto vai navegar
No decorrer de uma paixão

Tempestade nasce no vento
Cresce e se faz mulher Pra me levar
Pra ilusão

Abra o seu coração
Que eu quero passar Andar de trem
Flechas de solidão
Cantam pra saudar Noites de luar em vão 


 HONRA: Sentimento que leva o homem a procurar merecer e manter a consideração pública.

  Para um garoto, ter habilidade no trato com mulheres é item fundamental para sua “honra”.
  Se não sabemos chegar em uma garota a opinião dos outros garotos acerca de nosso valor é de que somos um babaca.
  Ninguém quer ser tido como babaca, mesmo quando é.
  Acontece que:

 Ter medo da opinião dos outros tira o poder de nós sobre nós mesmos.
(William Robson)

  É preciso conhecer a si mesmo, entender o que realmente queremos.

  Aqui você não vai encontrar aqueles discursos fáceis, aquelas frases bonitas do Google+ e Face.

  “Viva sem medo”
 “Seja você mesmo”
 “Não importa a opinião dos outros.”

  Não era só uma questão de honra, não me importava muito com a opinião dos meus colegas a meu respeito.
  EU queria ter habilidade no trato com as garotas, era uma coisa importante para minha vida em sociedade.
  Comecei a desenvolver técnicas usando minha capacidade filosófica.

  Fiquei tão bom que comecei a ajudar outros homens em dificuldade, lembrei de um caso.

  Nomes fictícios, fato ocorrido faz tempo.
  Foi mais ou menos assim a conversa com meu colega Cesar.

W – A Carminha está muito interessada em você.

👦– Não faz meu tipo se fosse a Ana seria tudo de bom.

W – Fala sério, a Ana está com o André ele é um cara experiente você não tem chance!

👦 – Você não sabe das minhas experiências!

W – Qualquer homem ou mulher experiente que olhe para você saca que você é criança em termos de relacionamentos, está escrito na sua testa. 
(Sou ou não sou um “amor” de pessoa 😄)

👦 – Eu sou romântico, não saio com qualquer uma.

W – Você está apaixonado pela Ana.

👦- Não!

W – Mas você sairia com ela, você sai com qualquer uma que ache bonita ... belo “romantismo”.

👦 – Você não sairia?

W – Não sou eu que estou defendendo o romantismo, é você, lembra?
  Além do mais sou comprometido, minha namorada é legal e tão ou mais bonita que a Ana.
  Você não merece por ser muito bocudo, mas eu na minha infinita bondade vou te ajudar... 😄

👦 – Fala “humildade” estou te ouvindo.

W – Não vou te enganar, você não é um cara bonito, mas também não é feio, é bonitinho.
  Uma mulher não o rejeitaria por sua aparência.
  O que mais atrapalha homens do seu tipo é a falta de atitude.
  Essa falta de atitude vem da falta de confiança que fica ainda pior quando você está diante de uma mulher que chama a sua atenção, é “do seu tipo”.
  Alguns poucos caras já nascem naturalmente habilidosos com as mulheres, mas a maioria tem que seguir um longo caminho, 50% não ficam habilidosos nunca.
  Você tem 18 anos, a melhor maneira de desenvolver segurança é sair com uma garota como a Carminha que está interessada em você e pela qual você não tem muita atração.
  Ela estar interessada em você a fará ter paciência, ser compreensiva e você não ter uma grande atração por ela diminuirá sua ansiedade.

👦 – Eu estaria enganando a Carminha.

W – Enganando!?
  Ela está a fim de você e você vai dar uma chance para ela, vai conhece-la melhor.
  Quem te garante que ao te conhecer melhor ela perca todo o interesse... 😄
  Você vai estar a ajudando, ela iria ficar sonhando com você por meses e em uma semana pode perceber que não vale a pena, foi engano.

👦 – Você tem certeza que está tentando me ajudar?
  Até agora só está colocando minha autoestima lá embaixo 😄

W – Estou sim.
   Ela pode realmente gostar de você e você não querer continuar saindo com ela, de qualquer forma ela viveu bons momentos ao invés de ficar platonicamente sonhando com você como você sonha com a Ana.
  Além do mais, a Carminha é bem bonitinha e muito legal, não tenha tanta certeza que não irá se apaixonar por ela.
  Os dois estão pegando papel na ventania, que mal tem se fizerem companhia um ao outro em um cineminha básico?

👦 – Tá bom, vou ver se rola alguma coisa...


  Para quem esperava um final “feliz” ...ele não aconteceu.
  Mas também não foi infeliz, eles saíram, se curtiram por algum tempo, filosoficamente defendo que foi melhor que se não tivesse acontecido nada.
  Como diz meu amigo Djavan “desperdiçariam noites de luar”.
  A Carminha era aquela menina sem muita ambição, pouco estudo, o Cesar passou na faculdade, altos objetivos, houve uma incompatibilidade de mundos.

  De qualquer forma, ter uma experiência “romântica” real foi muito mais eficiente que ficar fantasiando com filmes, novelas ou outra pessoa não acessível.
                                               

                                 
 "Flechas de solidão cantam pra saudar
 noites de luar em vão."


  Sem praticar é difícil ficar habilidoso.


sábado, 26 de maio de 2012

Dia de Anta

  “Ele pediu a atriz R$ 10 mil para não divulgar as imagens, mais de 35 fotos que a mostram nua e em poses íntimas, mas Carolina se negou a pagar.” 
[Correio do Estado]


     Quando eu dava aulas de Modelo e Manequim era comum algumas garotas se oferecerem para pousarem nuas para conseguir algum dinheiro, me perguntavam se eu tinha algum contato desse tipo.


  Na cabeça delas as revistas estavam desesperadas atrás de mulheres dispostas a pousarem nuas.
  Eu tinha que explicar que isso só dava dinheiro para celebridades, tem até garotas que pagam para sair nua nas revistas em troca de publicidade.
  Essa fase de desfiles foi interessante por me mostrar coisas que eu nem imaginava sobre as mulheres.

  Até ali eu tinha os homens como predadores atrás do corpo das mulheres, mas descobri que o corpo é usado pelas mulheres como uma teia para prender os homens, a mulher é mais caçadora do que caça.

  Não esta convencido?
  Você pensa que é só a Carolina?
  O que as mulheres gostam de se fotografar peladas é inimaginável, elas apostam tanto em seu poder de sedução que não é de se estranhar que com o passar dos anos, diminuindo este poder, entrem em depressão...
                                           

  É claro que entendo muito bem as mulheres nessa questão da aparência.
  Eu não nasci muito bonito, mas já tive meus bons momentos, minha fase de grande beleza física, hoje tô meio caído...o tempo passa para todo mudo.
  É muito gostoso chegar em um lugar e chamar a atenção de todos, como se as pessoas agradecessem por sua presença enfeitando o ambiente, você não precisa fazer ou falar nada, basta estar ali.

  Lembrei agora do primeiro retiro espiritual do qual participei, foi em Serra Negra pela Igreja Presbiteriana.

  Eu tinha 16 ou 17 anos, "enchi" a mochila com minhas roupas de passeio, uma calça jeans, uma camiseta e uma camisa. 
  Como eu estava usando o jeans e a camisa, a mochila ficou com a camiseta, shorts e higiene pessoal...ô pobreza!
  Eu não sei como é com outras pessoas, mas comigo a beleza dava o ar da graça por um tempo, depois amenizava...é meio complicado explicar, vou tentar.

  Eu tive muitas espinhas que prejudicavam minha aparência, mas as vezes as espinhas sumiam e uma pele fantástica desabrochava como uma flor, ai que fofo...  😊

   Nesse retiro por sorte minha pele estava nessa fase fantástica, sabe quando você vai andando e as meninas vão te seguindo com o canto dos olhos?

    Deduzi mais tarde que a Igreja Presbiteriana promovia estes retiros para adorarmos a Deus, estudarmos a Bíblia, mas um dos objetivos não ditos era aproximar casais evangélicos.

  Quando um irmão da Igreja namora alguém que não é da Igreja geralmente a influencia não é muito boa.
  Quando o casal é formado na Igreja a frequência aos cultos e participação religiosa é muito mais intensa.
  Nesse primeiro retiro eu só conhecia meu colega Valmir.
  Tímido como eu era quando li a programação  quase tive um enfarte, tinha o jantar do Sábado a noite que um homem deveria convidar uma garota para ceia, logicamente os casados ficavam com suas esposas.
  Caraca! Eu ter que convidar uma garota para jantar comigo, putz grilo!
  Esta idade de auto afirmação é fo#a, eu ir sem par a festa iria ser uma humilhação danada.
  Eu me sentia literalmente naqueles filmes de adolescentes que passam na Sessão da Tarde.
  Nessa época com relação as mulheres eu era um completo anta, tenho até vergonha de relatar a paspalhada que eu fiz, mas como já passei da fase de auto afirmação deixarei a vergonha de lado.
                                            

  Depois de canções de louvor e orações estávamos todos em um salão e a programação do retiro foi lida por um irmão no púlpito, com aquelas piadinhas e manifestações do publico.
  Quando ele falou do jantar de Sábado, uma garota linda atrás de mim disse: “Eu vou com você”.

  Como estávamos todos rindo eu levei na brincadeira.
  Na minha cabeça idiota, imbecil [Tenho raiva de lembrar]  eu não conseguiria uma garota tão linda, tão facilmente, aquilo só podia ser piada.
  Nós chegamos na manhã de sábado, o anuncio do jantar ocorreu lá pelas 10 horas e a partir deste momento eu fiquei me torturando sobre quem convidaria para jantar!!
  Tudo ali foi resolvido no mesmo minuto, uma menina linda se auto convidou para jantar comigo e eu levei na brincadeira.
  Fala a verdade. QUE ANTA!

  Depois de muitas atividades onde minha cabeça só pensava em quem conseguiria levar para jantar, lá pelas 5 horas da tarde tive uma brilhante idéia.

  Comecei a procurar a garota mais estranha, mais feinha, ela não me diria não... eu tinha pavor de levar um não.


  O “gênio” convidou uma moça "feia" que aceitou o convite com grande alegria, a garota era bem legal de conversar, mas de aparência deixava a desejar.

  Na hora do jantar eu ali chegando com minha parceira e aquela garota linda estava na entrada do salão, fiquei curioso para saber quem seria o felizardo e descobri... que era eu!
  A garota linda estava me esperando e eu cheguei com outra!
  Que situação em?
  Mas a garota linda alem de linda era muito legal o que me fez ficar ainda mais arrasado.

  Eu expliquei que pensei que era piada e ela foi compreensiva, levou na esportiva, percebeu rapidamente que eu não fiz por mal eu era mesmo uma ANTA!




“Malícia no seu andar,
  Prepara armadilhas mil,
  Fingindo ser caça é mulher,
  Bonita cheirosa a debochar,
  Dos homens que querem todos, seu jeito, seu tempo, seu corpo, mas ela não ama com qualquer um.”
 [Fafá de Belém]   
                                                                        


Anterior          <>        Próximo 

quinta-feira, 24 de maio de 2012

A Rosa Rosa

   “Cada um pensa em mudar a humanidade, mas ninguém pensa em mudar a si mesmo.”
  [Leon Tolstoi]

  Eu gosto de flores, são fractais interessantíssimos.


  
   A rosa branca é bonita, a rosa vermelha é bonita e a “mistura”, a rosa rosa...é bonita.
  No caso das rosas não sou um estudioso de plantas então não sei se a diferença de cor muda alguma característica da flor, tipo resistência, perfume, melhor adaptação em um tipo de solo.
  Quanto a aparência é uma questão de GOSTO, eu sinceramente não sei definir qual cor de rosa gosto mais. 
  Se eu estiver por muito tempo cercado por rosas brancas ao ver uma vermelha ela me parecerá especial.

  Parte do nosso VAZIO EXISTENCIAL vem dessa nossa facilidade em enjoar das coisas por melhor ou mais bonita que elas sejam.

  Nos passam na escola que a miscigenação é uma grande maravilha, o brasileiro é o melhor do homem branco, negro e índio, o brasileiro é o melhor de todos os povos.
  Por mais que as escolas nos encham desse ufanismo patriótico é preciso ser muito tapado para perceber que nós não somos lá essas coisas.
  Esse tema pode nos levar para flutuações infinitas, muitas brechas se abrem a minha frente, fica muito difícil escolher uma, mas para tentar me fazer entender optarei por algo light, a musica, outro belíssimo FRACTAL.
                                               

 Acredito que nada contribuiu mais para a melhor aceitação social do negro americano que a qualidade de sua musica.

  Sabem como é, a musica, a poesia, pensamentos provocativos nos tocam de uma maneira toda especial, não enxergamos mais cor, nacionalidade ou raça, apenas a ARTE.
  A lógica não entra facilmente na mente das pessoas, mas o sentimento, a emoção esta impregnada em nossa ALMA.
  O Blues em seu inicio era uma oração/lamento cantada, o negro naquele duro trabalho no campo possivelmente não tinha energia disponível para cantar notas altas então murmurava canções que como não podia deixar de ser geralmente eram melancólicas, tristes, um canto de dor, a dor do Blues.
  Nas igrejas, em uma situação física melhor e com melhor animo diante de Deus as notas ficavam mais altas e esperançosas, toscamente surgia a musica gospel.
 Se essa musica gospel não tinha letras religiosas era chamada de Rhythm and Blues.

 Claro que essa divagação sobre musica não é oficial é o MEU modo de observar, de estruturar meus pensamentos sobre a Black Music.

 Toda essa miscigenação musical influenciou o surgimento do Soul que designava uma musica de ALMA negra.

  Pela beleza da música os negros americanos passaram a ter alma para os brancos americanos.

  E todos percebiam que éramos irmanados na mesma angustia existencial, na mesma esperança de uma salvação, que embora exista uma diferença no tom de pele, somos todos HUMANOS.


Quando eu me apaixonar
Será para sempre
Ou então eu nunca me apaixonarei
Em um mundo agitado como esse
O amor se acaba antes de começar
E tantos beijos ao luar
Parecem esfriar ao calor do sol 
[Nat King Cole] ♫♫♫♫

  Como literalmente não se apaixonar pela maravilhosa voz de Nat?
  Como não ficar extasiado com a alma exposta na música e voz de Stevie Wonder?   
                            
  Senhoras e senhores, irmãos de todo mundo, os humanos Anglo Saxões desenvolveram uma encantadora forma de vivermos em sociedade, algo que começou lá longe barbaramente no passado com Celtas, Vikings e outras tribos Normandas e por N caminhos chegou até nossos dias como uma forma de viver muito CIVILIZADA.

  Na Alemanha  [Por exemplo] existe o voto distrital misto que seria interessantíssimo ser testado no Brasil, diminuiria muito todo esse fisiologismo em nossa política e conseqüente corrupção.

  No Estados Unidos existe um respeito impressionante a liberdade de imprensa, chega a ser considerado um Quarto Poder, neste quesito até que estamos bem, não devemos deixar que essa situação mude.
  Noruega, Austrália, Holanda, Estados Unidos, Nova Zelândia, Canadá, Irlanda, Liechtenstein, Alemanha, Suécia...
  Países com uma qualidade de vida de cair o queixo, mas nós tão empolgados com a ilusão que nossa miscigenação nos transformou em um super povo, um “gigante pela própria natureza” nem percebemos que vivemos na média muito pior que os atualmente problemáticos gregos.

  Imaginem se a Black Music fosse proibida de ser tocada só porque veio de povos “supostamente” inferiores.

  É mais ou menos o que fazemos com a cultura organizacional anglo saxã, apesar de seus ótimos resultados, da boa qualidade de vida que proporciona ao povo, demonizamos a Inglaterra, Estados Unidos, Alemanha e santificamos indianos, árabes, latinos, africanos.     
    
     Porque a cultura anglo saxã é culpada pela falta de organização de todos os outros povos!? 
  
  O Brasileiro é uma mistura de raça que não deu certo?
  Tente me responder porque a rosa rosa é superior a rosa branca ou a vermelha?
  Oras, somos apenas mais uma mistura de raça, se estamos vivos e procriando é porque biologicamente demos certo.
  Somos INTELIGENTES, podemos ouvir todo tipo de musica.
  Somos INTELIGENTES, podemos observar toda forma de governo.
  Somos INTELIGENTES, podemos apreciar flores independente do solo que nascem.
  Podemos ser SÁBIOS, apreciar a beleza, os diferentes gostos e copiar ou melhorar o que deu muito certo em outros povos.
  Branca, vermelha, rosa...são flores.
  Preto, branco, índio, latino, europeu, asiático...somos todos ALMAS HUMANAS.
  Ás vezes um triste Blues outras vezes um agitado Rock in Roll.
  O mundo pode ser composto de belas canções...o que eu posso te dizer?

     Seja a melhor música que você puder ser e tenha certeza, você pode ser muito mais do que sua “ideologia”, pense nisso.

  PENSAR é preciso, viver bem é consequência... 






.

                                                                            

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Odete Roitman


  Anglo-saxão é a denominação dada à fusão dos povos germânicos (anglos, saxões e jutos) que se fixaram no sul e leste da Grã-Bretanha no século V, e a criação da nação inglesa, para a conquista normanda da Inglaterra de 1066.”

  

     
👩 “Se o Brasil passa por seus apuros, há vários fatores que colaboram nisso, mas em nosso caso, não tivemos muita sorte com os invasores antigos.
  Eles deixaram a tolice deles aqui-e posteriormente, deixaram de ser tolos.
  Repare como os outros cinco países galegos (exceto Portugal), estão em condições ainda piores do que as nossas.
  Somos os mais felizes deles.”
  [Comentarista no G+]

  O comentário me provocou a escrever esse texto que há muito tempo grita para ser escrito, mas tinha receio de escrever, pelo menos tive até aqui.
  Acredito que com tantos textos de apoio agora eu possa ser melhor compreendido.
  São coisas que observo, ofende muitos pensadores, mas a partir de hoje vou compartilhar com todos.
  Uma análise lógica da história me mostrou que o povo Anglo Saxão e seus descendentes “misteriosamente” desenvolveram uma capacidade organizacional melhor que outros povos.
  O amigo Darwin chegou a perceber isso e creditou a uma evolução genética.
  Vamos ver se consigo tornar minhas observações "inteligíveis".

👩 “Se o Brasil parece uma "piada de português”, com certeza, o problema não foi genético, mas foi de transmissão de uma tradição.

 O “alemão” e “judeu” Einstein dizia que “A tradição é a personalidade dos imbecis.”
 Não que a tradição seja necessariamente ruim, mas quando chegamos ao entendimento que é ela deve ser adaptada ou deixada de lado.

  Povos com melhor capacidade de organização corrigem o erro ou o amenizam, povos “imbecis” persistem no erro e culpam o passado...


  Quero dizer que mesmo que não seja uma questão genética e sim de transmissão de tradição os anglo saxões se saíram melhor em corrigir ineficiências culturais.

  Na escola ensinam que o nosso atraso latino é em parte fruto da colonização Espanhola e Portuguesa.
  Se fossemos colonizados por Ingleses e Franceses tudo seria diferente?

  África do Sul, Egito, Sudão, Gana, Nigéria, Somália, Serra Leoa, Tanzânia, Uganda, Lesoto, Maurícia, Suazilândia, Seychelles e Zimbabwe.

  Nem vou me estender aos Franceses, vou ficar só com os Ingleses, todos esses países que citei foram colônias Inglesas.
  Em termos de IDH e renda per capita Seychelles e Maurício são as melhorzinhas, todas as outras colônias incluindo a África do Sul estão piores que o Brasil.
  Percebemos que onde os “Anglo Saxões” conseguiram procriar sem muita “miscigenação” o povo se organizou de maneira político econômica mais eficiente.

  Prestem atenção que não estou falando de superioridade intelectual ou física, mas capacidade de se organizar eficientemente em sociedade.

  Os Americanos (descendentes saxões ingleses) pouco se misturaram com os índios.
  Nos USA até pouco tempo atrás a separação entre negros e brancos era oficial, não houve uma grande mistura entre as raças, que só agora começa a ocorrer, inclusive com povos latinos.

  Espanhóis e portugueses se “misturavam” mais com os povos colonizados, o sexo rolava solto não importa se era uma índia ou uma negra escrava.
  No Brasil tem até aquela famosa história sobre Chica da Silva.
  Temos também aquele sucesso mundial Escrava Isaura.

  “Eu acho o Brasil lindo, uma beleza ... de longe, só no cartão-postal...
 Esse país não vai para frente porque brasileiro é preguiçoso, é uma mistura de raças que não deu certo.”
 [Odete Roitman]

  Quando ouvi isso em uma novela da Globo minha mente entrou em espiral, não a parte do preguiçoso, vivemos em um clima quente e o calor abate muito as pessoas assim como o excesso de frio, bom mesmo é o clima Temperado.
  A parte da “mistura de raças que não deu certo” ficou martelando na minha mente.
 
  Somos uma mistura de raça que não deu certo?

  


  Deixarei isso martelando em sua mente, até amanhã...tchau!



.






domingo, 20 de maio de 2012

CAPITALISMO de EQUILÍBRIO

  “Não há excesso de liberdade se aqueles que são livres são responsáveis.
  O problema é liberdade sem responsabilidade.”
   [Milton Friedman]

    “Partido de Ângela Merkel sofre derrota histórica em pleito regional alemão.
    A mensagem dada nas urnas é semelhante a de eleitores na França e Grécia, que rejeitaram políticos que defendem a austeridade fiscal.”

    Tem aquele ditado que a voz do povo é a voz de Deus... espero que não porque a massa é medíocre.
  Não entenda essa palavra em seu sentido pejorativo, uma pessoa "pouco inteligente".
  Ser medíocre em uma atividade  é estar na "média" não se destacar com algo criativo/engenhoso, não ver alem.
  Você pode ser medíocre em português e "genial" em matemática.
  Pode ser medíocre na arrumação da casa e genial na cozinha.
  Somos medíocres na maioria das coisas e nos destacamos em outras.
  Dito isso...

  A maioria é medíocre quando se trata de economia, filosofia e politica.
  As grandes melhorias na humanidade acontecem a partir de grandes pensadores, grandes ESTADISTAS, o progresso não vem da massa, do povão (em termos intelectuais).

   Na Democracia a vontade da maioria dita os caminhos da nação.
  O papel dos "pensadores mais habilidosos" é justamente apontar/convencer a maioria de qual é o melhor caminho.
  O problema é que ser um pensador habilidoso (acima da média) não torna ninguém dono da verdade.
  Você pode ser um excelente motorista e mesmo assim estar indo na direção errada.

   Sou um pensador habilidoso, vou tentar te convencer da necessidade da austeridade fiscal, no final você decide se estou certo ou errado.

   A “austeridade fiscal” (não gastar mais do que arrecada) é a melhor coisa que os países desenvolvidos podem fazer para continuarem desenvolvidos.

  O que a massa alemã, francesa, grega ... não esta vendo e eu sim?

      A população alemã e da maior parte da Europa está diminuindo.

 “O continente europeu tem experimentado nas últimas décadas uma queda expressiva do número de nascimentos.
  A queda da natalidade na Europa é resultado de diversos fatores e reflexo das condições socioeconômicas e educacionais da maior parte dos países europeus.
  O declínio dos nascimentos fez com que os países europeus alcançassem taxas de natalidade tão baixas que impossibilitaram a manutenção de seu atual nível populacional.”

  O que irei escrever nesse texto possivelmente você não leu em lugar algum, que eu saiba ninguém nunca escreveu sobre isso, mas antes de mais uma vez me achar um grande idiota, limpe sua mente, me dê ao menos o beneficio da duvida.
  Para ficar interessante vamos simular um dialogo entre meus amigos Sócrates e Platão:

S -  Porque precisamos que a econômica cresça?


P
  Cada um tem uma opinião.
  A maioria acredita que a economia precisa crescer para GERAR EMPREGOS. 

S -  Gerar empregos para quem?


P
Para os jovens que estão chegando ao mercado de trabalho.

S -  Mas esses jovens que chegam podem ocupar o lugar dos velhos que estão se aposentando, saindo do mercado de trabalho. 

  Logo, para disponibilizar empregos aos jovens não precisamos que a economia cresça.

P – 
  Acontece que historicamente, principalmente depois da Revolução Industrial, nascem muito mais pessoas do que morrem, como a população cresce a economia tem que crescer para gerar mais empregos.

S – A economia tem que crescer porque a população cresce?

P – 
Sim.

SA população japonesa diminuiu no ano de 2011 na mesma velocidade da era pós- guerra. 

  O declínio, calculado pela dedução do número de mortes em relação aos nascimentos, veio de uma estimativa de 204 mil."
     Pelo que você me expôs a economia do Japão não precisa crescer?

P – 
Me parece que não.

S “BERLIM - O número de menores de 18 anos na Alemanha, o país mais povoado da União Européia, diminuiu 2,1 milhões na última década” 

  E a economia da Alemanha precisa crescer?

P – 
Também me parece que não.

S Me parece que esses países que já alcançaram um elevado padrão de vida ao invés de continuarem perseguindo um crescimento sem sentido, uma situação utópica onde todos podem ser ricos, deveriam zelar pelo equilíbrio das contas publicas [austeridade fiscal], manter os empregos já existentes e a qualidade de vida.


P – 
  É próprio da maioria dos humanos querer sempre mais, a humanidade ainda não tem a cultura do EQUILÍBRIO.

S -  Japoneses e Alemães podem buscar crescimento  onde é possível, nos inúmeros países em desenvolvimento, que ainda não tem boa qualidade de vida, é importante que as empresas mantenham os empregos em seus países de origem e criem novos empregos nos países em desenvolvimento.


P – 
Me parece sábio.

S -  Filosoficamente é pouco eficiente aplicarmos a mesma solução para situações diferentes?


P – 
É, situações diferentes sugerem soluções diferentes.

S – Os povos desenvolvidos poderiam buscar um CAPITALISMO de EQUILÍBRIO e os em desenvolvimento um Capitalismo de Crescimento?


P
Nunca pensei sobre isto, mas me parece lógico.

S -  Me parece LÓGICO também.







   Espero que os europeus estejam com a mente aberta para o Novo Capitalismo de Equilíbrio.
  Se não o povão ao menos os grandes Estadistas Pensadores.
  Boa sorte a futura geração!




.