quinta-feira, 4 de julho de 2013

Fernando Henrique

  “Um argumento a favor do Diabo?
   É preciso recordar que nós ouvimos só uma versão da história.   
   Deus escreveu a Bíblia.”
  [Samuel Butler]

  Esse pensamento é muito provocativo, existe uma diferença muito grande em ler a história que te contam e ANALISAR A HISTÓRIA QUE TE CONTAM.
  Se a Bíblia foi escrita pelo espirito santo de deus ou por pessoas com crenças semelhantes ... não temos acesso ao outro lado, simplesmente não ficou registrado.
  Mas esse texto não é sobre teologia.

  Vamos analisar parte de nossa história recente.

  A princípio sou contra alguém ocupar Prefeitura, Governo de Estado ou Presidência da República sem ter concluído uma faculdade.

  No entanto NÃO defendo que seja proibido.

  Se estou em dúvida entre dois candidatos a formação superior pesará a favor de quem tiver.
  Certas pessoas tem um dom natural para administração e liderança, concluir uma faculdade não faz muita diferença.
  Grandes empresários não concluíram faculdades Steve Jobs, Bill Gates, Michael Dell e Mark Zuckerberg não concluíram nenhuma faculdade.
  Toda profissão tem seu lado ARTE.
  Minha letra é horrível, minha capacidade de desenhar é ainda pior, a melhor faculdade do mundo não me transformaria em um bom desenhista nunca.
  Que eu saiba Maurício de Sousa não concluiu nenhuma faculdade.

  Lula não concluiu nenhuma faculdade.

  Quando votei no Lula em 2002 não esperava grande coisa dele administrativamente, tinha esperança que ele se cercasse de pessoas com maior capacidade e de certa forma fez isso com Palocci e Henrique Meireles.

  Votei as duas vezes no Fernando Henrique e achei tecnicamente seu governo muito bom, no entanto [como os demais brasileiros] eu queria menos fisiologia na política.

  Embora eu fosse (e sou) a favor das privatizações, havia muitos rumores de irregularidades.
  Confesso que analisando as notícias não via muito fundamento nas denúncias.
  As privatizações foram um processo complexo, exigir ou esperar a perfeição nesse tipo de coisa é pedir demais.
  Há muitas pessoas envolvidas, acontecer algum vazamento ou irregularidade embora seja indesejável...faz parte, é impossível evitar.

  E o valor das vendas?

  Uma coisa é você querer 30 mil no seu Celta 2010 outra coisa é achar quem pague.
  Em 2007 tive que me desfazer de um carro, não tinha condições de mantê-lo, estava com um problema na suspensão que eu não tinha capital para consertar, além do mais eu precisava de dinheiro para pagar rescisões trabalhistas.
  O preço de tabela era 11 mil, mas acabei vendendo por 6 mil.

  Acontece a mesma coisa quando você precisa vender um imóvel ou terreno.
  Você reformou o apartamento, ele tem um “valor sentimental”, quer 300 mil, mas o máximo que te oferecem é 200 mil.
  O apartamento além de não lhe render nada ainda custa um condomínio mensal de 500 reais.
   Você alugou, mas teve muita dor de cabeça com inquilinos é um negócio que não te interessa mais.

  Se você analisar, as empresas que foram privatizadas estavam nessa situação de custo benefício desfavorecendo a sociedade pagadora de impostos.
  Algumas como a Vale davam algum lucro, mas serviam de cabide de empregos, prestavam um serviço de baixa qualidade e necessitavam de muitos investimentos para se tornarem mais COMPETITIVAS.

  O mais importante nesse texto é você entender que:

  O PT assumiu o Governo com plenos poderes para investigar qualquer irregularidade grave nas privatizações.

  Durante todo primeiro mandato de Lula não me lembro de nada levado efetivamente pelo PT a justiça onde foi comprovado improbidade [se alguém lembrar pode responder].
  Eram tantos rumores que eu me preparei para alguns grandes escândalos principalmente na área de Telefonia o qual a mídia e o PT levantavam grandes suspeitas.
  NADA, absolutamente nada de relevante!

  Nada como a propina sendo paga pelos Correios a partidos aliados do PT, nada como a festa do Mensalão, nada como o Lula dando nossas refinarias ao Evo Morales.

  As pessoas dizem que FHC comprou a votação da reeleição e comparam isso ao mensalão.
  O que houve foi uma pratica questionável, mas não ilegal.

  Você é Deputado e através de um projeto pede verbas para sua "base eleitoral" [a cidade que votou em você].
  Vamos supor que é uma ponte nova que custará 300 mil, essa liberação de verba quem dá a última palavra é o executivo.
  Se você é um "Deputado Amigo" a liberação da verba sai mais fácil, mas note que é para construção de uma ponte, uma obra pública que a cidade precisa.


  O Mensalão não teve a ver com liberação de emendas, o dinheiro era desviado de Estatais ou obras super faturadas para ir para o bolso do político ou partido.

  As liberações mais fáceis de verbas para "Deputados Amigos" acontece normalmente no Governo Dilma, como eu disse não é ilegal, é mais uma daquelas coisas que deveríamos regulamentar melhor.

  O prefeito Hélio daqui de Campinas conseguiu muita verba para a Cidade apoiando o grupo político ligado a Lula, sendo um "Prefeito Amigo".


▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Se a privatização da telefonia (por exemplo) foi um negócio tão péssimo como querem nos fazer acreditar, porque Lula não reverteu o processo!?

  Se tinha tantas irregularidades no processo porque o PT não as denunciou?

  Hugo Chávez, Cristina Kirchner, Evo Morales...desapropriaram muitas empresas, desfizeram muitos negócios.

  Por favor, NÃO estou defendendo o confisco, AINDA BEM QUE O PT NÃO DESFEZ AS PRIVATIZAÇÕES, apenas estou dando exemplos de que era possível, ainda mais com provas bem fundamentadas de improbidade.

  Concluímos que a maior prova que as privatizações foram feitas dentro do aceitável/possível no Governo FHC é o próprio PT.

  Se encontraram irregularidades relevantes porque não denunciaram!?
  Se realmente acreditavam que a telefonia ficaria melhor Estatizada porque não demostraram para o povo Brasileiro?
  Em 2002 eu obviamente não pensava o que vou dizer agora, mas o PT me mostrou que:

 Fernando Henrique foi um dos melhores presidentes que o Brasil já teve, na minha opinião foi o melhor.
 [NÃO confundir com perfeito, ou acima de qualquer suspeita]

  Nem em sonho defendo FHC voltar a presidência.
  Oito anos no poder “máximo” considero suficiente para qualquer um, mais de 8 anos (mesmo com espaço de uma eleição) defendo que deveria ser proibido, como acontece nos Estados Unidos.

  Sou a favor da reeleição, se a pessoa fez um bom governo fica mais 4 anos depois disso...ADEUS!

  Se pisar na bola gravemente no meio do caminho, impeachment.

  É urgente desenvolver um ranqueamento de políticos e destacar os mais eficientes.

     Não seja um mero observador da história que te contam.
   Analise os fatos e ... faça HISTÓRIA.

  



👨 “O neoliberalismo de FHC foi terrível.
       Quais benefícios sociais foram proporcionados pelas privatizações?”
[Comentarista no G+]
▬▬▬▬▬▬       
  Destacaria dois:

 1 - Baixar a inflação

 2 - Criar o Bolsa Escola.


1 -  Nenhum presidente reduziu mais a inflação que FHC.
    Sei que os professores não ensinam isso em nossas escolas, mas se pesquisar no Google fica fácil.
  Não acreditem em mim, pesquisem!

"O MAIS AMBICIOSO E DRÁSTICO PLANO ECONÔMICO PARA VENCER A INFLAÇÃO.”

  Foi assim anunciado o famoso plano Collor I, lançado em 1990 pelo presidente Fernando Collor de Mello.

  A medida alterou mais uma vez a moeda (que voltou a ser chamada cruzeiro) e ordenou o confisco dos valores superiores a 50 cruzeiros em cadernetas de poupança e contas correntes de todos os brasileiros por 18 meses.
  O então presidente ainda lançou o Collor II, tão infrutífero quanto o primeiro.
 Após o impeachment de Collor, os índices de inflação beiraram o absurdo.

  EM 1993, JÁ SOB A GESTÃO DE ITAMAR FRANCO, A MARCA CHEGOU A ATINGIR 2.708%  AO ANO.

  Em 1994, a estratégia traçada pelo ministro da Fazenda e futuro presidente Fernando Henrique Cardoso desenvolvendo o Plano Real mostrou-se eficaz.”

a) Em 2001 o índice de inflação estava em 7,6.

b) Em 2002 com a grande possibilidade do PT chegar ao poder e dizendo que iria dar calote na dívida o índice subiu para 12,53.

    Depois da carta de Lula dizendo que iria honrar os contratos e trazendo o Capitalista Henrique Meirelles para seu Governo:

   “Henrique de Campos Meirelles é um executivo do setor financeiro brasileiro e internacional, ex-presidente do Banco Central do Brasil. Permaneceu no cargo entre 2003 e 2011”

 c) Em 2003 a inflação recuou para 9,3.

  Como as bases econômicas lançadas por FHC no Plano Real não foram alteradas em sua essência, os resultados continuaram positivos.
   Observem que no pior cenário FHC reduziu a inflação de 2708% para 12%.
  Um feito para poucos, confesso que nem eu acreditava que algum dia o Brasil ficaria livre da correção monetária automática e da hiperinflação.
  Esses são os fatos históricos, julguem vocês mesmos.


☼☼☼☼

2 – Iniciou o Bolsa Escola a nível Federal 

  O Governo FHC acabou com a hiperinflação, diminuiu a dívida deixada pelos militares, viabilizou os remédios genéricos, criou a lei da responsabilidade fiscal, construiu termelétricas (sem elas estaríamos com apagões) iniciou o Bolsa Escola a nível federal:

  Eu nem sei porque TROCAR O NOME de um programa que já existia é mais importante que ter o colocado em pratica, quem me explica:

  “O Bolsa Escola, o Auxílio Gás, o Bolsa Alimentação e o Cartão Alimentação. A então primeira-dama do Governo FHC, D. Ruth Cardoso, impulsionou a unificação dos programas de transferência de renda e de combate à fome no país.”

  Como podem ver Lula se apropriou de um projeto que já estava em andamento, apenas mudou o nome.

  Se Serra fosse eleito acabaria com o projeto iniciado por FHC?
  Duvido muito, se nem o Lula acabou.

  Esses benefícios no Governo FHC beneficiavam 5 milhões de famílias.
  Hoje deve beneficiar uns 11 milhões.
  Em 12 anos de governo o PT pouco mais que dobrou o número famílias beneficiadas.
  Isso é bom? Isso é mal?
  Sei lá! Só passando um pente fino em todos que são atendidos.


  O projeto do PT era o Fome Zero que nem sei que fim levou ou quando funcionou.


------------------------------------------------------------


anterior                       <>                                próximo
Postar um comentário