segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Meta de Inflação

  “Lenin disse que a melhor forma de destruir o sistema Capitalista era corromper o dinheiro.
  Por um processo contínuo de inflação, governos podem confiscar, sem serem observados, uma parte importante da riqueza de seus cidadãos; Lenin tinha razão.”
 [John Maynard Keynes]

  Lenin tinha como objetivo destruir o Capitalismo e para isso foi importante conhecer seu funcionamento.
  Eu quero que você conheça o Capitalismo, mas para fazer bom proveito dele ... vem comigo!

  Antes deixo registrado o exagero de Lenin e Keynes, claro que o Capitalismo não pode ser destruído pela Inflação, isso é um absurdo.
  Apenas o Sistema perde eficiência se o objetivo é melhorar o IDH da nação.
  Melhorar o IDH é (ou deveria ser) o objetivo de todo e qualquer Governo.

1 - “Inflação alta não é tão importante, é sensacionalismo/terrorismo da mídia”. [Post no G+]
▬▬▬▬▬▬▬
  Muitos não conhecem e nem querem conhecer o Capitalismo por isso não conseguem entender certas peculiaridades.
  O Capitalismo ao contrário do Comunismo não é uma crença, é um sistema baseado em fatos naturais e inventividade humana.
  Para entender a inflação o indivíduo tem que conhecer toda história de como surgiram as moedas e depois o papel moeda.

Como surgiu o dinheiro?

  A busca de uma convenção para medir riquezas e trocar mercadorias é quase tão antiga quanto a vida em sociedade.
  Ao longo da história, os mais diversos artigos foram usados com essa finalidade, como o chocolate entre os astecas, o bacalhau seco entre os noruegueses da Idade Média e mulheres escravizadas entre os antigos irlandeses.
  Já a criação de uma moeda metálica com um valor padronizado pelo Estado coube aos gregos do século VII a.C. “Foi uma invenção revolucionária.
  A moeda metálica facilitou o acesso das camadas mais pobres às riquezas, o acúmulo de dinheiro e a coleta de impostos – coisas muito difíceis de fazer quando os valores eram contados em bois ou imóveis”

  A França foi uma das pioneiras no uso de papel-moeda, mas a primeira tentativa de implantá-lo, em 1716, foi abaixo quando descobriram que as notas emitidas equivaliam a mais que o dobro do ouro presente no país. [Superinteressante]
 
  Resumindo ao mínimo possível:

  O dinheiro em si não significa nada ele apenas representa um produto ou serviço.

  Imagine que o Brasil todo produz 1000 reais em bens e serviços anualmente.
  Para tornar didático vamos reduzir tudo a bananas.
  Conseguimos produzir 1000 bananas então emitimos 1000 cédulas de 1 real.
  Todo papel moeda circulante é de 1000 reais compatível com nosso PIB, produto interno de bananas.
  Como o Governo tem a primazia de imprimir dinheiro ele coloca na economia 1100 reais.
  Isso geralmente acontece porque gastou mais dinheiro do que arrecadou em impostos e a solução é fazer empréstimos ou imprimir dinheiro.
  Como há mais cédulas em circulação do que há bananas para comprar, se todo mundo quiser comprar banana não vai ter.
  Aqui daria para mostrar para vocês a “mão invisível do Mercado”, se você não ajusta a economia ela se ajusta sozinha nem sempre com os melhores resultados, mas fica para outro texto.
  Por enquanto guarde o seguinte:

  Se tem muita gente querendo comprar bananas e falta bananas o agricultor sobe o preço, vende para quem lhe pagar mais.

  É algo natural em nosso comportamento.
  Duas empresas estão interessadas em você, as condições de trabalho são as mesmas, mas a empresa Acme oferece salario 10% maior, sua opção é óbvia.
  Claro, uma solução para que os preços não subam é aumentar a produtividade, mas isso é um processo lento enquanto imprimir dinheiro é rápido e fácil.

  A inflação nada mais é que o desequilíbrio das contas, o sintomas de que algo não está bem.

  O Governo está fazendo muitos empréstimos ou imprimindo dinheiro sem LASTRO.
  Imprime cédulas sem o aumento correspondente da produtividade.
  É como a febre.
  Nossa temperatura em média é 37 graus, qualquer coisa acima é sinal de alguma irregularidade e quanto mais febre mais grave é a doença ...que podem ser inúmeras.

  Se nossa temperatura baixar de 37 graus também não é bom podemos ficar com hipotermia.
  Na linguagem econômica seria a deflação que se for prolongada é um mal sinal, mal sintoma.
  Por isso a função de um Banco Central é ter metas que mantenham a atividade econômica e de consumo nos “37 graus”.
  Quem simplesmente demoniza o Capitalismo e nem se interessa em conhecer as engrenagens não consegue entender o que é “perseguir meta de inflação”, logo, não consegue ver importância nisso.

  Espero que a geração 2000 esteja mais aberta a esses conhecimentos porque a minha é quase uma causa perdida... não sabem, não querem saber e tem raiva de quem sabe.
  Tudo não passa de uma conspiração dos "gringos" para dominar a pobre e indefesa América Latina.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
 2 -  "Eu sinceramente não sei o que é inflação.
   Se eu tenho um produto que vendia por R$ 3,00 e quero vender por R$ 3,30, onde vou arranjar um cliente disposto a pagar 10% mais caro.
  E se eu encontrar o cliente disposto a pagar a inflação, como é que o Joaquim Levy vai saber que ele precisa imprimir mais R$ 0,30 de moeda?
  Supondo que o Joaquim Levy tenha uma bola de cristal chamado IBGE, como esse dinheiro vai chegar na mão do cliente para que a inflação seja realizada? [Frank no Face]
▬▬▬▬▬▬▬▬
  Se apenas você sobe o produto em 30 centavos tem que ter algum motivo [seu produto ou serviço tem algo a mais] ou as pessoas “que pesquisam” irão comprar em outro lugar.
  Se seu produto é pão (só um exemplo).
  Com a alta do Dólar o trigo fica mais caro para todos e todos que produzem pão irão reajustar o preço.
  O consumidor paga o preço ou fica sem pão.

  A inflação do preço do pão é “sintoma” de que algo não vai bem em sua cadeia produtiva.
   Nesse caso o que não vai bem é que importamos muito trigo e seu preço é em dólar.

  Quando falam da “mão invisível do mercado” parece que Capitalistas estão falando de um dogma, de uma crença, mas na verdade é só preguiça de falar de situações muito complexas as quais a maioria das pessoas dormem durante a explicação...
  Aqui no Blog tento simplificar o máximo possível, mas tudo depende do grau de conhecimento que a pessoa tem e da VONTADE de entender.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
3 -  É muito mais provável que você (William) não conheça o economista (que diz que a inflação alta não é tão importante) do que ele não conheça o Capitalismo.
  Ele é um dos mais respeitados economistas da atualidade, e trabalha como professor de uma das mais prestigiosas universidades do mundo, Cambridge.
  Ninguém com alguma dose de razoabilidade pode dizer que ele não sabe do que está falando.” [Comentarista Socialista no G+]
▬▬▬▬▬▬
   Ideologias não se prendem a “racionalidade”.

  Darei um exemplo paralelo e de certo todos irão entender.
  Já frequentei muito igrejas.
  Fui Católico depois evangélico.
  A Bíblia é um livro interessante, mas se ela for 100% a palavra de Deus...estamos ferrados.
  O Deus Bíblico é um ditador muito temperamental.
  Digamos que ele realmente nos deu liberdade de escolha, então porque quando as atitudes de alguns não o agradou inundou a quase todos (poupou a família de Noé)?
  Suponhamos que os contemporâneos de Noé vivessem igual se vive na Holanda com toda aquela liberdade individual, possibilidade de usar drogas, respeito aos casais gays, prostitutas com carteira de trabalho ...
  Se Deus considera a sociedade holandesa auto destrutiva deixe que ela se consuma, porque destruir os diques de contenção e inundar todos os países baixos?

  A Somália atual é uma grande anarquia, nenhuma nação medianamente civilizada vê com bons olhos o que acontece por lá.
  Nós ficamos na torcida que surja ali um grupo com poder e bom senso para conduzir aquele povo a dias melhores.
  Se você tivesse poder preferiria exterminar todos os moradores da Somália, como aconteceu em Sodoma!?

  A população humana cresceu e se dividiu em várias tribos, depois nações.
  Se Deus queria uma tribo com os valores de Noé bastaria levar Noé para alguma terra prometida e protegê-lo de invasores ... lembrem se que estamos falando de Deus, ele poderia levar a descendência de Noé até para outro planeta se quisesse.
  Poderia deixar a África e Europa para os “bárbaros” e as Américas para Noé e seus descendentes.
  Daí era só esperar Europeus e Africanos se auto destruírem.

  Mais uma vez o “bondoso” Deus Bíblico preferiu exterminar milhares ou milhões de vidas humanas.

  Matar homens, mulheres e crianças afogados foi a única solução que ele conseguiu formular!
  Não se esqueçam que apenas um casal de cada “bicho” foi poupado, a mortandade nas outras espécies é incalculável.

  Qualquer um com o mínimo de racionalidade chega à conclusão que o Deus Bíblico usa métodos e ações pra lá de questionáveis.

  No entanto a esmagadora maioria dos evangélicos consideram a Bíblia como sendo 100% a palavra de Deus e que Deus é justo e bom, uma “inteligência suprema.”

  Não estou falando de pessoas semianalfabetas.
  Há advogados, médicos, engenheiros, profissionais bem sucedidos nas mais diversas áreas.
  São pessoas racionais na maior parte do tempo, mas quando se fala de religião ... algo surreal acontece... é surpreendente para um Livre Pensador como pessoas muito bem alfabetizadas ignoram a mais básica interpretação do texto.
 
   Nas mais diversas áreas surgem dogmas, ideologias, fundamentalismos...
  Nas melhores Universidade também há Capitalistas fanáticos e Marxistas fanáticos assim como há religiosos e ateus.

  Eu sou um Livre Pensador, combato o fanatismo.
  Acreditem, o fanatismo está em todo lugar independente de credo, cor, situação econômica, sexualidade ... QI.
  O que você acha daqueles "nerds" que tem fixação por super heróis a ponto de colecionar bonecos e gibis?

  Eu não combato todo tipo de fanatismo.
  Não sou fanático em combater o fanatismo.
  Gostar de super heróis e gibis eu considero inofensivo, se o indivíduo se sente bem com esse tipo de atividade e não está prejudicando grandemente outras áreas de sua vida não vejo problemas.
  Tem fanatismos/fixações até bem úteis.
  Quem gosta muito de cozinhar brinda a família e os amigos com agradáveis banquetes.
  Quem tem mania de limpeza, dentro de certos limites, é bastante agradável.
  Quem não gosta de casa limpa, cheirosa, organizada?
  Nós não gostamos do trabalho que dá limpar a casa, mas se alguém da família faz isso com prazer...

  Eu tenho essa fixação em perseguir a melhor resposta a melhor teoria.
  Considero inofensivo porque ninguém é obrigado a ler.
  Na minha vida os pensamentos sempre provocaram isolamento, como não sou carente, não é algo que afete meu dia a dia.
  O fanatismo que combato é aquele que provoca mal a terceiros, ou torna a vida muito ineficiente.

  Lembrei desse debate:

  “Mas ainda não me respondeu: por que os petistas acreditam que apontar a corrupção alheia diminui a corrupção do PT?”  [G+]
▬▬▬▬▬▬▬▬
  Todos os meus textos e comentários não tem por objetivo mudar fanáticos e sim evitar que mais pessoas virem fanáticas.
  Isso em política, religião, economia...

  Eu apenas uso os fanáticos para apresentar pensamentos mais lógicos/pragmáticos.

  SE DEIXARMOS SÓ OS FANÁTICOS SE MANIFESTAREM; SUAS “CRENÇAS” PODEM PARECER A MAIS PURA VERDADE.

  O que os fanáticos petistas acreditam eu considero uma “liberdade ideológica”.

  Se alguém acredita que descende de um casal em algum jardim do Éden é uma “liberdade religiosa.”

  Não tento mudar fanáticos, apenas tento que mais pessoas não virem fanáticas.
  O Fanatismo é péssimo em qualquer ideologia, quase nada de bom sai dele.

  “BOAS INTENÇÕES PODEM TRANSFORMAR NOSSA VIDA EM UM INFERNO.”

  Quero dizer que só ter boa intenção não basta.
  Um radical islâmico tem a boa intenção da paz mundial, basta todos se converterem ao islamismo.
  Um socialista tem a boa intenção de provar que todos somos iguais, até agora não conseguiram.
 ▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
4 - “Vamos supor que o trigo é importado, vamos supor que o dólar subiu, vamos supor que tecnologia é a mesma para fabricar pão em todas as padarias, vamos supor que apenas 10 pessoas consumam o pão, vamos supor que o custo do pão foi para 10%, vamos supor que metade dos clientes vão desistir do pão, então, quanto dinheiro o Levy tem que imprimir para realizar a inflação e não deixar que o sistema capitalista entre em colapso?” [Frank no Face]
▬▬▬▬▬▬
  Pesquise como funciona as projeções meteorológicas e talvez perceba a complexidade de alguns sistemas.

  A princípio a Casa da Moeda não deve produzir dinheiro a não ser para reposição das notas que estão muito desgastadas.

  Fazer empréstimos também deve ser evitado ao máximo.
  É sempre interessante que as contas do Estado/Sociedade apresente superávit.
  Um economistas analisa dezenas de números.
  Inflação, desemprego, endividamento das famílias, projeção do PIB, situação dos países compradores, preço das Commodities...

  Emitir ou não emitir moeda é uma decisão sempre muito difícil.
  [Para bons administradores, porque para populistas é fácil, fácil]

  Claro que isso não é para amadores e nenhuma projeção é 100% confiável devido ao número infinito de variáveis.
  A meteorologia projetava que iria chover aqui em Campinas só na segunda feira, mas desde ontem à noite caiu um bom volume de chuvas, bom acontecimento.
  Nossos economistas projetavam que perderíamos o grau de investimento em 2016, mas ocorreu antes, mau acontecimento.
  Pela complexidade de administrar uma nação os americanos escolhem presidentes e outros políticos com alto grau de ensino, de preferência nas melhores Universidades.
  Obama se formou em Harvard.
  George Bush em Yale e Harvard
  Bill Clinton, Universidade de Georgetown e Universidade de Oxford.
  Aqui Lula .... sem comentários.
  Dilma mentiu sobre um doutorado na Unicamp.

  Se bem que se formar nas melhores Universidades Brasileiras chega a ser preocupante, a ideologia comunista/socialista impera.
  É interessante que o Governante tenha alguma vivência nos países desenvolvidos.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Ninguém é obrigado a saber dirigir um ônibus... a não ser o motorista.
  Mais uma vez destaco a importância do voto facultativo.
  Se o cidadão não se interessa por política e economia deve ser livre para não participar.
  Os que se interessam provavelmente escolheriam pessoas mais gabaritadas para os cargos políticos, a qualidade da administração melhoraria bastante.

  A inflação alta é ruim para qualquer nação, seu efeito pior é nas camadas mais pobres porque aumenta a concentração de renda.

  Um exemplo bem tosco:
  Eu ganho 1500, você ganha 3000.
  Para arcar com as despesas mínimas cada um de nós gasta 1500 reais (agua, luz, supermercado, escola, telefonia, moradia).
  Com uma inflação de 10% ao mês (para facilitar os cálculos):
  Tanto para eu quanto para você até o final do mês os 1500 valerão 1350.
  A diferença é que eu obrigatoriamente gastei tudo, a inflação corroeu minha renda em 150 reais.
  Você teve a possibilidade de colocar 1500 reais em alguma aplicação que te protegeu da Inflação e proporcionou até algum ganho com juros.
  É lógico que nós dois sendo igualmente ajuizados com as finanças, você por ganhar mais já se distanciaria da minha renda naturalmente.
  Você estudou mais, deu mais sorte na vida, é mais competente que eu, nasceu em uma família melhor ... não importa, é normal que quem ganha mais e “tem juízo” acumule mais capital.
  A parte “injusta” é que a inflação te dá uma força a mais.
  Eu ganho 1500 e tenho 150 reais corroídos.
  Você ganha 3000 e tem 150 reais corroídos!! [E ainda recebe juros]

    Nenhum presidente reduziu mais a inflação que FHC.



   Sei que os professores não ensinam isso em nossas escolas, mas se pesquisar no Google fica fácil.
  Não acreditem em mim, pesquisem!

"O MAIS AMBICIOSO E DRÁSTICO PLANO ECONÔMICO PARA VENCER A INFLAÇÃO.”

  Foi assim anunciado o famoso plano Collor I, lançado em 1990 pelo presidente Fernando Collor de Mello.

  A medida alterou mais uma vez a moeda (que voltou a ser chamada cruzeiro) e ordenou o confisco dos valores superiores a 50 cruzeiros em cadernetas de poupança e contas correntes de todos os brasileiros por 18 meses.
  O então presidente ainda lançou o Collor II, tão infrutífero quanto o primeiro.
 Após o impeachment de Collor, os índices de inflação beiraram o absurdo.

  EM 1993, JÁ SOB A GESTÃO DE ITAMAR FRANCO, A MARCA CHEGOU A ATINGIR  2.708%  AO ANO.

  Em 1994, a estratégia traçada pelo ministro da Fazenda e futuro presidente Fernando Henrique Cardoso desenvolvendo o Plano Real mostrou-se eficaz.”

a) Em 2001 o índice de inflação estava em 7,6.

b) Em 2002 com a grande possibilidade do PT chegar ao poder e dizendo que iria dar calote na dívida o índice subiu para 12,53.

    Depois da carta de Lula dizendo que iria honrar os contratos e trazendo o Capitalista Henrique Meirelles para seu Governo:

   “Henrique de Campos Meirelles é um executivo do setor financeiro brasileiro e internacional, ex-presidente do Banco Central do Brasil. Permaneceu no cargo entre 2003 e 2011”

 c) Em 2003 a inflação recuou para 9,3.

  Como as bases econômicas lançadas por FHC no Plano Real não foram alteradas em sua essência, os resultados continuaram positivos.
   Observem que no pior cenário FHC reduziu a inflação de 2708% para 12%.
  Um feito para poucos, confesso que nem eu acreditava que algum dia o Brasil ficaria livre da correção monetária automática e da hiperinflação.
  Esses são os fatos históricos, julguem vocês mesmos.
▬▬▬//▬▬▬
  Resumo:
  "A inflação pode ter uma causa monetária impressão de dinheiro pelo governo.
   Pode ter causas psicológicas, agentes ajustam o preço porque acham que outros também irão ajustar.
   Pode ter uma causa real, desajuste entre a oferta e a demanda por bens e serviços."

Ferramenta interessante► O Dinheiro vai perdendo valor ao longo dos anos; veja como os preços subiram desde o Plano Real, em 1994:


Anterior          <>        Próximo
Postar um comentário