quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Coração Puro

  “Eu e você acabamos de ganhar 1 Bilhão de dólares cada um.
  Vamos ver porque é tão difícil um rico entrar no “reino dos céus”, mas a maior surpresa será descobrir que para um pobre é ainda mais difícil...”

  Dinheiro não é mais problema, agora você tem muito.

  Não que todas as mulheres sejam interesseiras, mas uma boa parte é e você será muito melhor tratado por elas.
  Antes de ficar ofendido com o comportamento das mulheres se pergunte porque é “pecado” elas darem preferência a um “bom provedor”?
  Se não tem um bom argumento... continuemos.

  Você sempre foi um trabalhador pontual, não falta e não atrasa porque tem um grande senso de equipe, seus companheiros de trabalho precisam de você, uma pessoa ética que realiza seus deveres com profissionalismo.
  Caraca!
  Você agora tem 1 Bilhão, acordou tarde e só está indo a empresa para pedir demissão, semana passada você não podia fazer isso, mas agora tem esse poder.
  E a sua ética e profissionalismo?
  Não se preocupe, agora você tem muito dinheiro, toda a equipe vai compreender, seu patrão já esperava sua demissão, estranho mesmo seria você continuar trabalhando, cumprindo o aviso prévio.



  Sabe aquela super gata secretaria executiva que nem te olhava no rosto?
  Agora é só sorrisos está ali quase se jogando em seus braços... “me come” ...
  Se você não é comprometido, fala sério, vai dispensar a moça só porque ela não te dava a devida atenção quando você era pobre?
  Agora o dinheiro lhe trouxe super poderes e eles te trazem muitas vantagens que mal tem em comemorar com a moça, ela é maior de idade, tá querendo, você sonhou tanto com isso...

  Você minha amiga leitora sempre condenou essas mulheres fúteis que só se preocupam com a aparência.


  Mas agora você tem muito dinheiro, com 1 bilhão na conta é pouco inteligente se matar para ter mais dinheiro, provavelmente vai ocupar seu tempo com diversão.
  Diversão para a maioria das mulheres que conheço é ir as compras, muitas dizem que é melhor que sexo.
  Com tanto tempo e tanto dinheiro porque não um SPA, lipo, massagens, viagens, turbinar os seios, fazer um cruzeiro romântico ou de sexo selvagem com um super gato?
  Ter super poderes lhe traz muitas vantagens, dinheiro é para gastar, antes você não podia, mas agora você PODE.

  Entenda que sendo rico você pode montar uma empresa próspera que dá emprego a muitos pobres.
  Pode dar uma parte de seus rendimentos as instituições de caridade, quem sabe até criar uma fundação de Filantropia.
  Entretanto paralelo a essas atividades pode buscar muito PRAZER, realizar seus sonhos ... pelo menos os que só dependem de dinheiro.

  Se buscar prazeres é pecado e você será lançado no fogo do inferno entramos em um pensamento muito complexo e desanimador principalmente para os pobres.

  Se você não saía com a secretária antes era porque não podia e não porque seu caráter era melhor, não porque “seu coração era mais puro e bom”.

  Se você não passeava de Cruzeiro para ficar uma semana no “ócio” é porque não podia e não porque o trabalho é sagrado para pessoas de “bom coração”.

 Talvez você ficando muito rico dê vazão a um lado sombrio, ao invés de sair com a secretaria ou comprar a virgindade de alguém que a está colocando a venda começa a participar de uma rede de pedofilia.

  Ao invés de passear de Cruzeiro pode financiar [por idealismo] uma guerra em outro país prejudicando milhares de pessoas.

  Ao invés de colocar uma caríssima prótese de silicone ou comprar um belo apartamento pode mandar matar desafetos.

  Acredito que é dispensável ficar listando aqui todo mal que você pode praticar quando tem muito dinheiro e poder.

 Preste atenção que essa parte não dá para simplificar:

  Um indivíduo rico e poderoso revela toda qualidade do seu caráter... a Deus ou a Sociedade [como preferir].

  Para o texto ficar mais provocativo vamos nos concentrar em Deus.
  Deus consegue saber exatamente como é o caráter do rico e recompensa-lo com a salvação ou a danação eterna.
 Se ele for salvo, diante do caráter apresentado receberá seu galardão no céu.
  Mas como esse julgamento, essa “dosimetria” das penas poderão ser aplicadas aos pobres!?

  “Por vezes uma pessoa é tida como boa por não ter poder para praticar o Mal.”

  Cuidado com a resposta fácil:
  “Com dinheiro ou sem dinheiro Deus conhece o coração dos homens.”

  Esta resposta não é satisfatória por motivos óbvios.
  Isto nos leva a concluir que Deus só permite ter muito dinheiro quem tem bom caráter/coração para usá-lo, afinal Deus conhece o coração dos homens.
  Se você não é rico Deus sabe que você não tem bom coração?

  Muitos dos meus amigos mortos analisando essa enrascada Filosófica, desenvolveram [talvez inocentemente] o culto ao sofrimento.
  Se as pessoas pobres acreditarem que quanto maior o sofrimento maior será a garantia da salvação e seu galardão no céu elas poderão se sentir bem aqui na Terra mesmo com muito sofrimento.
  Toda forma de PRAZER é pecado, o rico irá para o inferno simplesmente por ter melhor acesso ao prazer, sua recompensa já foi dada em Terra.
  Eu sou pobre. Abraão, Davi, Salomão, Jacó... eram muito ricos.
  Todos eles viveram muitos prazeres em seu tempo, Salomão teve mais de 1000 mulheres, Davi e Abraão viajavam, viviam com fartura...
  Vocês realmente acham que a salvação do pobre William é mais provável que a do rico Jacó?
  Você acredita que eu William estou mais cotado para ir para o céu que Salomão?

  Segundo a Bíblia você não é salvo por obras, mas sim pela graça/vontade de Deus.
 Se Deus te mantem pobre/lascado aqui na Terra, porque acredita que terá melhor sorte com ele depois que morrer?
 “Decifra-me ou te Devoro!”




“Se existe alguém na linha
Se tem alguém no ar
Por favor, responda agora
Não me faça esperar
Há uma certa urgência
Alô, informação
Aqui sou eu sozinho

Do outro lado, não sei não sei”  ♫♫♫♫


Anterior          <>        Próximo 

29 comentários:

Nihil Metilene disse...

tripitaka 801
°
°
...mas sr.William,Deus não distribui patrimônios de acordo com o critério "bondade/maldade",mas sim,ele os dá para os que se focaram nisso por muito tempo.

Portanto,não temos como saber se ele conhece nosso caráter realmente,ou não.
Acho que ele só sabe,imediatamente,quais de nós são mais esforçados,e quais de nós não são.

Todavia,seu texto ficou bom assim mesmo,é um bom caso para ficarmos encucados.
(haha!)

encantadora 77 disse...

Eu não fui suficientemente esforçada no cuidado com a orquídea que comprei dois anos atrás.
Por ora,irei me satisfazer vendo similares a ela,aqui na web.

Desejo um bom dia a todos.
Mais tarde,replicarei mais,e escreverei outros textos.(ou vou continuar a ler a biografia do Getúlio Vargas,que ainda não terminei de ler)

phalaenopsis amabilis

Terapia da Lógica disse...

“..mas sr.William,Deus não distribui patrimônios de acordo com o critério "bondade/maldade",mas sim,ele os dá para os que se focaram nisso por muito tempo.” [Nihil]
============================
Como sempre você se acha a medida de todas as coisas.. vamos lá mais uma vez!

“Focaram nisso por muito tempo.”

Em que parte da Bíblia você leu isso?
Qual das dezenas de correntes do Budismo diz isso?
Mostre isso em algum livro de Psicologia.

Foi o “espirito superior” de Safho que te disse essas coisas?
Você é a Safho reencaranada que sabe de tudo que acontece entre as reencarnações?

Você criou um conto em sua cabeça.
Por ele todas as dificuldades de saúde que você tem é fruto de mentalizações de outras encarnações.
Você passou milênios focando em nascer Lídia e se encher de fitoterapicos!!!
Se hoje você é pobre é porque passou milênios focando na pobreza...

Eu queria ser menos irônico, mas vou contra argumentar com o que se você não trouxe nenhuma argumentação?
Você diz conhecer Deus e saber exatamente como e porque ele distribui riquezas, ele dá a quem a desejou por muitas encarnações.
Diga você mesma.
Isso é um CONTO ou um ARGUMENTO?

PS: Me parece que você confundiu Matemática Complexa e Números Imaginários com Folclore e Ilusões.
Eu me imaginar rico é uma coisa, eu ter a ilusão que sou é OUTRA.

Essa lógica entra em sua mente?

Terapia da Lógica disse...

“Acho que ele só sabe,imediatamente,quais de nós são mais esforçados,e quais de nós não são.” [Nihil]
===========================
Ou seja, todo pobre é pobre por não ser esforçado.
E todo rico é rico por ser muito esforçado.


EU ENTENDO!

Terapia da Lógica disse...

Todavia,seu texto ficou bom assim mesmo, é um bom caso para ficarmos encucados.
(haha!) [Nihil]
============================
Que o texto ficou bom não tenho duvida, já seus comentários foram lamentáveis.

Mas mesmo assim foi útil para os leitores perceberem o ridículo de certas correntes Budistas [se a sua teoria for budista]... HAHAHAHAHAHAHAHAHAAH!

]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]][[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[
william 2013, Arrogante e Prepotente+

Terapia da Lógica disse...

O Blog tem recebido muitas visualizações de Estados Unidos, Alemanha, Portugal, Russia... e agora Reino Unido.

Eu escrevi um ótimo livro em 2007 e nenhuma editora quis publicar.
A resposta é quase sempre a mesma.

“Não esta de acordo com nossa linha editorial”.

Se um desses países quiser me dar “asilo editorial” fico muito grato...HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!


“Se existe alguém na linha
Se tem alguém no ar
Por favor, responda agora
Não me faça esperar
Há uma certa urgência
Alô, informação
Aqui sou eu sozinho
Do outro lado, não sei não sei”

SOS SOLIDÃO


Daniel disse...

O seu texto implica em dizer que o dinheiro nos dá poder, mas não podemos garantir o resultado disso: se será bom ou ruim.

Eu gosto de administrar minhas finanças, mas já tive grande desgosto por muito pouco. E quem sabe este amargo experimento da minha vida cuidou para que eu amadurecesse nesse sentido. Eu não sei. Assim como não sei como agirá um jovem bilionário, nem um velho bilionário. Eu apenas procuro não ignorar os fatos que aconteceram na minha vida.

Como pobre vive-se bem tendo limites, assim também rico vive-se bem não tendo os limites que são conhecidos a todos os pobres.
Mas o ter riqueza é só um evento significativo na vida das pessoas.

Muitas doenças existem sem que saibamos sua origem se é genética ou patológica, e existem como um triste evento na vida de muitas pessoas.

No entanto, eu gosto de ler biografia e ver onde enriqueceram e onde faliram alguns ricaços.

Nihil Metilene disse...

tripitaka 802
°
°
Minhas teorias não são budistas,sr.William- mas são "lidiescas".

"Seus comentários foram lamentáveis,vc não apresentou argumentos".
De noite(se eu conseguir) irei "desenvolver" o assunto.
O sr.conhece minhas teorias,mas não gosta delas-e por isso,dessa vez,eu serei "bem objetiva" a respeito.(eu costumava falar nisso mais prolongadamente,nos seus outros blogs)
Elas foram um produto de uma investigação amadora que fiz,por uns anos,ou talvez,de "especulações amadoras".
Estou pondo muita fé nelas,atualmente,pois estou precisando.

O "esforço" ao qual eu me referi,não é o esforço de uma única vida,necessariamente,mas de um conjunto delas,embora alguns resultados positivos possam aparecer já desde o começo.
Esse também foi o tema da tripitaka 370,de janeiro desse ano.

Bom almoço a vcs.

Mais tarde,escreverei textos razoáveis sobre esse e sobre outros assuntos.
Sempre preciso das noites ou das madrugadas,para conseguir interagir bem com os temas daqui.
Minha vida(e meus horários "de eficiência") mudaram um pouco,o sr.deve ter percebido.

Até breve.

°°°°°°°°°°°

Nihil Metilene disse...

entropia 102

em tempo,para o "sr.William arrogante e prepotente".

Não tenho críticas para o sr.
O sr.é apenas "o amigo da web" que disse isso,ou que disse aquilo.

(às vezes,repito suas opiniões por aí...)

Terapia da Lógica disse...

“Muitas doenças existem sem que saibamos sua origem se é genética ou patológica, e existem como um triste evento na vida de muitas pessoas.” [Daniel]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
E elas atacam sem escolher rico ou pobre.
O rico dispões de maiores recursos para apesar de doente ter uma melhor qualidade de vida.
Mas é evidente que ninguém vive para sempre e na vida todos temos dificuldades, como já disse, Felicidade não existe... pelo menos aqui na Terra.
As pessoas que defendem a existência da Felicidade é que tem que dar explicações.

Terapia da Lógica disse...

“O "esforço" ao qual eu me referi,não é o esforço de uma única vida,necessariamente,mas de um conjunto delas,embora alguns resultados positivos possam aparecer já desde o começo.” [Nihil]
============================
Eu entendi o que você disse.

Com “certeza” existe reencarnação e com certeza conseguimos ficar ricos mentalizando isso por varia existências.

Só não entendo de onde vem essa certeza!
Como você observou as varias encarnações de Bill Gates?
Como você observou as varias encarnações de Abílio Diniz?

Filosofar não é criar contos.
As teorias tem que estar embasadas em coisas que observamos.
Se você é a reencarnação de uma grande poetisa essa habilidade teria se mantido, fazer sucesso é uma outra situação, não vou falar nisso agora.
Eu não vejo você produzir poemas com a desenvoltura esperada.
Você vê semelhanças de pessoas a sua volta com estatuas antigas!!!!
Como vê são elementos tão subjetivos... bons para criar historias da carochinha, mas não para sustentar uma filosofia de boa qualidade.

Se não quer estragar sua noite ou seu dia não perca tempo com teorias que serão facilmente massacradas devido a falta de coerência.
Questione minhas argumentações que será muito mais produtivo, eu “fundamento” minhas opiniões.

William Robson disse...

“O custo final da reforma do Maracanã será em torno de 1,2 bilhão de reais — e não 850 milhões de reais previstos pelo governo do Rio de Janeiro. Ainda este mês, esse acréscimo será anunciado oficialmente ao TCU, a quem cabe fiscalizar a obra.” [Por Lauro Jardim]


NOTICIA

William Robson disse...

O presidente russo, Vladimir Putin, convocou nesta quarta-feira as famílias russas a terem pelo menos três filhos cada uma,

NOTICIA

Nihil Metilene disse...

tripitaka 803
°
°
Boa noite ao sr.
Posso criar poesias com desenvoltura sim,só não faço isso,porque não são os versos que regem a comunicação humana atual.
Em geral,reviso meus textos,para não ficarem rimando.(isso é irritante).
Esse "talento poético" me é quase instintivo.
Também não vejo frequentemente semelhança entre "pessoas e estátuas".
Isso foi bem raro,ocorreu uma vez,e me bastou "para o resto da vida".
(nem tente me convencer do "engano"...pois não houve)

Não irei questionar suas teorias,mas irei resumir as minhas.
Será mais produtivo.

Para termos alguma coisa importante um dia,não basta ficarmos pensando no assunto.
Precisamos trabalhar sempre na "direção do tal objetivo".
Devemos demonstrar a nós-e à natureza,que estamos também empenhados sentimentalmente,num desejo.
Chamarei a disposição que se faz de pensamento,sentimento e ação,de convergência.

Se o "espírito superior da Safo" me contou isso?
Ela não é uma alma superior,ela é um vagão do meu trem.(vide um texto recente meu)
Tudo indica que ela foi uma sortuda,que anteriormente,praticou por muito tempo,essa convergência de atitudes.
Então, provavelmente,eu sei como fazer isso,e parece que passei a vida inteira agindo assim,de forma inconsciente,e conseguindo "prêmios" por coincidência,e por acidente.
Desde o ano passado,ando procurando meios de disciplinar tal atitude,mas ainda não fui bem sucedida.
Fiquei animada pelo acaso de eu ter pensado por uma semana num jardim de margaridas(setembro de 2.011),e ao final,encontrar um ramalhete de margaridas azuis no metrô.

Se eu vi "a melhoria das pessoas através das vidas"?
Tenho uma lista de coincidências,que chega a umas cento e cinquenta.
Eu poderia começar o relato agora mesmo.
Fui muito interessada na história do mundo,e na biografia dos "big-líderes" da Humanidade.
Minha "teoria da convergência" está correta,em todos os sentidos.

Já comecei a praticar isso,e ando tendo uns resultados pequenos.
Por que são pequenos?
"Mermão",mal comecei a prática,de forma consciente.

Alguns exemplos de "big-personagens históricos" estão presentes na biografia da Safo,e simultaneamente entre meus familiares e conhecidos.
Muitos deles,"evoluíram",outros,continuam quase na mesma".

Eu precisei saber da história dessa moça antiga,porque...
...bem,mais uma vez,fico travada.
Estou escrevendo a série "Sotonenses",mas os possíveis motivos de tal rememoração,não irão aparecer,como sempre.(continuarei em silêncio...)
Vc pode pensar que "tudo é forçação",mas quando eu era menina,eu pensava que esses devaneios eram uma fantasia minha.
Quando me via na figura dessa personagem,imaginava que era uma história que eu estava inventando.
Eu fiquei "nessa" por bastante tempo para a reunião de coincidências suficientes que combinariam depois com o conteúdo histórico de um livro que li,muito posteriormente.(e há pouco tempo atrás)

continua

Nihil Metilene disse...

continuação

Talento literário,e para a poesia,eu tenho.
Talvez eu devesse ter estudado mais para que atualmente,eu pudesse ser uma "Cecília Meirelles",por ex,mas o fato de eu não estar "tão lapidada",não quer dizer que "meu talento não se manteve".
Possivelmente,fiquei muito tempo sem me importar com isso,e há probabilidade de eu ter tirado "essa história da gaveta" só agora(em minha vida de Nihil).
Mas,não me mande ficar falando em versos...(uma prosa assim seria um portento...)

Considero meu interesse pela internet,que eu desconhecia poucos anos atrás- e minha improvável autonomia virtual,outras boas coligações da minha parte,com essa "pessoa antiga".
Já cansei de falar nisso tudo.
Quem teve fama um dia,algum dia,volta a lidar com ela(a fama).

E não me "foquei" nesse tempo todo,em problemas.
(nesses milênios)
Coisas ruins não precisam ser desejadas.
Elas acontecem se somos relapsos por muito tempo,se cultivamos maus hábitos,e se não lutamos bastante por nós mesmos.
Inclusive,acredito que quando "convergimos" para um objetivo favorável,as outras situações da nossa vida se acertam um pouco mais,e vão melhorando junto,ainda que não desejemos conscientemente tal evento.
Quando temos um ideal,nos colocamos em movimento,e o movimento,gera saúde,boas relações sociais,e crescimento intelectual.

Posso ter sido "relapsa" e conformista, em todos esses séculos.
Depois de um período suposto de tanto empenho por uma "melhoria de qualidade de vida" eu me acomodei,e aí,meu carma decaiu.
Como sei disso,se a única experiência pregressa da qual lembro realmente,é a da poeta antiga?
Desconfio de tal história,pelo que sei sobre minha personalidade,e por um cálculo especulativo que consigo fazer de quanto tempo demorei para adquirir cada "costume" que tenho.

Notei no sr.um "desgaste".
O sr. gostaria de acreditar em mim,ou seja,o sr.queria acreditar em minhas "teorias".
Não estou pronta,contudo,para ficar falando na parte "concreta" delas.
Ainda é cedo.
"Prometi" algumas vezes que contarei meus resultados,daqui a uns anos,não importa onde eu estiver-nem o que estivermos fazendo.

Não fique "questionando".
Minha "base" é metafísica,meu "caminho" é pautado em senso prático.
Não poderá mesmo contra-argumentar,porque aí o sr.teria que "entrar na minha metafísica",ou supor práticas que eu nem contei quais são.(irei "me expor",quando conseguir bons resultados)

Não precisa ficar "ranheta".
O debate não tem como prosseguir.
Eu preciso me apegar às minhas crenças,pois só posso contar com elas,atualmente.
O sr.já "se encontrou".
Estou fazendo o mesmo.
Ouça certas opiniões minhas como boas curiosidades.
Não tenho muito interesse em questionar TOdas as suas (teorias),e ando me esquivando de algumas delas.

Fico feliz por saber que não pode me acusar de fazer que nem fazem alguns.
Eu sei me explicar,e posso contar porque uma porta é uma porta,ou porque uma pedra é uma pedra.
Mas,como já falei longamente em certos temas,acho melhor não insistir neles mais.
O contato com vcs da web,e o contato com o sr.aprimorou meu pensamento.
Estou satisfeita com essa melhoria dos "recursos que eu já tinha".
Bem como estou contente com minhas descobertas recentes sobre "os segredos para um bom futuro".

A frase entre as aspas,daria um bom título de livro...

Estou persuadida das minhas razões.
Não é sempre que sou tão humilde...mas lhe tenho muito apreço.

(se houver algum acréscimo,será um acréscimo pequeno,e irei fazê-lo depois)




Nihil Metilene disse...

tripitaka 804
°
°
A segunda parte do meu texto,ficou uma tranqueira.
Mesmo revisando duas vezes,abusei do "não faça,não faça,não faça",por favor,não repare.
Minhas réplicas matinais estão fracas,pois não tenho mais tempo nessa hora.

O sr.disse que minhas teorias podem ser "budistas"
Eu disse logo que não são.
Mas,irei admitir uma verdade.
Sou que nem o Paulo Coelho é na literatura dele,que expressa um sincretismo religioso.
Minhas "teorias metafísicas" expressam um sincretismo religioso,somado à minha observação,e até à minha experiência pessoal
Nelas são visíveis "a lei do carma",e as histórias da bíblia,em que as pessoas que menos merecem,são as que tem mais sorte,o que indica que Deus não premia de acordo com a ética,mas sim,de acordo com o interesse sistemático que as pessoas tem num determinado assunto.

O que é "esforço"?
Não se pode confundir persistência com teimosia.
"Esforço" não é o trabalho burro,que só leva a prejuízos.
A pessoa deve saber parar enquanto é tempo.
Todavia,a mesma deve continuar persistente na "causa maior" que é a melhoria da sua vida.
Não deu certo uma coisa,faz outra,e assim por diante.

Estão vindo à minha mente agora,dois exemplos de "convergência".
Um é o de uma "convergência esperta",o outro é o de uma "convergência burra".
Irei mostrar o segundo exemplo.

É o pianista João Carlos Martins.
O homem teve um acidente com as mãos,numa partida de futebol,nos anos setenta,mesmo assim ele insistiu ainda por uns vinte anos,em dar shows,e em gravar a obra de Johan Sebastian Bach.
Conseguiu tais empenhos,mas acabou perdendo ambas as mãos.

Ele poderia ter sido mais feliz como um maestro,ou se dirigisse diretamente sua faculdade de música.
(fica perto do meu antigo endereço de serviço)
Mas,se esforçou por uma causa perdida,e colheu alguns sucessos,muito sofrimento e dor física.
Fácil lembrar disso,quando eu mesma estou numa fase de dores articulares que não sei como irão terminar.

Vou controlando da melhor forma que posso...enquanto espero ir no médico.(a consulta está marcada)
Acho que meu assunto está concluído.

Se vc acha que meus "textos andam fracos",eu também acho.
Preciso atualizar minhas leituras,e turbinar meu intelecto.
Irei fazer isso no ano que vêm a partir de fevereiro.
Afinal,foram quase sete anos de internet,já deu pro gasto...e...
...não,não vou falar no assunto da sorte,já disse que não vou falar.
Mas,irei me dar mais tempo para a "prática da convergência esperta".

Isso aí.

Nihil Metilene disse...

encrenca 1.112...

°°°reflexão...

...eu de fato já produzi muito mais poesias do que produzo atualmente.

Todavia,quando descobri a internet,resolvi aprender a falar também.
Minha comunicação era muito sofrível.
Acabei me apaixonando pelas dissertações e pelos textos corridos.

Voltar a "viver só de poesia" para mim,seria um retrocesso.
Mas,posso fazer isso facilmente.
Basta começar.
Todavia,não desejo afugentar os leitores,nem criar um "clima" em nossos sites.
A poesia para mim,desde 2.006,tem sido a sobremesa da janta,ou a cereja do bolo.
Oxalá,continue assim.

Nem só de sorvete vive o homem...(ou a mulher).

Encrenca 1.113 disse...

(texto principal)

Meu amigo William
a disciplina sempre é exotérica,
dificilmente,é esotérica
por isso,em povoados e vilas
vemos pobreza

Os pobres praticam a benemerência
do exemplo a ser seguido ao contrário
ao mesmo tempo que se privam(rima com seu nome)
da prática de vis torpezas
e tanto tempo ficam sem revê-las
que realmente acabam se tornando a benemerência
que eles mesmo praticam
num conluio coletivo de melhoria social
e rápida erradicação do mal
-conluio feito nos mundos pré-existência
terrena.

(viu só como para mim é fácil?)

Nihil Metilene disse...

Encrenca 1.114
°
°
Contudo,eu posso ser rica
Ah,posso sim,
reservaria uma parte da grana
para praticar filantropia
ajudaria pessoas da minha família
lembraria também de aproveitar bem
a vida

turbinaria minha saúde
adiaria minha ida para um ataúde
sairia da inércia
viajaria logo para a Grécia
faria um curso de filosofia
por dois anos
mas no fim,eu iria mesmo
sem medo,
era trabalhar no voluntariado
porque não seria uma boa empresária
porque não teria energia
para criar minha própria instituição
beneficiente

Tenho em mente
tudo o que eu faria
Tenho autoconhecimento
falhas e defeitos meus não me surpreenderiam
Não tenho na minha pessoa
nichos desconhecidos
isso é para quem "vive dormindo"
Creio,porém,portanto,
que algumas pessoas se mantêm acordadas
e usam todos os sentidos.

(viu?...

hehehehe!...
Vou parar por aqui.
Os comentários que fiz desse modo,ficaram até mais objetivos,do que se tivessem sido "corridos".)

turbilhão 1.229 disse...

Acho que o sr.William pratica esporte,mas essa postagem é apenas uma coincidência.
Eu procurava na web uma indicação segura da quantidade de cápsulas desse fitoterápico a ser ingerida todo dia.
quantas vezes por dia devemos tomar Ômega 3?

Daniel disse...

10 Milionários Incrivelmente Curiosos

http://www.youtube.com/watch?v=xxwAHIZt1Kw

Daniel disse...

http://soimagensengracadas.com.br/imagens-win/o-dinheiro-compra-tudo

carpideira 550 disse...

Bom dia a vcs.
(haverá uma segunda vez ainda hoje,na qual direi "bom dia".)

Um alerta a quem interessar,

_também posso "mostrar a estrutura" do meu pensamento,ou eu não teria como me sentir segura num modo de vida.
Talvez,teria somatizado tal insegurança,em doenças.
O "mundo pessoal de cada um" faz bastante sentido para...

...o próprio dono desse nicho pessoal.
É a realidade conforme a entendemos,que nos dá segurança.
Eu não vivo com os sentidos alheios,só posso viver com os meus.

Todavia,não estou a fim de ficar falando tanto em mim.
Estou muito saciada dessa rotina.
Tentarei ficar uns dias ou umas horas,lendo outros sites,mas estarei aqui para replicar às crônicas principais,e para registrar uma ou outra curiosidade.
Acabarei "voltando ao normal"_eu sei,e continuarei minha rotina de sempre nesse confortável local que me oferta boas amizades,até fevereiro.

Sempre estarei agradecida ao blog pela companhia que tive numa fase difícil,que foi a que eu vivi do dia treze de agosto último para cá.
No entanto,não irei prosseguir meus "diários pessoais",por hoje.
Estou um pouco "sem energia".

O "debate" de ontem(horas atrás) foi prolífico,todavia não responderei tréplicas.
Apenas comentarei novos assuntos.

Vc(leitor) para viver das suas certezas e convicções íntimas,basta fazer isso mesmo.
Eu nunca fui uma irrealidade para minha pessoa,e não preciso ficar atrás da "bússola alheia".

...ora,francamente...

... ... ... ...

...não tenho nem porque idolatrar alguém ao ponto de tecer críticas.
Vc pode ser o que vc desejar.
Seja o que Deus quiser,e ele que nos acuda.
Sou completamente esnobe, autocrática-e fechada em mim mesma.
Aprendi (com bastante dificuldade) a viver apenas do meu próprio ato alento.
(nunca pude confiar nas "premonições" de ninguém)
Faço isso há muito tempo- tenho longa prática nisso.

°°°°°°°°°°

correção disse...

"ato alento".

Ato foi uma palavra que resistiu à minha revisão de texto.
Desconsiderem.

°°°°°°°°°

entropia 105 disse...

Li as notícias postadas pelo sr.

tripitaka 805 disse...

São as pessoas que acreditam na felicidade,que precisam explicá-la?

Obrigada pelo convite.

Mais uma vez,

felicidade é a soma da "barriga cheia" com a ausência de congestão.

tripitaka 806... disse...

...no blog da Selma.

Vejam um texto escrito pela Selma a respeito da discriminação contra os ateus(muito bom),e leiam a sexta réplica(do sr.Hosaka),a sétima e a oitava(minhas).

Difícil imaginar que num país com tanta fama de democrático,como os EUA,ateus possam sofrer sanções por professarem o ateísmo.
Mas,sui-gêneris,foi o Adilson dizer que já foi investigado por uma agência de inteligência israelense.
'tádos dos meus amigos,mas se estou junto de vcs todos,deve ser porque também tive minhas precepadas(que dificilmente conseguirei contar,por mais que eu fale de mim mesma).

avast 5 disse...

Esse será um "toque" para o Denytus.

Dificilmente abro os links dele,porque ele não os linka.
Não consigo também colar na barra de endereços,logo acima,mesmo quando uso o Google Chrome.
Não sei o que acontece.

Para ele,será mais fácil aprender a linkar,do que para mim será possível aprender a manejar um recurso que não sei se meu pc tem.
A não ser que os pcs que ele usa,não tenham o firefox...então o problema fica assim explicado-e eu me desculpo pela nota.
Desconsidere-a,se o caso for esse.

encrenca 1.115 disse...

Ao sr.William.

_O sr.ainda vai publicar seu livro.
Camile Paglia,a antifeminista que escreveu "Personas Sexuais",também foi discriminada pelas editoras.

Será que o sr.é mais sofrido ainda do que ela?
Pode ser.
Para nós brasileiros,nada é impossível.
Mas,há sempre uma esperança para todo e qualquer "sacristão".
Mantenha a sua.(esperança)