quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Meia Pessoa

  Quem pode ter o Bilhete Único Idoso?

  “Pessoas com 65 anos ou mais, residentes em Campinas.
   O cartão é opcional, uma vez que a gratuidade no transporte público é garantida para este segmento mediante apresentação de documento de identidade.” [Emdec]

  Você acha justo uma pessoa com mais de 65 anos de idade não pagar ônibus?
  Porque, Caridade?
  Se for caridade é a “instintiva” e não a “racional”.

  Eu considero injusto.
  Para a gratuidade ao idoso ser justa eu teria que aceitar algo que não é observável:

  Todos cidadãos maiores de 65 anos serem pessoas que vivem na miséria sem condições de pagar passagem de ônibus.

  Tenho muita dificuldade em aceitar o que não é observável.
  Há muitas pessoas maiores de 65 anos que tem razoável situação financeira.
  Sei lá! Se tem algum idoso em grave situação financeira e que precise por algum motivo utilizar muito o transporte público podemos lhe oferecer algum desconto ou até gratuidade dependendo da gravidade do caso [caridade racional], mas pura e simplesmente dar gratuidade só porque o cidadão completou 65 anos... não sei nem o que dizer.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Como não consigo defender a caridade para o idoso que não precisa dela ... vamos tentar o “respeito” e “reconhecimento”.

  Eu entendo respeitar o idoso cedendo o lugar para ele sentar, dando prioridade nas filas, evitar discussões... afinal o corpo “geralmente” está mais fragilizado, o cansaço é maior, não faz sentido você ficar batendo boca com uma velhinha rabugenta.

  Mas entendam que aquele idoso desconhecido na minha frente nunca me deu um prato de comida, não sei que tipo de agradecimento tenho que ter!


  “-Ah, ele trabalhou anos.”

  Trabalhou para seu próprio sustento e de sua família NÃO PARA MIM!
  Se ele é um bom pai, bom marido, sua família lhe deve algum reconhecimento.
  Se o idoso tem dificuldade financeira para pagar o ônibus... em primeiro lugar sua família deveria ajuda-lo, se ele não tem o reconhecimento da família nesse sentido porque tem que ter o meu!?
 
  Não entendo nem porque idoso paga meia entrada no cinema!

 Se vai ocupar o mesmo espaço que eu e assistir o mesmo filme que eu, porque o idoso paga como “meia pessoa”?
  Ele ocupa meio acento, assiste meio filme!?

  No HC Unicamp [Na maioria das enfermarias] é permitido 2 visitantes por paciente internado com direito a 1 hora de visita.
  O motivo é evitar muita aglomeração na enfermaria.
  Sobe de 2 justamente para que se um visitante tiver uma dificuldade qualquer, outro entre junto para acompanha-lo.

  Dois adultos pegaram suas identificações e foram subindo para enfermaria acompanhados com uma senhora idosa aparentemente em boas condições de saúde.
  Foi mais uma vez repetido que só poderiam subir 2 pessoas e sabem o que um deles respondeu?

  “-Mas ela é idosa, ela não conta!”

  Caraca! Se não conta então porque está visitando, deixassem a idosa em casa!
  A pessoa por ser idosa não ocupa espaço?
 [Deu vontade de falar isso... sair de casa na maioria das vezes é uma tortura mental]

  Me limitei a dizer que só poderiam subir 2 pessoas.
  Uma delas ficou para a próxima visita, mas saiu resmungando que aquilo era um absurdo.
  Absurdo é levar alguém “que não conta” para uma visita.
  Se levou é porque conta.
  Porque o hospital deve ignorar a existência de alguém que tem mais de 60 anos?
  Quem me responde?
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
 A divisão populacional conforme a faixa etária:
 [Portal R7]

 Jovens – do nascimento até aos 19 anos de idade.

 Adultos – corresponde à população que possui entre 20 a 59 anos de idade.

 Idosos ou “melhor idade” – pessoas que apresentam 60 anos de idade ou mais.

  Não sei qual o critério do R7 para definir qual a “melhor idade”, mas vamos seguir assim mesmo.
  O importante nesse texto é você entender que idoso não é meia pessoa ou pessoa nenhuma.
  Quando aceitamos cobrar metade do preço ou preço nenhum a empresa estatal ou privada que está prestando o serviço tem que complementar o custo tirando dinheiro de algum lugar e o único lugar para tirar é do SEU BOLSO, através de aumento de impostos ou cobrança de tarifas mais elevadas e “distorcidas.”

  Com a população envelhecendo a distorção de preços ficará cada vez pior e no Capitalismo preços distorcidos são um grande sinal de fumaça.

  Não cobramos a entrada inteira de um idoso que pode pagar e sacrificamos um jovem que por vezes não está nas melhores condições financeiras por estar iniciando a vida.
 Mas aí também damos descontos indiscriminadamente para os jovens, basta ter carteirinha de estudante e sobrecarregamos demasiadamente quem está na fase adulta.

  Tenho que aceitar sem discutir mais duas coisas que NÃO são observáveis:

a) Toda pessoa até 19 anos no Brasil é de família carente e não tem condição de pagar ônibus.

 b) Toda pessoa de 20 até 59 anos no Brasil está muito bem de vida, rica ou quase rica e pode tranquilamente bancar todos os jovens e idosos.

 Tenho muita dificuldade em aceitar o que não é observável...
I’ll be Back!


 
  A lista de pessoas que me “amam” não para de crescer.
    Caraca, que dedo grande!
    Quanto custa um colete a prova de balas?
    Se idoso tiver desconto na compra do colete algum bom velhinho pode me ajudar?

    Não se irrite, perguntar não ofende... humm acho que ofende sim...eu deveria ter continuado um texto sobre "peidofilia".



Anterior          <>        Próximo