segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Opinião X Argumentação

 “Para Gomes, Lindemberg deve conseguir uma redução de pena no Tribunal de Justiça e ainda ser beneficiado pela legislação brasileira, que prevê progressão para regime semi-aberto a partir do momento em que 40% da reclusão é cumprida.” 
 [R7]

  Fiquei surpreso com a cobertura dada neste caso e fiquei imaginando a dinheirama gasta neste processo.
  O rapaz nem pertence a uma grande organização criminosa, não entendi a razão de tanta segurança, será que o Comando Vermelho ou o Primeiro Comando da Capital iriam tentar resgata-lo?
  Mas nem vou falar sobre esta patetice, só estaria contribuindo com o circo ininteligível.
  Antes de continuar quero dizer que sei que a pena de morte não será implantada no Brasil, quando falo sobre ela é só um exercício Filosófico sobre a ação de criminosos e a justiça.
  A pena de morte é proibida por nossa Constituição e a maioria de nosso povo não a admite em hipótese alguma então vamos exercitar nossa mente é o máximo que podemos fazer.
  Uma colega me disse que é contra a pena de morte porque os ricos não seriam alcançados por ela, algo mais ou menos assim:
=======================
  Colega: "Só bandido pobre iria ser morto."

 W - De qualquer forma não seria um bandido a menos?

 C – Você tem sua opinião eu tenho a minha, você tem que respeitar?
[sempre me falam isto eu não entendo porque, estou simplesmente tentando entender a opinião da pessoa não estou impedindo de emiti-la]
 W – Você tem uma filha bonita e outra feia, enquanto a bonita não casar a feia também não casa?
C – Isto não tem nada a ver, você esta se fazendo de desentendido, a pena de morte é algo definitivo, minha filha feia em algum momento pode se casar.
W – O bandido matou uma ou mais pessoas, isto foi definitivo, elas não terão uma segunda chance.
C – Sou contra a pena de morte e pronto, esta é minha opinião!
====================
  Sei lá, isto pertence a série coisas que não entendo.
  O Pimenta Neves tem bons advogados e “talvez” não conseguíssemos aplicar nele a pena de morte e por este motivo não podemos aplicar a pena de morte no Lindenberg!!!
  Oras, o Pimenta demorou anos para ser preso então temos que soltar o Lindenberg e permitir o mesmo beneficio. Lembram da DIALÉTICA?
  Não seria mais LÓGICO aplicar a pena de morte no Lindenberg e melhorar a nossa justiça a ponto dela alcançar pessoas como o Pimenta?
  Sabemos que antigamente pessoas poderosas não iam para cadeia de jeito nenhuma a não ser que ocorresse uma mudança política como revoluções, como no caso de Maria Antonieta que foi inclusive decapitada. Mas o poderoso estando de pazes com o poder dominante ele podia cometer as piores barbaridades que não seria alcançado pela lei.
  Nos países civilizados esta situação melhorou bastante tanto que mesmo demorando o Pimenta Neves foi preso.
  Em países como USA, Alemanha, Japão e outros a situação econômica do réu conta muito para qualidade de sua defesa, mas a justiça é menos condescendente, até puni com mais rigor para servir de exemplo que ninguém esta acima da lei.
  Vamos a mais um exemplo que “não tem nada a ver”.
  Um cara rico tem um desses carrões cheios de itens de segurança e estes itens encarecem bastante o automóvel, ele ainda manda brinda-lo completamente.
  Eu pobre só tenho dinheiro para comprar um carro 1.0 básico.
  Por eu não poder comprar um carrão o cidadão que tem posses também deve ser proibido?
  Em uma batida contra este carrão minhas chances de morrer são bem maiores, isto deveria ser um motivo para eu dirigir ainda com mais cuidado uma vez que contarei com menos PROTEÇÃO.
  Entendem onde quero chegar?
  Se eu sou pobre e quero cometer um crime eu tenho que ser ainda mais cuidadoso para não ser pego, pois não terei dinheiro para pagar bons advogados e minha chance de ser alcançado pela pena de morte é bem maior.
  De preferência é melhor que eu desista do crime porque se a lei me alcançar a batata vai arder pro meu lado.

  Acontece que eu moro no Brasil então não preciso me preocupar com estas coisas porque aqui o povo entende que se não podemos punir o rico então não devemos punir o pobre.
  E a vitima do assassino? Que se dane, oras, quem mandou ela se deixar ser morta!?

  Também nosso povo entende que alguém que tem dinheiro nunca será punido, não adianta nem tentarmos, isto é impossível, logo nem pensamos em leis neste sentido, “as coisas são assim e sempre serão assim.”
  Eu não tenho a pretensão de acabar com todo mal da face da Terra, mas sempre busco formas de ameniza-lo.
  Vamos a outro exemplo que não tem nada a ver.
  Eu gostaria de poder ir trabalhar todos os dias em um maravilhoso carrão, mas ir de moto esta mais de acordo com minhas posses, não é tão bom quanto a situação do carrão, mas é melhor que a situação de depender do busão.
  Eu sou assim, acho “legal” melhorar o que pode ser melhorado.
  Não vejo lógica em desistir até do busão e ir trabalhar a pé porque não posso manter o carrão.
  Logo, em uma situação hipotética onde houvesse a pena de morte, mesmo que ela alcançasse mais aos bandidos pobres isto já seria algo bom.
  Nossa preocupação deveria ser concentrada em não condenar um inocente.
  Há alguma duvida sobre a autoria do crime no caso Lindenberg? Sim, então não apliquemos a pena de morte.
  Não, não há duvida sobre a autoria e o motivo torpe, então condenemos a pena de morte.

  “Não, não podemos condenar a pena de morte pelo simples fato dele ser pobre”


  Respeito a opinião da maioria, mas não vou fingir que entendo, me faltam ARGUMENTOS. 

  É melhor nenhuma justiça que alguma!? É isto?


  “Tudo esta tão politicamente correto que parece errado.”


  Adeus Eloá...é definitivo.


anterior                       <>                                próximo