domingo, 24 de março de 2013

Estado Sensato

  O mais desagradável de debater com ateus é que eles negam fatos muito bem registrados.

   Negam por exemplo que Marxismo e Comunismo são praticamente sinônimos e que ambos pregam um Estado Ateu.

  Não fico muito tempo na Internet, primeiro porque trabalho, segundo porque é muito entediante.
  Para não ter que repetir tudo desde o início atualmente respondo copiando e colando algum texto meu, é mais rápido e eficiente.
  Escreverei alguns textos sobre ateísmo porque tem sido um tédio debater com ateus, eles são infantis em suas argumentações.
  Minha intenção é tornar esse tipo de debate menos entediante, ateus sabendo meus argumentos quem sabe comecem a debater de um patamar mais elevado e se tornem pensadores mais interessantes.

  Você deve estar pensando na boa pergunta:

  Porque eu perco tempo com ateus?

  Ateus, comunistas, socialistas ... usam muitos sofismas, levando leitores a pensamentos equivocados o que só faz aumentar a mediocridade na Rede, coisa que eu não gosto.

   Marx dizia que religião é o ópio do povo.
   Marx considerava a religião algo destrutivo para a humanidade.
   Logo, uma característica básica do regime Comunista é o Estado Ateu.

  O que é um Estado Ateu?

  Governo/Estado que nega totalmente a possibilidade de sermos espíritos, nega totalmente a existência de algum deus ou deuses.

   Mais que isso, o cidadão deve ser coagido a não acreditar em espíritos, deve viver pela “coletividade”, adorar a pátria, o Estado.

  "O primeiro requisito da felicidade dos povos é a abolição da religião."
[Karl Marx]

  Você pode estudar profundamente a obra de Marx e observará que essa frase não está fora de contexto, não é uma força de expressão.
  A obra de Marx prega essencialmente duas coisas.

1 -  FIM DAS RELIGIÕES
 (Somos apenas seres biológicos e qualquer crença no “sobrenatural” é alienação para nos manter manipulados pelas igrejas)

2 -  FIM DO CAPITALISMO
 (Um termo que nem existia, Marx criou para rotular os que pensavam diferente dele, agora inventaram o termo “neoliberalismo” com a mesma intenção).
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

  Muitos ateus parecem ter a "crença" que Estado Ateu é sinônimo de Estado Laico.

  “Um Estado secular ou estado laico é um conceito do secularismo onde o Estado é oficialmente neutro em relação às questões religiosas, não apoiando nem se opondo a nenhuma religião.
  Um estado secular trata todos seus cidadãos igualmente, independentemente de sua escolha religiosa, e não deve dar preferência a indivíduos de certa religião.”

  Como podem perceber o Estado Laico NÃO prega a abolição da religião, respeita a crença ou descrença dos indivíduos em espíritos, logo não temos como dizer que é um Estado Ateu.
  O Marxismo não é neutro com relação a praticas religiosas.
  O Marxismo NÃO É LAICO.

  Em um Estado Teocrático como o Irã a base da Constituição é o livro sagrado Alcorão, quer dizer que as leis de uma religião são as leis do Estado.
  Estado Teocrático é o oposto do Estado Ateu.
  Estado Teocrático NÃO É LAICO.

 
  Estado Laico é NEUTRO no que diz respeito a Religião ou Ateísmo.
  As leis em um Estado Laico visam a harmonia, o bom funcionamento da sociedade garantindo direitos e cobrando obrigações dos cidadãos, independentemente de suas crenças.
 
  A vida não é exata.

  Um país pode ser Teocrático, mas não levar isso a ferro e fogo, é mais um respeito a Tradição, na pratica funciona como se Laico fosse é o caso da Inglaterra.

  Atualmente mesmo a China sendo um Estado Ateu tem feito vistas grossas, tem sido tolerante com práticas religiosas.

  A meu ver Teocracia, Monarquia, Oligarquia, Democracia podem ser boas ou ruins, elas dependem do BOM SENSO do grupo que está no poder.

  O Bom Senso é construído através de debates de boa qualidade.

  A Democracia tem se mostrado mais EFICIENTE por proporcionar melhores DEBATES.
  A análise histórica também mostra que Estados Laicos são mais eficientes para proporcionar uma qualidade de vida melhor a população.

Estado laico é diferente de Estado antirreligioso

  Na Constituição Federal de 1988 está declarado:

  “Promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte Constituição da República Federativa do Brasil.”

   Um Estado que se constitui sob a proteção de Deus pode ser tudo, menos um Estado ateu ou antirreligioso ... a não ser que mudemos nossa Constituição

  O que causa confusão é que as pessoas desconhecem os conceitos e isso é crítico em Filosofia.

  Vejam que interessante:

  No Estado Secular/Laico as leis do Estado são separadas das leis da religião isso é uma característica básica.
  Entretanto religiosos NÃO são impedidos de participar da vida política assim como um político não é impedido de professar alguma religião.
  Uma coisa é a Igreja Católica impor seus dogmas ao Governo outra coisa é um padre ser senador.

  Vejamos o caso da “bancada evangélica”.
  Ateus dizem que em um Estado Laico isso não deveria existir.
  Eu pergunto porquê!?
  São indivíduos eleitos democraticamente, não estão ali por imposição de alguma igreja.
  Não está escrito em nossa Constituição que temos que ter X% de protestantes no parlamento.
  O cidadão individualmente se candidata, se elege ou não.
  Se ele é contra o aborto e representa eleitores que pensam igual a ele ... porque não pode estar no parlamento!?
  Citei o aborto propositadamente porque a proibição dessa pratica NÃO está na Bíblia.

   O importante nesse texto é você entender que Estado Laico não é Estado Ateu e muito menos Estado Teocrático.
  O termo "separar" necessita de duas partes, separar as leis de Estado das leis da Religião pressupõe-se que há um Estado e há uma Religião, os dois não são um só.
  Um Estado ateu é sem religião logo não tem como ser sinônimo de Laico ele não reconhece a existência da outra parte a não ser para tentar extermina-la e impedir que ressurja...

I’ll be Back!





anterior                       COMENTAR                               próximo



Postar um comentário