quarta-feira, 13 de março de 2013

Em Nome do Pai, Filho e Educação!

“Cinco servidores são afastados após fraude no ponto eletrônico em Ferraz de Vasconcelos.
  Médica foi presa quando registrava o ponto de colegas com dedos de silicone.”




Pergunta:  Quando a “solução” de um problema nos deixa deprimidos ou decepcionados?

Resposta:  Quando acreditávamos que ao atingir o objetivo todos os problemas referente a questão seriam automaticamente resolvidos.

 Observe que temos uma pergunta simples e uma resposta satisfatória.
  Se eu colocasse como autor algum pensador famoso como Paulo Coelho ou Diderot, muitos ficariam maravilhados, repetiriam em redes sociais, e não pensariam em um complemento para o pensamento, possivelmente nem pesquisariam a autoria.
  Como não sou famoso preciso explicar muito bem o pensamento e mesmo que eu consiga isso o leitor pode recusar a “dedução lógica” só porque fui eu que escrevi.

  Nós temos esse “preconceito da fama”.

  Quem por algum motivo é famoso “merece” ser lido e ouvido e na dúvida está certo.
[Claro, se você gosta do famoso, se não gosta a situação se inverte, na dúvida está errado]

  Eu não sou famoso então as pessoas acreditam que fazem um grande favor em me ler e na dúvida estou errado.

  Para esse texto ser proveitoso na dúvida PESQUISE/MEDITE.

  Você já está fazendo o favor de me ler, porque fechar sua mente na certeza que estou errado? Qual a lógica em perder seu tempo?

  Para você que gosta do Livre Pensamento, não se importe com a fama ou ostracismo de qualquer comentarista, blogueiro, cronista, youtuber ... adquira conhecimento sobre os fatos e analise os argumentos.
  Dito isso ....
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Mesmo as soluções/respostas satisfatórias pedem um complemento e por incrível que pareça se não pensarmos nos desdobramentos a “solução” pode passar até a ser um “problema”, uma vez que só pensamos nessa “pedra filosofal” e mais nada.

  Pense na roda, ela foi uma solução satisfatória para transportar coisas, mas se não pensássemos em complementos não desenvolveríamos carrinhos, carroças, carros...
  A roda pode até ser um problema?
  Se você pisar em algo roliço pode desequilibrar e cair, tem coisas que precisamos que fiquem fixas [como uma mesa] e colocar rodas não seria uma solução.



 
  Respire fundo, vamos meditar sobre a “pedra filosofal” de um pensador muito famoso.
  Meu amigo Pitágoras divulgou a “formula mágica” que educação de qualidade pode resolver todos os nosso problemas.

  Primeiro vamos ao conhecimento, a definição mais aceita de dois conceitos.

EDUCAÇÃO: Engloba os processos de ensinar e aprender.
 É o ato de educar, de instruir, é polidez, disciplinamento.

PEDAGOGIA: Ciência que tem como objeto de estudo a educação, o processo/método de ensino e aprendizagem.
[Grego - paidagogía = educação de crianças]


  Pitágoras foi o precursor da teoria que nascemos “Folha em Branco”.
  Uma teoria que eu ouso discordar.

  Porque eu admiro Pitágoras e não admiro pensadores modernos que defendem a mesma teoria?
  Porque Pitágoras iniciou uma ótima teoria para sua época, mas a partir de lá foram feitas várias experiências que não corresponderam a uma realidade observável.
  É algo parecido com o Comunismo.
  Antes da queda do muro quando não tínhamos muitas informações era até aceitável alguém imaginar que o Comunismo seria uma solução melhor que o Capitalismo, mas diante da realidade que passamos a observar quem ainda defende o Comunismo é no mínimo um alienado dos fatos.

  Mas assim como o Comunismo tem inúmeros seguidores, muitos até fanáticos...com a teoria da Folha em Branco acontece a mesma coisa, a Educação Escolar é nossa solução para tudo, nosso único caminho, algo como: “Ninguém vai ao Pai senão por mim.”

  O grande problema de acreditar que a Educação Escolar é o único caminho é que temos que ter Fé que nascemos folha em branco e como isso não corresponde à REALIDADE a qualidade de nossos pensamentos fica comprometida.

  Por favor! Não radicalizemos.
  Claro que a educação é algo extremamente importante só que ela não é suficiente para a “salvação”, para alcançarmos o “paraíso do bom IDH”.

  Me mostre algum país desenvolvido e com ótima rede de ensino que não tenha gente na cadeia.
  Vamos pegar o país líder em qualidade da educação ☛ Coréia do Sul:

  “PENA DE MORTE É LEGALIZADA NOVAMENTE NA COREIA DO SUL.
   A última pena capital foi determinada em julho de 2009.
  Um homem matou dez mulheres e, em sua sentença, o tribunal alegou a necessidade de separar o autor do crime para sempre da sociedade.”

  Crimes graves a ponto de aplicar a pena de morte em uma nação líder na educação!

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
   “Educai as crianças e não será preciso punir os homens.”
[Pitágoras]

  “Se eu fosse naturalmente violento, sem muito apreço pela vida do próximo, seria culpa do meu pai, da minha mãe, a educação escolar alteraria a minha “natureza”?
  Se não funcionou com a minha chatice e preguiça, porque funcionaria com uma natural falta de respeito a vida do próximo?
  Meu querido Pitágoras invejo sua certeza que todos somos naturalmente bons, minha alma se sente imunda perto da sua, torço para que eu esteja errado e você certo, mas o que OBSERVO é…
  Sempre haverá necessidade de punição para alguns cidadãos não importa o quão boa seja a educação familiar ou escolar, na vida não há fórmulas mágicas.
  NÃO somos naturalmente bons.”
                        
  Sem mais delongas:

  Médicos são pessoas que estudam muito, geralmente vem de famílias bem estruturadas, bancar uma Faculdade de Medicina não é para qualquer um.
  Aposto que muitos médicos enchem a boca para falar quanto os políticos são corruptos, o quanto políticos são um câncer para sociedade.
  Pelo que vemos nas redes sociais não deveria ter nenhum universitário capaz de cometer crimes, porque a “Educação é a solução para tudo” e as dificuldades de nosso povo são provocadas por “eles” [os políticos] que fazem tudo para que a população permaneça burra e ignorante.
  Medite sobre isso.

 1 -  Eleições temos de 2 em 2 anos é fácil mudar os políticos.

 2 - Podemos e devemos melhorar a qualidade de nossa rede de ensino, mas buscar mais conhecimento hoje em dia é muito acessível.
  Escola é uma fonte de conhecimento, mas não é a única, a maior parte das coisas que escrevo não aprendi na escola.

 3 -  Me parece que a resposta mais satisfatória para melhorarmos nosso país é olhar para o problema que está dentro de nós mesmos, fazermos uma autocrítica, através de muitos debates.
  A dedução desses debates não pode ficar esquecida nas Redes Sociais, temos que aplica-las no dia a dia.

  Mas quem quer fazer isso?
  É mais fácil colocar a culpa de tudo em políticos, esses extraterrestres que vieram de outro planeta e ocuparam os cargos “eletivos.”
  Esses demônios permitidos por Deus para testar a nossa Fé.

  O melhor do Brasil são os brasileiros, médicos, professores, engenheiros, trabalhadores e marginais de todo tipo, sim até nossos marginais são vítimas indefesas da “sociedade capitalista burguesa”.




  Nosso câncer social, o que estraga tudo são os políticos... acredite quem quiser.


  “Políticos são pessoas públicas vejo nas redes sociais muitas críticas a políticos, muitas merecidas outras injustas...”





anterior                      COMENTAR                              próximo

15 comentários:

Terapia da Lógica Filosofia disse...


+José Filipe Santos ‘Não faz sentido patentear por ex uma ideia q alguém tenha, e impedir q mais alguém possa ter a mesma ideia” G+
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
O problema das pessoas é pensar “linearmente”.
Pode/não pode, ligado/desligado, certo/errado... 8 ou 80.

Também atrapalha a inovação se eu não tiver estimulo financeiro para desenvolver uma idéia, por que um laboratório vai gastar milhões de dólares em um remédio para curar a AIDS se no mês seguinte todos terão acesso a formula e aos lucros?
Em um Capitalismo de boa qualidade não podemos simplesmente anular a MERITOCRACIA.

Com a economia cada vez mais complexa teremos que organizar tribunais internacionais para julgar as causas relevantes.
Pensamento lineares já não cabem mais, devemos ter uma visão holistica das coisas... pensar em 3D,

Daniel disse...

Alguns de nós conseguimos pegar o TAXI da vida

http://pinterest.com/pin/361413938816477314/

Terapia da Lógica Filosofia disse...


+Amanda Fuhrer Pergunta: o que a URSS tem a ver com ateus ou crentes governando o Brasil? G+
=============================
A URSS desde 1922 tornou-se um Estado ateísta. Em 1934, 28% das igrejas ortodoxas cristãs, 42% das mesquitas muçulmanas e 52% das sinagogas judaicas foram fechadas na URSS.[31] O ateísmo na URSS era baseado na ideologia marxista-leninista. Tal como o fundador do Estado soviético, Lenin falou o seguinte sobre a URSS e as religiões:
A religião é o ópio do povo: este ditado de Marx é a pedra angular de toda a ideologia do marxismo sobre religião. Todas as modernas religiões e igrejas, todos (…) os tipos de organizações religiosas são sempre considerados pelo marxismo como órgãos de reação burguesa, usados para a proteção da exploração e o assombro da classe trabalhadora.
================================
Os ateus tiveram mais uma oportunidade de ouro para provar que são mais eficientes que os religiosos e mais uma vez FRACASSARAM

Terapia da Lógica Filosofia disse...

Google +

+Amanda Fuhrer Acho que ele é novo aqui pra não ter visto nenhuma postagem mostrando como os paises com mais ateus são melhores que os que tem mais religiosos
============================
Você que é "estudada" não deve confundir ateísmo com "sem religião".
Ateu é alguém que tem certeza que Deus não existe.

Eu não tenho religião, mas não afirmo que Deus não existe.
Sou um Livre Pensador não tenho dados suficientes para afirmar a existência ou não existência de "espíritos"
Tem outro tipo de "sem religião" que acredita em Deus, mas se decepcionou com doutrinas e igrejas esse é o grupo que mais cresce.

Para quem é religioso e esta acompanhando o debate não deixe se levar por essa FALACIA, essa falsa propaganda dos ateus.
Os caras estão mais perdidos que cegos em tiroteio.
Todas suas teorias não suportam a REALIDADE.

Terapia da Lógica Filosofia disse...


1 - Noruega aprova separação da Igreja e do Estado, se tornando um estado laico:
Vejam bem pessoal só em 2012 a Noruega e seu alto IDH passou a ser um estado laico.
Os Noruegueses hoje em dia são os europeus menos crentes em um “Deus Pessoal” como eles fazem questão de ressaltar.
Eu também não acredito em um ser barbudo olhando para o planeta.

2 - A Austrália não tem uma religião oficial. No censo de 2006, 64% dos australianos declararam-se como cristãos, sendo 26% católicos e 19% anglicanos. Outros 19% da população declararam-se como "sem religião" (o que inclui o humanismo, o ateísmo, o agnosticismo e o racionalismo), sendo o grupo que mais cresceu entre 2001 e 2006, e outros 12% não responderam (a questão é opcional) ou não deram uma resposta adequada à questão.

encantadora 160 disse...

Boa noite.
Se vcs acharem a foto grande demais,só diminuir um pouco a tela.

Daniel disse...

Folha em branco.
Todos os dias simbolicamente nós experimentamos da arvore da ciência.
Tomamos regularmente muitas escolhas, e é isto que molda o carater de cada ser.
Decidimos pelo mal, e o mal até o momento que não é feito com a gente, nós não temos a exata noção do seu poder destrutivo.

Daniel disse...

Crer ou não em deus, ou que este seja benevolente, não ajudará ninguém em todo o mundo a tomar decisões sabiamente assertivas.
Mas as pessoas no geral veem na necessidade de se ter uma religião um refúgio para os anseios de suas almas. E para estas pessoas que tem essa necessidade eu indico o filme de terror Mártires.

http://cinepredadoronline.blogspot.com.br/2012/05/martires-legendado-assistir-filme.html

turbilhão 1.324 disse...

Boa noite ao sr.

Esse tema me interessa bastante, por ser turbilhonar.

Não sei ao que o Pitágoras se referiu,quando falou em Educação.
Sem receber "Educação",ninguém se torna mesmo "alguém" e ao dizer isso,estou pensando na "formação" e não na informação escolar.
Quando a criança vai para a escola,ela não é mais "uma folha em branco".
Já está com a personalidade "construída".

Se ele se referiu à "informação escolar",isso está certo e funciona para as pessoas de boas tendências.
Eu duvido bastante que se a maioria dos cidadãos não tivesse bons meios de ganhar a vida,a criminalidade não aumentaria.

A escolarização sozinha porém,não resolve todo o problema,e se constitui numa terça parte da solução na formação da cidadania.
Não é possível delegar a uma escola, o dever que é dos pais,_e das religiões_ de orientarem a formação do caráter.
Informações por si mesmas,como bem disse o sr.,devem ser buscadas por toda a vida,e precisamos sempre ter a disposição de sabermos,debatermos e pensarmos em questões importantes,que nos atingem de uma forma direta,procurando aprimorar a nossa vida,e nosso convívio.

Idem discordo de professores e pedagogos que superestimam o próprio poder,na formação das pessoas.
Escuto esses papos de vez em quando,e acho-os pedantes.
Já cheguei a ouvir algo "do tipo", se uma criança evita a escola,porque precisa trabalhar para ganhar a vida,mais facilmente,ela vai ser desonesta no futuro,pois está se deixando levar pela ambição.
Pode acreditar,já falaram até isso.

Mas existem inúmeros casos e necessidades que regem a situação de trabalho.
Muitos jovens que arrumam emprego,não o fazem porque querem dinheiro para comprar tranqueiras,mas porque precisam se sustentar.
Um ambiente de serviço pode ser um grande formador de cidadania,não vejo como uma criatura que por algum tempo,troca a escola pelo serviço,poderia virar desonesta posteriormente.
Não há uma regra apontando nem numa nem noutra direção.

Outrossim,os políticos corruptos,e os médicos referidos na notícia,deveriam ser as melhores pessoas do mundo,porque privilegiaram os estudos na época certa.

Por ora então,é isso.

Se eu tiver algum acréscimo,farei depois(não sei se a conclusão soou "convicente")

Daniel disse...

Não precisa que seja convincente, mas que seja apropriada a sua resposta e opinião para qualquer assunto novo ou velho.

tripitaka 978 disse...

Ontem,acompanhei a reprodução acima,do diálogo sobre "estados ateístas" no G+.
Na realidade, um governo oficialmente ateísta,é só um governo teocrático "ao contrário".
Governos teocráticos tendem a ser problemáticos.
O estado precisa ser laico.

Em todo caso,os "estados teocráticos deístas" sobrevivem.
Os ateístas,nem isso conseguem,o que indica que os ateus não tem uma articulação boa das suas ações,mas isso é por pura falta de prática,e não devido "à inferioridade do ateísmo".

Acho que se os deístas fôssem poucos na sociedade,eles também não saberiam fazer política.

Nihil Metilene disse...

Não entendi direito ao primeiro comentário dessa página,mas concordei com o mesmo.

Nihil Metilene disse...

Estava lendo o longo texto do "Interjornal",postado ontem.
Mais tarde,irei concluir.

Antecipo nesse momento,meu desejo de um bom dia a todos.

°°°°°

Terapia da Lógica Filosofia disse...



“Os ateístas,nem isso conseguem,o que indica que os ateus não tem uma articulação boa das suas ações,mas isso é por pura falta de prática,e não devido "à inferioridade do ateísmo".
============================
Lembre-se que o ateísmo é muito mais antigo que o deísmo.
O próprio Sapiens permaneceu ateu a maior parte de sua historia.

O pensamento religioso é o “novo”.

Você faz parecer ao leitor que a crença em espíritos é algo que sempre existiu e o ateísmo é algo novo.
É justamente o oposto.

Ateus já tiveram todo o tempo do mundo para se organizarem se são incompetentes para isso que culpa tem os deístas?


tripitaka 980 disse...

Nós deístas não temos culpa nenhuma do fracasso deles,(nem eu disse isso).
Oras,que no nosso modo de vida,seja sempre vencedora,a melhor idéia.
(kk...)