segunda-feira, 25 de março de 2013

Leões vs Veadinhos

  Se somos apenas maquinas biológicas então estamos totalmente sujeitos as leis da biologia, não há interferências exteriores (espíritos).
  Vamos flutuar por esse plano de pensamento:


__________________________________________________
 “A adaptação é um conceito de grande importância para a biologia evolutiva.
   O marco histórico inicial ocorreu em 1859, com a publicação do livro “A Origem das Espécies” do naturalista Charles Darwin (1809-1882).
  Para Darwin, a problemática central que qualquer teoria evolutiva deveria explicar era a adaptação.
  Em sua teoria sobre evolução, esse problema era solucionado por ação de uma força evolutiva que ele próprio chamou de seleção natural.”
____________________________________________________

   Pela dinâmica biológica o mais adaptado subjuga o menos adaptado é a SELEÇÃO NATURAL.

  Entenda que subjugar não significa necessariamente ser capaz de extinguir, ou mesmo se propor a isso, significa que no enfrentamento direto o mais adaptado tem maior chance de sobrevivência.
  Baratas são seres muito bem adaptados a esse planeta, as matamos facilmente, mas não temos capacidade para extingui-las.  
  Outro exemplo:
  Os leões são animais fabulosos, bem adaptados ao seu habitat.
  Os veados também são animais interessante e bem adaptados ao seu habitat.
  Os veados para se protegerem de predadores como o Leão geralmente andam em manadas e conseguem sobreviver assim.
  Mas sem dúvida nenhuma em um enfrentamento entre um grupo de leões e outro de veados os leões levarão a melhor isso é um DETERMINISMO.
  [Naquele sentido em que analisando as causas conseguimos prever o que irá acontecer, entendemos o efeito.]
  A “superioridade” do Leão é tão grande que a simples visão dele já faz a manada de veados se mover buscando proteção.
  Um grupo de veados pode se organizar de forma a subjugar leões, mas decididamente não será uma tarefa fácil.



  Vamos a parte interessante desse texto, tentar aplicando o DETERMINISMO e a SELEÇÃO NATURAL verificar qual “bicho” é o pensamento ateu e qual bicho é o pensamento religioso.

Nota: Para esse texto ser útil (a você religioso) é preciso entender que em um mundo sem “interferências espirituais” as coisas podem iniciar ao acaso ou ser planejadas, mas a partir de seu início elas seguem uma SEQÜÊNCIA DE EVENTOS onde impera o Determinismo e a Seleção Natural, se você não consegue imaginar esse “mundo sem Deus”... pare de ler, pois será perda de tempo.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  A Polônia vivia um regime totalitário Ateu.
  Um bando de Ateus reprimiam fortemente um bando de Religiosos.

  Se o pensamento Ateu fosse mais adaptado [“superior”] que o pensamento religioso o bando de religiosos seriam facilmente subjugados e a tendência seria que o pensamento Ateu ficasse cada dia mais predominante isso por força do DETERMINISMO.
  No entanto o que observamos foi o contrário.
  Algo como um bando de veadinhos querendo subjugar leões!!
  Para quem não se lembra da história...vem comigo!

  Com toda repressão acreditava-se que o pensamento religioso na Polônia estivesse praticamente extinto, aqui no Ocidente as notícias dos países por trás da Cortina de Ferro chegavam com dificuldade e eram pouco confiáveis.
  A Polônia virou satélite da URSS em 1945, pela SELEÇÃO NATURAL pensadores religiosos deveriam estar perto da extinção depois de uns 30 anos.
  Mas em 1978 um religioso nascido na Polônia foi eleito Papa, João Paulo II, bastou esse acontecimento para os “leões” poloneses ficarem alvoroçados.
  A URSS orientou ao partido Comunista Polonês a não receber o novo Papa, mas não teve jeito, o Papa foi recebido e cerca de 10 milhões de poloneses o saudaram, isso representava quase 1/3 da população na época.



  Os leões alvoroçados encontraram em Lech Walessa um líder para lutar por seus interesses e Karol Wojtyła [um polonês alcançando o mais alto posto da igreja católica] lhes serviu de inspiração para buscarem uma outra situação em que o pensamento religioso não fosse subjugado e ... conseguiram!

  Quem conhece um pouco de História sabe que o que ocorreu na Polônia foi o estopim para colocar em xeque o domino da URSS sobre o Leste Europeu.

  CIENTIFICAMENTE fica claro que os humanos que acreditam em espíritos são muito superiores aos humanos que eliminam essa possibilidade, até o determinismo atesta isso.

  Analisando a história da humanidade, o efeito do confronto direto entre espiritualistas e ateus (seja qual for a causalidade) será a vitória dos espiritualistas.
 Isso são FATOS HISTÓRICOS não é “achismo”.

  Quem acompanha o Blog sabe que sou um Livre Pensador, não invento a realidade apenas a observo.

  Por tudo que observo acredito em espíritos como outras formas de vida e NÃO seres mágicos.

  Sou espiritualista, NÃO sou religioso.
  Se eu observasse a superioridade dos Ateus não teria porque não reconhece-la.
  Por gostar da Lógica, acredito que em um mundo sem crenças ela seria muito melhor aplicada, mas como as crenças são imbatíveis prefiro me limitar a combater fanatismos e dogmas, esses sim comprovadamente nefastos seja para religiosos ou ateus.

  Por esses dias no G+ uma evangélica falava horrores do SUS, perguntei se conseguir um milagre era mais fácil porque ela não pedia isso ao bom Deus!
  Que Lógica tem dizer que Deus te protege de tudo se na hora H é ao SUS que você recorre?
  O SUS ainda iria a atender em 6 meses e Deus ... o que estava esperando para livra-la “magicamente” da enfermidade?
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Os Religiosos por muito tempo acreditaram que os Ateus poderiam ser adversários formidáveis e os perseguiram por muito tempo.

  É uma outra dinâmica biológica a AUTO PRESERVAÇÃO.
  Se um grupo pode querer te eliminar e tem poder para isso é melhor não facilitar.
 
  Entretanto o pensamento ateu EMPIRICAMENTE se mostrou tão insignificante em termos de resultados que simplesmente os religiosos os deixam andar livremente pela “floresta da vida”, não representam uma ameaça.
  [Pelo menos aqui no “Ocidente” somos bastante tolerantes]

  Até hoje, sempre que os ateus se organizaram em uma nação os resultados foram catastróficos.
  Os Ateus gostam de ficar revirando a distante Idade Média atrás de atrocidades religiosas e fazem questão de ignorar atrocidades dos Ateus acontecidas aqui pertinho no século passado.

  A grande preocupação era que o determinismo histórico demonstrasse que o pensamento Ateu fosse superior e nesse caso a religiosidade seria banida da face da Terra.
  Mas quem diria que o determinismo histórico provaria o impensável por Marx?
  Ateus são subjugados por espiritualistas.

  Se Deus e espíritos existem a Ciência ainda não tem como comprovar.
  Então o que podemos dizer que esta cientificamente comprovado?

  Acreditar em espíritos se mostrou uma grande vantagem competitiva/adaptativa.

  Os humanos espiritualistas (religiosos ou não) são melhores adaptados que os humanos ateus e de uma maneira avassaladora.

  Um bando de veadinhos Ateus não são capazes de subjugar leões Religiosos.
  Até os Islâmicos constituíram várias nações ... não vamos entrar no mérito da eficiência delas segundo “nossos conceitos judaico/cristão”.

  A grande nação ateia é a China que só se desenvolveu quando entrou em simbiose com o religioso Estados Unidos.
  Uma China que nos últimos tempos “afrouxou” a perseguição a religiosos e vê o número deles crescer exponencialmente.

  “Embora a China seja oficialmente um país ateu é bem provável que sua população protestante chegue a 160 milhões até 2025.”


  Ainda que os Ateus estejam certos e que sejamos apenas maquinas biológicas a história deixa claro que as maquinas biológicas crentes em espíritos são mais “evoluídas” que as maquinas que não acreditam.

  Se o ateu refuta esses FATOS históricos fica em uma cilada Filosófica ainda maior.

  Se o pensamento Religioso é inferior [menos eficiente] e mesmo assim os religiosos subjugam os Ateus então fica provada a existência de Deus.
 Como?

  Deus protege os que acreditam nele?

  "Decifra-me ou te Devoro!"



anterior                       COMENTAR                                próximo

Postar um comentário