sábado, 16 de março de 2013

Portinha da Felicidade

   “O erro de muitas mulheres é dar a portinha da felicidade sem serem conquistadas”
 [Cristiane]

  “Se um homem só quisesse amizade, companheirismo, ele se casaria com um pastor-alemão, que dá muito menos trabalho”.
[Renato]



  Já assisti muita novela, sou da geração que cresceu em frente a TV.
  Uma novela inesquecível foi Vale Tudo.
  Em uma trama paralela o marido da poderosa Odete Roitman mantinha uma amante e alguém que ficou sabendo do caso passou a chantageá-lo.

  Até aí nada de muito diferente, uma situação recorrente nas novelas, há uma traição e o telespectador fica na ansiedade para ver quando o infiel será apanhado.
  O surpreendente/diferente ocorreu quando o marido de Odete não tendo mais como ceder à chantagem não conseguirá evitar que ela fique sabendo da amante.
  Audiência total quando foi revelado a Odete que seu marido tinha um caso.
  Quando falaram para Odete Roitman que seu marido tinha uma amante ela disse algo mais ou menos assim:

  "Você acha mesmo que meu marido teria uma amante sem que eu soubesse?
  Ele é que não sabe que eu sei e quero que continue assim.
  Quando ele arranjou a primeira amante até pensei em coloca-la pra correr, mas eu gosto do meu marido e já não gosto de cumprir minhas obrigações sexuais de esposa, foi bom eu me livrar dessa obrigação."

  Isso pode parecer coisa de novela, mas acredito que quem tem uma certa vivência já viu casos assim, a mulher finge que não vê a traição, ela apenas espera que o homem seja discreto.
  Já vi acontecer com homens também, a mulher é muito fogosa, as pessoas comentam e ele até sabe, mas finge que não sabe para não ser confrontado com a realidade e ter que tomar a atitude que a "sociedade espera dele” e não a atitude que ele quer ter.
  O esposo gosta da companheira além do sexo, ótimo seria que ela não o traísse, mas muito pior será viver sem ela.


  Para esse texto ser útil você deve entender que "Felicidade NÃO Existe", não tem um casamento satisfatório em todos os sentidos.

  Quando você Livre Pensador estiver diante de uma situação de traição sexual, mais do que nunca deve respirar fundo, meditar muito sobre o que está sentindo e por mais difícil que seja não se deixar levar apenas pelos sentimentos.
  Emoções tem um forte peso, mas não devem te dominar.

  Temas para meditação?

O casamento já está uma droga mesmo, a traição da mulher acelera uma decisão que você já havia cogitado, a separação.

O casamento é muito satisfatório foi apenas um deslize da esposa, tem que pensar também nas crianças, compensa esquecer e seguir em frente.

Eu já pisei na bola também que moral eu tenho para crucificar minha esposa.

  Chega! Ela sai com qualquer um é muito humilhante para mim...

  As situações podem ser várias, é preciso meditar qual é a realidade do seu relacionamento.
  A única decisão antecipada que com certeza você deve ter é que em hipótese alguma usará de violência, matar, se matar, bater.
  Sem a violência o tempo tratará de amenizar todas as dores.
  Se você agir com violência alguns caminhos de muita dor serão sem volta...
  Cometer suicídio dispensa comentários.
  Matar?
  Você vai preso ou ficará fugitivo da polícia.
  Se você tem filhos estará matando a mãe deles.
  Como você se sentiria se seu pai matasse sua mãe?
  De repente seus filhos ficam sem a mãe que foi assassinada e sem o pai que foi preso.


  Traição sexual é uma coisa tão antiga que acho surpreendente a ingenuidade (Ou arrogância) de tantas pessoas convictas que com elas nunca irá acontecer.

  Noto que em geral se existe companheirismo/amizade/amor, a traição sexual não é suficiente para terminar o casamento.
 Sem companheirismo e amizade o sexo não é suficiente para ter um casamento satisfatório.

  Mas vamos ver o ponto de vista de um famoso casal evangélico...
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
   “O erro de muitas mulheres é dar a portinha da felicidade sem serem conquistadas”

  Cristiane é filha do Edir Macedo, para ela uma mulher só deve transar se estiver apaixonada, segundo o que eu entendi.
  Como ela é evangélica só estar apaixonada não basta, tem que casar primeiro.
  Claro que entendo a opção da Cristiane, não vou critica-la, apenas sei que biologicamente muitas mulheres tem um impulso sexual muito grande e não aguentam esperar pelo homem certo que as conquiste.
  Casar com o primeiro que aparecer por conta de um desejo sexual intenso “EU” considero muito arriscado.

  Para vocês terem uma idéia a Cristiane casou com 17 anos, era menor de idade ainda.
  Quando a "Portinha da Felicidade" [achei engraçado esse termo] começou a ficar "impaciente", para não correr riscos, ela casou.
  Vejam que depoimento "interessante" dela no momento do casamento.

 “Foi como se minha mão direita estivesse algemada à esquerda do meu pai, e no altar ele abriu a algema do pulso dele, colocou-a no do Renato, a fechou novamente e passou a chave para ele.
  Foram 5, 6 segundos de liberdade, cronometrados”.


  Não me parece o depoimento de uma noivinha feliz, me parece mais de uma prisioneira mudando de detenção.
  Cristiane viveu submissa ao pai até os 17 anos e a partir dali passou a ser SUBMISSA ao marido.
  Veja um depoimento do Renato o marido dela:

“Por que os homens se casam?
  Porque ele quer entrar na portinha da felicidade da mulher.
  Isso não faz dele um animal, só faz dele um homem.  Se um homem só quisesse amizade, companheirismo, ele se casaria com um pastor-alemão, que dá muito menos trabalho”.
 [Renato] 




  Para Renato e Cristiane o objetivo maior da mulher é ser conquistada e do homem é a Portinha da Felicidade
  A “Escola do Amor”  (programa que eles comandam) ensina algo muito diferente do que eu acredito.

  No casamento eu considero amor/amizade/companheirismo mais importantes.
  Quanto a cachorros eu não gosto deles dentro de casa, respeito como seres viventes, mas prefiro a companhia da minha própria espécie.

  Confesso que se minha prioridade fosse sexo eu nem casaria, há tantas portinhas da felicidade porque ficar só com uma!?

  Acho lamentável um homem olhar para uma mulher e focar só em sexo.
 
  Como podem perceber "minhas" observações vão em um sentido diferente do que propõe a Cristiane e o Renato.
  O casamento deles deveria ser Feliz e eles dizem que é um excelente casamento, mas será mesmo?
  A Cristiane está com 39 anos e não gerou um bebe em seu ventre, adotou uma criança que já tinha 4 anos.
  Ela faz sucesso dando aulas sobre casamento, mas muita coisa é teórica.
  Nada contra ela adotar uma criança já com 4 anos, mas tudo que ela sabe sobre ter um bebe recém-nascido é de ver e não de viver.
  É de partir o coração quando ela diz que queria tanto ter um filho que fingia para si mesma que estava gravida, até alisava a própria barriga e sentava no sofá como se estivesse gravida.
  No começo um filho atrapalharia a carreira de pastor do seu marido, mas como adotaram uma criança deduzo que ela esperou muito e quando quis não conseguiu engravidar.
  Ela tem 39 anos ainda está em tempo, dinheiro não falta para tratamentos, mas desconfio que ela já tenha tentado e não conseguiu, nesse tipo de família tudo é tratado em segredo.

  A realidade econômica de Renato e Cristiane não é de uma casal comum.
  Ela viveu viajando pelo mundo cercada de muita riqueza, isso é uma experiência vivida por quantos casais?
  Ela poderia escrever um ótimo livro sobre viagens e países.

  Fora isso ela viaja na imaginação.

  O papel/imaginação aceita tudo, mas a REALIDADE limita as possibilidades.

  Um dos conselhos de Cristiane é que a mulher nunca deve dizer não para o marido, sempre que ele quiser transar ela tem que consentir.

  O conselho que eu dou para as mulheres é que quando realmente não estiverem nem um pouco a fim falem para seu marido e o marido não deve força-la ao sexo.


  Para Cristiane a vontade da mulher não tem nem um peso.
  Eu que tenho muito mais experiência que a Cristiane digo que tem.

  Por isso sou a favor do sexo antes do casamento uma incompatibilidade sexual muito grande dificulta demais as coisas.
   Há homens com compulsão sexual e isso deve ser descoberto pela mulher na fase de namoro, são tipos bem difíceis de lidar caso a mulher também não tenha compulsão sexual.

  A grande maioria dos homens e mulheres são o que podemos chamar de “normais”. [entendam como dentro de uma média]

  Uma mulher demora em média 15 minutos para atingir o orgasmo, mas o homem pode conseguir o orgasmo em 2 minutos.
  A mulher consegue ter múltiplos orgasmos, mas o homem depois que atinge geralmente demora para se refazer, estar “pronto para outra”.

  Também tem o caso do cidadão ter baixíssimo desejo sexual ou alguma disfunção.
  Se a mulher tem uma necessidade sexual mais intensa a situação pode ficar tensa, dar espaço para alguma traição.

  Fica claro que se sexo não deve ser a base para um casamento também não pode ser desprezado.
  Ainda mais quando os hormônios sexuais estão por todo nosso organismo.

To be continued...


Na fotografia estamos felizes...







anterior                       COMENTAR                                 próximo

17 comentários:

Terapia da Lógica Filosofia disse...


Rosy de Paula Ontem, à(s) 22:32Responder

sim.sei que os bens são da igreja...e não foi pela sua informação...mas estava a falar do papa ao deixar de ser papa...ao deixar o trono ...apenas isso.....e nem mesmo estou a culpar a igreja pela existencia de pessoas em condições de miseravéis...é que pra mim é intoleravél alguém dizer que vai ficar recluso em um castelo orando para o mundo ficar melhor. [Google+]

]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]][[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[[

é que pra mim é intoleravél alguém dizer que vai ficar recluso em um castelo orando para o mundo ficar melhor.
==================================
Antes de continuar quero dizer que para mim isso é uma conversa amigável, não estou debatendo.
Eu nem leio noticias sobre o Papa, não me interesso, não tenho religião.
Mas sabe como é, é igual BBB, fica impossível você não ficar sabendo de alguma coisa, a não ser que seja surdo, cego e fique recluso em casa.
Apesar do titulo eu vejo o Papa como um ser biológico normal ele já passou dos 70 e muitos sofrem mais com o avanço da idade.
A ICAR esta passando por problemas que precisam de grande atuação de seus dirigentes e Bento humildemente não se acha mais com saúde para enfrentar tamanho desafio.
Nunca dei maior importância ao Bento, mas o admirei por tamanha sensatez.
Eu não estou nem perto dos 70 e já me acho cansado para muitas coisas, desafios que eu aceitei com vinte hoje não aceitaria.
Você pode não acreditar no poder da oração, mas Bento viveu sua vida pela Fé, é natural que a visão dele sobre o assunto seja diferente.
Se sentindo sem forças o melhor que ele poderia fazer pela Igreja era renunciar e foi isso que ele fez.
Os médicos desaconselhavam ele até a fazer viagens longas, veja bem que é a CIÊNCIA falando.
Por vezes ela não conseguia andar e era empurrado em uma plataforma.
Deixemos o velhinho com suas orações, ele não é Deus na Terra é apenas um homem.
Você quer o que?
Que ele vá para África atender na Cruz Vermelha!
Meu sinceros desejos de Boa Sorte a Joseph Aloisius Ratzinger em vida e em morte...

turbilhão 1.327 disse...

réplica ao primeiro comentário.

O sr.tem razão.
O tempo que passa,cobra um preço.
Hoje em dia,vivo mais suscetível a doenças oportunistas,do que há décadas atrás.
Cogitava em trabalhar em dois serviços,mas sei que não irei conseguir.

Olha que eu me cuido.
'magina se eu não fizesse isso.
Mesmo assim,minha disposição física parece invejável.
Consegui trazer sozinha um móvel para o "sótão" agora.
Nele,vou guardar remédios e guloseimas.
Só não imagino "o quanto pagarei" por isso,ainda hoje.
Se eu voltar a ter dores,será só aumentar a quantidade de magnésio.

Nihil Metilene disse...

(texto principal)

Não acho que para "chegar às vias de fato",é preciso haver "amor".
As senhoras idosas acreditam nisso,mas tenho uma idéia "que chega perto".
Duas pessoas,para ficarem juntas,no mínimo,devem ter uma certa simpatia,e aceitação mútuas.
É necessário haver a "sensação de uma química" entre ambos.

Tem casos lamentáveis de pares que se "entendem uma vez" e depois,descobrem que se odeiam...(...
Outrossim,homens e mulheres são donos do próprio organismo,e da própria vontade.
As leis de Deus nos garantem direito à propriedade,à vida,à intimidade,e à inviolabilidade do nosso desejo(ou falta de desejo) momentâneo.

A Cristiane virou conselheira sentimental,e tenta bancar a Betty Millan,mas realmente,não sei como tem quem a escuta.
Há gosto para tudo.
Talvez,(viajando um pouco na maionese) o futuro do país está mesmo nas mãos desse tipo de gente.

Quem sabe,o neto dela vai ser presidente da república.
Viva o Brasil protestante...(eu hem...)

encantadora 163 disse...


Postei por longo tempo as imagens das tulipas(foram as flores que melhor corresponderam às minhas expectativas),mas finalmente,cansei.

Irei postar o link inteiro da "Verbena",porque não há boas fotogrrafias delas que podem ser postadas isoladamente.
Escolham as imagens que preferirem,para ampliar.

A partir de hoje,ou amanhã,passarei ao próximo jardim.

Desejo agora um bom sábado a todos.
Até mais tarde.

Daniel disse...

Sua esposa costuma acompanhar o que voce escreve William?

Provavelmente que não.

Terapia da Lógica Filosofia disse...


“Sua esposa costuma acompanhar o que voce escreve William?
Provavelmente que não.” [Daniel]
============================
Como eu já disse inúmeras vezes:
Oficialmente NINGUÉM ME LÊ. [Claro, excetuando você e a Nihil]

É como se minha filosofia contivesse alguma doença maligna, como se eu fosse um filho do demo.

Quando eu passei para o Blogger e vi as estatísticas até me assustei.
Tanto o Terapia da Lógica como o Filosofia Matemática tem bastante seguidores, mas os debates ocorrem mais no G+ onde eu sou bastante bloqueado.
No geral as pessoas se unem para desprezar minha participação, atualmente tenho recebido alguns elogios...

Mas não entendi muito bem o que você quis dizer com “provavelmente não”.
Provavelmente ela lê mas como todo mundo faz que não lê.

Se for pelas conversas que exponho no Blog não é segredo para ninguém que me conhece pessoalmente o meu jeito de ser.
Desde meus 10 anos lia Sócrates e sempre gostei da Dialética, eu pergunto as pessoas elas respondem ou não.
Para você ter um idéia a primeira vez que sentei com minha esposa éramos colegas de trabalho discutíamos sobre o velho testamento falar de homossexualismo.
Minha esposa apostava que o assunto não era mencionado e eu li a bíblia com ela até acharmos a passagem.
Quem convive comigo sabe que eu falo sobre qualquer assunto naturalmente, as pessoas ficam muito tranqüilas em me questionar.

Minha esposa estava noiva e iria se casar, eu perguntei como ela poderia casar com alguém que não amava.
Ela ficou furiosa, me perguntou como eu podia dizer uma coisa daquelas.
Veja bem, nós éramos apenas colegas não havia absolutamente nada entre nós.

Quero dizer que eu aconselhar uma pessoa sobre sexo não quer dizer que eu tenha algum envolvimento com ela.
Com certeza a Cristiane tem muito mais conhecimento sobre todos os países que ela morou, mas em se tratando de relacionamentos e sexo... sou mais eu.

Daniel disse...

Tranquilize-se. É ótimo ver você emotivo, sua racionalidade não é afetada.
Mesmo eu lembro de já ter feito esta pergunta sobre quem te leria e você deu a mesma resposta.
Tenho certeza sobre o ótimo entendimento que você tem com a sua esposa.

Daniel disse...

Desastres naturais no brasil e no mundo,

gráfico.

http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI173967-17805,00.html

Anônimo disse...

LEIO SIM O QUE MEU ESPOSO ESCREVE E TAMBÉM AS RÉPLICAS, MAIS PREFIRO NÃO OPINAR, PREFIRO LER E REFLETIR.....

Terapia da Lógica Filosofia disse...


+Marcos Ferreira infelizmente somos cativos dessa rede de televisão!!! G+
================
Quem ou o que te obriga a ficar na Globo!!!
A Globo é uma empresa COMERCIAL.
Ela coloca o que dá Ibope.
Se ela colocar só telecurso segundo grau ela perde audiência para outras emissoras.
Você consegue entender que uma empresa não sobrevive sem LUCRO.
Qual sua emissora de rede aberta preferida?
As outras também não sabem o que o publico quer?

Terapia da Lógica Filosofia disse...

+Odair Sehn o unico jeito de mudar o conteudo dos programas de tv e boicotando G+
====================================
A "maioria" não quer fazer isso, logo não adianta a minoria querer impor sua vontade a ferro e fogo como se vivêssemos em um regime Comunista .
Eu quase não assisto, mas principalmente em pleno 2013 não dá mais para manter essa ladainha que a Globo nos aprisiona de alguma maneira.
Os espectadores fazem a Globo e não o contrario.
A Internet é um território bem livre, somos nós que fazemos o conteúdo, como você explica as sucessos medíocres que se destacam como lek, lek, lek...
A massa é medíocre e não adianta querer fugir muito disso.
Adquira TV a cabo e assista só a Discovery.

Nihil Metilene disse...

Para o Denytus,

é claro que a(Mara),e que todos os parentes dele,incluindo as filhas,nos lêem.
Vc tinha alguma dúvida disso?

Já pensou se fôssemos "companhias inadequadas" para o sr.William?
E todo mundo vendo a gente?

(hehe!)

Nihil Metilene disse...

Ontem,entrei num site cujo autor gosta de novelas antigas.
Quis relembrar a "Meu Bem Meu Mal".
Tentei diminuir a tela,para ler melhor.
Aparecia sempre uma mensagem dizendo "vai escrever,não é para copiar".
E eu não conseguia diminuir.
Fiz uma reclamaçãozinha naquela hora,aí o destrave foi imediato.
Consegui diminuir a página.
Lá,vi minha ex-brother religiosa,a Lídia Brondi, (conheci pessoalmente), que em tal novela teve seu último serviço na mídia.(ela se demitiu,por haver se cansado da profissão)

E curti de novo,a história de amor de um casal entrosado sexual,e intelectualmente,que foi interpretado por José Mayer,e Silvia Pleiffer.
Eles tinham tudo para dar certo,e para "dominar o mundo" no final da trama,mas acabaram vítimas da rede de intrigas que cresceu em volta deles,depois da morte do marido dela,o Cláudio,interpretado por Herson Capri.
Acredito que o autor pretendeu dar a entender que os amantes não conseguiram se unir,devido ao remorso por Cláudio ter morrido de desgosto,ao saber do caso deles.

Decidi não linkar o site.
O dono não ia gostar.
Se ele se preocupa tanto se vão usar os direitos autorais dele...

Curtam o tema de abertura da história,e a "trilha sonora" daqueles namorados mais velhos.
Essa pequena crônica está complementando o texto "Safirética" que registrei ontem.
O texto em referência ficou muito comum,mas seu tempero,será a música que seguirá.

meu bem meu mal

Daniel disse...

Eu jamais tive contra indicação para expor minhas ideias, aqui ou em qualquer lugar. E você esta errada Nihil, eu não apenas escrevo e vivo diferentemente do que escrevo, meus ideais me acompanham cada dia. Sou cobrado deles para que eu faça diferença onde estou.
Só não tenho necessidade de ser inconveniente muitas vezes para expressar como eu penso para pessoas pouco interessadas, porque estas pessoas vivem o que elas assimilam ser o certo para suas vidas, e eu não implico. Também não faço mais careta, é desnecessário que eu desmereça alguém por não compactuar com meus ideias de vida e de sucesso.

Nihil Metilene disse...

Menos mal,hem,Denytus?
(h ! h´!

turbilhão 1.328 disse...

Então os carinhas do G+ estão querendo boicotar a Globo?
Quero ver como vai terminar isso...(kk...)

Não sou vítima de emissoras de TV,porque só vejo a novela das seis...por enquanto.
É só eu ficar impaciente,para ir fazer outra coisa,nessa hora.
O problema das pessoas é o seguinte,
elas pensam que gostariam de ver uma programação televisiva mais eclética,mas na verdade não queriam,ou não poderiam assimilá-la(não tem bagagem para isso),além dos lares muitas vezes terem,no máximo,dois televisores.
E então,se numa família grande,um não quer ver uma "tranqueira",os outros querem ver.

Esse foi um tema no qual uma vez falei,no gd do Terra.
Quem não se acostumou na rotina,nem a ler algumas dessas revistas de farmácia,não vai conseguir depois de ter trabalhado o dia inteiro,ver filme turco-ou acompanhar um documentário científico.
A inclinação será a de procura pela atração televisiva mais fácil de entender,e quase sempre,a mesma é encontrável na Globo,ou na Record.

Idem,o nosso inconsciente,é o "inconsciente de um brucutú".
Umas vezes,ficamos atraídos pela "atração tranqueira" mesmo.
Em casa,alguns,eventualmente, ao procurarem aquela novelona da hora,ou aquele filmão prometido em algum canal,pararam num programa que mostrava brigas entre vizinhos,numa dessas outras TVs abertas que tem,e foi ali mesmo que ficaram.

Uns tantos gostam de ver rebuliços na telinha,para sair criticando depois,mesmo que não se aguentem de remorso pelo tempo perdido.
Por essa razão, o controle remoto é da maior utilidade.
O meu televisor daqui do quarto(voltei a ter um, um tempo atrás,havia dado a anterior para o Rico) não tem,todavia, sou disciplinada.
Se decidi que vou ver um filme,um concerto de música clássica,ou um documentário sobre a imigração japonesa por ex,é esse programa que eu vejo.
Ao mudar de canais,não páro aqui ou ali,distraída pelo "barraco da vez".

Acredito que as emissoras devem usar algumas técnicas psicanalíticas, tentando levar os telespectadores a "fazerem o que não desejam", mas uma vez que já crescemos "caindo nessas armadas", estamos "vacinados contra elas".
Dá para termos uma pequena responsabilidade nisso,estamos "véios demais" para reclamar tanto.
(hahaha!)

Para não nos chatearmos vendo programas chatos na TV aberta,em horários em que não há opções,e se não podemos pagar uma TV a cabo,só lembrar que essa é uma boa hora para ouvir nossos mp3s, para estarmos na internet,para lermos livros compreensíveis por nós,para ler os gibis da Mônica,ou simplesmente,para dormir.

Virgem Santinha!
Era um assunto inocente.
Eu não sabia que eu ia falar tanto...

Nihil Metilene disse...

Estou "envolvida no projeto" de transferir meus versos espalhados pelos sites,para o Onírica,e comecei isso hoje.

Passarei uns dias(quem sabe umas semanas) copiando e colando várias poesias que estão no meu Favoritos,mas por enquanto,elas irão para lá,sem qualquer ordem.
Posteriormente,irei limpar tudo em volta delas.
Já não era sem tempo.
Eu havia prometido isso para quando a série Encrenca terminasse.
Ela ainda continua a existir,mas praticamente,não falo mais na personagem antiga com a qual me identifico,portanto,ando com mais tempo para reunir minha lírica no novo diário.

Por esses dias,eu escrevi no blog da Selma que só voltarei a escrever textos longos ali,depois dessa rotina completada.(tem uns dez links de textos de lá,no meu Favoritos,com versos meus).

É uma tarefa solitária,mas precisa ser feita,caso eu não queira passar por uma experiência semelhante à de "perder nove livros".
Isso nem foi nada perto do que aconteceu no gd do Terra.
Nenhum texto meu daquele tempo,ficou para a história.

Isso aí.
Um bom domingo a todos,hoje estarei aqui em casa mesmo.
Mais tarde eu voltarei ao "nosso" blog.

°°°°°°°°°°°°