terça-feira, 26 de março de 2013

Argumentos Espiritualistas

   "O objetivo da argumentação, ou da discussão, não deve ser a vitória, mas o progresso."
[Joseph Joubert]



  Os números que irei apresentar são estimativas, não dá para saber com exatidão quando certas coisas aconteceram.

  Quando foi controlado o fogo?
  É difícil saber, tudo depende de quando os arqueólogos localizaram algum indicio de fogueira.
  Talvez algum povo tenha dominado o fogo muito antes, mas não ficou indícios ou nós ainda não encontramos.
  Para terem uma idéia as estimativas do controle do fogo vão de 400 mil a 2 milhões de anos atrás.

  Quando surgiram os primeiros hominídeos?
  Os primeiros hominídeos surgiram há "talvez" 4 milhões de anos.
  Mas os Neandertais surgiram há 350 mil anos.
  Sapiens que são anatomicamente mais próximos a nós surgiram há apenas 200 mil anos.

  “Alguns autores consideram os homens-de-neandertal como subespécies do Homo sapiens (nesse caso Homo sapiens neanderthalensis e Homo sapiens sapiens, respectivamente).
 Os neandertais compartilham 99,7 por cento de seu DNA com os humanos modernos, mas apresentam diferenças morfológicas muito específicas.”
[Wikipédia]

  Quando o pensamento/sentimento religioso surgiu?

  A cronologia “mais aceita”:

130.000Evidência de uma cerimônia de enterro.
  Homens de Neanderthal enterravam os mortos em sítios como os de Krapina na Croácia.

100.000O mais antigo ritual de enterro de seres humanos modernos é considerado como originário de Qafzeh em Israel.
  Há duas cerimônias do que se supõe serem uma mãe e uma criança. Os ossos foram manchados com ocre vermelho.

100.000 a 50.000Aumento do uso do ocre vermelho em vários sítios arqueológicos da Idade da Pedra.
  O ocre vermelho é considerado de grande importância nos rituais.

70.000Traços de culto a cobras descobertos em Ngamiland, região da Botswana.

50.000 – Humanos evoluem em gestos associados com o comportamento humano moderno.
  Muito desta evidência tem origem na Idade da Pedra Tardia em sítios africanos.
  Este comportamento denominado de moderno abrange habilidades com a língua, o pensamento abstrato, simbolismo e religião.

42.000Cerimônia de rituais de humanos no Lago Mungo (Austrália).
  O corpo aparece respingado por grande quantidade de ocre vermelho.
  Para alguns estudiosos, é considerado como uma evidência de que o povo australiano importou os rituais que eram praticados na África, porém devido à sua distância não se pode afirmar tal, pois as relações comerciais entre oceanos tão distantes tornava praticamente inviável esta afirmação.
  Podendo-se assim, postular que seria uma coincidência da técnica usada.

40.000 Início do Paleolítico Superior na Europa.
  Há uma abundância de fósseis incluindo cerimônias elaboradas de enterro de mortos; registro arqueológicos das chamadas vênus paleolíticas e arte rupestre.
  As estatuetas de Vênus são consideradas deusas da fertilidade.
  As pinturas de caverna em Chauvet e Lascaux são consideradas representativas da manifestação de um pensamento religioso.

30.000O mais recente registro da cerimônia de enterro de um xamã (pajé ou sacerdote)


  Embora nós Sapiens estejamos na Terra há 200 mil anos, só nos últimos 50 mil anos desenvolvemos o pensamento/sentimento religioso.
  Estou dizendo isso porque muitos leitores acreditam que sempre fomos religiosos e o pensamento ateu é algo novo.
  Acontece justamente o contrário, éramos tão religiosos quanto cães, gatos e macacos...
  Uma coisa é você enterrar um corpo para evitar o mau cheiro ou que ele seja comido por outros animais ... respeito a alguém querido.
  Outra coisa é você fazer um ritual o encaminhando em “espirito” para “outra vida”.

  O pensamento ESPIRITUALISTA é a NOVA situação humana.

  Isso só considerando o surgimento dos Sapiens se falarmos de outros humanóides como o Australopithecus a equação fica ainda mais elástica, o espiritualismo fica novíssimo, recém-nascido.

  De acordo com diversas pesquisas cientificas, o aparecimento dos primeiros ancestrais do homem surgiram há cerca de 3,5 – 4 milhões de anos atrás.

  “Os primeiros hominídeos pertenciam ao gênero Australopithecus e se diferenciavam dos demais primatas por conta de sua postura ereta, locomoção bípede e uma arcada mais próxima da atual espécie humana.  
  Apesar de ser considerado o primeiro ancestral humano, não existe um estudo conclusivo sobre a escala evolutiva.”

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Considerar apenas a teoria da evolução limita muito nossa meditação.

  Na dinâmica da Biologia pode ocorrer mutações.

  As mutações também estão sujeitas ao processo de Seleção Natural.
  Se não passar no teste da adaptabilidade essa mutação desaparece porque os indivíduos que a possuem desaparecem.
  Vamos supor que alguns seres perdessem os braços/patas e no lugar surgissem asas, mas que não fossem suficientes para eles voarem.
  Esses seres seriam presas fáceis e serviriam de comida para predadores, seus genes não passariam para próxima geração.
  Mas ter asas e poder voar foi uma grande vantagem competitiva tanto que em nossa fauna temos diversos tipos de aves.
  E o pinguim?
  No pinguim o que parece asas são barbatanas, ele é um hábil nadador.
  Naquele habitat de oceano e gelo o pinguim se adaptou bem.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  De certo você já sabe onde quero chegar.

  Se o pensamento/sentimento espiritualista fosse uma mutação cerebral ineficiente não teria chegado até nossos dias.

  Pelo menos não com tanta predominância.
  Pensem bem, enquanto um grupo de tolos Sapiens estivessem preparando cerimonias religiosas outro grupo de espertos Sapiens estariam desenvolvendo armas de guerra e outras invenções ou apenas dormindo e comendo recompondo muito mais eficientemente as energias.
  Os “tolos” religiosos com sua ineficiência e desperdício de energia seria subjugados pelos “mais adaptados” ateus.
 
  Lembrei do debate onde um Ateu.
  Ele “revirando a idade média” trouxe a questão do Cristianismo ter queimado bruxas.
  Caraca!
  Bruxas praticam magia e magia envolve crença em espíritos, são religiosos contra religiosos...observem como os ateus são insignificantes nessa questão.

  Domínio Egípcio, Grego, Romano, Otomano... religiosos, religiosos e religiosos.
 O que foram as Cruzadas senão “também” o embate entre Muçulmanos e Cristãos, religiosos e religiosos.

  Por favor, “HOJE” estamos flutuando pelo plano de pensamento Religião, mas é evidente que o que move as nações e os homens a se envolverem em guerras é a busca do PODER, por vezes a religião é usada como bode expiatório.
  O avanço dos Persas uma hora ou outra significaria um chute no traseiro do Papa que perderia PODER.

 É importante você Livre Pensador “ocidental” entender isso porque os Ateus usam o SOFISMA de que o Cristianismo nos colocou em uma idade das trevas como se tivesse sufocado os maravilhosos e iluminados ateus.
  Ateus eram insignificantes os grandes adversários dos cristãos eram os RELIGIOSOS MUÇULMANOS.
  Se não fosse a ação da Igreja Católica possivelmente hoje seriamos um grande Irã onde ATEUS NÃO SÃO TOLERADOS.
  Os ateus deveriam torcer pelo Cristianismo desde criancinhas 😄
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
Religião e Ciência

   Os Cristãos apoiaram as ciências e as artes, as perseguições ao desenvolvimento cientifico se limitaram a quando as descobertas “aparentemente” iam contra os dogmas da igreja, mas se bem fundamentadas acabavam sendo aceitas...não sem correr sangue porque éramos menos “diplomáticos”.
  Os padres eram pessoas muito cultas em relação à média da população, muitas coisas foram desenvolvidas em mosteiros, inclusive bebidas e culinária.
  Padres não guardaram o conhecimento só para eles, os ensinos dos Jesuítas [por exemplo] não se limitavam a religião.

  Sabiam que atualmente a Igreja Católica mantém 206982 escolas?

  Aqui no Brasil eu cursei a PUC – Pontifícia Universidade “CATÓLICA.”

  Como podemos defender a argumentação que a Igreja é contra o Conhecimento e a Ciência!?

  Muitas obras de grandes artistas como Michelangelo só foram possíveis porque foram bancadas pela Religião.
  Os Gregos eram religiosos é inegável a contribuição deles para a ciência.
  Meu amigo Sócrates entre outras coisas foi condenado à morte por colocar em dúvida a existência de tantos deuses, Sócrates começava a acreditar na existência de um único Deus, meu amigo Sócrates era ESPIRITUALISTA.

  Ateus passam a impressão que é a Religião contra a Ciência como se a Ciência fosse criação e obra exclusiva de Ateus.

  Caraca!
  Se tem uma coisa que conheço é a vida de muitos de meus amigos mortos e posso lhes afirmar que todos eles tinham DUVIDAS.
  Assim como a maioria de nós passa por uma fase mais crente ou menos crente e até de ateísmo assim aconteceu com Einstein, Darwin e tantos outros.
  Eu não consegui ser ateu, lá pelos meus 20 anos meditei a fundo tudo que isso envolvia, e nunca consegui “ignorar os sinais de interferências”.
  Um colega meu que era ateu dizia que eu não tenho inteligência suficiente para ser ateu.
  Eu não tinha a Filosofia Matemática tão bem estruturada quanto tenho hoje.
  Gostaria de debater hoje com aquele meu colega, mas não é algo tão necessário porque o que não falta na Internet são fanáticos religiosos e fanáticos ateus.
  Em verdade voz digo que igual aos meus melhores amigos mortos não considero o deísmo ou ateísmo algum grande mal a ser combatido, nos basta o debate e o respeito as opiniões.

  A guerra que vale a pena ser travada é contra o FANATISMO.

  Para você que é fanático por qualquer ideologia econômica, política, religiosa, filosófica eu deixo a grande provocação, talvez a maior de todas.


OPINIÃO TODO MUNDO TEM O QUE FALTA É ARGUMENTAÇÃO



  Na opinião de muitos a Igreja Católica deveria distribuir toda riqueza que acumulou.
  Vejam esse tipo de imagem que aparece muito na Internet:



 Argumentação: Eu não tenho como associar diretamente a figura do Papa ou do Catolicismo as dificuldades econômicas na África.
  As crianças da foto “talvez” sejam da Somália, vocês sabiam que 98% da população daquele país se declara muçulmana.
  A igreja Católica deve abrir mão de todos os seus bens em favor de pessoas que professam outra religião!?
  A prosperidade de uma nação está mais ligado ao sistema econômico e político que ela adota.
  Ao olharmos para os africanos deveríamos analisar mais suas opções políticas/econômicas e menos suas opções religiosas.





anterior                     COMENTAR                                próximo



Postar um comentário