quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Em Busca de Deus

“Você acha que é burro quem tem alguma religião?”
  [Comentarista no G+]



  A palavra Religião tem uma etimologia controversa por ser uma palavra muito antiga.
  A que considero mais satisfatória é “religare”.

  Religare é buscar ou renovar uma ligação.

  Mas buscar uma ligação com o que?

  Com Deus, deuses, divindades, espíritos de qualquer ordem.

  Religião é o “caminho” (ideologia/doutrina) que você segue para buscar uma ligação com o divino.

  É evidente que quem não acredita em espíritos ou seres relacionados não tem como ser religioso.
  Se você é Católico busca sua ligação com Deus seguindo a doutrina Católica. 
  Se você é Batista busca a ligação com Deus seguindo os preceitos do protestantismo.

  Um religioso pode ser inteligentíssimo, mas lembremos que a Fé na parte que trata de dogmas exige que não pensemos, logo, você não usa a inteligência para analisar o que está sendo exposto na doutrina que segue.

  A Fé não precisa ser necessariamente irracional.
  Eu tinha muita Fé, mas nunca levei a sério dogmas como não comer carne na Sexta-feira Santa ou Cristo ser o único caminho.

  Religioso não é burro, a pessoa optou por não questionar os dogmas só isso.
  Eu não sei dirigir caminhão por que nunca me interessei não é que eu seja “burro” para dirigir caminhão.
  Exemplo:
  Uma criança que nasce no Irã cercada de islamismo por todos os lados ... é complicado aceitar Jesus como o único caminho para salvação.
  Ela vai para o “inferno” porque nasceu no lugar “errado” !?
  Sei lá, se a pessoa for boa Deus deve ter algum plano de salvação mesmo para os não cristãos.
  Perceba que eu me interessei em analisar esse dogma de Jesus ser o único caminho.
  Muitos não se interessam.
  Quem aceita Jesus como único caminho será salvo, quem por “qualquer motivo” não aceita se perderá.

  Não sou religioso porque não sigo nenhuma doutrina buscando me ligar a Deus ou alguma espiritualidade.
  Faz anos que não faço orações.
  Eu acredito em “espíritos” porque é a resposta mais satisfatória para situações que vivi e presenciei.
  A pergunta interessante que sei que não irão me fazer é:

   Você busca Deus?

  É evidente que busco, mas não o encontrei em nenhum dos livros sagrados que li, então estou indo mais além.
  Mas entendam que não sou fanático nessa busca porquê ... não é da minha natureza ser fanático.
  Eu busco a Deus, mas também busco viver bem, busco um país mais politizado e eficiente, busco ter uma boa condição física, uma boa convivência profissional e familiar.
  Busco uma série de coisas, entender fenômenos espirituais [ou psíquicos] é só mais uma delas.
  Se algum espirito de luz aparecer e falar alguma coisa comigo será muito legal, fascinante, se não aparecer vou continuar tentando viver bem do mesmo jeito.
  Minha prioridade é viver satisfatoriamente e que as pessoas a minha volta também vivam.
  Independente de existir ou não existir um Deus, independente da vida ter algum sentido ou acontecer ao acaso, estamos vivos então... VIVAMOS!

  SE HÁ ALGUMA COISA DEPOIS DA MORTE FÍSICA E NÃO É POSSÍVEL DESCOBRIR EM VIDA, QUANDO EU MORRER VEJO COMO É.

 Sou um pacato cidadão, cumpridor dos meus deveres, sinceramente não tenho o menor medo ou preocupação de ir para algo parecido com o inferno narrado pelos antigos.
  Se ocorrer a aniquilação não vejo porque será ruim!
  Deixarei de existir, não terei mais consciência de nada.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

  Muitos acreditam que adoram um deus, mas na pratica adoram um livro que consideram sagrado.

  No caso dos cristãos fanáticos, deus é aquilo que está na Bíblia, se você não aceita que a Bíblia foi escrita pelo Espirito Santo então necessariamente não aceita deus.
  O problema é que a ideia de deus que está na Bíblia é terrível.

  Eu não tenho como admirar e muito menos idolatrar um ser que manda pessoas iguais a mim para um sofrimento eterno.
  Pessoas pacificas iguais eu são as que mais existem na humanidade.

  Veja o que a matemática nos diz:

  No Brasil há cerca de 200 milhões de habitantes, não conheço nenhum brasileiro perfeito, todos temos nossas falhas e fraquezas, mas acredito que você concorda comigo que falhas gravíssimas são punidas com prisão, matar, roubar, estuprar, sequestrar, agressão física ...
  Atualmente temos cerca de 600 mil pessoas presas, mas vamos ser bem pessimistas, vamos imaginar que o total de pessoas que precisam ser presas seja de 5 milhões.
  Supondo que em nossa sociedade brasileira houvesse 5 milhões de pessoas horrorosas, merecedoras de arder no fogo do inferno por um longo tempo ainda “sobrariam” 195 milhões de pacatos cidadãos iguais eu e você.
 [Sei que nem todo presidiário é um ser desprezível, muitos cometeram pequenos delitos, estou exagerando só para facilitar o cálculo e a visualização]


  Gente, gente, gente!
  Em um cálculo bem pessimistas apenas 3% dos brasileiros seriam humanos detestáveis sem nenhum ou pouquíssimo respeito pela vida.
  Se Deus for tão cruel a ponto de queimar eternamente pacatos cidadãos só porque não estão na igreja “certa” ... prefiro até que um ser assim não exista. 
  O Acaso nunca me pareceu tão maravilhoso.

  Outra pergunta que sei que não irão me fazer:

  O que você gostaria de ouvir no encontro com um espirito de luz?

  “Continue escrevendo sobre amor, justiça e harmonia que certamente encontrará Deus e fará com que muitos encontrem.”

  Eu responderia com lágrimas nos olhos e sorriso largo:

GLÓRIA A DEUS!
 Se eu quiser falar com Deus
Tenho que ficar a sós
Tenho que apagar a luz
Tenho que calar a voz
Tenho que encontrar a paz

Tenho que folgar os nós ☛♫♫♫♫










anterior                       COMENTAR                            próximo



Postar um comentário