terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Corrente do Mal

A CORRENTE DO MAL pode iniciar com pessoas no geral BOAS.
 O terreno baldio imundo é uma Corrente do Mal que você leitor pode ter participado; seja elegendo um péssimo Prefeito ou jogando um sofá velho.



  Há pessoas que não jogam papel no chão, lugar de lixo é no lixo.

  Muitas vão além e separam o lixo por tipo para ser reciclado.

 😩 Outro grupo de pessoas depende do tipo de ambiente.
  [Esse grupo é a maioria.]
  Se o ambiente está sujo e outras pessoas estão jogando lixo no chão elas jogam também.

  “Um papel no chão a menos ou a mais não irá fazer diferença”.

  Vou chamar esse grupo de MANADA.
  Se a Manada estiver em um ambiente limpo o indivíduo ficará constrangido em sujar o chão, ninguém está jogando lixo no chão o indivíduo não joga também.
  Por isso se faz tão necessário que o Prefeito seja no mínimo um “bom faxineiro”.
  O mínimo que podemos esperar de um Prefeito é que ele mantenha as ruas limpas administrando uma boa equipe para esse serviço e punindo quem suja a cidade.
  Se um terreno não tem entulho a Manada fica constrangida em começar a sujeira, mas se já tem um sofá jogado lá, daí vem pneu, cadeira, resto de construção, galhos de arvores, restos de comida, escorpião, rato, barata...
  Observem que tudo começou com um simples sofá que não representa nem 1% do lixo das cidades o resto foi a NATUREZA HUMANA.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
Tem o grupo de indivíduos que jogam papel no chão em qualquer situação, é algo tão natural para eles que jogam e nem percebem.

  Você pergunta para o cara:- Porque você jogou o papel no chão?

  “Eu joguei papel no chão!? Desculpa nem percebi.”

  Para alguns indivíduos desse grupo, sujar as coisas é até um prazer, uma diversão, uma sacanagem “engraçada”.

 “Porque colocar a bolinha de papel no cesto de lixo se podemos brincar de basquete?
  A bolinha de papel que cair fora do cesto depois alguém limpa, estamos garantindo o emprego do pessoal da limpeza.”



  “Olha aquela parede limpinha.
   Está pedindo para ser pixada. Imagine a cara do dono quando acordar e ver a pixação...vai ser muito engraçado”

  A parte complexa dessa questão é que tenho certeza que você conhece pessoas assim, pode ser até seu melhor amigo, o mais “divertido”.
  Sabe porquê?

NINGUÉM É 100% MAL, PORQUE NINGUÉM É 100% BOM.
 
  A vida não é exata e aquele seu amigo porquinho pode ser alguém muito bom em outras coisas, caridoso, trabalhador, está com você nos momentos difíceis...
  Estou dizendo que a CORRENTE DO MAL pode muito bem iniciar com pessoas no geral BOAS, o terreno baldio imundo é uma Corrente do Mal que você leitor pode ter participado; seja elegendo um péssimo Prefeito ou jogando o resto de piso da cozinha.

  Pense em um político ou outro funcionário público que desvia 500 mil da Prefeitura de Campinas.

  “No maior município entre os levantados pelo CBA, os números se mostram altos.
  O valor total arrecadado com impostos na cidade desde janeiro superou a casa de R$ 1,8 bilhão, uma alta de 2,21% em relação ao mesmo período de 2011.
  Em média, cada campineiro tirou R$ 1.638 para bancar os gastos do governo.”

  Quinhentos mil para mim...é muito dinheiro, se eu ganhasse um dinheiro desse sairia da pobreza, mas diante da arrecadação de Campinas 500 mil é uma fração [porcentagem] mínima.
  O político ou funcionário acredita que não está fazendo um grande mal.
  De onde veio esses 500 mil tem muitos outros 500 mil.
  Você não faz a mesma coisa que o político porque não tem acesso, mas tem acesso ao material de escritório e não vê nenhum mal em levar algumas folhas de sulfite para casa, de onde saiu essas tem muito mais além do mais outras pessoas também levam... só um ou outro “otário” é que não aproveita.

  Atualmente passo a maior parte do tempo dentro de casa, não tenho muito contato com pessoas a não ser no trabalho.
[Na Internet tenho com muitas, mas é mais debate de pensamentos]
  Meu grupo de amostragem é pequeno, mas atualmente não sei de nenhuma conhecida que apanhe do marido ou se isso acontece é algo bem discreto, algo que não vem a público.
  Garanto que se eu soubesse de um ou dois casos [sem citar nomes] eu falaria.
  Mas é claro que assisto jornais de vez em quando e sei que muitas mulheres são agredidas.
  Não estou falando daquele caso em que o casal sai no tapa onde a mulher muitas vezes leva a pior porque é a mais fraca, mas ela também agrediu, por vezes foi ela que foi encima do homem.
  Já vi vários casos que a mulher vai em cima do homem e ele sai correndo para não fazer alguma besteira.
  Estou falando daquele caso onde o homem se comporta como um tirano, como se a mulher fosse sua propriedade ou escrava, não aceita o fim de um relacionamento.
  Vamos dizer que “apenas” 6% das mulheres sofram esse tipo de violência doméstica.
  Essa violência deixa de ser um mal só porque 94% das mulheres são respeitadas por seus companheiros?

  Nesses exemplos estou te mostrando que se fechamos os olhos para um “mal pequeno” ele vai se alastrando.
  Não temos como eliminar o mal porque ele faz parte da natureza das pessoas. (Assim como o bem)
  Sempre haverá homens que gostam de bater em mulheres, assim como sempre haverá as que gostam de apanhar [não confundir com ser espancada].
  Quando a mulher não quer mais essa situação temos que ter leis duras para punir o agressor, se não o punimos surge o “efeito manada”, outros homens que não chegariam ao ponto de bater em suas esposas [prefeririam correr] podem ser agressivos porque outros homens estão sendo agressivos e não são punidos, forma-se uma “Corrente do Mal.”

  O mesmo serve para o lixo na rua, corrupção, pixação, infração de trânsito ...
  Sempre precisamos estar atentos para quebrar qualquer corrente do mal.

PREVENIR É MAIS EFICIENTE QUE REMEDIAR.

   Depois que ocorre o estouro da manada tudo fica muito mais complicado, o gasto de energia para corrigir os rumos ficam elevados.

  Lembram daquele grupo que joga papel no chão?
  Eles só não jogarão papel no chão se forem fortemente repreendidos e se não surtir efeito forem PUNIDOS.
  Uma pessoa morta em um assalto é só mais uma pessoa em meio a 7 Bilhões que existem no mundo.
  Mas ali está o filho, a mãe, o pai, o amigo...de alguém.
  O mal é mal independente da porcentagem.
  Se o olharmos de forma banal e tolerante ele se alastra.

  O auxílio-reclusão é algo extremamente injusto, um mal que NÃO DEVERIA EXISTIR.

  Tome cuidado quando defender uma “causa nobre”, ou fazer sem pensar “o que todos fazem”.
  Você pode, sem perceber, estar sendo um elo na corrente do mal.




   “O mundo não está ameaçado pelas pessoas más, e sim por aquelas que permitem a maldade.”  
[Albert Einstein]




anterior                       COMENTAR                             próximo

Postar um comentário