domingo, 20 de janeiro de 2013

Seus Medos

  “Mulher bonita, inteligente, interessante... e sozinha!
   Você já viu este filme?
   Conhece a protagonista dele ou é a própria?
   Sei que existe a crença que diz que homem tem medo de mulher inteligente e bonita, mas será que este é realmente o motivo para vermos tantas mulheres sozinhas, atualmente?”

  Em Psicologia tem uma teoria legal chamada “Projeção”.

 “Segundo Freud, a projeção é um mecanismo de defesa psicológico em que determinada pessoa "projeta" seus próprios pensamentos, motivações, desejos e sentimentos indesejáveis numa ou mais pessoas.
  Para alguns psicanalistas e psicólogos trata-se de um processo muito comum que todas as pessoas utilizam em certa medida
   Para entender o processo, podemos considerar uma pessoa que tem pensamentos de infidelidade durante um relacionamento.
  Em vez de lidar com tais pensamentos indesejáveis de forma consciente, o indivíduo projeta subconscientemente esses sentimentos no parceiro, e começa a acreditar que o outro é que tem pensamentos de infidelidade ou, até mesmo, que ele/ela tem outros "casos".

  O conceito havia sido antecipado por Friedrich Nietzsche:

 "Aquele que luta com monstros deveria olhar para si mesmo para não se tornar um monstro.
  E quando você olhar para um longo abismo o abismo também deve olhar para você."

  Projeção basicamente consiste em atribuir a outras pessoas sentimentos que são seus.

  Evidentemente você faz isso sem perceber, se faz de propósito passa a ser loucura ou manipulação.
  Você está apaixonada por um homem, mas se convence que é o homem que está apaixonado por você, quando por vezes ele só quer amizade ou sexo.
  Você tem medo do casamento e diz que é o homem que tem.
  Se aparece alguém você começa a submeter o relacionamento a um alto grau de exigências, se o homem não te dispensa você acaba dispensando ele.

  Não há nada de errado em temer o casamento.

  Esse temor é muito natural em homens e mulheres inteligentes.

  Você está em um mundo agradável e livre e irá para outro agradável, mas onde a liberdade ficará bastante restringida.

  Antes da pílula qualquer aventura feminina poderia iniciar uma gravidez indesejada e muita humilhação diante da Sociedade.
  Hoje em dia praticamente só engravida quem quer ou é muito descuidada/inconsequente.
  O grau de compreensão social vai além do limite aceitável, a mulher é tratada como uma vítima das circunstancias, digna de todas as benesses do “Governo” (Sociedade).

  Então você mulher tem uma vida de liberdade, é maior de 18 anos é economicamente independente, não precisa dar satisfações a ninguém, tem apenas alguma preocupação em não magoar seus pais.
  Em um relacionamento mais sério muda tudo.
  Até se você quiser ficar sozinha em casa no sábado à noite terá que dar alguma explicação ao seu namorado.

  “Quem casa quer casa, quem quer casa quer criança, quem quer criança quer jardim, quem quer jardim quer flor... e como dizia Galileu isso é que é amor. Caramba!” ♫♫♫♫

  Lavar, passar, cozinhar, filhos, despesas... mesmo sendo um casal que divide bem as tarefas sem dúvida é um mundo que exigirá muito mais de nós.
  Todo esse turbilhão faz parte da vida, inevitavelmente nos apaixonamos, porque inevitavelmente chega uma hora que temos vontade de constituir família, mas deixar o mundo de liberdade e de menos compromisso para trás nos faz adiar ao máximo essa decisão de nos prender a alguém.

  Os homens assumem bem esse receio do casamento, não ficam projetando nas mulheres.
  As mulheres não assumem seu receio [não estou generalizando] se acostumaram a colocar a culpa sempre no homem.

  Esse texto é para falar que no relacionamento homem e mulher encontraremos de tudo, mas antes de ficar analisando os medos do seu parceiro(a)... ANALISE SEUS PRÓPRIOS MEDOS.

   Não tenha vergonha da sua dificuldade em assumir um compromisso amoroso.

  Casamento é algo muito sério e só idiotas não pensam na grande importância do ato.



Eu quero um lar
Onde eu possa ficar no tamanho da paz
E tenha somente a certeza
Dos limites do corpo e nada mais
Eu quero o silêncio das línguas cansadas
Eu quero a esperança de “óvulos”
E minhas filhas de cuca legal ♫♫♫♫♫



Anterior          COMENTAR        Próximo 
Postar um comentário