terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Corra, corra!

   Esse site Mundo DSE deu 9 dicas para ser mais feliz vamos meditar sobre elas.

Dica 4 -  Desviar de conversas partidárias.
  Argumentos sobre política e religião nunca têm uma resposta "certa", e, muitas vezes, só deixam as pessoas irritadas.
  Quando se deparar com temas assim, tenha isso em mente e tente ser razoável ou mude de assunto rapidamente.
____________________________________________________

  Não discuta política, nem religião se tiver alguma opinião sobre qualquer coisa guarde para si mesmo?
  Para ser mais feliz o importante é agradar todo mundo assim como fez Jesus Cristo...
  Hã, Jesus não agradou todo mundo?
  É que Jesus não tinha a disposição essas 9 dicas tão maravilhosas.


     
  Em um dos debates:

  “Foi Lula que ampliou os mercados com outros países, saindo daquela ladainha de "EUA, EUA, EUA" de sempre que o FHC manteve, o que nos permitiu superar a crise mundial.
  FHC é privatização sem critérios e apagão, já no governo PT a mídia bem que "torce pela derrota" mas o Brasil não passou nem perto de um racionamento, cadê as notícias sobre racionamento? Cessaram!" 
 [Comentarista no G+]
___________________________________________________

1 - A crise não nos afetou muito porque FHC tinha regulamentado o setor bancário, lembra do PROER?

2 - As privatizações tanto tiveram um bom critério que eu não vi o PT reverter nenhuma.

3 - Quando a mídia criticava os outros Governos o PT sempre apoiava, quando ele passou a ser Governo a mídia tinha que parar o que sempre fez!?
  Porque PT se associou a Collor e Sarney?
  Eles também foram injustiçados pela mídia?

4 - O plano Real não provocou a falta de chuvas, foi um acontecimento ao acaso ou "vontade de Deus".
  No mandato de Lula o fenômeno não se repetiu, não sei porque devemos isso a Lula ele é Deus!?
  De qualquer forma FHC deixou termelétricas para não dependermos exclusivamente da água das chuvas e elas evitaram apagões no governo Dilma.


 Eu sinceramente não sei como posso ficar “mais feliz” deixando de emitir opiniões.

  Política e Religião são temas que afetam diretamente a nossa vida, não temos como deixar de pensar ou falar sobre eles.
  É evidente que temos quer ter noção do ambiente que estamos e “sentir” quando o debate pode levar a consequências desagradáveis ou já não vale a pena.
  Mas o que é ser razoável nesse tipo de tema, concordar sempre?
  Mesmo sendo assuntos tão importantes não devemos falar sobre eles ou se fizermos tem que ser superficialmente, “rapidamente”?
  Sim, eu entendo que muitas pessoas evitam pensar em qualquer coisa preferem a Fé em alguma doutrina ou Ideologia, mas essa não é uma formula mágica para todos, para eu com certeza NÃO serve.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
Dica 5 - “Coma alimentos de qualidade e lentamente
  Às vezes, não podemos evitar comer algo rápido. Mesmo assim, pelo menos uma vez por dia tente comer algo realmente delicioso calmamente, como um pequeno pedaço de queijo fino ou um chocolate. Concentre-se neste alimento, no gosto dele; saboreie.”
____________________________________________________      

 Que dica maravilhosa em?
 Como não pensamos nisso antes!
 Passamos o dia inteiro comendo coisas que não gostamos, nossa sociedade está cada vez mais magra e subnutrida...sem maiores comentários... não vale a pena.

 “Pra não engordar há quem coma somente verduras.
  Os elefantes só comem verduras.
  Pra não engordar há quem coma somente peixe.
  As baleias só comem peixe.” 
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
Dica 6 -  Suponha que as pessoas têm boas intenções.
  Desde que você possa ler mentes, você não pode de fato saber a razão por trás do que as pessoas fazem.
  Julgar como má intenção o comportamento “estranho” de outras pessoas só acrescenta miséria para a vida, em contrapartida, assumindo boas intenções você abre espaço para reconciliação.
______________________________________________________   

  Supor é preferir uma possibilidade a outra.

   “Eu suponho que você vai ao baile.”

  Quer dizer: “Acho que você vai ao baile, mas não estou dando como certo.”

  Essa dica também não traz nada de excepcional, algo que não ocorra no nosso dia a dia.
  Você não espera que a pessoa ao seu lado no ponto de ônibus vá te assaltar, mas pode acontecer.

  Eu entendo a intenção da dica, ela serve para pessoas “neuróticas” que sempre acham que as pessoas estão tramando contra elas, acontece que um distúrbio grave como esse “suponho” que não pode ser resolvido com uma frase.

  Para dar alguma utilidade a essa dica vou falar um pouco sobre a loucura branda de se achar o centro das atenções ou achar inaceitável que alguém não te trate como um ser perfeito.

  Já encontrei tanta gente que sofre por se considerar alguém muito, mas muito, muito “especial”.

  Se a pessoa chega em algum local e alguns estão rindo... estão rindo dela.

  Se as pessoas estão falando alguma coisa... estão falando dela.

  O indivíduo anda com Deus a sua direita e Jesus a sua esquerda, com 7 bilhões de indivíduos no mundo, qual a melhor companhia para Deus e Jesus?
   O engraçado que quando a pessoa faz algo errado nessa hora “milagrosamente” Deus e Jesus ficam cegos e surdos!!

  A pessoa se sente o centro da atenção do mundo e de Deus

  Gostar de si mesmo é uma virtude.
  Se achar muito especial é uma loucura branda.
  Se achar sempre o centro da atenções é uma desconexão com a realidade.
  Claro que as pessoas falam de mim, mas são bem poucas diante da enormidade de pessoas que tenho contato.
  Se eu entro em um ambiente e as pessoas param de falar, na maioria das vezes é algo particular entre elas que não tem o porquê eu ficar a par.
  Se possível com educação eu faço rapidamente o que tenho que fazer e deixo as pessoas em paz, se não for possível...elas que mudem de assunto ou fiquem em silêncio.
  No Google+ estou a ponto de fazer uma lista das pessoas que me bloquearam, é que eu leio algo que me provoca, escrevo um comentário e quando vou postar aparece a mensagem que eu não tenho permissão para comentar o post.
  É desagradável porque perco tempo, mas não porque a pessoa não quer que eu comente, isso é um direito dela.
  Ninguém é obrigado a me amar de todo seu coração ou concordar com tudo que escrevo.
  Não sou alguém muito, muito, muito especial, não tenho essa desconexão com a realidade.

  Claro que não agrado em tudo minha esposa e filhas.
  Imaginem meus companheiros de trabalho o quanto eles acham que eu poderia melhorar, com certeza zombam de mim, ou criticam algumas coisas [eu também faço isso com eles], mas daí a pensar que sempre estão conspirando contra mim...é uma desconexão com a realidade, eu não sou tão especial assim para ser o centro da atenção dos meus colegas, muitos até esquecem meu nome.

  A loucura sempre está em nosso encalço.
  Menos para você que se acha muiiiito especial, o centro das atenções, a loucura já te alcançou...

  Corra, corra!





  “A única diferença entre a loucura e a saúde mental é que a primeira é muito mais comum.”

 [Millôr Fernandes]



Anterior          COMENTAR        Próximo 
Postar um comentário