sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Somos Crianças

  “Conheçam a verdade, que a verdade os liberte...”
 
  “A opinião dominante entre os cientistas sobre a origem dos humanos modernos é a "Hipótese da origem única", que argumenta que o Homo sapiens surgiu na África e migrou para fora do continente em torno 50-100,000 anos atrás, substituindo as populações de H. erectus na Ásia e de H. neanderthalensis na Europa.   
  [Wikipédia]

  Atentem para o detalhe que o Homo Sapiens [africanos] “invadiram” a população de Homo Erectus [asiáticos] e Homo Neanderthalensis [europeus].

  Eu apelidei a filosofia que pratico de Filosofia Matemática porque me atenho muito aos números.
  Os melhores estudos sugerem que nós Sapiens surgimos a cerca de 200 mil anos.
  Outros estudos sugerem que a Terra foi formada há 4,5 bilhões de anos e a vida na Terra surgiu há 3,5 bilhões de anos.

  Gente, gente, gente diante desses números sobre a idade do planeta Terra os 200 mil anos do Homo Sapiens são bem pouco é como se fossemos bebês na Terra.
  Provavelmente ficamos por 100 mil anos na ÁFRICA e só depois começamos a nos espalhar.
  Em termos de história da humanidade a diferença de idade entre os povos não é significativa, somos todos crianças na Terra.
 No entanto se fossemos determinar um irmão mais velho esses seriam os povos Africanos.

  Um FATO que humildemente peço que aceite é que somos todos crianças aprendendo a viver, o povo Europeu não é nosso irmão mais velho que deve ser responsável por nós.

  Muitos dizem ser a favor das cotas no Brasil para que a “minoria” se sinta “valorizada”.
  Não sei até onde essa valorização pode ser saudável apoiada em tantas MENTIRAS.

  Parece que existe os maravilhosos humanos negros e índios filhos de Deus e os verdadeiros filhos do demo “homem branco europeu.”

  Parece que povos indígenas viviam em total harmonia, cheios de paz, amor, liberdade ... e vieram os monstruosos “colonizadores” espalhando a destruição e o mal!!



  Em verdade vos digo que tivemos a mesma origem e nos diversificamos em vários povos, somos crianças aprendendo a viver.
  As tribos germânicas eram índios, os aborígenes da Austrália eram índios, as tribos africanas eram índios, os Astecas eram índios... TODOS FOMOS ÍNDIOS.
  Se ser índio é ter contato direto com a natureza sem grande tecnologia, todos os povos do Ártico ao Antártico passaram por esta fase.

  Me preocupa uma criança negra, árabe ou índia com saudades de um passado de paz e harmonia que nunca existiu.

  Um povo querendo dominar o outro foi comum na história da humanidade, faz pouco tempo que nos organizamos em Estados Nacionais soberanos, antigamente o mais forte invadia o mais fraco e o escravizava ou dizimava.

  “Vai, pois, agora e fere a Amaleque; e destrói totalmente a tudo o que tiver, e não lhe perdoes; porém matarás desde o homem até à mulher, desde os meninos até aos de peito, desde os bois até às ovelhas, e desde os camelos até aos jumentos.”
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Uma família negra creditar sua deficiência econômica a uma “invasão” que ocorreu na África há 300 anos atrás... é viajar muito na maionese.

  Uma família muçulmana creditar sua deficiência econômica como efeito das Cruzadas promovidas pelo Cristianismo há 1000 anos atrás... é viajar demais na maionese.

  Estudem a história de Angola [por exemplo] famílias negras ficaram ricas invadindo aldeias de outros negros e os vendendo como escravos.
  Os portugueses se aproveitaram de uma situação QUE JÁ ACONTECIA.
  Evidente que com o lucro fácil a escravidão foi intensificada, mas atentem para o detalhe que se tivéssemos que eleger um vilão seria o próprio povo Angolano.

  Portugueses não vendiam seus conterrâneos como escravos para outras nações.

  Mas por favor, não pensemos em vilões, esse texto é para dizer que todos somos crianças, o que fizemos quando bebês não é mais tão importante agora, devemos nos preocupar em nos tornarmos ADULTOS.
  Os povos árabes com todo seu petróleo não podem se dizer pobres, se preferem deixar a riqueza nas mãos de seus príncipes... deveriam ter lido Adam Smith.

   “A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.”
   [Adam Smith]
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  É perigoso criarmos leis baseadas em mentiras sobre nosso passado.

  Você “achar” que todo povo indígena ou negro é ou era puro e bom é uma coisa, você PROVAR com fatos históricos é outra bem diferente.
  Opinião todo mundo tem o que falta é argumentação.
  Me preocupa em pleno 2012 uma criança negra, índia ou muçulmana crescer com esse sentimento de que foi historicamente roubada e que ela só pode ser alguma coisa na vida se tirar algo da terrível “sociedade branca” da “elite burguesa”, “da sociedade judaica cristã ocidental”.

  Todos sabem que eu tive uma infância bem pobre, mas meu pai viveu aquele milagre econômico brasileiro da década de 70, meu pai trabalhou em ótimas empresas como Bendix, Clark, GE, Sanasa...
  A necessidade de mão de obra era tanta naquela época que aqui em Campinas o cidadão podia escolher onde trabalhar.
  Quem teve um pouco de juízo adquiriu seu imóvel, cuidou bem de sua família, ocupou cargos de chefia, segundo dizem, naquele tempo nem precisava de muito estudo, saber ler e escrever era o suficiente.

  Como eu posso atribuir a dificuldade econômica de minha família a uma ação do Governo ou da “Elite dominante”?


  Como posso atribuir a dificuldade econômica de minha família a colonização portuguesa ou ao “imperialismo americano” !?

  Eu não posso, não tenho argumentos para isso.
  Também:

  “Não se trata de culpar nossos pais por tudo, isso é absurdo.”

  Não sou uma folha em branco, tenho que assumir minhas responsabilidades individuais, tentar ser adulto onde meu pai foi infantil, tenho que cuidar bem da minha família.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Senhoras e senhores estamos prejudicando muito nossas crianças contando essa lendas da exploração branca ou do plano diabólico das grandes potências em nos manter um país pobre.

  Senhoras e senhores assumam:
  NÓS CAVAMOS NOSSA PRÓPRIA COVA.
  Nossos jovens ficam e ficarão esperando que outros façam o que eles tem que fazer por si mesmos
  Trabalhar, estudar, ter juízo financeiro, votar em políticos competentes e honestos, serem pais responsáveis.

  Torço para que nossas crianças se tornem os adultos que muitos da minha geração se recusam a ser.

  Tenho muita esperança nesses debates na Internet.
  Crianças em contato com versões bem fundamentadas da história e não com a nefasta versão que inventaram para elas...



“Sou uma gota d'água,sou um grão de areia
Você me diz que seus pais não te entendem,
Mas você não entende seus pais.
Você culpa seus pais por tudo, isso é absurdo
São crianças como você
O que você vai ser,
Quando você crescer?”   ♫♫♫♫



Anterior          <>        Próximo