segunda-feira, 16 de abril de 2012

Estatuto da Terra

“Efetuar a distribuição da terra para a realização de sua função social.” 

“Latifundiários (proprietários de grandes extensões de terra, cuja maior parte aproveitável não é utilizada) e distribui lotes de terras para famílias camponesas.” – 
  “No entanto, esse estatuto não é posto em prática, visto que várias famílias camponesas são expulsas do campo, tendo suas propriedades adquiridas por grandes latifundiários.” 
  “A realização da reforma agrária no Brasil é lenta e enfrenta várias barreiras, entre elas podemos destacar a resistência dos grandes proprietários rurais (latifundiários),” – “essas famílias que recebem lotes de terras da reforma agrária necessitam de financiamentos com juros baixos para a compra de adubos, sementes e máquinas, os assentamentos necessitam de infra-estrutura,”
    O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) exerce grande pressão para a distribuição de terras, sendo a ocupação de propriedades consideradas improdutivas sua principal manifestação.” -
“A obtenção de terras através da compra é muito criticada, pois a União, ao pagar pelo imóvel rural, proporciona as condições para permitir a reconversão do dinheiro retido na terra em dinheiro disponível para os capitalistas-proprietários de terra.”

[Por: Wagner de Cerqueira e Francisco]

___________________________________
   Rolls-Royce é uma empresa britânica sendo uma das mais conceituadas da Inglaterra e no mundo. Sinônimo de qualidade e alto padrão de conforto no mundo, tornou-se famosa pela fabricação dos automóveis mais luxuosos do planeta, 
[Wikipédia]
___________________________________________

  Aqui no Brasil você não consegue comprar um carro 0 Km desta marca por menos de 1 milhão de reais.
  Este carro usa peças de primeiríssima qualidade, mas o que encarece mesmo é sua produção quase artesanal.
  O Capitalista Henry Ford desenvolveu um método interessante para produzir automóveis, foi chamado de LINHA de PRODUÇÃO.
  Eu domino muito bem este assunto, mas o texto ficaria chato então vamos para os finalmentes.

   Produzir artesanalmente sai caro, produzir em escala industrial barateia bastante QUALQUER produto, você pode não acreditar, mas até ALIMENTOS.

  Produzir artesanalmente nem sempre é garantia de melhor qualidade.

  No caso da Rolls-Royce eles se dedicam a um nicho de mercado de alto luxo então podem colocar excelentes matérias primas, mas isto não funcionaria muito bem para um produtor artesanal de leite, carne ou verduras.
  Qualquer um que vai ao supermercado e encontra aqueles produtos sem agrotóxico sabe que eles são bem mais caros o que a pessoa geralmente não sabe é que se não fossem os agrotóxicos nós passaríamos fome porque a comida ficaria muito cara e mesmo assim não seria suficiente.
  Os produtos orgânicos necessitam de praticas artesanais que diminuem muito a produtividade sem melhorar significativamente a qualidade do produto.

  Para produzirmos alimentos em escala “industrial” precisamos de grande extensão de terra.

 Uma colheitadeira nova custa em torno de 400 mil reais, não compensa um pequeno produtor investir tanto dinheiro em uma maquina destas e dividir maquinas deste tipo é sempre muito complicado, quem de nós curte ficar emprestando carro para os outros?
  É, podemos alugar, mas os custos são altos. Quem aluga não quer ficar no prejuízo.
  O Wagner sugere que a “sociedade” pague as maquinas, dê o dinheiro ou empreste a juros baixíssimos, pague o engenheiro agrônomo, forneça os grãos... porque assim estaremos usando a terra com “justiça social.”
  Você concorda com ele né?
  Lembre-se do ÓBVIO, a “sociedade” somos nós.
  E não pense que o alimento irá chegar mais barato em sua mesa por conta de todo este sacrifício, não tem como.
  Se a Rolls-Royce quiser vender seus carros ao preço do Ford Ka terá que montar uma linha de produção muito semelhante a da Ford, não existe formulas magicas.

  Quero dizer que esta Reforma Agraria de dividir o Brasil em pequenas propriedades é coisa de comunista maluco, ou ignorantes que não se interessam pela historia da humanidade, não tem como dar certo.

  Quem se interessar por historia pode verificar que todos os países Comunistas em vários momentos passaram por forte desabastecimento de alimentos.
  Este negocio de agricultura familiar é coisa do Feudalismo, não tem como dar certo em um mundo com 7 bilhões de pessoas, precisamos produzir alimentos em ESCALA INDUSTRIAL, para isto precisamos de grandes propriedades, precisamos dos LATIFÚNDIOS.
============================
  Por isto que o Governo Militar desistiu de aplicar a ferro e fogo o Estatuto da Terra, este negocio de pequenas propriedades e agricultura familiar é uma grande, uma enorme roubada.
  Um de meus cunhados gosta da vida no campo, juntou um dinheiro, vendeu sua casa no centro e comprou uma chácara quase na divisa de Campinas, ele vive bem, do jeito que gosta, sua plantação é artesanal, gera pouco excedente, ele não vive disso, vive da aposentadoria.
  Por mais dinheiro que você coloque neste tipo de agricultura o cidadão acaba produzindo pouco mais que para sua própria subsistência, não produz “excedentes” para serem comercializados.
  Se você gosta da vida no campo, trabalhe, junte dinheiro e adquira uma PROPRIEDADE lá.
  Pensem bem,  se a agricultura familiar não supre a necessidade de produção de alimentos deveremos acabar com os prédios de apartamento, pois todo mundo teria que ter um grande quintal porque a comida fatalmente ficaria muito cara.

  Com grandes quintais a ocupação humana cobriria ainda mais espaço no planeta... isto sendo bem otimista, porque sendo realista a mortandade por conta da fome seria tão grande que a população seria reduzida rapidamente.

  Um cidadão faminto é capaz de fazer qualquer coisa para conseguir comida e mesmo quem por sorte tivesse mais acesso a comida estaria sempre correndo risco de revoluções e invasões, um cara que esta morrendo de fome e vendo seus filhos morrerem de fome não tem absolutamente mais nada a perder.
  Isto que estou resumidamente contando aos senhores é a historia da humanidade lutando por terra e comida, se temos uma maior estabilidade social e respeito a fronteiras das nações é porque produzimos alimentos em escala industrial.

  A melhor função “social” da Terra é produzir comida e não conseguimos fazer isto eficientemente com esta reforma agraria nos moldes comunistas.

  No texto do professor Wagner não há nenhuma isenção ideológica.
  Os capitalistas proprietários de Terras são o mal a ser combatido, não deveriam nem ser pagos pela tomada de suas terras.
  Já o MST é um movimento “purificador” do Campo.
  É isto que os professores de Geografia como o Wagner passam para nossas crianças.
  Por favor não acreditem em mim. Pesquisem de como é a agricultura comunista e depois a confrontem com a capitalista.
  Os inteligentes e iluminados judeus tentaram a agricultura comunista através dos Kibutz, nem eles conseguiram.

  [Podemos dizer que nem o Deus de Abraão conseguiu que esta po##a desse certo!]

  Desculpem o desabafo, mas a dificuldade das pessoa em observar o ÓBVIO e ficarem alimentando ilusões comunistas é um tédio...




    "Enquanto que os kibutzim foram durante várias gerações comunidades utópicas, hoje eles são pouco diferentes das empresas capitalistas às quais supostamente seriam alternativa.
  Hoje, em alguns kibutzim há uma comunidade comunitária e são adicionalmente contratados trabalhadores que vivem fora da esfera comunitária e que recebem salários, como em qualquer empresa capitalista."




anterior                                           <>                                                próximo