terça-feira, 17 de abril de 2012

Eleição de Analfabetos

1 - “Eles não podem ser proibidos de ter mandato político porque o estado falhou em educá-los”
2 - “Aceitar o voto dos analfabetos e recusar sua elegibilidade significa dar lhes meia cidadania.”
3 - “a legislação não pode impedir a eleição dos analfabetos.” 
4 - “A imprensa, que noticiou a polêmica em torno do deputado Tiririca e levou à ação do Ministério Público, não tem contribuído para aprofundar os debates cruciais da política nacional.” [Daisy Moreira/ Super]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  A Daisy é uma pessoa com estudo acima da média, estudou Filosofia em Paris e tem um ótimo currículo.
 Como estamos passeando por estas bandas do comunismo nas escolas, vejam que ela é professora e defende que o ESTADO falhou em educar o Tiririca.
 Com pessoas como o Tiririca o Estado falhou em não obriga-las a frequentar uma escola pelo menos para ler e escrever.
  A pergunta que eu faria a Daisy é: Como podemos obrigar pessoas como o Tiririca a frequentar um curso de alfabetização?

  O Lula teve oportunidades muito maiores que a média dos brasileiros para concluir um curso superior, como podemos obrigar um cara como o Lula a frequentar uma faculdade?

  A Daisy diz que hoje em dia não dá para defender a argumentação de que o prefeito de uma cidade precise ser alfabetizado.
  Vamos nos aprofundar neste debate como pedi a Daisy:

“Tiririca tem uma carteira de habilitação tipo “D” – para dirigir ônibus e vans – registrada na cidade de Itapecerica da Serra, interior de São Paulo, onde nunca viveu. O curioso é que o documento, transferido para a capital do estado em 2001, é datado originalmente de 7 de agosto de 1996 – sete dias antes de VEJA publicar uma reportagem em que a mãe do palhaço dizia que ele apenas sabia desenhar o nome.” [Veja]

   Podemos deduzir que ao exigirmos que para ocupar o cargo Tiririca deveria ao menos saber ler e escrever ele se sentiu OBRIGADO a fazer um curso rápido de alfabetização.
  Se para ser Presidente da republica exigíssemos uma formação superior, quem pretendesse ocupar o cargo se sentiria OBRIGADO a concluir uma faculdade, e com certeza Lula teria concluído alguma.

  Percebam que devemos ter boas escolas em todas as cidades para que todos possam exercer seu DIREITO a educação, mas para aumentarmos o interesse do indivíduo que não gosta de estudar temos que aumentar nossas exigências PROFISSIONAIS e não diminui-las.

   Para ser um Vereador “talvez” possamos chegar ao entendimento que o ensino fundamental baste, mas daí para cima seria necessário alguma formação superior em qualquer área, como acontece em tantos concursos públicos.
   Hoje em dia a sociedade brasileira ainda não dá o devido valor a educação de qualidade, mas já foi bem pior, ali pela década de 50 se o sujeito sabia ler e escrever já estava bom demais o importante mesmo era seguir uma PROFISSÃO, pedreiro, marceneiro, jardineiro, trabalhar em uma industria qualquer...

  Você que acha que o mundo começou em 1980 pode pensar que ler e escrever é indispensável para ser um  bom profissional, mas a historia da humanidade diz que não.

   Na Idade Média, isso mesmo, lá pelo ano 1200 e alguma coisa já havia as “Corporações de Oficio”, eu não vou gastar meu tempo ensinando Historia para vocês então resumidamente:
  Você queria ser sapateiro, procurava um mestre em sapataria ou artigos de couro, ele fazia uns testes e se você tivesse talento seria treinado por ele, enquanto você próprio não se tornasse um mestre nesse oficio ia sendo seu auxiliar e aprendendo na pratica.
  Você podia se tornar um excelente sapateiro mesmo sendo analfabeto, o próprio mestre era analfabeto, ele sabia tudo sobre couro e era o que lhe bastava.
  Sei, sei, você acha que esta realidade é muito distante?
  E se eu te dissesse que em 1960 você podia dirigir uma poderosa carreta sem grandes dificuldades para conseguir uma habilitação? Não precisava nem saber ler e escrever.
  Você aprendia dirigir o caminhão com seu pai, ou um colega, ia treinando, alguém lhe dava um emprego e você ia praticando.
  Vê como a Daisy esta certa se você "CONGELAR SUA MENTE EM 1950."
                                                 =====================
  No Capitalismo temos algo muito importante que chamamos de PRODUTIVIDADE.
  Através de estudos estatísticos fomos OBSERVANDO que quanto maior o grau de instrução de um povo maior “pode” ser sua produtividade. 
  Não adianta ser instruído como um povo Grego e praticar política econômica de péssima qualidade.
   A vida não é exata, a educação não é uma formula magica para o sucesso.
  Nenhum povo quer ficar para trás quando se trata de competitividade, só que alguns povos são inteligentes o bastante para buscar a competitividade observando o que dá certo e o que não dá certo, outros correm atrás de formulas magicas.
  Os povos inteligentes correram atrás de educar melhor seus filhos pressionando o Governo por melhores escolas, os povos “espertinhos” se denominaram grandes pela própria natureza, um povo superior que Deus ou Alá sempre manteria na liderança do mundo ou esta liderança aconteceria magicamente em um futuro próximo, surgiram um monte “de países do futuro”.
                                              ===========================
  Vou concluir o texto senão ele irá ficar muito longo.
  Dirigir uma carreta é ÓBVIO que é uma atividade de muita responsabilidade, a produção se diversificou bastante e inclusive há cargas muito perigosas sem contar a  carreta em si que é um veiculo muito pesado capaz de um grande estrago.
  A sociedade achou por bem elevar o nível de exigência para um indivíduo dirigir veículos de 10 toneladas. As cargas vem com manual técnico de como devem ser transportadas, o motorista precisa saber ler estes manuais e entender como transportar de maneira segura.
  Há muitos homens que gostam de ser caminhoneiros, eles não tem INTERESSE em se alfabetizarem, quererem é pegar a estrada, conhecer este Brasilzão de meu Deus, dirigindo um Bruto reluzente.
  Mas como a sociedade EXIGE que ele saiba ler e escrever então este cidadão se vê OBRIGADO a concluir seus estudos ao menos o suficiente para ser caminhoneiro.
  Matematicamente este cidadão será muito mais PRODUTIVO, tornando nosso país mais COMPETITIVO.
  Eu já cansei de ver pessoas que detestam estudar, mas se obrigam a concluir ao menos o ensino  fundamental, pois esta é uma exigência mínima de muitas empresas.
  E agora, você ainda concorda com a Daisy  que dirigir uma Cidade ou desenvolver projetos de lei não são atividades de grande responsabilidade e nós em quanto sociedade podemos dispensar a exigência até do ensino fundamental?
  Concorda ainda com a Daisy que todo indivíduo que não gosta de estudar é um coitadinho ingênuo e indefeso que VOCÊ monstruosamente se recusou a ajudar?
  Nas Estatais qualquer servicinho administrativo você precisa ter no mínimo o segundo grau, qualquer coisinha melhor precisa ter um curso superior, você acha mesmo que o Governador pode ser dispensado desta exigência?
  Sou funcionário publico e quando da contratação me foi exigido a apresentação de antecedentes criminais, oras, eu sou um peão minha “oportunidade” de desviar alguma verba é bem limitada, o mesmo não podemos falar de um cargo de Presidência, Prefeitura Deputado ou Vereador.
  Bom senhoras e senhores a Filosofia Matemática sugere que devemos AUMENTAR nossas exigências com relação a quem pretende ocupar cargos políticos e não diminui-las.
  Agora vocês tem a conclusão de uma Filosofa profissional e de um Filosofo amador, claro que vou entender se optarem pela profissional, só acho importante lembra-lhes que nem sempre quem tem mais estudo tem mais TALENTO.
  Um caminhoneiro com talento, com estudo ficará ainda melhor.
  Um caminhoneiro mesmo sem muito talento se estudar e conseguir sua habilitação poderá dirigir  pelas ruas do país.

  A educação de qualidade aumenta a produtividade porque aperfeiçoa um talento nato e melhora a qualidade profissional do medíocre.

  Se um indivíduo tem talento para administração publica, com estudo ficará melhor.  Se não tem ao menos será menos ignorante das coisas.
  Eu não estou pedindo seu voto, nem emprego, logo não é comigo que você tem que se preocupar em ser exigente.
  Seja mais exigente com quem for pedir seu voto, você irá pagar o salário dele e as ações desta pessoa podem ser muito mais perigosas que uma carreta desgovernada invadindo sua VIDA!


anterior                                           <>                                                próximo