sexta-feira, 30 de março de 2012

POLITIKOS

  “O homem sábio não deve abster-se de participar no governo do Estado, pois é um delito renunciar a ser útil aos necessitados e uma covardia ceder o passo aos indignos.”
[Epíteto]

  No Brasil a esmagadora maioria detesta política.

  Sou uma aberração também nisso 😊 eu gosto de política considero uma das coisas mais importantes da vida em sociedade.
  Conheço até a origem da palavra.

  “Pólis” é o mesmo que cidade.
  “Politiko” é o mesmo que cidadão, pessoa nascida na Pólis.

   Metrópole = “méter” + pólis
   (Méter = mãe e pólis = cidade.)
   Metrópole = cidade mãe/grande cidade.

   Esses termos foram as sementes do que chamamos hoje de ESTADO.

   Se eu tivesse alguma oportunidade de exercer um cargo político tentaria honrar essa nobre arte.
   Se você é conhecido, acredita que pode ser bem votado e tem vontade de melhorar a comunidade que vive ... ao invés de ficar reclamando deveria se candidatar e tentar fazer a diferença “positiva”.
   De gente indigna eleita já estamos cheios.

  Vamos falar da maravilhosa arte que é a POLÍTICA, vem comigo!

  Durante uma das inúmeras greve de professores foi postado no Face  a foto de um garoto com cartaz pedindo que o Governador acertasse com os professores porque a mãe dele não tinha dinheiro para pagar escola particular.
(No momento não dei importância a imagem, não salvei a foto)

 a) Por que igual o pequeno garoto (ou quem escreveu o cartaz para ele) temos essa ilusão que o Governador tem algum dinheiro?

b) Por que temos essa certeza que se o Governador não dá aumento a uma categoria é apenas por falta de vontade, incompetência ou até desvio de dinheiro para seu próprio bolso?

  Meditemos sobre essas duas questões.

  Se o Governador decidisse hoje dar 100% de aumento a todos os professores, o que você acharia disso?

  Pelo que observo a maioria reagiria assim:

  “Maravilhoso, os professores merecem, até que enfim um bom Governador, agora só falta dar 100% para os funcionários da saúde e segurança pública.”
  “Viva o Governador!”

  Vou contar uma coisa para vocês.
  Quem paga todos os salários e benefícios dos funcionários públicos é o dinheiro dos impostos.
  O dinheiro não sai da conta corrente do governador.
  Pense no governador como um sindico que elegemos a cada 4 anos.
 
  Vamos pensar pequeno.

  Imagine que no condomínio onde mora trabalhem 10 funcionários.
  Eles pediram e o zelador deu aumento de 20% a todos.
  É evidente que o dinheiro não sairá do bolso do zelador.
  A não ser que o condomínio tenha uma grande folga financeira ... inevitavelmente a taxa condominial será aumentada para todos.

  A cidade, estado, país nada mais são que condomínios gigantescos.

  Os gastos são do tamanho dos produtos e serviços que o condômino quer que o condomínio disponibilize.
  Se as contas estão no vermelho as alternativas são poucas, não precisa ser PHD em economia ou administração para entender.

 Aumentar taxas, contribuições, impostos para cobrir as despesas.

 Recorrer a empréstimos bancários, vai se endividando até quando for possível.

 Adéquar o que gasta ao que recebe.

  Quando for votar para Governador pense na figura de um zelador.
  Escolha alguém que você acredite que será um bom administrador do dinheiro dos impostos. 
  
  Antes de festejar o Governador maravilhoso que sai por aí dando aumentos de 100% para todo mundo, procure saber se há dinheiro para isso.
  Sim, porque a única intenção do Governador pode ser se candidatar a Presidência e por isso faz uma gestão populista, o futuro financeiro do Estado que exploda no colo do próximo governador.😟

  Assim de administração em administração os Estados vão ficando endividados, com a benção do povo que vota por paixão e não com a razão.

 "Meu povo e minha pova" ... não somos mais crianças.
  Temos que nos interessar pelas finanças do Estado, fiscalizar como o dinheiro dos nossos impostos são gastos.
  Não é o Governador que paga os salários dos professores, ele só assina a papelada, ele só está lá porque NÓS colocamos ele lá, para cuidar do nosso dinheiro, dos nossos interesses, em nenhum momento demos o Estado para um "politico".

  Quem acerta com os professores é toda sociedade, somos nós que decidimos quanto estamos dispostos ou podemos pagar.

  Se você prefere gastar dinheiro com Copa, Olimpíadas, Trem Bala, Comissão da Verdade, elegendo políticos que você já sabe que são corruptos ou não tem competência para o cargo... explique isso para o garotinho que segura o cartaz porque eu NÃO CONSIGO!

  Lula e Dilma são populares, foram legitimamente eleitos, esta sendo feita a vontade do nosso povo.

    Democracia é o governo da maioria respeitando a minoria.
   Se a maioria detesta política “por tradição” é difícil eleger bons políticos.
  Mesmo que tenha uma minoria mais consciente ela será sufocada pela irresponsabilidade da maioria.

  Essa lógica entra em sua mente?




  

  Outro termo "detestado por tradição" é "burguesia".
  Repense



Comentários

.

8 comentários:

William Robson disse...

(eu não sabia que existia curso de xadrez).
-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~~-~-~-~--
É uma atividade extracurricular.
A primeira opção da E foi dançar Hip Hop, virei até religioso nesta hora disse MEU DEUS! HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAH!
Falei para ela que não iria gastar parte do meu tempo a levando em um curso destes, ela que olhasse uns clips na Internet e fosse imitando.
Ela me apresentou as outras opções e eu disse que pelo Xadrez sacrificaria minha léseira.
Embora eu já não jogue Xadrez, [nem lembro mais as regras] sei que é um jogo que estimula muito o raciocínio.
Ela começou faz umas duas semanas e esta muito animada.
O duro é que de uma certa forma eu “dancei”.
Hip Hop era só um dia da semana Xadrez são dois... todo mundo odeia o William... HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAH!

Encrenca 804,de bom dia ao sr., disse...

A manifestação do menino- e de outros interessados no assunto,terá uma chance de alterar "nossas" prioridades,como cidadãos.
É um reação justa.

Ah,sr.William, não lembrava mais como eram os passionais da web(eu fui assim,no começo,embora na vida real,me mostre pouco emotiva,ou ao menos, evito manifestações).
Eu os conheci nos gds Uol, Terra,e agora os encontrei,no blog da Xênia.
Gosto da honestidade intelectual dela,-ainda bem que ela continua a mesma simplória- mas seus leitores,pensam que estão falando com uma psicanalista.
Saí de lá correndo(não aguentava mais eles),fui para o Observatório da Imprensa.

E vou "driblando" a crítica indireta aos "iletrados" que pressinto,ao ler as páginas de certas revistas-
Alguns jornalistas(e alguns formados em Filosofia-como o sr.Ghi,por ex) nos tratam como se fôssemos incapazes de entender os fenômenos que nos ocorrem.
Decidi que vou ter minha própria opinião sobre os eventos,sem condicionar tal opinião,ao "jeito de pensar" de outros,da mídia de papel,e no mundo dos bits.
Daí eu pular de um site para outro.

Parei de ler a revista Brasileiros,por ex,(ano passado)devido a umas "indiretas tolerantes" que vi em suas páginas,sobre os hábitos e modos de pensar,das pessoas da Classe C.
Posso estar sujeita a erros,como todo mundo,mas tenho condições de decidir quem quero ser,e que tipo de "consumidora" de produtos e informações,continuarei a ser,em todos os tempos.
Ou seja,podemos escolher,cada qual,o que é melhor para nós-bem como para o nosso país,e para as nossas cidades.

Talvez "variar demais o que se ouve não é bom para o aprofundamento filosófico",acabarei me "acertando" como uma leitora,de blogs de pensadores não esnobes.(
tão desprentensiosos como o sr.,eu,sr.Hosaka,Selma,etc.)
Hehehe!

Por um bom período,antes de continuar,o conto "O Festim",ficarei dividida entre o OI, e o site de cerâmica maiólica.
Já comecei a recuperar alguns links museológicos que mantive nos outros pcs que usei,e voltei idem,a visitar imagens.
Por ora,linkarei a revista virtual OI,para quem tiver interesse.

Um bom dia a todos.
Vamos procurar desenvolver uma boa consciência política,mas sem tanto nervosismo.
('táda da blogueira supracitada,não sei como ela 'guenta aquilo...)
Os leitores do Reinaldo Azevedo são melhores.

http://www.observatoriodaimprensa.com.br/

melhorias no texto disse...

-embora na vida real, me mostre pouco emotiva,ou evite maiores manifestações.

-podemos escolher individualmente,o que é melhor para nós,e coletivamente,podemos escolher o que é bom para o nosso país,e para as nossas cidades.
Não somos tolos.

-Variar demais o que "se ouve" não é bom para a "qualidade do pensamento",mas acabarei me acertando com leitora de pensadores pouco esnobes,etc.

-Por um bom tempo,ficarei dividida entre o OI,e o site sobre cerâmica maiólica,que eu comecei a ler.

+++++ Meu texto anterior ficou meio ruim,porque foi revisado só uma vez.
Passei a madrugada acordada,e nem comecei a meditar ainda.

Idem,desejo um dia de "considerável lucidez" a nós.
A lucidez que é facilitada pelas boas noites de sono,e/ou pelos exercícios de energização,feitos na parte da manhã.

Até breve.

°°°°°°

William Robson disse...

“PS: alguns leitores vão dizer que riram do Chico Anísio. Mas não riram. É mentira. Ou melhor, é o auto-engano.”
-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~--
Para meu gosto também não achava grande coisa, mas já ri de muitas de sua piadas.

Certa vez ele disse que os gays queriam trocar o cinto de segurança pelo pino de segurança... HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!

Outra vez o Bento Carneiro o vampiro brasileiro rogou uma praga em uma mulher, tudo que ela pegasse duro ficaria mole... HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!

Foram muitos anos de carreira é difícil não gostar de alguma coisa.

http://ghiraldelli.pro.br/2012/03/25/chico-anisio-nao-era-humorista/comment-page-2/#comment-13472

William Robson disse...

“O processo é complexo, mas, se quisermos explicá-lo sem grandes teorias, não é difícil encontrar o caminho.”
-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~~-~-~-~-~
Vejamos se é complexo:
Cada um tem um gosto.
Pronto está explicado.
Depois de você elogiar o humor de Agildo Ribeiro tornou tudo bem simples de ser explicado.

http://ghiraldelli.pro.br/2012/03/27/chico-anisio-e-suas-hienas-amestradas/comment-page-1/#comment-13473

Encantadora algum número disse...

(hehehe!)

Você andou por lá,sr.Vizinho?
Vou precisar catar o endereço dele de novo,então.

Desde ontem à noite,estou visitando imagens.
Para...atualizar os passeios que eu gostaria de fazer pela cidade e pelo mundo.
(rsrs...)

http://www.google.com.br/search?q=maj%C3%B3lica&um=1&hl=pt-BR&sa=N&rlz=1T4PRFA_pt-BRBR432BR446&biw=781&bih=289&tbm=isch&sout=0

Encrenca 805,de boa noite, disse...

Li os dois artigos sobre a morte do Chico Anísio,no blog do Ghi,porque o sr.escreveu lá.

Comentarei os textos dele.
Chico Anísio não tinha graça mesmo,ou o humor não era natural dele.
Ele ficou engraçado com o tempo.
Na velhice,voltou a perder o pique.
Não chegou a me influenciar,inclusive,eu o achava meio pretensioso.
Preferia a jovialidade dos Trapalhões,e menos remotamente,o C.e Planeta.

O sr.Ghi acha que o sr.Chico Anísio prejudicou o humor televisivo.
Discordo dele.
Tudo pode ser reinventado,apesar de que o Chacrinha contou uma vez que em televisão,nada se cria,mas tudo se copia.

Isso daí.

Detalhe,
estou há um longo período,sem ver ver programas de televisão,tirando um ou outro Globo Repórter.

carpideira 472 disse...

Eu vi que o sr.Ghi,como sofista,reconheceu em vc,um filosofante experiente.
Levou o sr.mais a sério- do que a mim,pois pareço uma "debutante" nessa "área".(embora eu não seja).

Não modificarei minha atitude,e não vou usar nem nome fajuto,por lá.
Não mandarei e-mail a ele,para pedir a retirada do embargo ao meu IP.
Ainda que eu possa desistir das precepadas que eu ia fazer,em nome do ocorrido a mim,no dia vinte e um de março,ali.

Estou tendo vida melhor,do que eu teria se permanecesse no tal grupo.
Mas,os textos do mesmo comentados pelo sr.,eu comentarei também-