domingo, 25 de março de 2012

Todos Iguais

 “É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe.” [Epíteto]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  Eu não sei como é o Céu, vamos divagar sobre isso usando como base o que esta na Bíblia.
  Na Bíblia tem diferentes tipos de anjos, tanto que alguns caíram.
  Na aparição para Maria vemos um Gabriel magnifico, já na historia de Sodoma e Gomorra vemos anjos tão frágeis que poderiam ter sido sodomizados se Ló não tivesse oferecido suas filhas no lugar deles.
  Temos o Pai, o Filho e o Espirito Santo e se existe uma unidade na ação na decisão isso não acontece, observamos uma hierarquia.
  O Espirito Santo parece ser um pouco abaixo de Jesus e este um pouco abaixo de Deus.
  E acabamos de ler sobre o galardão diferenciando as almas humanas no Céu.
  Me veio a mente agora um causo contado em vários sermões em vários cultos que participei como ouvinte, acredito que todos já ouviram em algum momento.
~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~--
  Um homem importante aqui na Terra morreu e como era um bom homem foi recebido no Céu.
  Um anjo foi o conduzindo pelo Céu e aquele homem viu edificações maravilhosas, estava encantado e ficava imaginando qual seria a dele.
  Viu seu jardineiro que havia morrido há alguns anos e ele estava em uma mansão esplendorosa no que ele logo pensou:
  “Se meu jardineiro esta em uma residência fantástica desta mal posso esperar para chegar na minha.”
  O anjo o deixou de frente a uma casa mal acabada com muita coisa por fazer.
  Surpreso o homem perguntou ao anjo se não estava ocorrendo algum engano ao que o anjo respondeu:
  “Aqui no Céu não há enganos, cada boa obra feita de bom coração na Terra um tijolinho da casa surge aqui no céu, seu jardineiro fez muitas boas obras deu para construir aquela enorme mansão, já você não nos mandou muitos tijolos.”
-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~-~---
  Os ouvintes saem maravilhados com o sermão e seguros da necessidade de praticar boas obras com “bom coração”, não PENSAM melhor sobre a historia contada, não meditam sobre ela e suas implicações.
  Como aqui não estamos em um culto façamos o que os crentes não fazem...meditemos sobre o causo contado.
  Se no Céu há uma diferenciação então há uma competição para morar em um lugar melhor e se esta melhora não for possível ocorrerá uma frustração em relação a quem mora em um lugar melhor, o homem do conto ficou decepcionado.
  Assim como aconteceu com os anjos que se rebelaram, esta massa de homens frustrados mais cedo ou mais tarde se rebelará também.
  A não ser que Deus lhes apresente alguma forma, algum trabalho que possam realizar a fim de conseguirem uma situação melhor, talvez ajudando alguém espiritualmente aqui na Terra como pregam muitas religiões, mas não vamos entrar por esta brecha...

  O importante é que chegamos a este plano de pensamento onde nem no Céu a vida é estática, sem novidades, nem lá SOMOS TODOS IGUAIS.

  Lá as regras devem ser melhor definidas, a lógica é mais observada, o “capital” é uma espécie de “evolução mental” e não uma capacidade financeira como ocorre aqui na Terra.
  Me parece que aqui na Terra [entre outras coisas] somos treinados para respeitar as DIFERENÇAS, tentarmos viver bem apesar delas e não elimina-las, pois isto aparentemente é impossível.
  Sei, sei, você deve estar pensando que é ilógico harmonizar desiguais, para ocorrer a harmonia todos temos que ser iguais.
  Este é um pensamento linear, nossa mente foi criada para funcionar em 3D.
  Pense no carro ou no corpo humano, são peças desiguais trabalhando em harmonia só assim  o sistema pode FUNCIONAR.


  Um ótimo Domingo a todos! Sei que você é e pensa diferente de mim, mas acredite, te desejo muita paz, muita HARMONIA!


  Vida longa e próspera assim na Terra como no Céu... AMÉM?



anterior                                           <>                                                próximo