domingo, 16 de setembro de 2012

Abrindo o Voto


"É uma boa coisa exigir liberdade para nós mesmos e para aqueles que concordam conosco; mas, é uma coisa ainda melhor e mais rara dar liberdade a outros que discordam de nós". [Franklin Roosevelt]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  Pessoas próximas tem me questionado em quem irei votar, eu nunca tive problemas em abrir meu voto, sempre é muito técnico.
  Por enquanto pretendo votar no Jonas Donizete não tem nenhum grande motivo.
  Estruturando o Pensamento:
  Quando alguém concorre ao cargo de Prefeito é meio que obrigado a se interessar e debater profundamente os problemas da cidade.
  Jonas Donizete já concorreu algumas vezes logo é de se esperar que seja um profundo conhecedor dos problemas da cidade e tenha pensado em algumas soluções.
  Vamos ver o que ele faz em 4 anos, se for bem ganha mais 4 se não... chutamos seu traseiro.
  Seu Vice esta “mal explicado” na justiça, mas eu confesso que não levo muito em consideração a escolha do Vice, é sempre fruto de combinações políticas das quais o Brasil ainda não consegue se livrar.
  Atualmente não voto em partidos, são só uma sopinha de letras, eu voto no homem [mulher] analisando o currículo e as idéias que defende.
 O Vice é algo que nem sei porque ainda existe.
 Com o avanço da tecnologia mesmo em viagem para o Japão o Prefeito com um simples Notebook pode ficar a par de qualquer situação, não entendo porque precisa da figura de um vice para sentar na cadeira.
  O presidente da Câmara poderia acumular o papel de vice.
  No caso de impedimento definitivo do Prefeito que se faça outra eleição.
  Agora mais do que nunca cabe a oposição e a população acompanhar a transparência das contas publicas dificultando a corrupção ganhe quem ganhar a eleição.
============================
  No caso de vereador esta mais difícil.
  Vereadores tem um discurso populista, eles não tem compromisso nenhum com a realidade econômica, basta prometer melhorias ou dizer que irá lutar por elas.
  Se alguém quer uma creche no seu bairro o vereador dirá que fará ou lutará para que isto aconteça.
  Talvez ele até saiba que é mais eficiente ampliar a creche do bairro vizinho, mas ele nunca falará isto para o possível eleitor.
  Não dá para culpar o vereador, como o voto é obrigatório ele não tem qualidade.
  Quero dizer que todos são obrigados a votar, mas não tem como obrigar a todos acompanhar noticias, se interessar por política ou economia.
  A massa do eleitores querem mais é ser enganados, ouvir boas promessas e depois xingar os políticos.
  O que pode a razão diante da emoção?

 Você pode obrigar o cidadão a votar, mas não tem como obriga-lo a se interessar por política ou entender sua importância.

  O vereador que não fizer promessas de uma cidade maravilhosa não tem como ser eleito, infelizmente. Depois o que não der certo é só por a culpa no Prefeito. E o que der certo é só tirar uma foto ao lado do Prefeito.
===========================
  Eu tinha escolhido um vereador e até iria recomendar aqui no Blog, mas ele ignorou totalmente meus e-mails.
  Até estranhei porque tive contato com o cara e o achei muito interessante politicamente, me pareceu um cidadão lúcido e honesto.
  Depois me lembrei que ele é Evangélico e suponho que entendi porque ele me evitou.
  A maioria dos Evangélicos me respeitam e tratam bem, mas tem muitos que me acham obra do demônio para confundir a cabeça das pessoas, alguns tem nojo de mim [sei porque já me disseram]
  Se o candidato a vereador em questão não é tolerante com opiniões divergentes e argumentações bem fundamentadas então também não merece meu voto, eu só voto em pessoas Democráticas.
  Para quem esta na mesma situação de não ter um vereador para votar eu tenho uma proposta Lógica.
  NÃO! De jeito nenhum anule seu voto.
  Escolha o Prefeito de sua preferência e vote no partido dele, faça um “voto de legenda” para Vereador.
  Meu voto não esta inteiramente definido, mas no meu caso seria 40 para Prefeito e 40 para vereador, isto chamamos de “voto de legenda”.
  Se o seu candidato a Prefeito ganhar ele terá apoio de um companheiro de partido.
  Se o seu candidato a Prefeito não ganhar, você colocará um vereador da oposição para vigiar o Prefeito vencedor  o qual você não confia muito.
  A Lógica sempre nos traz soluções muito satisfatórias.
  Bom Voto!
Menos né! Mas defendo que escolher bons políticos faz muito mais pela Cidade que “corrente de orações”. E como você vive na Cidade acaba sendo muito beneficiado.
Esta Lógica entra em sua mente?


Anterior          <>        Próximo 

Postar um comentário