terça-feira, 25 de outubro de 2011

Tente ser Justo

"A voz da consciência e da honra é bem fraca quando as tripas gritam."  [Denis Diderot]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  Uma das coisas que não gosto muito nas empresas são aquelas reuniões motivacionais.
  A grande maioria de nós não consegue trabalhar no que gosta então o que nos motiva a trabalhar é a necessidade de ganhar algum dinheiro.


 
Não, nem tudo é dinheiro, mas se a empresa se esforçasse para nos pagar o melhor que pudesse já ficaríamos satisfatoriamente motivados.


  Como sou empregado há anos e já fui empregador conheço muito bem como funcionam as engrenagens. 

  Alguns empresários são mesquinhos mesmo outros até que tem uma boa consciência social, mas sempre tem um temor pelo futuro. Tudo é tão instável e um bom lucro neste mês não tem garantias de se repetir no mês seguinte.
  Aqui no Brasil quando você dá uma aumento "acorrenta" a empresa a este gasto então o empresário prudente não se empolga em ir aumentando a despesa sempre confiando no futuro.
  Por isto sempre defendi o PLR como uma ótima ferramenta de distribuição de renda que não prejudica nem empregado nem empregador.
  A empresa teve lucro paga. Não teve lucro, não há nada acorrentando a empresa a uma despesa salarial.


=========================
  Fora o dinheiro o que nos deixa motivados no trabalho? 
  Oras, é um BOM AMBIENTE.
  Por exemplo, em um país tropical como o nosso o conforto térmico do empregado não deveria ser desprezado, ar condicionado, ventiladores, exaustores, uniformes com tecidos apropriados...enfim, qualquer um que já tem algum tempo no mercado de trabalho sabe que ambiente bem climatizado geralmente é só para diretoria. 

  Por favor não radicalizemos, eu sei que em uma forjaria não tem muito o que fazer, mas já cansei de ver situações que alguma amenização era possível e isto não era feito apenas para não "prejudicar a decoração", oras, comprassem um ventilador bonito...HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!
  Para melhorar o ambiente por vezes são detalhes simples, uma cadeira mais confortável com regulagem de altura [não somos todos do mesmo tamanho, olha o óbvio aí gente], boa iluminação, banheiros dignos, refeitório confortável e limpo, um local fresco para o descanso na hora do almoço.


 
Sei que muitos já acham que estou exagerando, mas claro que as melhorias devem ser feitas de acordo com a capacidade financeira da empresa, nada mais desconfortável que estar desempregado. 


  No restaurante que eu tinha o exaustor ficou inoperante por um bom tempo, corri para comprar ventiladores por absoluta falta de dinheiro, seria bem pior para todos se eu atrasasse o pagamento.
  Estou falando aqui das vezes que dinheiro não é o problema e sim a falta de CONSCIÊNCIA [não diria nem social, mas "humana"] por parte do empregador. 

  Parece que só ele sente frio, calor, dor por posição inadequada!!

=======================
  Lembrei agora de uma empresa que a comida era servida em cumbucas, tipo self service, cada um tinha que levar seu talher e pratos de casa e ficar responsável por lava-los o grande problema é que só havia uma torneira, você demorava mais para lavar a louça que para almoçar. 
  A direção sabia do problema e nunca fez nada para soluciona-lo, dava vontade de eu mesmo chamar um encanador comprar uma pia maior e mais umas 3 torneiras resolvendo o problema, mas todos sabem que isto não é permitido em nenhuma empresa, é tido como afronta, motim, você vai para lista negra por fazer o que é certo!!!!
  No entanto o fator mais importante no ambiente de trabalho são os conflitos dos relacionamentos pessoais e 90% deles poderiam ser resolvidos se as empresas optassem mais pela MERITOCRACIA e menos pela politicagem.
  Quem não conhece aquele funcionário que não é muito eficiente para realizar as tarefas, mas esta sempre de bem com a chefia, são especialistas em politicagem.
  As empresas deveriam ser mais MATEMÁTICAS, parece incrível não é mesmo, mas na hora de promover pessoas elas "seguem o coração" da diretoria, do diretor(a). 

  Já escrevi em outro texto a roubada que é se deixar se guiar cegamente pelo coração.
  A lista de "promoviveis" deveria levar em conta, pontualidade, assiduidade, eficiência na realização de tarefas, conhecimento do serviço, capacidade de ser aceito pelos grupos sem pertencer a uma única "panelinha".
  Mas na lista de promoviveis a Psicologia impera, o Diretor o acha um cara legal e o diretor precisa deste apoio psicológico de ter alguém "fiel" a ele que não questione suas idéias. 

  O "cara legal para o Diretor" esta brigado com a esposa precisa do incentivo da promoção, a funcionaria promovida é filha de uma amiga que teve uma infância difícil, a funcionaria transa com o presidente, ops...

  Imaginem um concurso, quem tirar a nota mais alta na prova leva o "carro."
  Poxa vida, eu quero ganhar o carro, estudo bastante, mas infelizmente para eu meu colega tira uma nota mais alta e leva o carro.
  Eu fico chateado, mas não houve injustiça, meu colega foi melhor, MERECEU ganhar o cargo, ops, o carro.
  É, eu estou dizendo exatamente isto que você esta pensando, o que mais contamina negativamente as relações pessoais de trabalho é a quantidade enorme de injustiças que ocorrem nele.
  Se você é empregado TENTE SER JUSTO, se você é empregador TENTE SER JUSTO, use um pouco mais a razão e menos o coração.
 
Um péssimo ambiente de trabalho faz mal para saúde física e mental de todos, do cara que esta no primeiro dia de trabalho até o proprietário da empresa, meditemos sobre isto e cada um faça a sua parte...




anterior                       <>                                próximo
Postar um comentário