sexta-feira, 14 de outubro de 2011

A Segunda Voz

"PERDER TEMPO desagrada mais a quem mais conhece o valor do tempo."
  [Dante Alighieri]


  Praticamente tudo que olho me grita alguma coisa.
  Para tudo tem aquele grito mais alto, mais provocativo.

  Não que a qualidade do texto ou profundidade filosófica tenham uma ligação diretamente proporcional com a altura do grito.

  Vozes sufocadas em minha mente já produziram bons textos.

  Quando vejo uma imagem antiga, foto ou filmagem de um acontecimento real, a primeira voz, o grito mais alto e repetitivo é que aquela pessoa já deve estar muito velha ou morta.

  Pegue a foto de uma pessoa por volta dos 30 anos andando na Avenida Paulista em 1910.
  Hoje essa pessoa estaria com mais de 130 anos, não temos notícia de alguém com essa idade.
  No entanto na foto ela está ali tão saudável, tão forte, tão cheia de "compromissos importantes".

  A segunda voz, aquela sufocada pela primeira, é o de minha própria finitude.

 As chances de eu estar vivo em 2100 (próximo início de século) não são nada animadoras, nossa ciência precisaria fazer uma grandiosa descoberta.
 No entanto 2100 parece algo tão próximo, um número tão pequeno diante da idade do Universo.
 Estima-se que o Universo tenha 13 Bilhões de anos, o que são dois mil e cem anos da era cristã!?
  Se alguém em 2100 olhar para minha foto firme e forte de agora, uma foto do início do século pensará:

"Esse homem está morto."

  Para eu, William Robson, minha vida é eterna enquanto dura, mas o Filósofo que existe em mim diz que sou uma breve centelha, um fogo de brasa que logo se apagará.

  Na “imaginação/percepção” tenho muita vida, muito tempo.
  Na REALIDADE tenho pouco tempo, meu fim está sempre próximo.

   Muitos infortúnios podem colocar fim a minha vida, um acidente, um latrocínio, um infarto ou coisa do tipo.
  Se nada disso ocorrer ... a velhice e a falha crescente dos órgãos é certa.
  Diante de mais de 2000 anos (só da era cristã) o que são 70 ou 80 anos de vida (expectativa no Brasil)?
  Pouco tempo.

   "PERDER TEMPO desagrada mais a quem mais conhece o valor do tempo."

   Perder tempo me desagrada.
   Não gosto de fazer nada demais, não quero viver apenas por uma coisa, quero viver por várias coisas.
  Não quero dormir demais, não quero ficar acordado demais, não quero comer demais, não quero trabalhar demais, não quero amar demais.

  Amar demais faria me apegar demais as pessoas e elas iguais eu são centelhas que logo irão se apagar.

  A maioria não gosta de pensar no próprio fim.
  Não pensam nem ao menos no fim das pessoas que amam.

  Eu acredito que pensar no fim nos leva a VALORIZAR O TEMPO, e valorizar o tempo nos leva a VALORIZAR A VIDA, OS MOMENTOS.

  Começamos a questionar o que realmente é mais importante em nossa vida, começamos a questionar os "compromissos importantes" que assumimos.

  Para viver melhor, mais eficientemente, pensar no fim é o melhor começo que conheço...

Essa lógica entra em sua mente?






anterior                       COMENTAR                               próximo




    AS CHANCES DE EU ESTAR VIVO EM 2100 (PRÓXIMO INÍCIO DE SÉCULO) NÃO SÃO NADA ANIMADORAS, NOSSA CIÊNCIA PRECISARIA FAZER UMA GRANDIOSA DESCOBERTA.
.
 No entanto 2100 parece algo tão próximo, um número tão pequeno diante da idade do Universo.
 Estima-se que o Universo tenha 13 Bilhões de anos, o que são dois mil e cem anos da era cristã!?
  Se alguém em 2100 olhar para minha foto firme e forte de agora, uma foto do início do século pensará:
.
"ESSE HOMEM ESTÁ MORTO."
.
  Para eu, William Robson, minha vida é eterna enquanto dura, mas o Filósofo que existe em mim diz que sou uma breve centelha, um fogo de brasa que logo se apagará.
.
  Na “imaginação/percepção” tenho muita vida, muito tempo.
  Na REALIDADE tenho pouco tempo, meu fim está sempre próximo.
.
   Muitos infortúnios podem colocar fim a minha vida, um acidente, um latrocínio, um infarto ou coisa do tipo.
  Se nada disso ocorrer ... a velhice e a falha crescente dos órgãos é certa.
  Diante de mais de 2000 anos (só da era cristã) o que são 70 ou 80 anos de vida (expectativa no Brasil)?
  Pouco tempo.
.
   "PERDER TEMPO desagrada mais a quem mais conhece o valor do tempo."
.
[Dante Alighieri]

___________________________________