sábado, 20 de abril de 2013

Cara Metade ?

O casamento para você é:
 [Questões Revista Veja]


a) Ultrapassado?

  Um bom método para filosofar sobre questões como essa é tentar buscar sua necessidade essencial.

  PORQUE CASAMOS?

  Não espero que todos concordem, mas para eu o essencial no casamento é constituir família, ter filhos.
  O dia que ter filhos não for mais necessário então o casamento poderá ficar ultrapassado.
  Em que situação isso poderia ocorrer?
  Uma situação que vivêssemos eternamente e não pudéssemos ou não precisássemos ter filhos.
  Biologicamente é uma situação surreal, mas caso haja uma “vida espiritual” pode ser que seja nesses moldes.
  Aqui na Terra o casamento não tem como ficar ultrapassado.
“TEM CASAMENTO NO CÉU?

  Os saduceus, que não acreditam em ressurreição, aproximaram-se de Jesus e perguntaram:

👳 Mestre, Moisés nos escreveu que, se morresse o irmão de alguém, e deixasse a viúva sem filhos, o irmão casaria com a mulher e os filhos que nascessem seriam da descendência do irmão falecido.
   Quando ressuscitarem de qual irmão será a esposa?

Quando ressuscitarem dentre os mortos, não haverá mais casamento, serão como os anjos que estão nos céus.

[Marcos 12:18-25]”

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  b) Casar é Desnecessário?

  Nascemos muito frágeis,
  É necessários outros humanos cuidarem de nós, precisamos de muita proteção no mínimo até os 4 anos de idade.
  Claro que apenas um pai ou uma mãe podem dar conta do recado, mas a situação mais satisfatória é ser cuidado por um casal, se puder contar com avós e tios fica melhor ainda,  não podemos esquecer que somos mamíferos e nos organizamos em bandos.
  Aqui na Terra não consigo imaginar um mundo onde a família seja desnecessária, o modo como nos organizamos não é só uma tradição é um “imperativo genético”.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
c) Casar é Inevitável?

  Muitas pessoas não casam, logo, casar é evitável.
  Se por algum acidente você perder um braço o que irá fazer?
  Viver sem um braço oras!

  Ter como objetivo não casar NÃO é algo que eu recomende, mas é óbvio que dá para viver bem sem casar.

  Nós temos esse imperativo genético para termos filhos e a melhor situação para isso é dentro do casamento.
  Se por algum motivo a esterilidade acontecer é uma outra situação, fica para outro texto.

  Observo que as pessoas esperam demais do casamento é isso que o estraga.

  Querer que seu casamento dure até a morte de uma das partes é algo legal mas não deve ser uma meta perseguida a ferro e fogo.
  Atualmente vivemos muito mais que antes, temos que nos adaptar a essa nova realidade.

  No meu entender se o casamento durar até a fase adulta dos filhos já é algo satisfatório o que vier depois disso é lucro.


  O objetivo (imperativo genético) de constituir família e ter filhos foi alcançado.

  Não tenho intenção de separar da minha esposa, mas se isso acontecer daqui há 4 anos posso dizer que meu casamento foi muito satisfatório o que vier depois é lucro.
  Porque 4 anos?
  Minha filha mais nova terá 14 anos, uma idade que eu já trato as pessoas como adultas.
  Essa história de adolescência não entra muito na minha mente.
  Cientificamente um organismo é considerado adulto quando já tem capacidade de se reproduzir, coisa que um garoto e uma garota de 14 são perfeitamente capazes.

  Ser “adulto mentalmente” é algo muito subjetivo.
  Se um organismo de 14 anos tem uma mentalidade de 7 anos houve uma falha muito grande na educação desse indivíduo ou ele é mentalmente retardado.
  Não noto retardo mental nas minhas filhas e não observo grandes falhas na educação dada por mim e minha esposa.
  Cada pessoa tem uma mente única, cada filha tem uma personalidade, mas lhes asseguro que elas são perfeitamente consciente do que fazem.
  Se minha filha de 10 anos se envolver com um pedófilo ela sabe exatamente o que está acontecendo, eu e minha esposa não lhe negamos esse CONHECIMENTO.
  Se minha filha de 12 anos se envolver com drogas não será por falta de informação, eu e minha esposa não a proibimos de adquirir conhecimento, não lhe negamos esse “fruto”, a história de vítima inocente das drogas ou das más companhias ... de certo não tem razão de ser.
  Já não trato minhas filhas como criancinhas indefesas faz tempo e com 14 anos as considerarei mulheres BEM CRIADAS.

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
d) Casamento é Sagrado?

  Falei sobre imperativo genético de propósito, foi uma preparação para esse item.

  Para quem é religioso tudo é sagrado, tudo vem de Deus/Deuses.
  Dizer que o casamento é sagrado seria uma redundância.
  A água é sagrada, o fogo é sagrado, o trabalho é sagrado, a infância é sagrada...
  Com certeza se há um “Deus bom e justo” ele tem muito gosto que duas pessoas vivam prósperas e harmoniosamente cuidando de seus filhos.
  Se a palavra “sagrado” se refere ao casamento ser abençoado por algum Deus ... tudo bem.

  Se usarmos a palavra “sagrado” no sentido de indissolúvel...fica muito complicado.
  O casamento ficou péssimo, mas você não coloca um fim a ele porque ofenderia algum Deus!
  Acho mais razoável ter Fé que Deus entende que nossos sentimentos mudam com o decorrer das situações, afinal ele nos criou, essa não é sua Fé!?

 Se você não tem Fé ainda sobra o imperativo genético de cuidar dos filhos, cuidar da próxima geração.
 [Perpetuação da espécie]


A paternidade é indissolúvel o casamento não.

  Ao casamento basta que seja eterno enquanto dure, se durar até a criação dos filhos valeu a pena.

  O grande problema é que você busca sua cara metade, alguém que te “complete.”
  Matematicamente você começa o relacionamento em pedaços!
  Você se enxerga como metade, acredita que precisa de um complemento.

  Seja inteiro, busque uma pessoa inteira, tenha filhos íntegros, INTEIROS.

  Conheça a si mesmo, entenda que você NÃO NASCEU METADE.

  Se está procurando alguém que te complete... perdeu a si mesmo ... se encontre, Deus não te fez pela metade.

Amém?




 O fim de um casamento é algo muito triste, não se precipite em casar, reflita bastante antes.
 Não se precipite em separar, principalmente se tiver filhos.

  Essa música é muito triste, canta o fim de um relacionamento:

“Eu bato o portão sem fazer alarde
Eu levo a carteira de identidade
Uma saideira, muita saudade
E a leve impressão de que já vou tarde.”





anterior                      COMENTAR                               próximo


A PATERNIDADE É INDISSOLÚVEL O CASAMENTO NÃO.
.
  Ao casamento basta que seja eterno enquanto dure, se durar até a criação dos filhos valeu a pena.
.
  O grande problema é que você busca sua cara metade, alguém que te “complete.”
  Matematicamente você começa o relacionamento em pedaços!
  Você se enxerga como metade, acredita que precisa de um complemento.
.
  Seja inteiro, busque uma pessoa inteira, tenha filhos íntegros, INTEIROS.
.
  Conheça a si mesmo, entenda que você NÃO NASCEU METADE.
.
  Se está procurando alguém que te complete... perdeu a si mesmo ... se encontre, Deus não te fez pela metade.
.
Amém?
.
________________              


#Casamento
Postar um comentário