domingo, 22 de janeiro de 2012

Grande Mal

  "Há pessoas más que seriam menos perigosas se não tivessem nenhuma bondade."   [Rochefoucauld]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  As pessoas nem se dão conta, não entendo a capacidade de serem generosas com alguns ao mesmo tempo que são sovinas com outros em situações muito semelhantes.
  Até com filhos é assim, nestas famílias numerosas o pai ou a mãe são tão tolerantes com um filho, são até meio bobos, enquanto com outros são mais rigorosos.
  Na Empresa uma funcionaria pode achar o chefe maravilhoso porque ele realmente é muito legal com ela [não estou falando de relacionamento amoroso ou sexual] enquanto que para a maioria é um cara desagradável.
  Isso pode até criar um ambiente hostil para funcionaria, qualquer promoção que ela consiga, mesmo que seja por mérito, sempre será colocado em duvida sua competência. 

  Se ela não for competente e simplesmente receber a promoção por ser simpática ao chefe aí que o ambiente fica carregado com inúmeras fofocas e sabotagem.
  Já escrevi aqui o quanto a generosidade, a caridade usada sem sabedoria pode ser maléfica para o mundo.


==========================
  Lembrei agora de uma bondade histórica realizada por Mao Tse Tung:
  Preocupado em aumentar a oferta de alimentos para o povo da China, Mao teve uma daquelas idéias "geniais", uma formula magica para o sucesso.
  De posse de alguns estudos [pouca ciência] chegou a conclusão que cada pardal consumia até 4 quilos de grãos por ano.
  Oras, para aumentar a produção de grãos um jeito muito fácil e eficiente seria matar pardais, estes ratos do ar.


 
E assim toda população foi convocada pelo Pai da nação a matar pardais.


  Crianças devidamente armadas de estilingues mataram milhões de pardais.

  Olha que "matemática linda", beleza de raciocínio lógico:
  Cada milhão de pássaros mortos significam 4 milhões de quilos de grãos na mesa do trabalhador. Grande Mao!
  É, faltou o Pai Mao combinar isto com os companheiros gafanhotos
  Pardais comem grãos, mas seu prato principal são insetos, entre eles gafanhotos.
  Quanto menos pássaros, mais, muito mais gafanhotos.
  Os chineses descobriram que os gafanhotos destroem muito mais a plantação que os pardais.
  Como fechamos esta equação?
  Esta foi a primeira das formulas magicas que ao final do governo de Mao matou mais de 30 milhões de chineses de fome, fechamos a equação com milhões de cadáveres.
  Viver é perigoso, a boa intenção é perigosa, a bondade é uma besta fera que precisa ser guiada pela inteligência, pelo bom senso e CONHECIMENTO.
  A caridade sem bom senso é parecida com a bondade de Mao, meus irmãozinhos chineses diriam: "Grande mal!"








anterior                       <>                                próximo