terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Amor e Ciúmes

  "O ciúme nasce sempre com o amor, mas nem sempre morre com ele." [Rochefoucauld]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  Se o ciúme sobrevive ao amor podemos caminhar pela brecha em que eles são sentimentos independentes, vamos tentar isso.
  Geralmente a primeira pessoa da qual sentimos ciúmes é da nossa mãe, é difícil encontrar um bebê que não chore ao ver que sua mãe esta com outra criança no colo.
  Logo, podemos admitir que o ciúme é um sentimento anterior ao amor romântico.
Respire fundo, talvez não irá gostar do que irá ler.


  Quando você é bebê por muito tempo se torna o "centro das atenções" de sua mãe, não é que você a ama, o amor mãe e filho não esta programado geneticamente, você a tem como sua propriedade.


  Hã, você não acredita?
  Se você pegar qualquer bebê ao sair da maternidade e entregá-lo a qualquer mulher que cuide dele, este amor "filial" surgirá naturalmente, ele nem lembrará ou questionara que um dia esteve na barriga de outra mulher. 

  Ora, como você será o centro das atenções desta outra mulher fica claro que é muito difícil definir até onde vai o amor e onde começa o sentimento de posse.
  Filosoficamente não termos desejo sexual por nossa mãe ou nossas irmãs é uma construção mental, algo que a humanidade chegou a conclusão que é melhor para ela.


===========================
  Mais uma vez OBSERVAMOS que somos mais que genes, porque se somos apenas transportes para os "sábios" genes como pregam tantos cientistas teríamos uma repulsão natural por parceiros sexuais que não nos garantissem uma boa prole, uma boa continuidade de nossos genes.
  Este procedimento de repelir sexualmente parentes próximos não surgiu ao acaso ele foi fruto de muita observação.
  Muitos povos não viam problema nenhum na união de parentes próximos, acreditavam que era até melhor para preservar a "pureza sanguínea"  ainda mais se tratando de nobres.
  Acontece que alguns povos mais espertos notaram que a quantidade de crianças com deformidades aumentava muito quanto mais próximo fosse o grau de parentesco.


  Depois de algum tempo até o casamento entre primos era indesejado, como não tinham uma explicação cientifica para as deformidades, levantaram a hipótese que os deuses não abençoam este tipo de relação, então o casamento entre parentes virou PECADO.


  Meus irmãozinhos gregos exploraram muito bem este assunto na historia de Édipo e Jocasta. 

  Sem saberem que eram mãe e filho se apaixonaram romanticamente.

  Então Filosoficamente podemos dizer que o ciúme nasce do "sentimento de posse" e não do amor seja ele de qual tipo for.


  Tem gente que tem ciúmes até dos amigos.
  Quando elas falam "meu amigo" é MEU amigo mesmo, o individuo tem que ser o centro das atenções desta amizade e qualquer outro que se aproximar a principio não será bem recebido.
  Aqui no Abismo o egoísmo é uma virtude que nos ajuda a cuidar e correr atrás de nossos interesses, mas aí fora o egoísmo enlouquece de varias maneiras, pode virar ganância, falta de consciência social...CIÚMES.


  "Jocasta, diante do ocorrido, enforca-se em seu quarto. Édipo ao ver tal cena se cega como meio de punição por ter consumado matrimônio com sua mãe e matado seu pai." [wikipédia]



"Segundo o delegado, familiares afirmaram que não havia nenhum tipo de relacionamento entre a vítima e o ex-namorado da suspeita, e ressaltaram que os dois eram muito amigos."  [G1]



anterior                       <>                                próximo

Postar um comentário