sexta-feira, 7 de junho de 2013

Subsídios e o Liberalismo

 "Não existe almoço grátis"


   Se o governo decide ideologicamente que o feijão não pode subir de preço, acaba decidindo por subsidiar esse produto.
  O resultado é que até quem não come feijão acaba pagando a conta.

Subsídio Concessão de dinheiro feita pelo governo a determinadas atividades (indústria, agricultura etc.) com a finalidade de manter acessíveis os preços de seus produtos ou gêneros.

  Os Governos gostam de intervir “compensando preços”.
  O preço do feijão é “sagrado”, mas do cigarro não então:

“Aumentemos o preço dos cigarros para subsidiar o preço do feijão.”

  A sociedade marxista/freudiana aplaude de pé, “foi feita justiça social”.

  O Capitalismo nos sugere que agora temos dois preços distorcidos, do feijão e do cigarro.

  Se o preço do cigarro sobe muito o torna um excelente produto para ser contrabandeado, com as enorme fronteiras que temos fazemos a alegria dos contrabandistas.
  Como nossos governantes entendem pouco de economia não perceberam ainda que se elevarem muito “artificialmente” o preço dos cigarros o TRAFICO se torna altamente rentável.
  Sem a incidência do imposto o produto “parece” muito barato.
  Digamos que o custo de produção seja de R$1,50.
  Com imposto alto o maço de cigarro chega ao consumidor por 3 reais.
  No tráfico o custo de produção continua o mesmo, como não será pago imposto o traficante pode vender por 2 reais com uma boa margem de lucro.
  Você que fuma um maço por dia imagine a economia comprando o mesmo produto por 1 real a menos.
  Fica claro que quanto maior o imposto cobrado sobre o cigarro (ou qualquer outro produto) mais vantajoso fica o tráfico/sonegação.
 
  O subsídio apresenta outro problema.

  Ele NÃO anima o investidor a produzir.
  O subsidio depende da vontade do Governo e pode ser cancelado a qualquer momento.
  Para um empresário de ônibus é interessante para um plantador de feijão não ... explico.
  Um ônibus você compra, coloca para circular e já vai arrecadando dinheiro.
  Plantar feijão demora muito mais tempo para dar retorno, toda plantação necessita de um tempo para preparação.
  Caso seja retirado o subsidio, o ônibus é um bem de longa duração, em último caso você pode vende-lo.
   No caso do feijão o tempo corre rápido contra você, é um produto perecível.

  Alguns governos intervém “garantindo a compra” por um determinado preço mínimo.

  A GARANTIA DE COMPRA por parte do Governo é algo terrível para o Liberalismo.

  Quando o Governo garante a compra na realidade quem está garantindo a compra é você pagador de impostos.
  Se o preço for bom/suficiente o produtor vende no Mercado.
  Se o preço for ruim, der prejuízo, o "Governo" paga a diferença.

  O investidor, o empresário não corre nenhum risco, negocio sem risco é um benefício que deve ser evitado no Liberalismo.

  Investimento é sempre um capital de risco, uma “aposta”.



   Empresas de Ônibus atualmente estão em uma situação não recomendada pelo Capitalismo de boa qualidade.
  Elas tem garantia de compra de seus serviços.
  Não dá para ter prejuízo porque o “Governo” garante o lucro subsidiando as passagens.
  Vou tentar “traduzir” para você, não é muito fácil.

  Por concessão apenas uma empresa faz a linha do seu bairro você usa ela ou...usa ela.
  Em um acordo com a Prefeitura a linha não fica deficitária, o dinheiro dos impostos cobre qualquer possível prejuízo, é a tal compensação de preços.
  Não tem disputa de Mercado, o lucro é garantido.

  Para conseguir essa “mamata” você só precisa ter políticos “amigos” e não raro pagar o “dizimo”.

 Sabe como é, uma mão lava a outra e as duas desviam dinheiro dos impostos com a benção do nosso povo.
 

  
  “Ao que tudo indica” Celso Daniel aprovava o esquema de propina no transporte, mas toda verba deveria ir para o PT.

  Os empresários envolvidos no esquema tiravam uma para eles, Celso foi morto por ser contra.

  O Prefeito foi sequestrado após jantar, na capital paulista, com o empresário Sérgio Gomes da Silva, conhecido como Sérgio Sombra, suspeito de ser o mentor do homicídio.

  Sombra foi condenado pela participação no esquema criminoso de cobrança de propina de empresas de transportes contratadas pela prefeitura de Santo André.






anterior                       <>                                próximo



-----------------------------------------------------------------------

Postar um comentário