quarta-feira, 7 de maio de 2014

Infantilidade Politica

  “Admiro pessoas muito boas, mas não as invejo, não gostaria de ser igual elas.”

  Estou longe da “santidade” e ainda mais longe da “satanidade”.

  Não acredito na eficiência de pessoas “muito boas de coração” (santas) no poder.
  Nunca votaria em uma pessoa que não soubesse reconhecer o mal ou o reconhecendo fosse tolerante demais com ele ... pessoas muito boas são assim.
  Por motivos óbvios também não acredito na eficiência de pessoas perversas (satânicas) no poder.

Pessoas muito boas são péssimas em praticar justiça.

 Começa na própria família, pai ou mãe muito bondosos frequentemente são explorados por filhos "folgados".
  O filho apronta porque sempre sabe que o pai vai quebrar o galho, pagar as contas, ajeitar as coisas.

  A pessoa muito boa não raro é explorada pelo parceiro(a), por pior que seja o ato sempre tem o perdão e como sabem ... impunidade não combina com justiça.

  Mas a meditação hoje é sobre algo mais complexo...
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Todos querem se passar por santos e todos exigem santos...até as pessoas de má índole.

  Na Internet (e no cotidiano) a maioria se acha "perfeita", pessoas indignadas com a "falsidade" de todas as outras.

  Veja um tema do momento, redução da maioridade penal.

  Um político que é contra a redução da maioridade é santo ou quer se passar por santo?
a) Se ele é tão inocente que acredita que um rapaz de 14 anos não sabe o que é crime...não serve para ser Presidente.

b) Se ele está falando para ganhar votos... seu compromisso é só com o poder e não com o bem estar da população.

  Não se trata de desrespeitar a opinião de quem é contra a redução o problema é que essas pessoas não apresentam nenhum argumento sólido que sustente suas convicções.
  Alguém que pretende ocupar um cargo político tem que saber defender seus argumentos.

  Por esses dias em um debate o participante disse que é contra a redução da maioridade penal, mas é a favor de penas mais duras!!
  Oras, a pena máxima para um "dimenor" é de 3 anos por pior que seja o crime.
  Como essa pena máxima pode ser mais dura sem aumentar o tempo de reclusão?
  Vamos torturar o menor por 3 anos!?

  Eu defendo que o garoto de 14 anos ao cometer um crime que confere reclusão de 10 anos (só um exemplo) fique em um tipo de prisão até os 21 e dos 21 aos 24 em outra prisão para adultos.
  Nessa prisão para “dimenor” ele poderia concluir o 2º Grau e quem sabe aprender alguma profissão.



  Separei a opinião de dois políticos contrarias as minhas:

👩 “Toda a experiência demonstra que a redução da maioridade penal não resolve a questão da violência. Não resolve. Não se pode acreditar que a questão da violência que atinge o jovem ou que o utiliza decorre da questão da maioridade ou da redução dessa maioridade”


  Quem imagina que reduzir a maioridade vai “acabar com o crime” 😱!?
  Quem defende redução é indignado com a IMPUNIDADE.
  Países que tem pena de morte como a China não acabaram com a ocorrência de crimes.
  Se nem a pena de morte impede pessoas de cometerem crimes como a redução da maioridade iria acabar com toda criminalidade!?
  Marginais se acham muito espertos e apostam que nunca serão pegos pela “sociedade otária”.
  A questão central da redução da maioridade é aplicar uma pena mais justa de acordo com o delito.


👨 “Para combater a criminalidade é necessário investir em políticas públicas.
    Se você não cuidar de gerar trabalho, renda, educação de qualidade, você vai reduzir (a maioridade penal) para 16, depois para 14, depois para 12 e não vai resolver o problema."

  Mais um sofisma onde para acabar com o crime temos que acabar com a pobreza ... como se todo pobre fosse bandido.
  Será que Eduardo acredita no “mito” que pessoas da classe média e bem educadas não cometem crimes?
  Notem que o discurso dele é bem parecido com o de Gilberto Carvalho.

  "REDUZIR A MAIORIDADE É UMA LÓGICA QUE NÃO TEM SENTIDO, porque se hoje a gente diz que as quadrilhas usam meninos de 16, 17 anos, daqui a pouco vai ser o de 12, o de 10.
 Temos de atacar a causa, que é uma questão histórica da exclusão, a falta de oportunidades, A DISCRIMINAÇÃO DA JUVENTUDE NEGRA".


  Você é contra aumentar a pena para crimes praticados por menores de 18 anos?
  Concorda com políticos contrários a redução da maioridade penal?

  Tudo bem.

  É sua opinião, opinião todo mundo tem o que falta são bons argumentos para defende-las.

👨 “Há uma polêmica enorme com relação à redução da maioridade, mas há um projeto que permite, em casos extremamente graves, haver a decretação, por parte do magistrado, da redução da maioridade penal."


  Você quer votar no Aécio, mas no caso da redução da maioridade NÃO concorda com ele?

  Poderia dar inúmeros exemplos, mas já deu para perceber quanta infantilidade política é você querer concordar 100% com um candidato ou partido.

  Santificar um e Satanizar outro.

  Por vezes você simpatiza com um candidato, vai votar nele e “se vê na obrigação de defende-lo 100%”, mesmo que não concorde com um ponto ou outro.
  Caraca, faça isso com seu time do coração, política é coisa bem mais séria.
  Devemos colocar na Presidência quem apresentar as melhores propostas, os melhores ARGUMENTOS.

  Perfeito ninguém é.

  Concordar 100% em tudo com outra pessoa sem questionamento é ... idolatria, coisa de fanáticos.

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
    A generalização para bem ou para mal de um partido é terrivelmente nefasta.

  Um político do XB cobrou propina.
  Caraca!
  Puna o indivíduo que praticou o ato ilícito, se eu participo do XB também tenho que dar explicações!?
  Nem sobre meus irmãos ou minhas filhas tenho tal controle.
  Se minha filha roubou um Banco foi ela que roubou não fui eu.

  Esse entendimento é mais profundo do que pode parecer à primeira vista.

PARTIDOS SÃO SÓ SIGLAS.

  O importante é quem elegemos.

  Sigla no Brasil é uma escolha pessoal dos fundadores do partido.
  Esquerdistas tradicionalmente gostam de colocar “trabalhador” ou “socialista” na sigla.
  No Brasil são tantos partidos que não me interesso pela história da maioria deles.
 
  Ficando com os maiores:

PMDB era basicamente a oposição permitida ao regime militar. (Antes era só MDB)
  O D é de democrático queriam essencialmente o fim da ditadura militar.
  Fundado em 1965.

PT – Surgiu do movimento sindical no ABC paulista (Fundado em1980), não precisava ser assim, mas sindicatos no Brasil lutam para acabar com o Capitalismo e implantar o Socialismo.
  T é de trabalhadores, esquerdistas gostam disso .... de trabalhadores não de trabalhar.

PSDB – Surgiu durante a Constituição de 1988, é uma dissidência do MDB.
  O MDB era aquele centrão fisiológico (ainda é) sua ala mais à “esquerda” fundou o PSDB.
   S é de social, esquerdistas gostam das várias inflexões da palavra socialismo.

  Quando torcer fanaticamente para que tudo de errado para o partido ou político que estiver no poder medite sobre isso:

  Muitos brasileiros dizem que o Brasil é um circo e torcem para que  pegue fogo.
  Não se esqueçam que quem está debaixo da lona SOMOS TODOS NÓS.


 Essa lógica entra em sua mente?




anterior         <>              próximo

Postar um comentário