quinta-feira, 1 de maio de 2014

O que é POVO?

    “Para bem conhecer a natureza dos povos, é necessário ser príncipe, e para bem conhecer a dos príncipes, é necessário pertencer ao povo.”
[Maquiavel] 




   A Rússia ao entrar na primeira guerra já estava vivendo revoltas internas.
  A longa duração da guerra mundial provocou crise de abastecimento alimentar nas cidades, desencadeando uma série de greves e revoltas populares.

  Mal equipados os russos morriam facilmente e no final de 1916 contabilizavam cerca de 1,7 milhão de soldados mortos.
  Incapaz de conter a onda de insatisfações, o regime czarista mostrava-se intensamente debilitado.
 Numa das greves em Petrogrado, Nicolau II toma a última das suas muitas decisões desastrosas: ordena aos militares que disparem sobre a multidão e contenham a revolta.
  Partes do exército, sobretudo os soldados, apoiam a revolta.
  A violência e a confusão nas ruas tornam-se incontroláveis. Todas essas confusões e dificuldades fizeram com que a oposição depusesse o czar Nicolau II no dia 15 de março de 1917, iniciando a revolução russa.  

  Separei esse texto porque ele mostra claramente algo que já escrevi muito aqui no Blog.

    “Todo poder emana do povo mesmo quando o regime não é uma Democracia.”
✧ ✧
[William Robson] 

  Esse entendimento é importante porque muda nossa visão a respeito de muitos acontecimentos históricos.
  Olhar a situação por outro angulo pode proporcionar melhores soluções.
  Porque eu William não sou o Presidente ou Líder Supremo do Brasil?
  Para isso ocorrer eu preciso de pelo menos uma de duas coisas:

  1- Preciso de um apoio popular muito grande.
  Suponhamos que meu nome apareça com 40% das intenções de voto, de certo algum partido se interessaria em me oferecer a candidatura.

  2 - Preciso ter o controle das Forças armadas, tomando o governo a força.

  Você entende que tanto pelo convencimento quanto pela força eu só chegarei ao poder pela vontade do povo?
  Acredito que na primeira situação dispense explicações, então vamos para a segunda.


  Eu prestei o serviço militar, servi na 11ª Companhia de Comando da Brigada.
  Fui soldado por 1 ano e convivi com militares de carreira, o que eu vi por lá?
  Pessoas...pai, filho, marido, torcedores de futebol, apostadores de loteria...
  Porque estou dizendo isso que é tão obvio?
  Quando leio pessoas falando sobre militares parece que o soldado, cabo, sargento, tenente são robôs alienígenas, obedecendo comandos cegamente sem pensar.
  Os militares são povo também.
  Vejam o caso da Venezuela.
  Chávez chegou ao poder pela vontade do povo, a maioria acreditou na ideologia bolivariana
  Sinceramente não fico muito comovido com a situação na Venezuela.
  A maioria adorava o populismo de Chávez, o tratavam como um Deus.
  Toda imprensa internacional avisou que o câncer de Chávez era terminal, mas os bolivarianos preferiram taxar de “mídia golpista”.
  Duvido que a situação econômica da Venezuela estaria melhor com Chávez.
  Quantos aqui no Brasil tratam Lula como Deus?
  Não votam certo depois querem arrumar as coisas destruindo propriedades!!!
  Agora aguardem pacificamente outras eleições, devem se mobilizar para que elas não sejam fraudadas...aí sim vale uma boa briga.
  O dinheiro que o Maduro gasta com as forças de segurança falta para importar papel higiênico...😆
  O Bolivarismo produz muita mer#a.

  Me parece que hoje em dia Maduro se mantem no poder apoiado pelo Exército e quem compõe o exército senão o povo?
  O soldado, mesmo da guarda pessoal de Maduro, tem mãe, pai, família venezuelana.

 É venezuelano torturando, reprimindo venezuelano.

"Quem é o inimigo quem é você?"



  Notem que a revolução Russa aconteceu porque boa parte do exército não concordava mais com o governante e a opinião pública também não.
  O Golpe de 64 no Brasil ocorreu porque boa parte do exército não concordava com o governante e a opinião pública também.

   “O golpe militar começou a se tornar possível no dia 25 de agosto de 1961, quando o errático Jânio Quadros abriu mão dos 5,6 milhões de votos que o haviam levado à Presidência do Brasil.”







  Aqui começamos a sequência de 3 textos flutuando pelo entendimento do que é POVO.

  Transformaram o conceito de “povo” em algo tão subjetivo quanto fizeram com o conceito “Sistema”.
  Lendo os comentários na Internet fico sem saber o que é povo.

  Militar não é povo.

  Empresário e filho de empresário não é povo.

  Líderes religiosos não são povo.

  Políticos não são povo.

  Classe média não é povo...para o Governo qualquer família que tem renda per capita acima de 300 reais é classe média.
  Minha família tem 4 membros, eu, minha esposa e nossas duas filhas, quer dizer que se eu e minha esposa juntos ganharmos 1200 reais...somos da classe média!!
  Notem que pelo que lemos na Internet e em outras mídias, para ser “povo” você tem que ser muito pobre ou viver na miséria.

 Vamos viajar nesse tema...

I’ will be back!

  "Quem é o inimigo quem é você?"     

  “Nos defendemos tanto sem saber pelo quê que lutar.”


▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  O governo brasileiro (PT) já tem uma nova definição para a classe média brasileira.

  Considerando a renda familiar como critério básico, uma comissão de especialistas formada pela Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República definiu que a nova classe média é integrada pelos indivíduos que vivem em famílias com renda per capita (somando-se a renda familiar e dividindo-a pelo número de pessoas que compõem a família) entre R$ 291 e R$ 1.019.




anterior         <>              próximo
Postar um comentário