domingo, 6 de abril de 2014

Atualmente “Esquerda” é Marxismo

    Tenho lido muito sobre “ultradireita” ou “extrema direita”.
   Ser de extrema direita é o quê?
___________________________
   “O ULTRADIREITISTA Anders Behring autor confesso do massacre que matou 77 pessoa na Noruega, foi considerado penalmente responsável pelas mortes e vai cumprir a pena máxima segundo as leis do país: 21 anos de prisão.”
  [UOL]
____________________________

   O cara é um “xenófobo” [Quem manifesta aversão aos estrangeiros, ou à cultura estrangeira] que para protestar contra muçulmanos mata noruegueses!?
  Baseado em que podemos dizer que Anders é de direita ou de esquerda!?
  Um nacionalista extremado, que mata seu próprio povo!?
  Porque não matou imigrantes?
  Anders Behring é um desajustado, se ele se disser cristão, ateu, budista, flamenguista ... que diferença isso faz?
  Mas vamos deixar de lado esse monstro que pela minha vontade seria fuzilado.

  Porque a direita é taxada de nacionalista e a esquerda não?

   Esquerdistas estão sempre dizendo que não devemos vender para os “gringos” nossas “riquezas”.
  Isso é ser aberto para o mundo?

   Esta convencionado que direita ou "extrema direita" são coisas terríveis.

  Basicamente o pensador de direita quer pouca intervenção do Estado na economia.
  O pensador de extrema direita não quer nenhuma intervenção do Estado.

  Não consigo nem imaginar uma sociedade sem Estado.
  Me declaro centro direita.
  Considero ideal 25% de intervenção estatal.
  Para eu estado mínimo é 20% e máximo 30%

   Pedi a várias pessoas raivosas para definir o que elas entendiam desse “xingamento” “é de direita”, mas parece que nunca pararam para pensar.
  Dizem que é “vender nossas empresas”, mas nacionalistas extremados não fazem isso, eles estatizam ou proíbem participação de estrangeiros, chineses explorando “nosso petróleo” ...NEM PENSAR.

   Ouvi até dizer que ser de Direita é ser “conservador”, ser contra o aborto, casamento gay...
   Todo “esquerdista” é a favor do aborto!?
   Todo direitista é contra o casamento gay!?

  Dizem que Hitler é de extrema Direita ao mesmo tempo que dizem que Socialismo é de esquerda.
  Se Hitler era de extrema Direita então a intervenção do Estado deveria ser mínima ou não existir.

  NÃO foi o que observamos no Nazismo.

  Hitler permitia a propriedade privada, mas quem não estivesse alinhado com a vontade dele era considerado traidor da pátria.
  O empresário produzia o que o Estado tinha planejado pra sua empresa.

  A propaganda estatal Nazista predominava em todos os meios de comunicação.

  Fica claro que Nazismo, Fascismo, Marxismo ... se baseiam em Estados Totalitários.
   
  Depois de ler inúmeros comentários sobre direita e esquerda, vi que a grande maioria é totalmente “sem noção”.

  Sugiro que digitem as palavras Liberalismo Econômico e Economia Planificada em um site de busca e não tenham preguiça de ler.

  Liberalismo Econômico é uma ideologia baseada na organização da economia em linhas individualistas.
  O maior número possível de decisões econômicas são tomadas por indivíduos e não por instituições ou organizações coletivas.
  As teses do Liberalismo econômico foram criadas no século XVI com clara intenção de combater o mercantilismo, cujas práticas já não atendiam às novas necessidades do capitalismo.

  Economia Planificada, também chamada de economia centralizada, é um sistema econômico no qual a produção é prévia e racionalmente planejada por especialistas; os meios de produção são propriedade do Estado; e a atividade econômica é controlada por uma autoridade central que estabelece metas de produção e distribui as matérias-primas para as unidades de produção.
   Nesse sistema, a escolha da proporção entre quanto do produto interno bruto deve ser investido e quanto deve ser consumido torna-se uma decisão política centralizada.

  Como uma nação se organiza economicamente determina como ela se organiza politicamente e vice versa.
  Lembrando o de sempre ... a vida não é exata.
  Uma economia por mais planificada que seja sempre tem o “mercado paralelo/informal”.
  O Liberalismo Econômico não tem como abrir mão de regulamentações de um Estado senão vira anarquia.


  No passado “direita” se referia apenas a quem estava no governo e esquerda a quem era oposição.

  Direita = Situação

  Esquerda = Oposição

  [Repense]


▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  A primeira coisa é condenarmos o fanatismo/extremismo, isso não é bom em ideologia nenhuma, dito isso:

  Socialismo/Comunismo é “esquerda.”

  Capitalismo / Liberalismo é “direita.”

  A “meu ver” essa é a definição que faz mais sentido “nos dias atuais” o resto são viagens maionésicas.
 
   Interessante que essas duas corrente tem tudo a ver com o que escrevi sobre cultura Anglo e cultura Latina:

  Na força Anglo o EU é tipo “senhor de todas as coisa.”
  No idioma inglês eu é “I”.
  O “I” é tão importante que sempre é escrito em maiúscula...pergunte para seu professor de inglês.

  Na força Latina o Nós é o senhor de todas as coisas.
  Se nos idiomas latinos o “Nós” sempre fosse escrito com maiúsculas...seria muito coerente.

  

   
  Liberalismo/Capitalismo baseia a responsabilidade no INDIVIDUO.

  Socialismo/Comunismo baseia a responsabilidade no COLETIVO.

  Em um Socialismo ideal não existe propriedade privada tudo pertence ao Estado.
  Gosto de ter minha casa, sou de direita porque quero ter meu cantinho no mundo.
  Tem a praça pública, rua pública, transporte público, mas a casa é minha, da esposa e filhas.
  Quanto a qualidade da casa depende do EU.
  Se individualmente eu e minha esposa temos capacidade [ou sorte] para juntar bastante capital a possibilidade de morarmos no tipo de casa que gostamos aumenta na mesma proporção.

  No Socialismo não deve ter empresa particular, tudo pertence a COLETIVIDADE.    
  Não sou empresário, mas gosto da possibilidade de ter minha empresa.
  Se eu decidir ter um atelier de costura e dispuser do capital, pesquiso como esse meio de produção é regulamentado e tento ter lucro nessa atividade.
  Gosto dessa liberdade, daí vem o nome “Liberalismo Econômico”.
  O Governo regulamenta, mas não fica dizendo o que eu devo fazer, sou livre para tentar meios de ganhar a vida.

  Gosto de democracia e Governos civis.
  Esquerdistas sugerem que o Liberalismo é militarista ... não sei baseados em que dizem isso!
  Inglaterra e EUA que são expoentes do Liberalismo tem governos civis.

  Quem pesquisar a história perceberá que até aqui o Comunismo foi muito, mas muito mais militarista que o Capitalismo.
 Chaves e Fidel são claramente esquerdistas, chegaram ao poder como militares e estatizaram muitas empresas.

  No Brasil quando militares chegaram ao poder buscaram concentrar os meios de produção nas mãos do Estado.
 
   “Foi durante o regime militar (1964-1985) que a estatização da economia experimentou seu maior incremento, com a criação pelos governos federal e estaduais de um grande número de empresas estatais, que, por sua vez, criavam subsidiárias.
  Isso tornava difícil até quantificar seu número exato, sendo certo que se aproximavam de 500.
  Tais empresas atuavam em setores estratégicos, mas também em áreas de menor importância como hotelaria e supermercados.  
 Chegou-se ao extremo de se criar uma empresa estatal para realizar apenas uma obra: a construção da Ponte Rio-Niterói.
  O grande objetivo que circundava as criações de estatais pelos militares era o de aumentar o nacionalismo no país.”
  [Wikipédia]


  O regime militar no Brasil foi de “Direita” quando!?

  Podemos dizer apenas que os militares não eram de “extrema esquerda”.
  Dizer que militares adotaram o Liberalismo Econômico ... é uma aberração filosófica.

  Se Dilma e sua galera guerrilheira fossem vitoriosos teríamos aqui um governo de extrema esquerda tipo URSS ou Cuba

  Os militares não nos conduziram para direita ou extrema direita, apenas nos mantiveram na “esquerda light”.
 
  Acusam a Direita de ser xenófaba, detestar estrangeiros.

  O problema é que o Liberalismo/Capitalismo quando bem aplicado é tão eficiente que produz muitas riquezas, atrai muitos imigrantes.
  Se não houver um controle da imigração a chegada de pobres de outros países é tão intensa que inviabiliza qualquer nação.

  Lembremos que até 1930 a população da Terra girava em torno de 2 Bilhões de pessoas ... tinha bastante espaço nas cidades.
  Hoje somos 7 Bilhões, as cidades incharam.

  Lembremos que antigamente o imigrante se virava como podia, hoje cobram que o Estado os receba de braços abertos dando casa, comida, segurança, saúde, previdência ... se bancar tudo isso é difícil para uma Alemanha, imagine para outras nações menos ricas.
  
  Como Nações Comunistas/Socialistas são pouco eficientes a invasão de imigrantes é um problema que não tiveram que lidar ... pelo menos nos moldes que ocorreu nos países Liberais/Capitalistas.
  Nos países Comunistas algumas cidades se destacavam por concentrar a riqueza das regiões satélites, mas as pessoas não tinham permissão para mudar livremente de cidade.

  Exemplo:
  Em países Comunistas para mudar de Cabrobó para Sampa você precisa ter autorização do Governo.
  Então mesmo a migração interna era controlada/planejada com mão de ferro.
  A imigração externa era de baixa monta.

  Você vê milhões de pessoas querendo entrar na Coréia do Norte, Cuba ou mesmo China?

  O Brasil com seu Capitalismo de baixa qualidade [afinal somos esquerdistas na maioria] atrai imigrantes de países que estão bem pior como Bolívia e Haiti, mas não vemos imigrantes da Argentina ou Uruguai querendo mudar em massa para o Brasil.
  Países com Liberalismo de boa qualidade geram bastante riqueza e boa qualidade de vida para seus cidadãos.
  Se países como EUA, Inglaterra, Alemanha não controlarem a imigração, todas suas conquistas de eficiência irão por agua a baixo.

  Seria muito mais coerente que essas pessoas que querem mudar para países capitalistas lutassem para implantar o Liberalismo nas nações em que nasceram.
  Demonizam o Liberalismo ao mesmo tempo que querem mudar para países Liberais!?
  Coisa de louco.

  Fechando esse texto.

  Espero que você tenha entendido que nunca tivemos Governo de Direita porque nunca tivemos governos Liberais.

  FHC que xingam de “neoliberal” também paparicou Fidel.
  Não chegou a fazer um porto lá, mas em menor escala fez negócios muito vantajosos para Cuba.

  Com 11 milhões de habitantes, NÃO dá para dizer que Cuba é um ponto estratégico para o comercio mundial então só pode ser paixão ideológica marxista.
  O governo FHC foi esquerdista moderado com alguns poucos surtos de Liberalismo econômico.
  Um pouquinho de Liberalismo privatizando empresas sem dúvida nenhuma melhorou muito a economia brasileira, todos os números dizem isso.

  Nunca chegamos a ser um país desenvolvido porque nunca tivemos governo de DIREITA.

  Quem sabe a nova geração mude os rumos da nossa história, chega de revolução o bom mesmo é EVOLUÇÃO.

    



  Por que o Socialismo faz tanto sucesso ideológico?

  É bem mais fácil conseguir simpatizantes/seguidores com ideologias românticas, que prometem um PARAÍSO.

  “Quando as pessoas não gostam da REALIDADE ou ela não é tão boa quanto elas acham que deveria ser alienam-se em drogas, doutrinas, ideologias que prometam alivio imediato ou a vinda de um paraíso.
  Os pensadores Socialistas praticamente dominam o cenário ideológico.
  Eles falam de algo bem raso, mas de maneira tão bonita que parece profundo.
  Por vezes penso que boa parte do sucesso da esquerda aconteceu porque a direita nem se dava o trabalho de responder por acharem as colocações muito rasas ou por uma estranha vergonha do Liberalismo.

  É mais bonito dizer “Um por todos e todos por um” que “Cada um por si e Deus por todos.”

  Uma frase sugere fraternidade a outra egoísmo.
  Uma é bonita a outra (apesar de colocar Deus na equação) parece insensível, um salve-se quem puder.

  Como estava tudo confuso e não sabíamos onde esses movimentos iriam parar, na dúvida os pensadores Liberais se calavam. 



 Conheça a verdade, que a verdade o liberte.

  É comum a esquerda tratar Marx como um grande gênio da economia, o que não sabem ou fingem não saber é ...

  “Karl Marx NUNCA forneceu uma descrição detalhada de como o Comunismo poderia funcionar como um sistema econômico (Tal foi feito por Lenin), mas subentende-se que uma economia Comunista consistiria de propriedade comum dos meios de produção, culminando com a negação do conceito de propriedade privada do capital, que se refere aos meios de produção, na terminologia marxista.”

  [Wikipédia]

anterior         <>              próximo
Postar um comentário