sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Polícia de Direita!?

  “Os trabalhadores não têm nada a perder em uma revolução comunista, a não ser suas correntes.” [Karl Marx]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  É, suas contas correntes...HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!


  Algumas coisas perdem o sentido com o passar do tempo e se você não se interessa por história fica repetindo grandes bobagens ou redundâncias.

  REDUNDÂNCIA = Ato de insistir obstinadamente nos mesmos ideais; Discurso que se baseia na utilização de diferentes palavras para expressar um mesmo pensamento ou ideia.

  Veja o caso de chamar a polícia de “repressora e de Direita.”
  Temos duas redundâncias que se forem usadas para defender ou denegrir alguma ideologia se tornam grandes bobagens.

  REPRESSORA - Não imagino alguma força policial sem ao menos três características prevenir, investigar e reprimir.
  Não vou me alongar nessa parte, escrevi não faz muito tempo um texto sobre isso: clique aqui.
_______________________________
 Vamos meditar sobre a polícia ser de Direita.

  Hoje em dia o melhor entendimento para Direita e Esquerda é relaciona-las com Liberalismo e Comunismo.

  Quem acompanha o blog está careca de saber que reduzindo ao mínimo possível Comunismo é estatizar os meios de produção.
  Isso pode acontecer tornando realmente todas as empresas propriedade do Estado ou as deixando ser geridas por particulares desde que esses não afrontem de nenhuma maneira política, pessoal ou econômica a vontade e decisões do governante.
  Um exemplo?
  Na Rússia qualquer um que confrontar Putin corre sério risco de ser preso e perder tudo que tem.
  Na Venezuela se você não estiver alinhado com as políticas do Governo terá grandes dificuldades para gerir seu negócio.
  Leia essa notícia de 2010:

  “Chávez ameaça desapropriar a única empresa vinícola da Venezuela.”  [Revista Adega]

  Traduzindo, ou seus “proprietários” faziam exatamente o que Chávez queria ou seriam expropriados.

  Até os Comunistas entendem hoje que é complicado o Governante administrar cada empresa do país, é algo sobre humano.
  É mais prático expropriar a empresa e colocar no comando algum empresário “alinhado”.
  Ou de alguma forma inviabilizar a empresa para que seu concorrente alinhado domine o mercado.
  Aqui no Brasil seria algo como negar a compra de papel a Veja e enche-la de processos submetidos a um STF aparelhado.
  Ao mesmo tempo você usa os tentáculos do Estado para que Luís Nassif seja o novo editor da Época e a encha de dinheiro com as publicidades do Governo.

  Na Alemanha de Hitler as empresas eram privadas, mas ai de quem fosse contra os interesses do Führer.

  Se você assistir ao filme “A Lista de Schindler” terá um bom entendimento do que estou dizendo...fica a dica.
=======================
  Quero dizer que não basta uma nação ter empresas privadas para ser considerada Capitalista/Liberal temos que analisar quanta liberdade o empresário tem para administrar sua “propriedade” independente de ideologias políticas.
  Deduzimos que quanto mais favorável aos meios de produção nas mãos do Estado você for mais à esquerda você é.
  Quanto mais favorável aos meios de produção nas mãos de particulares você for mais à Direita você é.

  Nesse plano de pensamento não tem lógica dizer que a polícia é de Direita ou Esquerda... nem meio de produção ela é.
  [Claro que o policial como cidadão pode defender alguma ideologia.]

  Esse texto vai ficar longo, mas não quero dividi-lo em dois.

  Vamos buscar na História uma situação que podemos definir a polícia como um agente de Direita e verificar a redundância?

  Nos regimes monárquicos o Estado era o rei.
  O rei tinha suas opiniões e decisões, os que concordavam, eram mais simpáticos ao rei, eram chamados de Direita e os outros eram tidos como de Esquerda.
  Como o rei representava o Estado, representava o Poder, ser de Direita era estar mais de acordo com o governante e esquerda era se opor as decisões do governo.

  Agora é importante você conhecer a cronologia das coisas mesmo que seja de maneira tosca.

  Embora alguns considerem Marx um pensador do iluminismo ele nasceu bem depois do início desse movimento.

  O Iluminismo derrubou muitas monarquias ou as manteve com autoridade simbólica... antes de continuarmos você precisa adquirir alguns conhecimentos:

1 -  Os termos "esquerda" e "direita" apareceram durante a Revolução Francesa de 1789, quando os membros da Assembleia Nacional dividiam-se em partidários do rei à direita do presidente e simpatizantes da revolução à sua esquerda.
 Um deputado, o Barão de Gauville explicou:

"Nós começamos a reconhecer uns aos outros: aqueles que eram leais a religião e ao rei, ficaram sentados à direita, de modo a evitar os gritos, os juramentos e indecências que tinham rédea livre no lado oposto."

2 - Revolução Industrial foi a transição para novos processos de manufatura no período entre 1760 a algum momento entre 1820 e 1840.

3 - Originário do período compreendido entre os anos de 1650 e 1700, o Iluminismo foi despertado pelos filósofos Baruch Spinoza (1632-1677), John Locke (1632-1704), Pierre Bayle(1647-1706) e pelo matemático Isaac Newton (1643-1727).
  O iluminismo floresceu até cerca de 1790-1800, após o qual a ênfase na razão deu lugar ao ênfase do romantismo na emoção e um movimento contra iluminista ganhou força.
  O centro do iluminismo foi a França e culminou com a grande Encyclopédie (1751-1772) editada por Denis Diderot (1713-1784) e Jean Le Rond d'Alembert com contribuições de centenas de líderes filosóficos (intelectuais), tais como Voltaire (1694 -1778) e Montesquieu (1689-1755).

4 - Marx nasceu em 1818.

  Entenda que em 1840 quando havia passado a fase áurea do iluminismo e a Revolução Industrial mostrava toda sua força Marx tinha apenas 22 anos.
  Quem ele conhecia como PODER eram os burgueses responsáveis pela revolução industrial e algumas monarquias remanescente além é claro da ainda poderosa e influente igreja católica.
  O jovem Marx como boa parte dos jovens de qualquer época questionava tudo o que estava ali: clero, industriais burgueses e remanescentes das monarquias.
  A Direita ou seja quem detinha o poder de certo estava em alguma dessas classes sociais.

  Se considerarmos o conceito antigo da palavra Direita ela deve ser atribuída sempre a quem está no poder e seus apoiadores, os da oposição são sempre de Esquerda.

   Hoje no Brasil PT/PMDB seriam a “Direita” e todos seus opositores seriam de “Esquerda”.
  No conceito antigo não se trata de ideologia, mas de quem está no poder.

  A polícia, o exército protegem o respeito a Constituição do país.

  Se o Governante não faz nada “inconstitucional” sempre contará com o apoio/proteção da polícia e das forças armadas.
  Veja um exemplo:
  Quem comanda hoje as forças armadas?
  É a Dilma, logo institucionalmente o exército só pode ser de direita, dá suporte a quem detém o poder.
  A polícia e outras forças seguem o mesmo raciocínio, logo, dizer que a polícia é de direita é uma redundância.
  A polícia e ao exército cabe institucionalmente proteger quem está no poder... em países democráticos, pela vontade da maioria.

  Se polícia e exército são algo exclusivo e nefasto de forças da “Direita” [Liberalismo] como explicar que países Socialistas também mantem polícia e exército!?
=========================
  E aqui chegamos a uma parte fascinante da história... se você prestou atenção na cronologia.
  Naturalmente como o marxismo veio depois das monarquias, do iluminismo e da revolução industrial também chegou ao poder depois.

  O marxismo chegou ao poder só na revolução russa.

  Só em 1917 teve um Estado para chamar de seu... HAHAHAHAHAHAAHAHAH!

  Caraca, quando o marxismo chegou ao poder na Rússia ao menos lá deveria ser chamado de Direita.
  Mas depois de meio século sendo oposição, sendo Esquerda, mesmo no poder os Comunistas não quiseram se desfazer do jargão.
  [Prenuncio da irracionalidade que se seguiria?]

  Se apoderam dos termos Esquerda e Socialismo e como se recusaram a assumir que agora eram Direita se auto denominaram:  “Esquerda no Poder.”

  Para não contrariar loucos os Liberais preferiram o silêncio, era um movimento novo, cheio de boas intenções então era aceitável observar onde iria dar, para onde levaria a humanidade.
[Claro que na época não parecia loucura]

  UMA PLANIFICAÇÃO RACIONAL DO ESTADO PODERIA DAR CERTO.
  PODERIA SER MAIS EFICIENTE QUE RESPEITAR AS LEIS DE MERCADO.

  Como sabemos, cientificamente só fomos convencidos da ineficiência do marxismo na década de 90 com a queda do muro de Berlin.
  E como o mundo carece de mentes científicas há ainda quem tenha crença que o Marxismo é melhor que o Liberalismo
  O Liberalismo evoluiu bastante e tem muito para evoluir o Comunismo o máximo que consegue (quando consegue) é um voo de galinha, algum progresso no início para logo voltar há uma baixa qualidade de vida.

  Nesse sentido, o símbolo da águia fica muito bem no Liberalismo.



Anterior          <>        Próximo
Postar um comentário