sábado, 8 de março de 2014

Inteligência vs Condicionamento

  “A humanidade precisa, antes de tudo, se libertar da submissão a slogans absurdos e voltar a confiar na sensatez da razão.” 
[Ludwig von Mises]

Slogan é uma palavra ou frase curta de fácil memorização, usada com frequência em propaganda comercial, política, religiosa, etc.
  A origem da palavra se refere a “grito de guerra”, com o passar dos séculos ocorreu uma “suavização” do conceito.

  “O povo unido jamais será vencido”.
  “Quem espera sempre alcança.”
  “Tudo posso naquele que me fortalece”.
  “Religião é o ópio do povo.”

Condicionamento é um termo bem abrangente “nesse texto” vamos considerar como uma resposta comportamental automática que NÃO passa por uma reflexão/pensamento/questionamento.

  O slogan não é um mal em si, por ser curto geralmente é um “pensamento raso”, se entendemos isso serve como estimulo, como provocação a pensamentos mais profundos.

  Eu geralmente começo meus textos com uma frase/slogan, são um ponto de partida não uma linha de chegada.

  Vamos a uma meditação profunda a partir de um “slogan”, sigam-me os bons...
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
“Mulher é o sexo frágil”

  Em “condições” gerais a mulher é mais fraca “fisicamente” que o homem.
  Mas isso é um pensamento raso.
  Há inúmeras situações que uma mulher pode estar fisicamente mais forte que o homem.
  A mulher em boa forma física pode ser mais rápida e forte que um cara sedentário.
  A mulher saudável pode subjugar um homem adoentado.
  A mulher adulta jovem domina um menino ou idoso.

  A principal habilidade humana, a que nos destaca de outras espécies é nosso cérebro.

  Como podemos afirmar que a mulher é o sexo frágil mentalmente!?

Lembrei desse comentário:

👩 “Meninas até hoje se casam cedo com homens mais velhos no Oriente Médio.
  Isso tira a liberdade delas, foram condicionadas a aceitar essa situação.” ​​
[Comentarista no G+] 
  
  Mudar cultura não é fácil.
  Mas as mulheres não são vítimas inocentes porque em sua maioria concordam com essa cultura islâmica.
  Aqui no “Ocidente” as mães (em geral) participam mais no dia a dia das crianças que os pais, no Oriente não é diferente, diria até que lá as mães passam ainda mais tempo com suas crianças.
  Se as mães participam mais da educação das crianças ... como não responsabiliza-las pelo menos em 50% pela cultura predominante no Islã!?

  Tem pensadores que dizem que a mulher é vítima de um condicionamento...argumento perigoso para defender.
  Veja se concorda com esse pensamento:

  Um sinal de inteligência é não se prender a condicionamentos.
[William Robson]

  Veja bem que não estou falando lutar contra, combater condicionamentos, estou falando em “não se prender”.

  Uma ilustração rápida:

  Desde criança minha mãe falava para eu lavar as mãos antes de comer.
  No começo ela sempre precisava me lembrar dessa ação, eu fazia meio contrariado.
  Estou com fome, a comida está pronta, porque perder tempo lavando a mão!?
  Mesmo com a explicação dela sobre micróbios ... ter que lavar as mãos antes de comer era uma “opressão a minha liberdade”.
  Quero dizer que antes de eu ter um entendimento maior sobre transmissão de doenças eu fui condicionado a lavar as mãos antes de comer.
  Com o passar do tempo quando eu já tinha uns 6 anos notei que mesmo longe da minha mãe eu sentia uma necessidade de lavar as mãos antes de comer.
  Na escola quando a professora pediu para lavarmos as mãos e não comer com a boca aberta me surpreendi de ter crianças que não faziam isso ...
  A princípio eu fui condicionado por minha mãe a lavar as mãos e não comer com a boca aberta, mas analisando esses procedimentos vi que eles são certos, não estou preso a eles, os entendo.
  Se em alguma situação qualquer eu precisar comer com a boca aberta (problema na boca) eu vou comer.
  Se não for possível lavar as mãos, não vou ficar desnutrido por conta disso.

  Somos seres pensantes, fazemos questionamentos.
  Repetir automaticamente comportamentos sem questionar sua razão de ser ... não dá para isso ser aceito como “inteligência”.
 
  Preste atenção agora:

  Se “no geral” mulheres NÃO conseguem romper condicionamentos, NÃO questionam “heranças ancestrais” ... então deduzimos que realmente são mentes inferiores e nada mais natural que as mentes masculinas as dominem.

 Mulheres são o sexo frágil físico e mentalmente!?

 Vamos entrar em uma Filosofia muito complexa, se concentre.
 Para ficar “divertido” vou usar a bíblia.


 “E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a tua dor, e a tua conceição; com dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará.”
[Genesis 3:16]

 
  Eva rompeu um condicionamento, “desobedeceu” a Deus.
  Foi criada mais inteligente que o homem?

  Como estamos em um país de maioria cristã, vou continuar nesse “idioma” para que mais pessoas acompanhem o raciocínio.

  Diz a lenda que Ester chegou a ser rainha dos Persas por se casar com Xerxes, mas lembremos que Xerxes teve várias esposas.
  Fora Ester você não vê no Velho Testamento alguma mulher que tenha chegado ao poder como Cleópatra [por exemplo], não lembro que os judeus tenham tido alguma RAINHA.
  No Novo Testamento as coisas para o lado feminino só pioram.

  Quero dizer que os homens não tem condições de “impor” uma sociedade “machista” as mulheres.
  A não ser que admitamos que homens são realmente superiores mental e fisicamente as mulheres.
  Quando um pensador diz que mulheres são condicionadas a uma situação de inferioridade fico meditando...

  Todos somos condicionados a alguma coisa, a inteligência existe pra isso, verificar se uma ação/comportamento é útil/eficiente ou não.
  Manter uma situação sem pensar sobre ela ... não é inteligente.

   [Esse texto servirá de base para alguns próximos textos "perturbadores", lá na frente ele servirá para eu apresentar a vocês uma teoria que harmonize a convivência entre as raças, povos mais adaptados e menos adaptados.]

  Preste atenção no enigma proposto, decifre-o comigo:

  É justo que alguém mais inteligente tenha uma qualidade de vida melhor?

  Para decifrar esse enigma temos que flutuar pelo conceito de INTELIGÊNCIA, vem comigo!
  Já observei inteligência em vários seres vivos em diferentes graus, vejam casos:

a) Certa vez lá no início da adolescência fui matar uma barata munido de um chinelo, como ela não pensa a vi indo em uma certa direção fiz meus cálculos mentais de velocidade e trajetória, ela seria um alvo fácil, no entanto a barata repentinamente mudou a direção e eu errei a tacada.
  Coincidência?
  Eu recuperei o chinelo, a barata ainda estava no meu campo de visão não teria como escapar, mas ela não saiu em disparada, parou entre o pé da mesa e a parede um local onde o chinelo não tinha como atingi-la.
  Sei lá, entendo o que é instinto de sobrevivência e no caso da barata ela simplesmente sairia correndo para longe do agressor.
  Do jeito que tudo ocorreu ela deu sinais claros de inteligência, estratégia, ela sabia onde se posicionar, quando correr e quando parar para ter alguma chance e quase escapou.
  Como sou bem mais forte e um pouco mais inteligente que ela puxei rapidamente a mesa e antes que ela corresse foi atingida.
  A maioria das baratas que já encontrei na vida foram abatidas facilmente porque eram muito previsíveis, mas aquela barata e algumas outras marcaram minha vida...
[A loucura sempre está em meu encalço]

b) Eu morava no fundo da casa da minha vó Tidi, o terreno ficava próximo a um grande eucaliptal, as pessoas jogavam lixo e entulhos ali, a invasão de bichos na casa eram constantes.
  Ratazanas davam medo de tão grandes e camundongos eram uma praga.
  Certa vez comprei uma ratoeira e ela pegou uns 3 camundongos, depois não pegou mais embora o local continuasse infestado de ratos.
  Tudo bem, os ratos entenderam que a ratoeira era mortal e "instintivamente" mantinham distancia, mas isso só explicava parte do enigma.
  O intrigante é que o queijo sumia, minha situação financeira era ruim eu não comprava queijo nem para mim, mas comprava para matar os ratos.
  A ratoeira aparecia desarmada, o queijo sumia e nenhum rato morto!
 
  Certa manhã ouvi um barulho um tanto assustador encima do guarda roupa, lá estava um camundongo com o rabo preso na ratoeira.
  Inacreditável!
  Deduzi que usava o rabo para desarmar a ratoeira, na parte central o dispositivo deixava um vão que não prendia o rabo, naquele dia ele deu azar, faltou habilidade e ficou preso...esperto, muito esperto.

 c) Um caso bem recente.
     Moro em apartamento e nas janelas tem redes, as da cozinha são um pouco mais largas.
  Nós notamos algumas coisas estranhas na cozinha e como venta muito acreditamos ser por conta disso.
  Ouvindo um barulho estranho minha esposa correu para cozinha e avistou duas pombas, uma conseguiu se espremer pela rede e voou a outra foi capturada e ...libertada, o que podíamos fazer?
  Agora vou colocar redes mais estreitas na cozinha também.
  Mas vejam bem, houve um planejamento para elas invadirem a cozinha, foi criada uma estratégia, sinal claro de inteligência.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Faz tempo percebi que a inteligência não é exclusiva dos seres humanos.

  A inteligência é um poder incrível que inevitavelmente quem tem certamente usará a seu favor... não sei como condenar isso!?
  A barata, o ratinho a pombinha mais inteligentes “provavelmente” terão uma melhor qualidade de vida e viverão mais.

  Se você é mais inteligente ou se adapta melhor as situações porque se sentir mal por usar suas habilidades?

  Indo para uma provocação maior.

  Se Europeus fazem um melhor uso da inteligência que os Africanos é justo que vivam melhor.

  Se uma mulher cristã faz melhor uso da inteligência é justo que viva melhor que uma mulher islâmica.

  Se os cidadãos de Santa Catarina votam mais inteligentemente que os cidadãos de Alagoas é justo que em Santa Catarina tenha uma qualidade de vida melhor.


  Os alagoanos não sofrem por serem “humanos melhores”, mas por serem humanos “piores”, que fazem pouco uso da inteligência.

  Para corrigir uma falha você tem que reconhecer que ela existe, agora se você se convenceu que essa falha faz de você um humano melhor ...
  Lembram daquele “slogan”:

   “É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no Reino dos céus”.

  Você foi condicionado a acreditar que quanto mais pobre for, uma “pessoa melhor” você é.

  Ao invés de mostrarmos para os povos pobres a importância de PENSAR/PLANEJAR, demonizamos os povos mais abastados que fazem isso!!!

  O problema da pobreza na África não são os maravilhosos e inocentes africanos, são os horríveis e maldosos europeus!?

  O melhor do Brasil é o brasileiro o que nos atrapalha é o “imperialismo americano” !?
  
  "Saber muito não lhe torna inteligente.
   A inteligência se traduz na forma que você recolhe, julga, maneja e, sobretudo, onde e como aplica esta informação."
  [Carl Sagan]

I’ll be Back!

    



  Mutilação genital é uma prática ligada aos costumes dos povos, sem relação direta com a religião.
  NÃO É VERDADE que o Alcorão (a bíblia islâmica) defenda o costume.



 
  

  Aqui no Ocidente não vejo pais querendo ou ensinando que suas filhas apanhem do namorado ou esposo.

  “O homem que cometer adultério com a mulher do seu próximo deverá morrer, tanto ele como sua cúmplice.”
[Levítico 20:10]

 No Velho Testamento a pena de morte para adultério se estende igualmente ao homem.

  A Bíblia diz que o homem deve honrar a esposa, não sei de nenhum versículo o incentivando a bater nela.

  Portanto, você mulher que apanha do seu companheiro não use como desculpa um “condicionamento da sociedade machista”.
  Assuma seu prazer ou falta de inteligência.

  Não venha me aplicar esse “171”.





anterior         <>              próximo
Postar um comentário