sábado, 22 de março de 2014

Para Sul e Sudeste

 “Não vamos tentar consertar a culpa do passado vamos aceitar nossa responsabilidade pelo futuro.”
[John F. Kennedy]



     “Você acha que o norte e o nordeste são explorados?
 Vocês sabem que o Norte do Brasil é na América latina onde se encontra mais riquezas naturais, muitas das vezes as hidrelétricas instaladas no norte a energia vai para o sul e o sudeste, sem dizer outros fatores como preconceito e a má distribuição das riquezas.
  Obs.: Não sou nordestino nem nortista.
  [Yahoo]       

  Vocês sabiam que o primeiro lugar que os portugueses chegaram foi na Bahia?
  Nossa colonização “europeia” começou pelo Nordeste, Salvador inclusive foi a capital do Brasil até 1763.
  Com a descoberta de ouro em Minas Gerais houve uma corrida para o Sudeste brasileiro.
  Esse aqui não é um Blog para estudo de história então vou ficando por aqui, mas entendam que o poder econômico não mudou para o Sudeste por preconceito ou sacanagem política, tinha ouro em Minas e os “gananciosos” moradores do nordeste vieram atrás “explorar” essas terras.
  Como sabem Minas não é banhada pelo oceano, o avião ainda não havia sido inventado, éramos colônia de Portugal e muito do ouro era transferido para Europa.
  Santos e Rio de Janeiro transformaram-se em cidades portuárias importantes e populosas.
  Fala sério, o que esse progresso no Sudeste é devido aos Nordestinos?

  Esse texto é para questionar a “dívida histórica” e o sentimento de culpa que pessoas do Sudeste tem para com pessoas do norte e nordeste.

  Com administrações mais competentes o Sudeste foi se destacando e se mantendo no poder... foi agindo com mais INTELIGENCIA.
  O que impedia os Nordestinos de fazerem o mesmo? Confesso que não sei.
  Me parece que em algumas regiões do Brasil desenvolveu-se a cultura de “se fazer de vítima”.

  Eu cresci ouvindo que São Paulo deve toda sua riqueza aos imigrantes nordestinos que foram explorados com sua mão de obra barata.

  Eu sempre me perguntava, se eles são tão bons porque não fizeram progredir sua própria região!?
  

   
   Pensem no argumento falacioso.
  Eu me considero super competente e ao invés de desenvolver a região onde nasci vou desenvolver a região de outro que mora há centenas de quilômetros!!
  Atualmente sabemos de Bolivianos que trabalham clandestinamente em SP, parece que nós paulistas fomos lá na Bolívia, invadimos suas terras e trouxemos pessoas como escravas.
  Os bolivianos devem saber as condições sob humanas que irão trabalhar, mesmo assim acham melhor aqui que na Bolívia, tanto que burlam nossas leis trabalhistas, eles invadem nossa terra.
  Caraca, porque os Bolivianos não fazem da Bolívia um país melhor para eles viverem?
  Votam em socialistas lá e vem aqui em SP viver das migalhas do Capitalismo.
  Sei, sei, você vai dizer que NÓS paulistas não devíamos permitir que a situação de trabalho escravo aconteça.
  Lembra do texto anterior?

  “Na força Anglo o EU é tipo “senhor de todas as coisa.”
  No idioma inglês eu é “I”.
  O “I” é tão importante que sempre é escrito em maiúscula...pergunte para seu professor de inglês.
  Na força Latina o NÓS é o senhor de todas as coisas.
  Se nos idiomas latinos o “Nós” sempre fosse escrito com maiúsculas...seria muito coerente.”   
[Intervenção Militar]

  Na realidade o “NÓS” é formado por “EUs”.
  Eu e a grande maioria dos paulistas não queremos e não colaboramos para essa situação, mas tem indivíduos [em qualquer parte do mundo] dispostos a cometer crimes para ganhar algum dinheiro a mais.
  Eu sei que a prostituição infantil é forte no Nordeste, por conta disso posso dizer que todo nordestino compactua com a prostituição?



  Nordestinos não são vitima inocentes:

  Nordestinos sempre tiveram autonomia política se escolhem mal seus governantes o que podemos fazer?

  Proporcionalmente há mais políticos na Câmara representando o Nordeste que qualquer outra região.
  Quando eles falam que falta vontade política, estão atribuindo essa responsabilidade a quem?
  São seus conterrâneos, eleitos por eles.
  Vejam a falácia da seca que as TVs gostam de esfregar no rosto da gente.

   “Atualmente, o Polígono das Secas, segundo a Resolução nº 11.135 do Conselho Deliberativo da SUDENE, todos esses estados compreendem uma área de 1.108.434,82 km², correspondentes a 1.348 municípios, distribuídos pelos Estados do Piauí (214), Ceará (180), Rio Grande do Norte (161), Paraíba (223), Pernambuco (145), Alagoas (51), Sergipe (32), Bahia (256) e Minas Gerais (86).”  
[Wikipédia]

  Prefeitos e moradores tem interesse que seu município seja incluído no polígono da seca para ter direito a verbas adicionais e emergenciais, em outras palavras receber mais verbas da União.
  Logo, devemos colocar em dúvida se todas essas cidades são realmente regularmente atingidas por secas, mas vamos dizer que sim.
  Temos que confiar na SUDENE!

  “Sepultada em 2001 sob uma avalanche de denúncias de corrupção e com 653 projetos cancelados por irregularidades, a Sudene foi ressuscitada em 2007.”
[Exame] 


  Em 2013, registrou-se a pior seca do Nordeste em 50 anos.
  Por esse motivo, mais de 10 milhões de pessoas foram afetadas e 1.297 cidades ficaram em situação de emergência.

  Observe bem, no Nordeste vivem 53 milhões de pessoas e na pior seca em 50 anos cerca de 10 milhões foram afetadas.

   Gente, gente, gente isso dá mais ou menos, forçando a barra, 3 milhões de famílias, o problema é pequeno, será que os próprios nordestinos não podem resolver!!
  Vejam bem que estamos falando da pior seca desde que começaram as medições, esse verão realmente foi forte.
  O Nordeste não é deserto, logo chove, façamos reservatórios maiores, mais bem planejados.
  O Nordeste tem um grande litoral, vamos investir em dessalinização da agua.
  Mas não, a solução é criar mais Municípios...

  Nos últimos 20 anos foram criados mais de 250 municípios no Nordeste.

  Fico me perguntando se não seria mais INTELIGENTE a fusão de municípios.
  Sim, se o “cabra” mora em uma região desértica, mude para outra que não seja, concentrem esforços.
  Eles criam essas cidades que não se pagam, criam peso morto para sugar o dinheiro dos impostos do resto do país.
▬▬▬//▬▬▬

  No Brasil inteiro vejo o cidadão enchendo a boca para dizer:

“Eu pago impostos exijo meus direitos”.

  Usando matemática básica que você aprende no ensino fundamental fica fácil perceber que muitas vezes o cidadão recebe mais dinheiro dos impostos do que paga, quer ver?
  Você mora em uma cidade que não gera arrecadação suficiente para se manter então ela RECEBE dinheiro da União.

   “Segundo Neto, com a inclusão do nome no CAUC, a prefeitura deixa de receber as transferências voluntárias até sua exclusão, o que a deixa impedida também de tomar empréstimos. As transferências constitucionais, como os repasses do Fundeb, FPM (Fundo de Participação dos Municípios) e cota de ICMS não são afetadas pelo ingresso no cadastro."As transferências voluntárias são os convênios, que não podem ser consolidados com União ou Estados.”
  [UOL]  

  Perceba que alguns repasses deixam de ser feitos porque VOCÊ cidadão não fiscaliza seus vereadores e prefeito direito, fica tão preocupado em ir à Igreja, balada/boteco ou ficar criticando “Brasília” e não faz seu dever básico de cidadão.

  “Os critérios utilizados para o cálculo dos coeficientes de participação dos municípios estão baseados no Código Tributário Nacional.
  Do total dos recursos 10% são destinados aos municípios das capitais, 86,4% para os demais municípios e 3,6% para o fundo de reserva a que fazem juz os municípios com população superior a 142.633 habitantes (coeficiente 3.8), excluídas as capitais.”
  [Carlos Escóssia] 

  

  Aqui você entende porque tantos municípios foram criados, quando isso acontece a
 União e o Estado são obrigados por lei a repassar verba para esse município, são mais prefeitos e vereadores para cuidar dos mesmos problemas.
  O “povo inocente” compactua com esse desfalque aos cofres públicos!
  Veja bem, se um município arrecada em impostos 100 mil por mês, mas gasta obrigatoriamente 150 mil para se manter, ele vai se endividando todo mês em 50 mil, mas se esses 50 mil são cobertos com o Fundo de Participação dos Municípios – FPM...

  Você de qualquer parte do Brasil que mora em uma cidade que se sustente e gere algum superávit paga para que outro município exista apenas por capricho de cidadãos os quais você nem conhece.

  E você ainda houve que no Brasil não há distribuição de renda.
  Caraca!

  O que mais tem aqui é distribuição FORÇADA de renda, o que essas pessoas [e Governo] fazem com o que recebem é que deveria ser questionado.
To be continued...





“A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.” 
[Adam Smith]     



anterior         <>              próximo
Postar um comentário