segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Eleitor Traído

 “Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz.”
 [Platão]




 👩 “O político trai o seu eleitor e usando o cargo em benefício próprio.”
[Comentarista no G+]    
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬     
  Pior é o eleitor traído que o reconduz ao cargo, há parlamentares com histórico pra lá de comprometedor que estão na câmara no terceiro mandado.
  Traição é quando você é pego de surpresa em uma situação não é o caso dos eleitores de Fernando Collor ou Paulo Maluf só para citar dois exemplos.

  Percebam que sempre voltamos a essência das coisas.

  Políticos nós escolhemos, bandidos NÃO!

  Um amigo ou conhecido que você recebe em casa e te rouba é um caso de traição, quebra de confiança.

  Alguém que te assalta na rua ... é horrível, mas não se encaixa no conceito de traição, não há nenhuma relação de confiança.

  Se você traz por livre espontânea vontade em sua casa, alguém que sabe que vai lhe roubar ... não sei como encaixar isso no conceito de traição ... quem me explica?

  Falta a nós brasileiros AUTOCRITICA.

  Enquanto ficarmos nos fazendo de vítimas diante de políticos “alienígenas” (Como se não fossem brasileiros, nem nascidos nesse planeta) não avançaremos para ser um povo mais ADULTO politicamente.

  O político pego em ato criminoso podemos prender, e quanto aos que votam nele lhe conferindo inclusive imunidade parlamentar?

  Nos perdemos muito tempo mirando no alvo errado.
  Votamos em corruptos e ficamos indignados com a corrupção!!

  Vamos a um exemplo:

  Vejo muito debate na Internet (04 – Novembro – 2013) demonizando a gestão FHC, não entendo porque perder tanto tempo com isso, não entendo a escolha do alvo.
  FHC está fora do poder há anos e sem chance de voltar, o próprio PSDB tem menos votos que Marina.
  Quero dizer que ao invés de discutirmos temas atuais como o Trem Bala ou Privatização de Portos ficamos discutindo a privatização da telefonia ou o apagão de 2000!!!

  Vamos para uma filosofia mais profunda...
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Minha capacidade de perdoar é bastante limitada.

  O perdão exige uma elevação espiritual/mental que eu não tenho.
  Essa minha dificuldade em perdoar é compensada com uma igual dificuldade de ser vingativo.

  A vingança e o perdão são estruturas de pensamento interessantes porque já começam no "radicalismo".

  São tão extremas que uma não consegue ficar na presença da outra, são contrarias, há uma impossibilidade de harmonia
 
  Pense nas estruturas de pensamento Amor e Ódio.
  Elas são contrarias, mas em certas situações as duas podem estar presentes...darei um exemplo fácil de visualizar.

  Uma mulher ama o marido, mas ele se apaixona por outra e termina o casamento.
  Todos sabemos que a estrutura amor não se desfaz tão facilmente, a mulher mesmo apaixonada pode desenvolver um ódio pelo marido desejando tudo de pior em sua vida, se pudesse o mataria com as próprias mãos.
  Mas se ele voltar pedindo desculpas, oras vejam só, a sentimento de amor continua lá e pode dar uma chance para o relacionamento recomeçar. 
  Não tenho como fazer esse tipo de pesquisa, mas boa parte dos crimes passionais são devidos a um grande egoísmo, o indivíduo acredita que o outro lhe pertence.
  Outra parte é praticada pelo indivíduo que ama muito outra pessoa, se sentia amado e deixou de ser correspondido.
  O cidadão realmente ama tanto a pessoa que prefere vê-la morta que junto de outro.
  Observem as estruturas de Amor e Ódio ocupando a mesma situação.

  Não gosto de usar a palavra "impossível", mas por vezes se faz necessária.

  Vingança e perdão não coexistem na mesma situação, uma anula a outra.

  Vingança e perdão são péssimas ferramentas quando queremos JUSTIÇA [de boa qualidade]
 
  Vamos aplicar a estrutura de pensamento Vingança a quem detestou o Governo FHC.

  Quem quer vingança não consegue perdoar, a essa altura se você acompanhou o raciocínio isso deve estar obvio para você.

  Não conseguem “perdoar” a gestão FHC e a boa pergunta é:

 O que foi feito de tão errado?
 O que prejudicou tanto o país?

  O indivíduo quer vingança contra as privatizações e gostaria que FHC fosse preso ou execrado por conta delas.
  Mas Lula não reverteu nenhuma privatização, se tudo estava tão errado e queríamos um novo modelo porque continuamos com o mesmo!?

  Se FHC sofresse alguma punição, como ser preso, por causa das privatizações não se faria justiça uma vez que não houve nenhuma condenação em nenhum tribunal.
  Porque o Governo do PT não se interessou em investigar tantas maracutaias que ele nos convenceu que tinha?

  O trágico cômico é que o Governo que sucedeu o de FHC poderia desfazer o que ele fez, até por vingança.
  Poderia criar uma Estatal de Telefonia Celular, por exemplo, e inviabilizar a concorrência privada.
  Não precisava nem recorrer a desapropriação, se o Governo é tão mais eficiente na administração das coisas e ainda por cima dispensa o lucro que chance tem uma Vivo, Claro ou Tim?
  [Meditem sobre isso depois continuamos.]

  “O melhor modo de vingar-se de um inimigo, é não se assemelhar a ele.”
[Marco Aurélio]






  “Gostamos de falar mal das operadoras pela qualidade do serviço não ser de primeiro mundo, mas nosso AMBIENTE DE NEGÓCIOS é de quarto mundo.
 Temos essa tradição nefasta de demonizar empresários e empresas privadas sem PENSAR que o Comunismo não deu certo em lugar algum.”





anterior                                           <>                                                próximo
Postar um comentário