segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Eleitor Traído

 “Podemos facilmente perdoar uma criança que tem medo do escuro; a real tragédia da vida é quando os homens têm medo da luz.”  [Platão]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  “Então ele (o político) trai o seu eleitor e usa o cargo em benefício próprio...” [G+]
===========================         
  Pior é o eleitor traído que o reconduz ao cargo!
  Como vê sempre voltamos a essência das coisas.
Políticos nós escolhemos, bandidos NÃO!
  Falta a nós brasileiros AUTO CRITICA.
  Enquanto ficarmos nos fazendo de vítimas diante de políticos “alienígenas” não avançaremos para ser um povo mais ADULTO politicamente.
  O político pego em ato criminoso podemos prender, quanto aos que votam nele precisamos convence-los a AGIR diferente.
  Nos perdemos muito mirando no alvo errado.
  Vejo muito debate na Internet demonizando a gestão FHC, não entendo porque perder tanto tempo com isso, não entendo a escolha do alvo.
  FHC está fora do poder há anos e sem chance de voltar, o próprio PSDB tem menos votos que Marina.
  Quero dizer que ao invés de discutirmos temas atuais como o Trem Bala ou Privatização de Portos ficamos discutindo a privatização da telefonia ou o apagão de 2000!!!
  Já disse que se o Renan é Senador é porque alagoanos confiam nele, mas preferem defender que Renan sabe como fraudar a urna eletrônica e alagoanos são vítimas inocentes...

  “O voto do pobre vale tanto quanto o do rico e há muito mais pobres que ricos.”  [Paradoxo da Educação]

________________________________________________                    
  Como homem razoável minha capacidade de perdoar é bastante limitada.
  O perdão exige uma elevação espiritual/mental que eu não tenho.
  Mas essa dificuldade de perdoar é compensada com uma igual incapacidade de ser vingativo.
  A vingança e o perdão são estruturas de pensamento interessantes porque já começam no "radicalismo".
  São tão extremas que uma não consegue ficar na presença da outra, são contrarias e há uma impossibilidade de harmonia
  [Essa é uma Filosofia muito complexa, estamos nas profundezas do abismo]
  Pense nas estruturas de pensamento Amor e Ódio.
  Elas são contrarias, mas em certas situações as duas podem estar presentes...darei um exemplo fácil de visualizar.
  Uma mulher ama o marido, mas ele se apaixona por outra e termina o casamento.
  Todos sabemos que a estrutura amor não se desfaz tão facilmente, a mulher mesmo apaixonada pode desenvolver um ódio pelo marido desejando tudo de pior em sua vida, se pudesse o mataria com as próprias mãos.
  Mas se ele voltar pedindo desculpas, oras vejam só, a sentimento de amor continua lá e pode dar uma chance para o relacionamento recomeçar.  
  Não tenho como fazer esse tipo de pesquisa, mas boa parte dos crimes passionais são devidos a um grande egoísmo, o indivíduo acredita que o outro lhe pertence.
  Outra parte é praticada pelo indivíduo que ama muito outra pessoa, se sentia amado e deixou de ser correspondido.
  O cidadão realmente ama tanto a pessoa que prefere vê-la morta que junto de outro.
  Observem as estruturas de Amor e Ódio ocupando a mesma situação.
==========================           
  Não gosto de usar a palavra "impossível", mas por vezes se faz necessária.
  Vingança e perdão não coexistem na mesma situação, uma anula a outra.
  Vamos caminhar mais umas casas além da virgula e descobrir que vingança e perdão são péssimas ferramentas quando queremos JUSTIÇA [de boa qualidade]
  Agora vou amarrar o texto no comentário.
  Vamos aplicar a estrutura de pensamento Vingança a quem detestou o Governo FHC.
  Quem quer vingança não consegue perdoar, a essa altura se você acompanhou o raciocínio isso deve estar obvio para você.
  Não conseguem “perdoar” a gestão FHC e a boa pergunta é: O que foi feito de tão errado? O que prejudicou tanto o país?

  O indivíduo quer vingança contra as privatizações e gostaria que FHC fosse preso ou execrado por conta delas. Mas Lula não reverteu nenhuma privatização, se tudo estava tão errado e queríamos um novo modelo porque continuamos com o mesmo!?

  Se FHC sofresse alguma punição, como ser preso, por causa das privatizações não se faria justiça uma vez que não houve nenhuma condenação em nenhum tribunal.
  O trágico cômico é que o Governo que sucedeu o de FHC poderia desfazer o que ele fez, até por vingança.
  Poderia criar uma Estatal de Telefonia Celular, por exemplo, e inviabilizar a concorrência privada.
  Não precisava nem recorrer  a desapropriação, se o Governo é tão mais eficiente na administração das coisas e ainda por cima dispensa o lucro que chance tem uma Vivo, Claro ou Tim?
  [Meditem sobre isso depois continuamos.]
  “O melhor modo de vingar-se de um inimigo, é não se assemelhar a ele.” [Marco Aurélio]
[A Gestão FHC não foi nossa inimiga.]



  “Gostamos de falar mal das operadoras pela qualidade do serviço não ser de primeiro mundo, mas nosso AMBIENTE DE NEGÓCIOS é de quarto mundo.
 Temos essa tradição nefasta de demonizar empresários e empresas privadas sem PENSAR que o Comunismo não deu certo em lugar algum.”  [Vendilhões da Pátria]

anterior                                           <>                                                próximo
Postar um comentário