segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Dizem que Deus...

  Roubar rico é certo/aceitável?



  Suponhamos que você ganha 1500 reais por mês, 10 reais não são algo tão significativo em seu orçamento.
  Quem roubar 10 reais de você não merece punição porque é pouco dinheiro diante de sua renda mensal?
  Sei lá, para maioria de nós roubo é roubo e nada justifica.
  Haveria uma indignação, mas possivelmente você deixaria para lá... não daria queixa a polícia por 10 reais.

  E se o roubo for de 500 reais? Em um cálculo grosseiro representaria roubar 10 dias do seu salario.
  A indignação e dificuldade de perdoar ficam inflacionadas, seu desejo de punição é maior.

  Vamos para outra situação, você ganha 200 mil por mês e te roubam 10 mil, é pouco significativo no seu orçamento.
  No entanto 10 mil é uma boa grana independente de quanto você ganha.
  Esqueça se o dono do dinheiro é um técnico de futebol, banqueiro, artista famoso.
  Eu não consigo defender o argumento que quem rouba 10 mil não merece punição.

  Alguém merece ser roubado?

Antigamente algumas sociedades aplicaram a lei de Talião:

  Os primeiros indícios de consagração da Lei de talião foram encontrados no Código de Hamurabi por volta de 1700 a.C. no reino da Babilônia.
  Ao contrário do que muitos pensam talião não é um nome próprio, vem do latim talionis que significa como tal, idêntico.
  Neste sentido, a Lei consiste na justa reciprocidade do crime e da pena, sendo frequentemente simbolizada pela expressão “Olho por olho, dente por dente”.  Clique Aqui

    Um estuprador merece ser estuprado?  É algo interessante quem sabe ele vire boiola e não incomode mais as mulheres.
  Um assassino frio merece morrer, considero aceitável.
  Um rico merece ser roubado?
  Se ele não roubou...qual a justificativa para isso!?
  O Banco te presta um serviço e deve ser remunerado por isso, desconheço que algum Banco contrate capangas para te obrigar a fazer empréstimos.
  Já disse várias vezes que meu relacionamento com Bancos é tranquilo, acho bem mais seguro guardar dinheiro neles, cartões e caixas eletrônicos são muito uteis/eficientes.

  Mas para “esquerdistas” todo rico é ladrão, isso é um dogma para eles.
  Existe de um lado o rico e do outro lado o trabalhador.

  Nenhum trabalhador é rico e nenhum rico é trabalhador.”

  Em uma sociedade de “trabalhadores” todos permanecerão na pobreza, exceto o grupo que os mantem na pobreza...HAHAHAHAHAHAAHAHHAAHH!
  Isso explica muita coisa.
============================
  A lei de talião caiu em desuso por ser considerada rígida demais isso não quer dizer que algumas punições não devam ser rígidas.
  Alguém que rouba ter sua mão cortada é uma barbárie terrível, vai muito além da lei de Talião.

  Jesus propôs algo que fica muito aquém da Lei de Talião, parece esses defensores dos “direitos humanos” que privilegiam os direitos e arbítrio dos bandidos.

   “Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente;
   Eu porém, vos digo: não resistais ao perverso; mas, a qualquer que te ferir na face direita, volta-lhe também a outra;
    E, ao que quer demandar contigo e tirar-te a túnica, deixa-lhe também a capa;
    Se alguém te obrigar a andar uma milha, vai com ele duas.” [Jesus]

  Eu sou um coxinha que fica encima do muro. [Muitos me definem assim]
  Não gosto de mutilações, cortar partes do corpo de alguém como punição acho inaceitável, coisa de bárbaros.
  Privar da liberdade afastando por um tempo o indivíduo da sociedade eu vejo como mais civilizado.
  Em caso de crime terrível sou a favor de pena de morte por uma questão de custo.
  Manter o indivíduo em prisão perpetua custa muito caro, é mais barato elimina-lo.

  A proposta de Jesus é uma tolerância desmedida com o mal, ainda não vi isso dar certo em nenhuma sociedade.

  Devemos deixar qualquer tipo de punição para outra vida!?

  Pensem em um cara igual eu que pela Bíblia tem remotíssimas chances de ir para o “céu”.
  Não sou digno da salvação, mas sou trabalhador e honesto, viverei o inferno de ser dominado por bandidos aqui e depois por Lúcifer!!!
  Pelo menos aqui na Terra quero liberdade e sossego, cuidar em paz da minha família, ter um bom padrão de vida.
  Coisa de Burguês/Coxinha?
  E daí, não tenho direito de ser assim!?
  Meu livre arbítrio não conta nesse caso!?
====================
  Mas essa fala de Lula me provocou outros pensamentos.
  Lula é um humano com todas as imperfeições que isso implica.
  É bom saber o que ele pensa para que cada um faça seu próprio julgamento dele, decida se o quer como governante ou não.
  O texto está terminando, vamos ser mais audaciosos.
  Sabemos o que Lula pensa, ele fala com a gente.

  Muitos querem nos dizer O QUE DEUS PENSA.

  No Brasil a maioria usa como fonte a Bíblia, mas é comum encontramos pessoas que usam como “fonte” seu “coração”.

  Já conheci várias famílias que vivem em grande dificuldade e ainda nasce um filho doente, na minha mente ninguém merece ter um filho doente, se é pobre é algo que multiplica muito as dificuldades da vida.
  Aconteceu na minha família, vivíamos em uma situação de penúria e meu último irmão nasceu com uma doença grave.
  Eu era uma pessoa de muita Fé e nem em pensamento questionava Deus por aquela situação, mas também não me lembro de ter algum pensamento de agradecimento considerando ter um
irmão doente como uma benção.

  Hoje quando vejo pessoas agradecendo a Deus por provações acho patético.

  O indivíduo defende que Deus pode tudo, mas não pode lhe dar um filho saudável!
   Se seu filho nasceu doente é de alguma forma merecido, "Deus sabe o que faz".
  Provação é um teste, Deus testa sua fé.
  Mas se ele sabe tudo qual o motivo para teste, ele já sabe o tamanho de sua Fé.
  Defender a necessidade de Deus fazer testes ao mesmo tempo que defendemos sua Onisciência é algo que eu não consigo fazer.

  Não posso julgar Deus pelo que pensam sobre ele.
  Se ele é tal qual aparece na Bíblia...não me parece Onisciente.
 
  Dizem que Deus age dessa maneira colocando provações/dificuldades na vida das pessoas, mas eu não tenho uma fonte confiável sobre isso.
  Outros dizem que ele não coloca, mas permite.
  Se a crença em Deus não serve para te proteger de todo mal e nem garante sua ida para o “paraíso”... você deveria reavaliar sua opinião sobre ele ou sobre o que dizem dele.

  Se existir algum Deus espero que seja melhor do que pensam ou escrevem sobre ele.
 [O que chegou até nossos dias é uma fantasia deprimente]




Anterior          <>        Próximo
Postar um comentário