terça-feira, 5 de agosto de 2014

Olho do Dono

  “Ideologia de vida é algo que todos deveriam ter, porque se você não tiver a sua alguém impõe uma pra você.” 
[Guilherme Dietrich]

 Há dois tipos de ideologias econômicas dominantes e cada uma delas tem muitas variações, digamos “grau de pureza”.



  Marxismo: Defende que o Estado deve ter participação máxima nos meios de produção sendo dono da maioria das empresas, porque como o Estado não visa LUCRO teoricamente tudo ficaria mais barato.

  Liberalismo: Defende que os meios de produção devem ficar majoritariamente nas mãos da iniciativa privada e o Estado deve ser um agente regulador e fiscalizador.

  Existe um ditado popular que diz: 

  “É o olho do dono que engorda o gado”

  Esse ditado tem tudo a ver com o Liberalismo/Capitalismo, vamos entender porque:
  Se você tem 10 cabeças de gado e sabe que terá um bom lucro quando vende-las, faz de tudo para que isso aconteça da melhor e mais lucrativa maneira possível, trabalha dia e noite se for preciso.
  Se você é um funcionário público e essas 10 cabeças são da “comunidade” ...porque você vai trabalhar muito se o resultado será dividido com todos?
  É, se você tiver um excelente caráter dará a vida pelo bem da comunidade, mas não dá para exigir esse tipo de coisa de todos.

   Mesmo como empregado, no Capitalismo você sempre pode buscar outra empresa para trabalhar, se aperfeiçoar em algo, ser um empreendedor.
  Em uma economia planificada pelo Estado é bem mais difícil.
  Se o partidão decidiu que você vai ser agricultor, essa será sua sina.



   O importante é você entender que nenhuma das duas correntes [Liberalismo ou Marxismo] é o “mal encarnado”.

  O Chico Buarque é um cara legal, ele acredita que o Estado deve ser dono dos meios de produção, ele acredita realmente que o mundo ficará melhor Comunista.
  Eu me acho um cara legal, não sou uma entidade do mal, eu realmente acredito que o Capitalismo é o melhor para humanidade.
  Tanto eu quanto o Chico queremos o melhor para a humanidade

  A Dilma, o Lula, Putin, Nicolas Maduro... tem a melhor das intenções e tem as suas ideologias.
  Eles são Marxistas em variados graus, não chegam ao extremo de uma Coreia do Norte ou Cuba, mas a intervenção excessiva do Estado nos meios de produção os mantem em uma corrente oposta ao Liberalismo.

  O problema é acreditarmos que Dilma se reúne com Satanás para ferrar os brasileiros ou que Obama se reúne com Satanás para ferrar o Mundo.

  Se você não concorda com a ideologia da Dilma não a reeleja, entretanto a pergunta que deve se fazer é:

  Qual a “SUA” ideologia?

  Tá, cada ideologia tem inúmeras variações, mas sua tendência deve ser clara.
  Você observa que o Marxismo traz melhores resultados e aposta nele?
  Você observa que o Liberalismo traz melhores resultados e aposta nele?

  O Zé Dirceu tem sua crença que Cuba ou China são um modelo a ser seguido.
   É o que ele acredita, é o que ele acha melhor para humanidade.

    Para os socialistas praticamente tudo deve ser controlado pelo Estado e o Estado acaba sendo o partido político que está no poder.
  Aqui no Brasil só temos partidos com tendências Marxistas, acredite, até nosso regime militar na pratica foi Marxista, o controle do Estado sobre os meios de produção era até maior do que é hoje.
  Nunca foram criada tantas Estatais no Brasil como no Regime Militar.
  Se Estatizar a economia fosse tão eficiente o Governo Militar não teria endividado tanto o país.

  Hoje em dia temos uma “esquerda” mais moderada ou uma esquerda mais extremada.
  Partidos Liberais que se destacam eu desconheço. 
  A esquerda mais extremada tem vários partidos: PT (algumas alas), PC, PC do B PSOL e PSTU.
  Escrevi um texto sobre isso:
 
  “O Comunista Lenon morava em Nova Iorque!
  Um centro “Capitalista” do planeta, nada mais HIPÓCRITA, nada mais Marxista…”       Clique Aqui
 _________________________
   Ser dono de empresa foi algo muito traumático para mim, vou contar casos singelos, mas que ilustram bem esse texto.

a)  O tomate havia subido horrores, mas eu não podia deixar faltar aos meus clientes.
  Comprei uns 5 quilos para aquele dia.
  Estava acabando o almoço e a cozinheira me pediu para comprar mais para o jantar.
  Eu não tinha visto tanto movimento no restaurante que justificasse o consumo de 5 quilos de tomate só na parte da manhã. Nós fazíamos porções individuais de salada
  Olhei para algumas mesas que tinham pedido salada e a explicação estava ali.
  Rodelas grossas bem generosas.
  Caraca! A cozinheira era dona de casa também será que ela desconhecia o preço exorbitante do tomate?
  Quando o tomate começou a subir eu pedi moderação aos funcionários foi um curto comunicado oral não pensei que precisasse mais, sempre que algum produto subia muito de preço eu pedia para economizarem.
  Ao ver aquelas fatias grossas de cerca de 1 centímetro me deu até um aperto na garganta.
  Respirei fundo e pedi a cozinheira que por favor cortasse fatias mais finas. [Se você alterar a voz é “assédio moral”.]
  Chamar o funcionário de burro...para seu bem é melhor que fique só em pensamento.
  Naquele dia o pouco lucro que tive servindo as mesas foi ainda menor devido ao desperdício de tomate.

 b) Um parente levou alguns amigos para conhecer o restaurante e consumiram cerca de 70 reais que eu nunca mais vi.
  No fim da noite foram se levantando e meu parente disse que depois acertava tudo, foram todos alegres, elogiando a boa noitada, pena que eu só fiquei alegre aquela noite, como não recebi meu dinheiro as outras noites não foram tão alegres, ficava até triste quando lembrava do prejuízo.

c) Uma balconista caprichava no filé de frango para seus clientes mais simpáticos.
  Entenda que há tantos problemas para resolver que certas coisas você demora para ver, as vezes acontece ao acaso.
  Eu estava voltando de uma entrega e o cliente me chamou para elogiar o filé de frango, eu olhei no prato dele e tinha um peito inteiro ali!
  Sorri para o cliente, o tratei da melhor maneira possível, passado o rebuliço do almoço pedi para a atendente explicar o valor cobrado, não lembro o valor, mas lembro que era bem baixo.

  “É que ele é legal e pediu para substituir o arroz e feijão por mais filé de frango.”

  Você sabe que arroz e feijão são muito mais baratos que qualquer carne, porque cobrou o mesmo valor para algo que nem tinha autorização para fazer?
  Ela nem tinha o que dizer, apenas abaixou a cabeça.
  É, mais uma vez respirar fundo, você tem que estar ligado em tudo o tempo todo é desgastante demais, parece que os funcionários te acham rico, milionário e por conta disso você tem mais é que se f#&*r.

  Essa história não sai da minha cabeça porque anos depois ela teve um desdobramento.
  Em 2012 esse ex-cliente me reconheceu e conversa vai, conversa vem ele me perguntou pela balconista.
  Eu disse que a garota tinha me dado tanto problema que eu não sabia e nem queria saber onde ela estava, se possível a apagaria da minha memória.
  Eu disse:  Ela era bonita né, por isso você ainda se lembra dela?
  O que ele respondeu me deixou perplexo, como se fosse um inesperado soco no estomago.
  A garota teve um filho disse que era de um rapaz, mas esse ex-cliente tem quase certeza que é dele devido alguns traços físicos!
  Oras, então aquele cliente não era só “legal”, eles tinham um caso.
  Ela ficava tão satisfeita em receber o pinto que retribuía com o meu filé de frango...era para ser uma piada, mas não consigo rir.
  O pinto do ex-cliente me f#&*u por tabela.
  Quantas vezes aquele favorecimento aconteceu sem que eu me desse conta?
  Deixa eu mudar esse texto porque ele está me deixando muito irritado, estou perdendo a classe...
======================
  Fica claro que se eu não estivesse ali cuidando dos meus negócios eu teria rapidamente ido a falência.
  Eu não era uma empresa estatal que pode adiar pagamentos indefinidamente e sempre pode contar com alguma verba extra do Estado ou da Federação... nosso dinheiro dos impostos.   Clique Aqui

  Na iniciativa privada você é eficiente ou fecha.
  A Estatal é eficiente ou... CONSOME MAIS IMPOSTOS.

  Tem aquela expressão famosa:
  “Fulano só se mexe quando a água bate no traseiro.”

   Na Estatal a água não bate no traseiro nunca, você tem estabilidade, apertou muito você faz greve e o público que ature.
  Ainda bem que a maioria das pessoas tem consciência e cumprem com suas responsabilidades, mas no geral os olhos do dono está bem longe e as ineficiências demoram para serem sanadas.

  Tá, você vai dizer que o dono é o povo e ele está sempre presente utilizando o serviço, mas é um dono fragmentado, sem poder.
  Você vai a uma delegacia e exige ser atendido prontamente, mas qual seu real poder para conseguir isso?
  Se insultar o delegado pode até ir preso.
  Você não está satisfeito com o atendimento na Receita Federal, mas qual poder você tem sobre a atendente?
  No caso do restaurante eu pedi para cozinheira diminuir a fatia e caso ela não me atendesse eu tinha poder para demiti-la.
  Na Receita Federal você fará uma reclamação do atendimento em alguma ouvidoria que algum dia será apurada.
  Perceba que a falta de eficiência nos serviços prestados pelas Estatais não é uma conspiração maligna de algum sistema econômico.

  É da natureza humana, sem alguma pressão muitas pessoas não fazem o que é preciso fazer.

  Claro que a administração pública não está inevitavelmente fadada ao fracasso ela pode até ser boa só não fica tão eficiente quanto poderia ser, ela depende muito da consciência do funcionário e das condições de serviço oferecida a ele, uma equação complexa onde cada caso é um caso...as vezes dá certo.
  Por melhor que o médico de um postinho seja não dá para fazer muita coisa sem exames adequados.
  Por melhor que um gari seja não dá para fazer muita coisa se você dá a ele uma vassoura sem condições de uso.
  Na outra ponta você pode dar as melhores condições ao funcionário, mas se ele é um vagal...o serviço não vai render.

  Como eu disse isso é da natureza humana, não é algo específico do serviço público.
  Quanto maior a empresa e sua complexidade mais difícil é administrar mesmo na iniciativa privada.
  Veja o caso do McDonald's a empresa se espalha por meio de franquias, você sabe que cada franquia é um negócio particular, o dono se obriga em contrato a respeitar a “formula” do negócio e enviar certas participações para a marca McDonald's, mas o lucro ou prejuízo é por conta e risco do franqueado.

  Quem cuida melhor da sua casa, do seu imóvel que você?
  Uma das grandes reclamações dos locadores é que muitos inquilinos não cuidam bem dos imóveis.



  Fica claro que quanto mais empresas privadas melhor para qualquer economia, são mais “olhos dos donos” buscando eficiência.

  Quanto ao serviço público devemos criar meios de pressão, certos cumprimentos de metas.
  Pessoas que não cumprem metas deveriam ser mais facilmente demitidas.
  Se um funcionário se mostra relapso e ineficiente de alguma forma essas provas devem ser juntadas e criarem uma consequência que pode ser a demissão.
  Hoje em dia nós vemos juízes afastados recebendo salários integrais.
  Vemos professores incompetentes que não podem ser demitidos.
  Por vezes você é mal atendido em uma repartição pública e não há nada que possa fazer a não ser xingar o prefeito, governador ou presidente que não tem nada a ver com a grosseria do “intocável” servidor público.
  O (a) Presidente da República você pode trocar a cada 4 anos, aquele servidor público... você vai ter que engolir enquanto ele quiser ficar ali.
  Por isso, no geral é aconselhável privatizar o máximo possível.
  O Estado deve se restringir ao necessário saúde, educação e segurança.

  Lembrei de um debate onde o sujeito não entendia como eu podia ser favorável a privatização da Vale, eu expliquei para ele:

  “Isso é uma questão IDEOLÓGICA.
  Você é marxista/socialista eu sou liberal/capitalista.

  Não acho que é função do governo produzir ferro.
  A Vale emprega muitas pessoas e seus salários ficam no bolso do trabalhador.
 Ela paga impostos e assim parte dela sempre será do Governo/Sociedade.

  No Liberalismo:
  Escola Estatal tudo bem.   [educação]
  Hospital Estatal tudo bem. [saúde]
  Polícia Estatal tudo bem.   [segurança]

 Todas as demais empresas devem ser privatizadas.”

  O governo ELEITO regulamenta a economia, a Sociedade PRODUZ.




    “A cidade de Campinas é a primeira fora das capitais em atratividade para a abertura de franquias no País. No ranking nacional, o município figura como o 12 melhor no Brasil para apostar em uma unidade.

  Há dois anos, o mercado local era o 9º colocado, mas caiu em decorrência do crescimento de capitais como Goiânia, Recife e Manaus. No Estado, contudo, o município ficou com o 2º lugar, atrás apenas da Capital.”  [Correio Popular]    Clique Aqui


Anterior          <>        Próximo
Postar um comentário