sábado, 19 de julho de 2014

Valor Monetário e Salários

“O que certamente nunca houve no Brasil foi um choque liberal. [...] O liberalismo econômico assim como o capitalismo não fracassaram na América Latina. Apenas não deram o ar de sua graça.”  [Roberto Campos]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  Sou um admirador de mato, essa vegetação que nasce em qualquer lugar.


  Ele nasce por entre o concreto, em trincas no asfalto, em terrenos rochosos ou arenosos.
  É encantador e até um pouco assustador a força vital dessas espécies.
  No entanto, apesar de toda sua importância para o ecossistema terrestre o mato é algo sem valor monetário por ser muito abundante.
  O mato não resiste a neve e nem a seca extrema, em algumas regiões ele é armazenado em forma de feno e na sua escassez passa a ser mais valorizado.
  Percebem o paradoxo da coisa?
  O mato, vegetação “selvagem”, é de extrema importância, serve de alimento aos animais herbívoros que alimentam os animais carnívoros.
  No entanto sua grande abundancia tira dele seu valor monetário, você até paga para alguém tirar o mato do seu quintal, do seu jardim.

  Algo muito importante pode ter baixo valor monetário?
 
  Bem, sem oxigênio eu não vivo, mas nunca paguei nada para respirar.
  Em quadros clínicos graves podemos utilizar cilindros de oxigênio e esse tem um custo, mas em termos gerais oxigênio é essencial a nossa sobrevivência e não tem um valor monetário.

  A agua é algo de suma importância? Claro que é.
  Mas se a conta domiciliar vem mais de 100 reais você reclama bastante.
  Oras, agua é um liquido tão precioso que você deveria aceitar pagar muito por ela mesmo que seja abundante e fácil de ser encontrada.
  Hã, isso você não concorda?
  Você esta certo.

  O que define o preço de um produto não é só sua importância ou essencialidade, mas a facilidade ou dificuldade em consegui-lo e quantas pessoas querem ou podem consumir esse produto.

  Isso foi uma introdução básica sobre a lei da Oferta e Demanda, mas esse texto é para ser mais audacioso.
  Essa lei se aplica a vida profissional?
  Eu defendo e observo que sim, vamos filosofar sobre isso.
===========================
  Professores do ensino fundamental são fundamentais para nossa sociedade como ela é organizada?
  Sim, são.
  Devemos por conta dessa essencialidade pagar salários vultuosos a eles?
  Humm...já vimos que não podemos definir o valor de alguma coisa apenas por sua essencialidade.
  Eu me sinto capaz de lecionar qualquer matéria do ensino fundamental...menos inglês e português, não sou bom com idiomas.
  De certo há pessoas com habilidade em idiomas que cobririam essa minha deficiência.
  Ainda mais com o livro do professor na mão eu ministraria fácil aulas de Geografia, História, Ciência, Matemática, Física...
  Sol, vales, capitais, propriedades químicas, números inteiros, fração, potenciação, força, trabalho...
  Enfim, são definições que nunca mudam, dois mais dois continuará sempre sendo quatro.
   Ilha continuará a ser uma porção de terra cercada de água por todos os lados.
  Depois de uns 3 anos dando aula de qualquer matéria nem do livro do professor eu precisaria mais.
 Não entendo muito bem essa cantilena de “ter que preparar cada aula”.
  Eu me acho em totais condições de alfabetizar crianças e de certo não sou o único, a maioria de nós que nos dedicarmos a isso somos capazes, encontramos uma abundância de pessoas com capacidade para alfabetizar.
  Ensinar criança não deve ser tão complexo quanto entender os manuais dos modernos celulares...

  Por outro lado não me sinto capaz de fazer uma cirurgia, qualquer que seja ela, não me sinto capaz de projetar um automóvel ou construir um edifício, não me sinto capaz de ser eleito Governador nas próximas eleições.

  Isso é uma Filosofia Complexa e muito importante de ser entendida.

  Algo como água e oxigênio são de extrema importância sem com tudo alcançar um grande valor monetário.
  O professor do ensino fundamental é de extrema importância sem que isso signifique pagarmos salários astronômicos.
  Esse entendimento é muito importante quando pretendemos elevar os investimentos em educação sem definir direito quais as prioridades, se nos limitarmos a reformar escolas e pagar maiores salários aos professores...criará mais distorções do que acerto.
  Nossa falha é na metodologia de ensino e se essa mentalidade não mudar será só mais um desperdício do dinheiro dos impostos sem o retorno satisfatório.

  “Do norte ao sul do país falamos o mesmo idioma, o Português.
  Isso deveria ser uma grande vantagem competitiva nossa em relação a outros países que falam vários idiomas e dialetos.
  Preciso explicar porque? Vamos lá.
  Se você escrever ou falar a palavra “casa” ela será bem entendida do Rio Grande do Sul ao Amapá, deve ter gírias regionais, mas o Português reina absoluto no país inteiro isso facilita muito a comunicação, diminui os custos com traduções.
  Diminui os custos com ensino...bem deveria, mas não acontece.
  Porque temos várias cartilhas de alfabetização!?
  Poderia ser uma única distribuída para o país inteiro, mas cada Prefeitura ou Estado tem seu pedagogo de plantão querendo ensinar “cientificamente” diferente.”  Clique Aqui

  Por favor, eu peguei o profissional professor por ser um exemplo fácil, onipresente em nossa sociedade.
  Ninguém duvida da importância de um vendedor para uma loja ou de um balconista para uma lanchonete, são fundamentais para esse tipo de negócio, mas os salários tem a ver com oferta e demanda, esse texto tem mais a ver com reforçar em você conceitos básicos sobre Capitalismo e Liberalismo.
  "Condenar os capitalistas, considerando-os inúteis para a sociedade, é revoltar-se irrefletidamente contra os próprios instrumentos do trabalho.”   [Henri Mirabeau]




  “A comemoração dos garis eu entendo, mas do resto da população tenho dúvidas.
 O aumento aos garis não será descontado do salário dos deputados, vereadores, prefeito ou governador.
  É o cidadão que paga impostos no Rio de Janeiro que vai arcar com a despesa.
  A obrigação do prefeito é equilibrar as contas...talvez contratando menos garis.
  Eu acho justo todos lutarem por melhores salários, só acho complicado toda sociedade entender tão pouco de MATEMÁTICA BÁSICA.”  Clique Aqui


Anterior          <>        Próximo


Postar um comentário