quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Homem Razoável

  "O homem razoável se adapta ao mundo; o irascível tenta adaptar o mundo a si próprio.
  Assim, o progresso depende do homem irascível."
 [George Bernard Shaw]

  Irascível é alguém que não domina a própria ira, se irrita fácil.

  Se a tradução está certa, se Shaw acredita realmente que o progresso depende de pessoas “explosivas” ... mais uma vez discordo dele.
  Sei que muitos gostam desses pensamentos que cultuam a “revolução”, o “rodar a baiana” o “foda-se”.
  Claro que tudo na vida tem alguma serventia, escrevi vários textos dizendo que os vícios por vezes são o enlouquecimento das virtudes.
 
   Um indivíduo facilmente irritável, violento, pode gosta de matar pessoas o que a princípio é um grande mal, mas se estiver em uma guerra pode ser um soldado valoroso muito condecorado, um herói da pátria.
  É o mesmo homem que “não leva desaforo pra casa” em uma SITUAÇÃO DIFERENTE.

  O homem razoável só mata quando é preciso independentemente da situação.
  Ele se adapta a guerra, mas vive bem e prefere a paz.
  O irascível pode matar simplesmente por ter sido contrariado, matar uma pessoa em qualquer situação é sempre uma possibilidade.

  Li inúmeras biografias e percebi que um homem com mente genial (ou talento para alguma coisa) só é útil enquanto tem certo domínio sobre sua “loucura”, depois é pouco produtivo dependendo do caso se torna até muito perigoso.

  Essa ode à loucura/obstinação/irascibilidade acontece porque só olhamos para os casos de sucesso "a loucura que deu certo" enquanto ignoramos os grandes fracassos e tragédias que diga-se de passagem é o que mais acontece.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Henry Ford perdeu muito dinheiro na "Fordlândia ".


  Todos olham seu sucesso na obstinação pela construção de carros e convenientemente ignoram suas outras obstinações que não deram certo.
  A sorte de Ford foi ter acertado na primeira obstinação e ganhado muito prestigio e dinheiro o que possibilitou outras tentativas.

  

  Steve Jobs era um obstinado felizmente para ele sua primeira obstinação por computadores deu certo, ele conseguiu acumular capital e prestigio, mas e se não tivesse dado certo, alguém já tivesse um computador melhor?

  Está cheio de casos de pessoas "audaciosas" que levaram empresas a falência, o caso Eike Batista é uma novela da vida real ao vivo, a cores e em 3D.

  É até decepcionante tem ideias que tem tudo para dar certo, funcionam por algum tempo, mas as coisas não correm muito bem.
  Vejam o caso do Orkut, porque desapareceu e deu lugar ao Facebook?

“Você acha lógico Mark Zuckerberg ter todo o sucesso que tem?

  Eu NÃO.
  Ele não fez nada de tão original.
  Em 2006 eu trabalhava tanto que não tinha tempo para redes sociais, mas lembro que o Orkut fazia um enorme sucesso.
  Como não participei (entrei quando estava no fim) não tenho como comparar Face e Orkut, mas colegas que participaram não sabem explicar porque as pessoas migraram em massa para o Face.
  Eu participo do Google+ e acho uma Rede Social muito melhor organizada, ferramentas muito boas, no entanto nem se compara a popularidade do Face.”


  O texto está muito econômico/empresarial?
  Vamos em outra direção...
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Me considero um homem razoável com argumentações razoáveis, comparem com outros tipos de mente.
  Vejam os comentários diante dessa postagem:




  
  “Comprados pelos EUA ¥+¥+

  “Representantes da burguesia dominante e opressora querem mesmo é que tudo continue como está. Estão cumprindo muito bem o seu papel. Nós é que não podemos embarcar nessa furada.” 

  “Esses fazem parte da quadrilha...”

  “Abriram a boca confirmaram ser mesmo idiotas. 

  “Ignorantes, Ignorantes, com barriga cheia de lixo e bolas de futebol na cabeça.” 

  “Uma já viu o "gnomo preto" do Pelé o outro se enganou com as mulheres de "PENCA”; O PELÉ só reconheceu a paternidade da filha com ela a beira da morte. 

  [Esses comentários são de participantes do Google+]

  Vamos a um pouco de razoabilidade:

  É perigoso definir a pessoa por uma frase, um comentário.

  “Não consigo acreditar que alguém deseje que o cristianismo seja verdadeiro, porque se for, o texto da bíblia deixa claro que os que não acreditam nela, e isso incluiria meu pai, meu irmão, e quase todos os meus melhores amigos, serão eternamente punidos.
  Essa é uma doutrina abominável.”
[Atribuído a Charles Darwin]

  Veja bem que eu poderia tirar o comentário de Darwin do contexto sem estar mentindo.

  “Cristianismo é uma doutrina abominável.”
  Perceba que embora Darwin tenha se expressado mal, é algo que vivo escrevendo.
  As pessoas tem “Fé” na Bíblia, idolatram papel e tinta, historias contidas nesse livro.
  Darwin não está afirmando que Jesus ou Deus não existem.
  Está dizendo que a história registrada na Bíblia pelos antigos sobre eles é abominável.
  Vou “limpar” o comentário de Darwin:

 “Não consigo acreditar que as histórias narradas na Bíblia sejam 100% verdadeiras a ponto de descrever com fidelidade a vida de Jesus ou a personalidade de Deus.
  Se forem verdadeiras o cristianismo é uma doutrina abominável”

  É mesmo ...


  Qual de nós nunca formulou uma frase um tanto infeliz?

  Quando releio meus textos edito muita coisa, certas frases, certos pensamentos ficam meio confusos, precisam ser melhor adequados ao que quer dizer a meditação, coisa que não dá para fazer em uma entrevista ao vivo com perguntas inesperadas.
  Os comentários faço de bate pronto e já tive que pedir desculpas pelo mal entendido.
  Publicar textos no Blog é cansativo pelo trabalho de filtragem, tradução do pensamento exposto no rascunho do texto.

  Vamos analisar com calma, razoavelmente, os comentários dos famosos.

  Xuxa reclama do excesso de críticas ao Governo.
  Estamos em uma Democracia ela tem o direito de pensar assim, eu mesmo não concordo com as pessoas não assumirem suas responsabilidades e culparem políticos por tudo.

  A criança é uma pestinha e a culpa é do Prefeito ou da professora do colégio!
  Qual a responsabilidade do pai e da mãe!?

  A moça tem 3 filhos, um de cada homem ou casa com um cara que não para em emprego algum e quer uma bolsa família de 3 mil!
  Vi uma reportagem onde a esposa do Amarildo [aquele cidadão que desapareceu] pergunta a Sociedade como ela vai cuidar de 6 filhos com a pensão merreca que o Governo do Rio se propõe a lhe pagar?
  Quanto será que Amarildo ganhava por mês para o casal se achar em condições de cuidar de 6 filhos?

 "Tiraram a coluna da minha casa, que era o meu marido. Ele que trabalhava e botava as coisas dentro de casa, o pão, o leite, tudo, enquanto eu cuidava das crianças.
  A nossa vida está toda destrambelhada depois do sumiço dele".

  Sim o caso do sumiço é mais uma tragédia Brasileira, a situação lamentável é a das crianças [3 filhos já são maiores], não gostaria de estar na situação delas.
  Mas fica claro que os moradores das favelas esperam demais de qualquer Governo enquanto muitos deles não tem a “correção” que cobram dos políticos.
   Em São Paulo tem cidadão que vota em alguém com mandado de prisão expedido pela Interpol e culpa a Rede Globo!!

  Ronaldo diz o obvio.
  A popularidade de Lula continuou alta com seu empenho em trazer a Copa, a maioria dos brasileiros adoraram a ideia.
  A prioridade em uma Copa do Mundo são estádios de futebol, ele disse o obvio a infelicidade foi pôr na frase “hospitais”.
  Se ele fosse editar o texto poderia ficar assim:

  “Copa do mundo se faz com Estádios e Infraestrutura e não com DEMAGOGIA.”

  Pelé acredita que a Copa do mundo pode trazer LUCRO com o turismo.
  Diz o óbvio, com o volume de dinheiro envolvido é pouco provável que não ocorra nenhum desvio.
  A parte “feia da frase” foi “dinheiro roubado”, mas eu entendi o que ele quis dizer.
  Se ele editasse ficaria assim:

  “Devemos ficar atentos para que não ocorra desvios de dinheiro, mas no geral tenho esperança que a Copa seja lucrativa para o Brasil.”


  Se você como Bernard Shaw prefere pessoas irascíveis...tudo bem...elas tem sua utilidade e um certo charme.
 Eu prefiro pessoas razoáveis aprecio o BOM SENSO.




 [O desaparecimento do cidadão é uma barbárie, mas cuidado com o “vitimismo” midiático]



anterior                                           <>                                                próximo

Postar um comentário