sábado, 14 de setembro de 2013

Estranha Loucura

  "Prefiro pessoas viciadas em Jesus que em drogas." [O Vicio da Idolatria]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  As virtudes podem "enlouquecer" [sair do controle] e virarem vícios.
  Os vícios por caminhos complexos podem virar virtudes...uma “estranha loucura”.
  Eu atribuo minha falta de vícios ao reconhecimento de meu vazio existencial.
  Não tenho a ilusão que algo nessa vida me tornará pleno, feliz, então não busco essa "coisa" essa utopia.
  Se estou com muita fome comer uma ótima feijoada no almoço é a sensação de estar no "paraíso", mas no jantar vou querer outra coisa, repetir a feijoada não será agradável ou desejável não é mais a plenitude o paraíso.

  As pessoas não reconhecem o vazio existencial, mas isso não evita que ele faça parte da vida de todos.

  Nunca conheci alguém que esteja sempre de bem com a vida, vivendo em plenitude...feliz.
  Os vícios vem na carona dessa busca para anular o vazio existencial, buscar a felicidade.
  [Essa filosofia é complexa vou tentar facilitar ao máximo.]
===========================
  Vamos pegar um vicio comum o da fofoca.
  O indivíduo esta sem nada para fazer ou fazendo algo tedioso e começa a reparar na vida do colega ao lado ou alguem que esteja passando.
  Ele preenche aquele tédio, aquele vazio comentando a vida dos outros.
  Seu prazer esta em observar as dificuldades dos outros assim ele se sente consolado em suas próprias dificuldades ou aliviado por não te-las.
  Na religião seu vazio sempre será "remendado" com alguma crença:
  "Nesse momento difícil Deus me carrega no colo."
  Não que isso esteja acontecendo de fato, mas preencher sua mente com isso lhe traz algum conforto.
  Se nós humanos [com raras exceções] precisamos de vícios essas doutrinas que pregam amor, justiça, fraternidade, respeito...são um bom vicio.

  Os vícios por caminhos complexos podem virar virtudes.

  Sem esse vicio religioso teríamos mais drogados, jogadores compulsivos, viciados em gente...
  A “solução” para que não precisemos das crenças como esse “freio moral” é reconhecermos que a vida precisa dessa “diferença de potencial”, precisamos aprender a conviver com o vazio, alguns conseguem isso sem grande dificuldade, outros com muita FILOSOFIA, outros... não abrem mão dos vícios.

 Sempre que uma situação esta estabilizada o Universo conspira para desestabiliza-la, convida a fortes emoções, provoca diferença de potencial.
  Podemos dizer que o Universo conspira para o Caos, Paulo Coelho não iria gostar nada disso.
  A diferença de potencial possibilita o movimento e se fossemos definir a vida com uma única palavra seria MOVIMENTO. [Felizes para Sempre]

  Me parece que o mal maior em acabarmos com as religiões sem colocar uma Filosofia de boa qualidade no lugar seria um contingente muito grande de deprimidos.
  Essa parte do pensamento é bem fácil de expor.
  Hoje em dia esta muito mais fácil satisfazermos nossos prazeres, por um lado isso é bom indica progresso, mas filosoficamente é complexo.
  Buscar o prazer mantém a mente em movimento e pequenas vitorias nos traz grandes emoções isso mantém a depressão a distancia.
  Para quem ganha Mil reais por mês um bônus de 200 é algo que traz muita alegria, quem ganha 5 mil os mesmo 200 não serão considerados grande coisa.

  Satisfazer o prazer atenua nossas emoções.
 [essa é a chave desse texto]

  As emoções nos cegam para o vazio existencial e a atenuação das emoções nos faz perceber o vazio dentro do peito.
  Antigamente você depois de começar a trabalhar levava uns 10 anos para comprar um automóvel e "ser feliz".
  Hoje com uns 2 anos de poupança consegue satisfazer esse prazer e atenuar essa emoção.
  O segundo carro é o segundo carro não dá a emoção, o "barato", do primeiro.
  Vamos atras de emoções cada vez maiores e claro que isso tem um limite, para maioria de nós ele é bem curto, olhe a fatura do cartão de crédito...HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAA!
  O amor nos traz fortes emoções, mas geralmente mais machuca do que cura alguma coisa. [não estou falando de um bilau grande...HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!]
  As drogas trazem algum alivio, mas seu efeito passa rápido e viver drogado não tem se demonstrado um bom negócio.
  O bom seria que conseguíssemos viver sem vícios, mas em se constatando essa impossibilidade a maioria das religiões são um bom vicio “se” conseguimos evitar o FANATISMO.
  Essa lógica entra em suas mente?




Que é uma viagem não resta duvidas se é a melhor...não posso decidir por você.


anterior                       <>                                próximo
Postar um comentário