terça-feira, 30 de maio de 2017

Cracolândia

  “A Cracolândia se multiplica, Prefeitura realizou uma pesquisa que no fim de “2013” (Gestão Fernando Haddad) identificou 30 pontos de consumo de drogas.”
  [Estadão]




  Contra Cracolândia, Haddad dá casa, comida e emprego a usuário de droga.

  Quem dera o dinheiro fosse do Haddad para “ele” dar alguma coisa...
  Quanto ao “emprego” é um trabalho meio que voluntario de varrição de rua, o controle é mínimo é só uma “maquiagem” para dar dinheiro para drogados.

 Porque o viciado vai querer mudar!?

 LHE É PERMITIDO roubar, impedir o direito das pessoas ir e vir, desrespeitar a proibição de usar drogas, a polícia não pode encostar a mão nele ...

  A cracolândia é um negócio tão bom para traficantes e drogados que é natural que se espalhe.
  Fernando Haddad é passado, mas sua “ideologia progressista” sempre esteve presente, na gestão dele chegou ao auge.
  É essa ideologia que devemos combater.

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Tenho uma sugestão para João Dória.

  O que mais um drogado teme?
  Ficar sem droga.

  O indivíduo que for pego usando drogas em público será encarcerado por 48 horas.

  Dois dias inteiros sem poder usar drogas.
  Claro, o local da prisão deve ser 100% livre de drogas.

  Não sei se tem uma lei que contempla esse tipo de prisão, se não tem precisamos cria-la urgentemente.

  A prova do delito seria a imagem gravada.
  Policiais andariam com filmadoras.
  Você cidadão ao verificar consumo de drogas em público poderia filmar discretamente e mandar para um canal da polícia.
  Uma prisão rápida e sem burocracias.
  Depois de 48 horas o indivíduo é solto como se “nada tivesse acontecido.”
  Mas nós sabemos que para um viciado, 48 horas longe do uso de drogas é uma eternidade sofrida.
 [É, minha mente é “diabólica”, ainda bem que em geral eu a uso para causas nobres.]

  Qual o resultado disso?

  Acredito que o cidadão não iria ficar praticando seu vício em público.
  Faria todo o possível para ser mais discreto.
  Prendê-lo por 48 horas criaria um interesse da parte dele em não ir contra a legislação.
 Mas se não dá absolutamente nada ... ele ainda recebe todo carinho e atenção do mundo...

  Se eu trabalhador me acidento ou fico doente tenho que ir até o SUS, no caso do drogado não ... levam o SUS até ele ...
😩

  Tudo está tão “politicamente correto” que parece errado 😞

A IMPUNIDADE ESTRAGA ESSE PAÍS!


  Prender por 48 horas vai acabar com o tráfico e vicio?
  Claro que não!
  Não seja tolo.
  Se drogar faz parte da humanidade, os índios se drogavam.
  O tráfico só vai diminuir quando regulamentarmos a produção e comércio de drogas.

  A prisão por 48 horas é para punir, de alguma forma, o uso indevido do espaço público.

  Quando estaciono meu carro em local proibido sou multado ou guinchado ... sou punido.
  Aqui em Campinas experimente estacionar seu carro na calçada mesmo em frente sua casa, o primeiro fiscal que passar vai te multar.
  Mas não precisa pensar muito para entender que calçada é lugar de pedestre não de veículos.
  De qualquer forma...
  Evito fazer uso indevido do espaço público por consciência social ou por receio da punição.

  Se eu usar crack em uma praça pública ... psicólogos, comida, seringa, tratamento médico ... tudo está tão politicamente certo que parece errado.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  O vício dá PRAZER.
  Enquanto o prazer for maior que a dor o vício continua.

  Então temos que provocar algum desconforto no viciado.

  Sou a favor da REGULAMENTAÇÃO da produção e comércio de drogas.
  Entretanto NUNCA defenderia sua utilização em espaços públicos ou por menores de idade.

MEU DIREITO TERMINA ONDE COMEÇA O DIREITO DO OUTRO.

  O cara tem o direito de usar drogas?
  Deveria ter.

  Pode usa-las onde bem entender?
  Menos né!

  “Sexo, drogas e rock in roll” com liberdade total é uma bandeira hippie da década de 60.
  Precisamos evoluir pessoal.

  Liberdade tem que trazer junto RESPONSABILIDADE.

  Sexo, consentido e em lugar apropriado.

  Rock, em espaços para show respeitando a lei do silêncio.
  [Funk, sertanejo, pagode ... PROIBIDOS 😆]

  Drogas para maiores de idade na sua casa ou lugares reservados a esse fim.

Regulamentação não é “liberou Geral”.

  Quer usar drogas?

“A VIDA É SUA ESTRAGUE COMO QUISER.”

  Mas respeite a vida dos outros ou arque com as consequências.

  Sei da complexidade desse tema, sei da complexidade da vida, por isso esse longo texto.

  Dizer não a um vício parece simples, mas não se iluda, resistir a própria natureza é difícil.
  Se o cidadão sente uma necessidade grande de se drogar eu respeito, por isso defendo a regulamentação do uso de drogas.

  Sou um tanto “viciado” em escrever, um texto vem e não consigo dizer não.
  Por sorte nasci no Brasil, um país democrático.
  Já pensou se eu escrevesse sobre Maomé no Irã o que escrevo sobre Jesus no Brasil?
  Já pensou se eu escrevesse sobre política em Cuba, Rússia, Arábia Saudita ... como escrevo no Brasil?

  Entretanto, mesmo no Brasil eu posso ser processado por calunia, difamação, roubo de conteúdo, uso indevido de imagem...
  Mesmo em um pais democrático seguir minha natureza tem limite.

  Mesmo que ocorra a regulamentação das drogas, respeitar a natureza das pessoas ... TEM LIMITE.

 Ultrapassando esse limite ... 48 horas de prisão ... só para começar.


 Para maiores delitos como agressões, roubos, tráfico ... prefiro não comentar, não gosto quando o lado diabólico da minha mente assume o controle ... chegou a hora de dizer NÃO a continuação desse texto... estamos no limite.


  Anterior          COMENTAR        Próximo 



--------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário