terça-feira, 18 de novembro de 2014

Não estamos sós?

  O mais assustador de estar sozinho, é descobrir que não está... [Um filme de Terror]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  Você sabia que as formigas enxergam mal e são surdas?


  Elas reconhecem cheiros, substancias químicas orientam “suas vidas.”
 
  “As formigas vivem entre 6 e 10 semanas, em média. Algumas rainhas vivem até 15 anos e algumas operárias até 7 anos.
  Em geral as operárias podem viver alguns meses, com algumas espécies podendo viver aproximadamente 3 anos. As rainhas vivem mais do que as operárias, sendo que a maior longevidade foi registrada na espécie Pogonomyrmex owyheei, que atingiu uma idade de 30 anos. As formigas aparentemente vivem mais quando são alimentadas com o mel de rainha.”  Clique Aqui

  Diante dessas informações você consegue entender que as formigas não sabem que existimos?
  Elas não conseguem nos enxergar nem ouvir e nossos cheiros são só mais uns entre tantos.

  Vamos supor que elas tivessem um cérebro tão sofisticado quando o nosso, tivessem nosso nível de consciência.
  Vivendo em média 3 meses, mesmo que elas tivessem vários Einsteins entre elas o tempo seria curto para entenderem toda a complexidade de um ser humano.
  Nós somos tão grandes que nem cabemos em seu campo de visão.
  Embora elas não saibam que existimos até as formigas menos espertas “perceberiam” certas interferências.
  Será que somos como formigas diante de outros seres?
  Não em relação ao tamanho, mas em relação a formas de vida.
  Esse texto é para bem poucos...sigam-me os bons!
=========================
  No excelente filme Jornada nas Estrelas, Spock disse algo muito interessante.

  O impossível é algo que ainda não aconteceu.

  Na época em que vivemos mais do que nunca esse novo conceito para a palavra impossível pode ser aplicado.
  É impossível tele transportar uma pessoa?
  Com a tecnologia que dispomos é impossível...ainda não aconteceu.
  Isso nunca será feito?
  Não dá para afirmar.

  O conceito de Spock para a palavra impossível é interessante por estimular a investigação, extrapolar as possibilidades, coisa que vamos fazer nesse texto, mais uma vez audaciosamente indo onde nenhuma mente jamais esteve.

  É IMPOSSÍVEL QUE NOSSA CONSCIÊNCIA AINDA EXISTA APÓS A MORTE CEREBRAL?

  Ateus defendem que é impossível e não estão abertos a extrapolar possibilidades.

  Religiosos defendem que nossa consciência sobrevive "magicamente" pela "vontade de Deus" onisciente, onipotente e onipresente.

  Como Livre Pensadores deixemos os radicalismos de lado.

  Essa consciência fora do corpo biológico ainda não aconteceu?
  Eu já vi algumas possessões e acredito que observei a presença de outra personalidade.

  O que vou escrever nesse texto não é muito animador, mas lembre-se que estamos extrapolando as possibilidades, indo além do que acreditamos possível.
  Eu pessoalmente não observei uma consciência sobreviver a morte.
  Quero dizer que ninguém que conheci e morreu entrou em contato comigo.
  Mas como explicar essas consciências que andam soltas por aí e em certas situações comunicam-se através de algumas mentes?

  Será que são outras formas de vidas existentes em nosso planeta?

  Você já pensou que podemos dividir esse planeta com consciências que não precisam de um corpo biológico?

  Os espiritualistas acreditam que após a morte física nos tornaremos esses seres sem corpo físico, mas e se isso não for próprio de nossa espécie de seres vivos?
  Lembrem-se que não é próprio de todas as lagartas virarem borboletas.

  Veja um exemplo:

  Claro que um chimpanzé tem uma consciência primitiva/instintiva.
  O chimpanzé pode toscamente admirar nossa espécie e acreditar que após sua morte física vai ser um de nós, virar humano... não ria, estamos extrapolando.
  Mas nós humanos sabemos que isso não vai acontecer.
  Os símios nascem símios, vivem símios e morrem símios.

  Nós humanos observamos toscamente consciências fora de um corpo e acreditamos que quando morrermos seremos uma delas em algum lugar maravilhoso [ou infernal se não nos comportarmos direito].

  Nós temos essa crença que um dia seremos seres "quadridimensionais".

  Entenda que isso é uma extrapolação da possibilidade, algo que ainda não aconteceu.
  Sim, um ser quadridimensional pode se passar por um ente querido seu, como podemos ter certeza que é nosso ente querido mesmo?
  Um cientista pode se apegar ao chimpanzé e trata-lo como se fosse humano, fazemos isso até com cães e outros animais de estimação.
  Mas o cão, o gato, o chimpanzé não terão nossa capacidade de raciocínio, essa não é uma característica da espécie deles.

  Em contato com seres quadridimensionais podemos ter essa ilusão de consciência fora do corpo biológico e até de imortalidade, mas isso pode não ser próprio da espécie humana.
  Os gregos separavam os seres em mortais e imortais.
  O humano é um ser mortal, uma consciência mortal. [Segundo os gregos]
  Por isso é importante que cuidemos muito bem da nossa existência terrena, apliquemos sistemas econômicos e políticos que nos possibilitem uma boa vida aqui, com paz, harmonia e prosperidade.
  “Talvez” essa breve passagem seja apenas o que temos.
 Porque:

  NASCEMOS HUMANOS, VIVEMOS HUMANOS, MORREMOS HUMANOS... sem direito a prorrogação.

  Carpe Diem!

  FANTASMA É CAPTURADO POR CÂMERAS DE SEGURANÇA NA ESCÓCIA.

"A primeira vez que vi a sombra se movendo na câmera, meu coração enlouqueceu como se houvesse um intruso na loja. Mas quando eu olhei mais perto, percebi que não poderia ser um ser humano vivo -. eu podia ver através dele", disse ao jornal local. Clique Aqui

 ☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼☼
  O trem se vai na noite sem estrelas
  E o dia vem, nem eu nem trem
nem ela.

  Nunca mais a natureza nunca mais...  Clique aqui

Anterior          <>        Próximo
Postar um comentário