segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Porque tiramos Dilma?

   As políticas não devem ser medidas por suas boas intenções, mas sim pelos resultados.

  Muitos me perguntam se valeu a pena tirar Dilma uma vez que as coisas continuam do “mesmo jeito".
  Eu só posso responder com outra pergunta.

  O que está do mesmo jeito?

  O Brasil tem passado por tantas mudanças.
  Temos mais transparência na gestão das estatais, Cunha está preso, Renan finalmente virou réu, a PEC 241 é um grande avanço em matéria de gestão, a necessária reforma da Previdência está sendo encaminhada…

  E os ministros de Temer caindo por reflexos da lava Jato?

  PT, PP, PMDB formaram a base aliada por muitos anos, precisa ser muito ingênuo para acreditar que todos os políticos desses partidos são isentos de culpa no caso Petrolão.
  As pessoas lúcidas sabem que o PMDB foi nossa solução constitucional apenas isso.

  O queda de Gedel Vieira (por exemplo) nem tem a ver com a Lava Jato.
  Gedel comprou um apartamento, a obra foi embargada, ele quis usar sua influência no Governo para liberar a obra.
  O que isso mostra?
  Algo que estamos careca de saber, muitos desses políticos que estão aí, só estão na política para agilizar seus próprios negócios.
  Se não houver provas suficientes para indiciar Gedel cabe a você eleitor da Bahia fazer sua parte riscando esse cara da vida pública.
  O eleitor de Santa Catarina, Espirito Santo, Pernambuco ... não tem o que fazer.

  O interessante é que mesmo com todo o cerco feito contra a corrupção, abuso de autoridade, tráfico de influência … alguns caras não dão nem um tempo, continuam com as mesmas práticas que a sociedade passou a repudiar.
  Gedel é abusado mesmo, entretanto não seja ingênuo, há muitos iguais ele na prefeitura da sua cidade, no Estado em Brasília.

  Temos que persistir tirando corruptos, não tem porque fecharmos os olhos para incompetência e crimes.

  Fomos tolerantes com a corrupção no passado, não precisamos continuar sendo.

   Dilma estava no governo desde 2003, passou por postos chaves, ocupou a presidência, não ver toda essa lambança a sua volta é de uma incompetência inacreditável.
  E se sabia e não fez nada é crime, porque deveríamos fechar os olhos ou nos arrependermos de ter a tirado do poder!?

  Isso não serve para o Temer também?

  Não, não serve.

  Na eleição de 2002 a vice de José Serra foi Rita Camata do PMDB, foram derrotados em segundo turno pela chapa Lula-José Alencar (PT-PL-PCdoB-PCB-PMN). 
  Como apesar do Mensalão os brasileiros continuavam com Lula o PMDB coliga com o PT só na eleição de 2006.
  De uma certa forma o PMDB foi para onde a maioria dos brasileiros quis. (O mesmo aconteceu no caso do Impeachment)

  Na eleição de 2010 Michel Temer foi vice de Dilma, um cargo que no Brasil NÃO confere grande poder.

  Não sou ingênuo, sei que de certo Temer sabia de toda máfia, mas não tinha tanto poder para desbarata-la quanto tinha Lula ou Dilma.
  Agora ele é Presidente “aparentemente” a máfia nas estatais parou de agir, Michel Temer nomeou um pessoal bastante competente e até onde sabemos honestos.
  Se Dilma tivesse feito isso no primeiro mandato de certo teríamos um Brasil diferente e provavelmente menos no buraco, não seria necessário o impeachment.

  O que dizer de Lula?

  No Governo Lula o preço das commodities soja e minério de ferro subiram magnificamente, entrou muito dinheiro, boa parte do dinheiro (agora se sabe) ficou com os empresários amigos do PT, mas foi possível também aumentar muito alguns programas sociais.
  Igual Hugo Chávez fez na Venezuela quando o preço do petróleo estava em alta.
  É como seu pai ganhar algum dinheiro na loteria e gastar como se não houvesse amanhã.
  Seu pai poderia arrumar a casa, preparar o futuro, mas preferiu gastar tudo em festas e ampliações de créditos.

  O fato de Lula estar na Presidência quando ☛ “ganhamos na loteria” foi um azar danado.

É importante conhecer a História.

  É importante pesquisar e rememorar fatos.
  No rascunho desse texto eu tinha escrito que o PMDB estava com o PT há 13 anos, mas ao pesquisar quem tinha sido o vice de José Serra na eleição de 2002 encontrei Rita Camata.

  Veja bem, eu votei no Lula em 2002, vivi intensamente aquele período eleitoral e mesmo assim um fato importante sumiu da minha memória.
  Fica a dica.
  NÃO CONFIE CEGAMENTE NA MEMÓRIA.


  Boatos ou “meia-verdades” são divulgados com tanta insistência que passamos acreditar que é um fato.

  Lula fez o Brasil crescer?

  Antes da crise de 2008 entrou muito dinheiro no Brasil.
  Os americanos entraram numa pirâmide financeira, se achavam super ricos e consumiam tudo que podiam, os europeus foram no embalo.
  Países como a Grécia adotaram um populismo onde os gastos não tinham limite, o crédito era fácil.

  Isso alavancou a produção da China porque comercialmente USA e China são unha e carne.
  Para produzir o que o mundo consumia a China precisava de muita matéria prima.
  Minério de Ferro, para máquinas, equipamentos, construção...
  Soja para alimentar a população.
  O Brasil é grande produtor dessas commodities.

  “Commodities (significa mercadoria em inglês) pode ser definido como mercadorias, principalmente minérios e gêneros agrícolas, que são produzidos em larga escala e comercializados em nível mundial.
  As commodities são negociadas em bolsas mercadorias, portanto seus preços são definidos em nível global, pelo mercado internacional.”

  Junta-se a isso uma boa estruturação econômica deixada por FHC.

  LULA FEZ A FESTA, boa parte do dinheiro ficou com a máfia, mas para manter o povo alienado usou a conhecida política do pão e circo.

  Para você que não prestava atenção na aula de História:

  “A política do Pão e circo (panem et circenses, no original em Latim) como ficou conhecida, era o modo com o qual os líderes romanos lidavam com a população em geral, para mantê-la fiel à ordem estabelecida e conquistar o seu apoio.
  Esta frase tem origem na Sátira X do humorista e poeta romano Juvenal (vivo por volta do ano 100 d.C.) e no seu contexto original, criticava a falta de informação do povo romano, que não tinha qualquer interesse em assuntos políticos, e só se preocupava com o alimento e o divertimento.”

  Lula foi distribuindo benesses com o dinheiro dos impostos sem se preocupar com reformas estruturais.
  Isenções fiscais a empresários amigos ... Copa e Olimpíadas, mais circo para o “Brasil Potência” 😄
  Dilma seguiu o rumo do mestre, em time que está “ganhando” não se mexe, até manteve Guido Mantega.

  Lá por 2012 o dinheiro já tinha acabado, mas em 2014 havia eleições.
  Dilma seguiu maquiando a economia iludindo boa parte da população que tudo estava bem.
  É impossível que sua equipe econômica não soubesse o tamanho do nosso rombo fiscal.

  Paralelo a isso temos o Petrolão um dos maiores escândalos de corrupção no mundo.

  Se Dilma não compactua com a corrupção...então é muito ruim de matemática, não passaria no ENEM:

  “Em 2011, quando Dilma chegou à Presidência, a Abreu e Lima acumulava 36% de execução física. O preço de referência da obra, inicialmente calculado em US$ 2,4 bilhões, chegava a US$ 13,4 bilhões.

  À época, previu-se que, até dezembro de 2012, o complexo petroquímico daria início a parte de suas operações. A entrega plena de toda obra, apontava o balanço do PAC, ocorreria em dezembro de 2014.

  Contaminada por um forte esquema de corrupção investigado pela Polícia Federal, a refinaria Abreu e Lima viu seu cronograma ser jogado fora e o preço da obra simplesmente explodir. Hoje, o custo do projeto é avaliado em cerca de US$ 20 bilhões.”

  Dizem que não deixamos Dilma governar no segundo mandato.

  Muitas das medidas propostas no governo Temer foram tentadas no segundo mandato de Dilma.
  Mais uma vez precisamos destacar que há uma diferença brutal.
  Dilma venceu as eleições dizendo que tudo estava bem, logo não havia razão para medidas de austeridade, ou ela estava mentindo?
  Se mentiu fica caracterizado o estelionato eleitoral.
  Com Temer já estamos cientes do rombo e sabemos da necessidade de mudanças.
  Outra diferença é a ideológica.
  Dilma é sabidamente socialista/comunista nossa venezuelização seria muito provável.
  Temer não tem ideologia e só fisiologista.
  Os ventos estão soprando para esquerda ele se desloca para ela.
  Os ventos estão soprando para direita ele se desloca para direita.
  Apesar de tudo Temer pode entrar bem para história se fizer um razoável mandato tampão.
  Nós dos 48% não esperávamos muito dele, nos interessava parar a marcha para insensatez socialista/petista.

  Se não conseguimos punir Lula e Dilma pelo menos os tiramos do poder.

  Graças a Lava Jato muitos de seus amigos foram encarcerados, o Brasil mostrou a sua cara ♫♫♫♫ 

  “MARCELO ODEBRECHT REPASSOU A GLEISI MAIS DE R$ 4 MILHÕES NÃO DECLARADOS para saldar dívidas de sua campanha ao governo do Paraná em 2014.

  O dinheiro saiu do setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, conhecido como o “departamento de propina”.

  A transferência do montante ocorreu a mando da então presidente da República, DILMA ROUSSEFF.

  Endividada, Gleisi havia pedido socorro a Dilma, depois de amargar a derrota nas urnas, quando ficou em terceiro lugar com apenas 14,87% dos votos válidos.

  O PT negou-lhe ajuda. A prioridade da legenda era investir em candidatos competitivos, que ainda precisavam de apoio financeiro para seguir na disputa pelo segundo turno.
  Àquela altura, Dilma tentava se reeleger presidente da República e, para isso, contava com vultosos recursos à disposição.
  Tanto pelo caixa oficial como por fora, conforme apontam as investigações em curso.
  Gleisi, então, lhe contou que precisava de mais de R$ 4 milhões a fim de saldar pagamentos pendentes.
  Dentre eles, a fatura com o marqueteiro responsável por sua campanha, Oliveiros Domingos Marques Neto, dono da Sotaque Brasil Propaganda.
  Dilma ouviu a história e se compadeceu.

  Em retribuição à fidelidade incondicional devotada pela paranaense durante os anos de trabalho no Executivo e depois também no Legislativo, como senadora, Dilma, então, resolveu ajudar Gleisi.”

  Observem que a pratica do Caixa 2 em campanhas era generalizada.
  É evidente que grande parte dos políticos de TODOS OS PARTIDOS recorriam a essa forma de “financiamento”.
  A população brasileira deu provas que não se importava muito com isso.
  Não podemos dar uma de VÍTIMAS INOCENTES, sabemos do uso de caixa 2 pelo menos desde 2005 quando Lula confessou abertamente
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Esse texto é para pessoas de bom senso/caráter que conseguem reconhecer seus próprios erros.

 NÃO é para fanáticos que permanecem cegos e surdos para os FATOS.
  É comum em manifestações da esquerda ouvirmos os indivíduos dizerem.

“Eu conheço História.”

  Me parece que eles IMAGINAM A HISTÓRIA que lhes é conveniente.
  Falha de memória ou fanatismo?

  “Decifra-me ou te Devoro!”



 Quem conhece Historia odeia a Classe Média (Burguesia)!?



Anterior         COMENTAR        Próximo
Postar um comentário