segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Homens Meninos do Rio

  “No Liberalismo a responsabilidade individual fica em destaque.
   No Socialismo a responsabilidade coletiva fica em destaque.” [William Robson]

  “A grande responsabilidade do ser humano consiste em saber discernir.
   O mundo espera que cada um de nós assuma esta importante tarefa do justo equilíbrio.” [Textos Judaicos]



1-  Uma decisão equivocada de um policial militar culminou com as mortes dos moto taxistas Jorge Lucas de Jesus Martins Paes, 17 anos, e Thiago Guimarães Dingo de 24 anos.

  Um sargento do 41ºBPM (Irajá), que não teve o nome divulgado, confundiu um macaco hidráulico que as vítimas transportavam, com uma arma e realizou um disparo matando os dois. [O Dia]
 


2-  Há duas semanas, um policial foi reconhecido e morto por bandidos.
 O soldado Bruno Rodrigues Pereira foi encontrado em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, com sinais de tortura.

  De acordo com a polícia, ele levou um tiro, foi amarrado e arrastado por um cavalo pelas ruas de uma favela. [Globo]





3- PMs vão presos após 5 jovens serem mortos em carro no Subúrbio do Rio.
  A noite deste sábado prometia ser de mais um fim de semana de diversão para os amigos de infância Roberto de Souza, 16 anos, Carlos Eduardo da Silva Souza, 16, Cleiton Corrêa de Souza, 18, Wesley Castro, 20, e Wilton Esteves Domingos Junior, 20, conforme relatos de familiares.
  Eles tinham acabado de voltar do Parque de Madureira, na Zona do Norte, e iam lanchar por volta das 23h na comunidade de Costa Barros, quando o carro em que estavam foi alvo de inúmeros disparos na Estrada João Paulo, na altura da curva do Vinte, Subúrbio do Rio.
  Policiais militares são suspeitos de atirar contra os jovens e alterar a cena do crime, de acordo com as investigações da 39ª DP (Pavuna). [Globo]
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Lendo essas notícias nossa percepção é que o Rio de Janeiro é o Estado mais violento do Brasil. 

  Você sabia que essa percepção não corresponde à realidade?

Estado      Homicídios a cada 100 mil habitantes em 2013 [Revista Exame]
Alagoas                        64,7
Ceará                           48,3
Espírito Santo              40,6
Sergipe*                       40
Goiás                            39,9
Pará                             39,9
Paraíba                        38,6
Bahia                            36,1
Mato Grosso                32,6
Pernambuco                31,9
Rio de Janeiro             28,9
Rondônia                     27,1
Distrito Federal            25,7
Acre                             25
Amazonas                    23,8
Paraná                         23,3
Maranhão                    23,2
Rio Grande do Norte* 22,1
Amapá*                        21,5
Minas Gerais               20,7
Roraima*                      20,6
Mato Grosso do Sul   20,1
Tocantins*                    19,6
Rio Grande do Sul      18,1
Piauí*                           15,9
Santa Catarina*          10,8
São Paulo                   10,8

*Estados com dados menos confiáveis, de acordo com Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

  Note que há 10 Estados em situação mais crítica que o Rio de Janeiro.
  Outra coisa que chama a atenção é que 7 Estados tem dados “menos confiáveis”.

  As TVs concentram suas reportagens e imagens no Rio e em São Paulo se mostrassem o que acontece em Alagoas e Ceará o Rio seria considerado pacifico e SP quase um paraíso.
  Mas o fato incontestável é que o Brasil é um país muito violento com altas taxas de criminalidade.
  O que dificulta muito nossa melhora no combate à criminalidade é que nossas percepções desse problema são erradas/distorcidas.
Percepções erradas geram ações ineficientes.

  Veja o caso da morte dos 5 jovens no Rio de Janeiro.
  O que mais chamou a atenção das pessoas e repercutiu nas redes sociais foi o fato dos garotos serem negros.
  A percepção geral (distorcida) é que se fossem brancos não seriam mortos.
  Eu li diferentes veículos de comunicação e não entendo porque a massa chegou a essa dedução.
  A primeira coisa a me chamar a atenção foi a dificuldade em saber exatamente o que os policiais estavam fazendo naquele local.
  Deveria ser a informação mais fácil e accessível no entanto eu não encontrei.
  Assisti um depoimento que dizia que os policiais estavam interceptando um caminhão roubado.
  Isso explica a tensão que estavam para terem disparado tantos tiros.
  Esse depoimento eu assisti de passagem em um jornal que nem lembro qual, foi muito rápido, portanto nem sei até que ponto é preciso, mas parece fazer mais sentido.

  Do jeito que nos foi passada a notícia parecia que os policiais estavam em um patrulhamento de rotina avistaram jovens negros dentro de um carro e decidiram atirar.

  Se a informação que estavam interceptando carga roubada for verídica ajuda a entender o que aconteceu.
  No Rio os bandidos não ligam de matar policiais, dependendo da situação são seus alvos preferidos.
  Na ação é natural que os policiais estivessem com os nervos à flor da pele, adrenalina a mil.
  O mais nervoso e incompetente deles avistou um carro avançando e entendeu que fosse uma escolta armada dos bandidos.
  O policial começou a atirar e alertou os companheiros que acreditando no julgamento/discernimento do colega de farda também começaram a atirar.
  Sem revide por parte dos ocupantes do carro a ação foi rápida e fulminante.
  Quando foram verificar ficou fácil perceber que tinham feito uma monumental burrada.
  Daí o desespero e a tentativa de modificar a cena do crime.

  Pensem comigo:

  A ação ocorreu a noite, o carro alvejado tinha película insulfilm.
  Você realmente acredita que o primeiro atirador chegou a identificar a cor dos ocupantes do carro?
  Por todos os ângulos que olhamos fica difícil perceber um crime de preconceito racial.
  O fato de não ter nenhum branco no carro foi puro acaso.

  

 O crime foi terrível mas se resume a falha policial esse deveria ser o foco.

  Essa ocorrência foi tão lastimável que evitei fazer comentários.
  Cinco vidas perdidas de maneira tão abominável, por conta da decisão errada de um policial que também terá sua vida e de seus 3 companheiros muito tristemente modificada ... “se” a justiça for feita. [É o que esperamos/exigimos]

  Eu observei a percepção errada da massa, mas preferi ficar em silêncio em respeito à comoção dos amigos e familiares.
  Mas surgiu uma provocação e o texto foi inevitável.

  Por conta da tragédia o Tenente Coronel Marcos Netto foi exonerado.

  Eu não conheço o trabalho desse comandante talvez ele tenha um histórico de problemas e mereça ser exonerado.
  Vamos adotar o critério que todos são inocentes até prova ao contrário.
  Sei lá, eu e alguns colegas fazemos uma burrada e nosso diretor é exonerado!

  Até que ponto o diretor da empresa pode ser responsabilizado por uma falha minha?

  Sim, mais uma vez por incrível que pareça estamos diante das ideologias capitalismo/liberalismo e comunismo/socialismo.

  No Liberalismo a responsabilidade individual fica em destaque.
  No Socialismo a responsabilidade coletiva fica em destaque.
  É obvio que em nenhuma das duas ideologias uma responsabilidade anula a outra.

  Se fosse uma ordem direta do Tenente Coronel ou algum abuso de poder até faria sentido, mas esse não foi o caso, pelo menos não foi apresentado nada que ligue a ação dos policiais a alguma ordem do comandante.
  Marcos Netto foi duramente punido em nome da “Coletividade”.

  Eu sou Liberal, nesse crime se eu tivesse poder de julgamento, a pena mais dura seria para o primeiro policial que atirou.
  Os outros policiais pegariam metade da pena.
  E o Marcos Netto?
  A qualidade do seu comando ficaria sob avaliação.
  Exonera-lo seria uma medida extrema baseada em fatos contundentes.
  Se esses fatos não existem ... estamos diante de uma enorme injustiça.
  Não me parece que ele foi duramente punido apenas por ser negro, a punição ocorreu devido nossa CULTURA ineficiente.

  Mas confesso que a provocação surgiu porque o comandante exonerado é negro.

  É tristemente irônico que o punido por um crime que a massa percebeu como racial foi um negro que alcançou sucesso na carreira.

  Tristes trópicos.


“O fim da esperança é o começo da morte.”
[Charles de Gaulle]
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
Vejam que absurdo:
PM preso, bandidos liberados.

 Anterior          <>        Próximo 
Postar um comentário