quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Espiral

"Pensa que o dia passado não volta mais!" 

[Dante Alighieri]

  Não observo que a vida seja um circulo, parece mais uma espiral nos puxando para o centro de alguma coisa, há também alguns vórtices no caminho, mas não irei falar deles hoje.
  Em um circulo situações exatamente iguais se repetem infinitamente. Na espiral as situações se aproximam do que já aconteceu, mas com detalhes significativamente diferentes.
  Exemplo, você esta no segundo casamento é inevitável que muitas situações do primeiro se repitam, mas o detalhe é que é outra mulher, você já tem a experiência do casamento anterior, logo, a situação pode ser bastante parecida sem ser exatamente a mesma.
  Vamos para este complexo pensamento da volta do dia passado, respire fundo, vamos nos deixar ser sugados pela espiral.



  Eu me descobri burro bem cedo, por sorte nasci observador o que me permitiu descobrir o quanto sou burro bem cedo.
  Notam a repetição do "descobri" e "burro" no entanto fui puxado para uma espiral que por vezes até me fez passar por inteligente. Como isto é possível? Oras, o dia passado volta em forma de SITUAÇÃO.
  Se eu não observasse [ou ignorasse a observação] ficaria andando em círculos, continuaria com ações burras, incoerentes, pouco lógicas, mas com o tempo passando inevitavelmente vou sendo sugado para o centro. Se eu não mudar os detalhes vou viver uma vida toda de ações burras.
  Continua complexo...não quero que o texto fale só com quem conhece a Filosofia Matemática há mais tempo, vou apelar para o carro.


 Você esta dirigindo, o celular toca, você atende e naquele minuto de distração falando ao celular bate o automóvel tendo um grande prejuízo.
  Pensa que o dia passado não volta mais?
  Um mês depois você esta dirigindo o celular toca e você pode mudar um DETALHE, pedir que a pessoa ligue mais tarde porque você esta dirigindo.


  Lembrei agora de um humorístico em que o indivíduo era surpreendido por uma pergunta ou argumentação para qual não tinha resposta e geralmente o ofendia.
  Na hora ele ficava: "A é, a é, a é...."
  Depois de horas, já na casa dele ele pensava em uma boa resposta: "Ah se eu tivesse pensado isto naquela hora."
  Apesar do desfecho ser sempre o mesmo, tipo Zorra Total, eu ria muito porque era o meu "espelho"

  😄
  As pessoas me falavam coisas desagradáveis ou que eu na hora percebia que eram argumentações imbecis e eu só pensava em uma boa resposta horas depois quando já estava em casa. Na hora eu ficava calado, pedia até desculpa mesmo por vezes tendo razão.


 
Observei que as situações se repetem e por vezes não muda nem a pessoa.


  Em casa eu comecei anotar as melhores respostas e até praticar a entonação de voz que elas seriam ditas daí é batata, quando a situação se repete eu carco fumo.

😄

 
Assim sugiram as "Bombas Mentais" que antes de explodirem em outras mentes explodiram a mim mesmo.


 
Comece a perceber que as situações se repetem com muita frequência, ao invés de ficar repetindo sempre os mesmos erros tente corrigi-los da próxima vez.


  Você não esta em um circulo, não tem todo tempo do mundo, o dia que passou sempre esta próximo assim como nosso fim...






anterior                       <>                                próximo