domingo, 4 de novembro de 2012

Lucro e Faturamento

  “Eu sempre espero o pior das pessoas, porque se vier o melhor eu saio no lucro!”
[Fernanda Rogatti]

  “O trabalho em empresas privadas é diferente, porque elas dão muito lucro.” [Nihil]
▬▬▬
  No Brasil qualquer empresa tem como sócio o Governo que fica com cerca de 40% do negócio cobrando taxas e impostos.

As pessoas confundem Lucro com Faturamento.

  Suponhamos que você tem uma pizzaria e vende pizza a 20 reais.
  Você lucra 20 reais por pizza?
  Claro que não!
  A pizza não aparece magicamente pronta no forno.
  Você paga água, luz, funcionário, ingredientes, embalagens, impostos e taxas municipais, estaduais e federais.
  Vamos dizer que sua pizza tenha um preço de custo de 18 reais.
  Seu lucro por pizza é de apenas 2 reais. (10%)
  O “lucro” do Governo é de 8 reais. (40%)
  O restante é dividido com todos os fornecedores e funcionários. (50%)

  Se você vendeu 50 pizzas no dia, sua empresa faturou:
  50 X 20 = 1000 reais.

  Mas seu lucro foi de 100 reais (10%).

  Só para facilitar o cálculo vamos supor que todos os dias você venda a mesma quantidade e sua pizzaria funcione 26 dias por mês.
  Seu salário mensal fica em torno de 2.600 reais, ninguém é um capitalista podre de rico com uma renda dessa...

  Outra coisa importante você entender é como acontece o prejuízo.

  Existe um custo mínimo fixo para você manter seu negócio.
  Aluguel, salários, taxas ... são custos fixos que você paga mesmo se não abrir a pizzaria.
  Vamos supor que para manter seu negócio você precise vender pelo menos 30 pizzas por dia, isso para não ter lucro nenhum.
  Se você vender menos de 30 terá prejuízo.

  Vou tentar simplificar.
  Imagine que você é vendedor de alguma coisa e precise andar todo dia 100 Km com seu carro para visitar seus clientes.
  Esqueçamos todas as outras despesas como alimentação e manutenção do veículo.
  Seu custo fixo com combustível será de 40 reais.
  Você só passa a lucrar alguma coisa quando a comissão de suas vendas superam 40 reais.
  Você vendeu 300 reais naquele dia, quem vê de fora parece um número vistoso, mas se sua comissão é de 10% sua parte é só de 30 reais e não paga nem o combustível gasto no dia.
  Você só passa a ganhar alguma coisa a partir de 400 reais de venda.

   Quanto mais as empresas “faturam”, mais elas pagam ao Governo e tem um detalhe nefasto, mesmo que elas tenham prejuízo ainda assim pagam impostos e taxas.

  O Governo ganha mais, ou ganha menos, mas sempre GANHA.




Anterior          <>        Próximo 

18 comentários:

William Robson disse...

“Tenho a impressão de que se as leis dos repasses orçamentários mudasse, muitos municípios deixariam de existir individualmente.” [Nihil]
===========================
Mais uma vez quero lhe lembrar que sou um Filósofo EVOLUCIONÁRIO.

Filósofos como Marx é que são revolucionários, querem destruir tudo para reconstruir nos seus moldes.

Vou ter que “infantilizar” o conceito:

Imagine que esta na Rodovia Anhanguera aqui em Campinas e deseja ir para São Paulo Capital encontrar sua família.
Você entra em um trevo e depois de andar vários quilômetros descobre que esta indo para Limeira.
Você sabe que Limeira fica mais distante de São Paulo que Campinas, então percebe que esta no sentido contrario ao seu objetivo, o que faz?
Freia bruscamente e dá ré?
Gira a direção rapidamente e atravessa o canteiro central?
Gira a direção bruscamente e começa andar na contra mão?

Bom seria que você não tivesse pego o caminho errado, mas já que pegou siga em frente até o próximo retorno.
Você sabia que se continuar na Anhanguera vai sair lá em Minas Gerais?

O que você esta propondo é bem isso.
Eu estou certo no meu raciocínio, mas já que estamos em erro continuemos em erro!

Caraca! Sua família esta em São Paulo, não vai encontra-la em Minas.
Para termos um país mais eficiente temos que buscar o acerto e não persistir no erro.

Se a minha geração é idiota o bastante para não perceber essas coisas, a geração que esta chegando pode buscar SABEDORIA.

Daniel disse...

http://pt.wikipedia.org/wiki/William_James_Sidis

William James Sidis

"tinha facilmente um QI entre 250 e 300"

Acho que tem a ver com falar mais línguas, logo se conhece mais culturas, etc.

Daniel disse...

Ao William,

Você está dizendo que a culpa de termos corrupção e má administração do erário publico é por sermos de certo modo religiosos?

William Robson disse...

“Você está dizendo que a culpa de termos corrupção e má administração do erário publico é por sermos de certo modo religiosos?” [Daniel]
===========================
Humm... foi um exemplo “paralelo” sobre “cristalização ideológica.”

Esta cristalizado em nossa mente que devemos tirar dinheiro das cidades que se sustentam para dar as cidade que não se sustentam.
Achamos que isso é o melhor a fazer e nem questionamos a possibilidade do modelo não estar certo.

Em religião acontece muitas cristalizações: “A Bíblia é 100% a palavra de Deus e não se fala mais nisso.” “Salomão é o homem mais sábio que já existiu e ponto final.”

Cristalizações acontecem culturalmente:

“O Freguês tem sempre razão.”
“Mulher é o sexo frágil.”
“Não podemos misturar manga com leite.”
“Se ela não for minha não será de mais ninguém.”

“País desenvolvido tem TAV e como queremos ser desenvolvidos temos que ter um TAV.”

William Robson disse...

Vamos definir que “bom de cama” é a pessoa com habilidade para satisfazer o parceiro/parceira sem deixar de ter seu próprio prazer.

MUITO ACESSADO

Daniel disse...

Falando ainda sobre cognição.

- Ainda no mesmo livro, Dr. Watson revela a surpresa de Sherlock Holmes quando disse-lhe que a Terra girava em torno do Sol, fato desconhecido por Holmes, que retrucou dizendo:
(...)"— Você parece atônito — disse ele, sorrindo ante a minha expressão de surpresa. — Pois, agora que sei disso, tratarei de esquecê-lo o mais depressa possível.
"— Esquecê-lo?!
"— Veja — explicou-me: — Considero o cérebro de um homem como sendo inicialmente um sótão vazio, que você deve mobiliar conforme tenha resolvido. Um tolo atulha-o com quanto traste vai encontrando à mão, de maneira que os conhecimentos de alguma utilidade para ele ficam soterrados, ou, na melhor das hipóteses, tão escondidos entre as demais coisas que lhe é difícil alcançá-los. Um trabalhador especializado, pelo contrário, é muito cuidadoso com o que leva para o sótão da sua cabeça. Não quererá mais nada além dos instrumentos que possam ajudar o seu trabalho; destes é que possui uma larga provisão, e todos na mais perfeita ordem. É um erro pensar que o dito quartinho tem paredes elásticas e pode ser distendido à vontade. Segundo as suas dimensões, há sempre um momento em que para cada nova entrada de conhecimento a gente esquece qualquer coisa que sabia antes. Conseqüentemente, é da maior importância não ter fatos inúteis ocupando o espaço dos úteis.
"— Mas o sistema solar! — protestei.
"— Que importância tem para mim? — interrompeu-me ele com impaciência. — Você diz que giramos em torno do Sol. Se girássemos em volta da Lua, isso não faria a menor diferença para o meu trabalho."(...)[27]


Isto está em http://pt.wikipedia.org/wiki/Sherlock_Holmes

Daniel disse...

Cristalização.


Um dia eu falei aqui que salomão era o homem mais sábio que já existiu, mas logicamente eu não tinha como fazer nenhuma comparação sobre isso.


Um dia também, eu perguntei o que voce faria para uma situação de confronto onde suas ideias poderiam seriamente prejudicar-lhe, e voce disse que procuraria preservar pelo conforto e segurança de sua família.

Temos agora duas situações aqui:
SOCRATES e GALILEU

É sabido de todos que estes dois possuíam uma inteligência e sabedoria inquestionável tendo influenciado a vários proeminentes cientista-filósofos do nosso tempo.

Um é confrontado e morto por aquilo que acreditava.

O outro é confrontado e desiste do acredita para ficar vivo.

Qual dos dois você considera realmente sábio?

Daniel disse...

Isaac Asimov (em russo: Исаак Юдович Озимов; transl.: Isaak Yudovich Ozimov; Petrovichi, c. 2 de janeiro de 1920 — Nova Iorque, 6 de abril de 1992), foi um escritor e bioquímico americano, nascido na Rússia, autor de obras de ficção científica e divulgação científica.


http://pt.wikipedia.org/wiki/Isaac_Asimov

tripitaka 734 disse...

...no blog da Selma.
O sr.Hosaka gostou do meu texto "tripitaka 730",de sábado.

revista realidade 84 disse...

(texto principal)

Safo de Lesbos tinha uma aluna chamada Irana,a quem ela considerava uma "criatura impulsiva".
No ano de 1.989,tive um "pequeno poder" em meu serviço,e treinei um colega novo(de firma) chamado Hiram.(se ele ler meu texto,se sentirá homenageado)
Fã de sambas da velha guarda, levava sempre o microsystem para o serviço.
Tinha um "semblante perfeito",mas eu sabia que era completamente ensandencido.
Nunca soube como eu sabia disso,mas eu sabia-e estava certa.

Seu texto,sr.William,lembrou quando uma vez,ele começou a criticar um amigo dele que tinha ido ao show do Tim Maia,mas estava passando por problemas financeiros e de desemprego.
E o Tim Maia não era dos cantores,o preferido do meu amigo "trainee".

"_Ele está com dor de dente.
Aconselhei ele a ir pedir ajuda ao Tim Maia.
Seus currículos não foram aceitos.
Aconselhei ele a ir pedir um serviço ao Tim Maia.
Está sem dinheiro para a cesta básica.
Aconselhei ele a voltar ao show do Tim Maia,quem sabe lá ele vai conseguir almoçar."

Secretamente,comecei a rir,pensando,"eu conheço esse "jeito" dele de algum lugar..."

Entre músicas e batucadas no próprio serviço,um dia ele arrumou outro,e anos atrás,eu o vi numa estação de ônibus,mas não me aproximei para prosearmos.
Deixei "a vida seguir seu curso".

Eu dei risada,ao ver o sr.dizer "faltou merenda na escola,reze para o espírito santo".

"vc se machucou,reze ao invés de ir ao hospital."

Etc.

Nem tanto ao mar,nem tanto à terra.
A fé religiosa deve ser mantida,como um tema da vida particular.
E a vida "exterior",com seus deveres de cidadania,viveremos normalmente.
É possível estar em "todas as dimensões".

revista realidade 85 disse...

primeiro comentário,

Entendi.
O sr.acha melhor a correção com as consequências,do que a persistência no "modelo tradicional".
Não posso dizer mais.
Irei pensar(ou saber melhor) sobre o assunto.

acréscimo disse...

...também pensarei sobre as teorias expressas no texto principal.

turbilhão 1.156 disse...


William James Sidis,postado pelo Denytus.

turbilhão 1.157 disse...


Antigamente,li a série de revistas Isaac Asimov em português,produzida por um engenheiro-e ainda tenho quatro exemplares da mesma.
Tentei recuperar os outros(numa fase de desemprego,vendi os cinquenta livrinhos),mas ainda não consegui.

Eu costumava acompanhar as crônicas do inspirador da série(o homem com esse nome) em todas as edições.
Às vezes,eu achava que ele bem poderia ter sido um dos personagens robôs que ele criou.

"Da hora" esse senhor que antecipou,ou imaginou ao seu modo,a existência de uma internet,como a que temos presentemente.

Uma vez tentei escrever um conto assim.
Desisti logo.
Esse gênero,de certa forma,está esgotado.
Não existe nenhum tema que não tenha sido abordado nessas histórias.

turbilhão 1.158 disse...

Para o "Muito Acessado".

Hahahahahaha!

Lembrei da poesia que escrevi no blog da Selma,sobre o pobrinho Ermelindo.
Admito que para escrevê-la,usei alguma a lembrança de um leitura de um texto do professor Andros,sobre alquimia.

tripitaka 735 disse...

Na mesma página do "Muito Acessado",vi nossa prosa sobre a Cabala.
Tenho um micro-acréscimo ao assunto.
Recentemente,adicionei ao Favoritos,um dicionário de nomes, para inspirar futuras mães.
O nome Safo,e o meu nome atual,tem o mesmo valor numerológico,e portanto,o mesmo significado.
A forma abrasileirada de Safo,é Safira.

Interessante,não...

Vi o significado do seu nome(um menino que amadurece antes da época certa) e depois,irei conferir o significado de Sócrates-e também de Daniel.
Isso,se o dicionário ainda estiver acessível.

Encrenca 1.062 disse...


Sherlock Holmes,postado pelo Denytus.

Quando um personagem se sobrepõe ao autor,parecendo até uma pessoa real,que merece uma biografia na wiki,é problema...
Isso também aconteceu com aquele monge tibetano mago,que escreveu de "próprio punho" uns vinte livros,antes de morrer em 1.981.
Na verdade,seu autor,foi um escriturário canadense que quase conseguiu convencer os leitores da real existência do Lobsang Rampa...

encantadora 32 disse...


um bom dia a vcs,com a flor "lanterna chinesa".