quinta-feira, 14 de junho de 2012

Sobre Hiperestesia

  “O vício de escrever é uma droga que causou dependência aos meus cinco sentidos e ainda teve a audácia de criar o sexto”.  [Adriana N. do Amaral]
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
  Hiperestesia é uma hipersensibilidade dos sentidos.

  Um cão tem 44 vezes mais células olfativas que um humano, por mais que nos esforcemos fica difícil até imaginar como o mundo é percebido por um cachorro com esse super sentido olfativo.
 Imagine você olhar para uma folha caída no chão e identificar precisamente qual é o seu cheiro, depois andando um outro lugar, sem olhar você sabe que aquele tipo de folha esta presente no ambiente.

  Se uma doença produzir um cheiro característico você saberá que uma pessoa esta doente e qual é essa doença só de se aproximar.
  Praticamente tudo é reação química e toda reação química emite um cheiro característico, se imagine com uma Hiperestesia olfativa, um mundo novo se revelaria a você.

  Com uma Hiperestesia auditiva você pode ouvir o pensamento das pessoas, acontece assim:
  Se eu falo para você “cavalo” inevitavelmente você pensa “cavalo” e suas cordas vocais se movem minimamente no sentido de produzir esse som.
  Veja bem, você leu cavalo, pensou em cavalo e suas cordas vocais fizeram uma mínima movimentação.
  Como você não pretende falar a palavra cavalo não usa o resto do seu aparelho fonético e o som não sai audível.
  Mas se eu tiver uma Hiperestesia auditiva posso ouvir esse mínimo som que suas cordas vocais emitiram, posso ouvir o que você pensou.

  Quando nos pegamos falando sozinhos, estamos tão absortos em nossos pensamentos que nem percebemos que estamos usando o aparelho fonético, quem passa perto nem precisa de super poderes para ouvir nossos pensamentos, podemos falar também quando estamos dormindo.

  Vou te passar um conhecimento muito profundo que agora não será de grande valia, talvez nem faça sentido; ele é a preparação para um texto que um dia irei escrever.

  A Bíblia diz que Deus criou o mundo usando o verbo, ele emitia sons e a matéria era transformada.

  Sabemos por exemplo que um copo de cristal pode ser quebrado se exposto a uma certa nota musical.
 Sabemos que um violão ao ser colocado de frente para outro violão ao ser tocada uma corda a corda correspondente no outro violão também vibra, estão na mesma frequência, logo a matéria pode ser modificada através do som, basta emitir a nota certa, a matéria pode ser modificada pelo “verbo”...
=========================
  Voltando para a Hiperestesia todos nós temos algum sentido mais apurado, logo todos temos um pouco de Hiperestesia, um enólogo tem uma Hiperestesia olfativa e gustativa, um perfumista tem uma Hiperestesia olfativa.

  Quando você conhece bem uma pessoa, consegue sentir no olhar dela que ela não esta bem.
  Ela fala uma coisa, mas você sabe que o pensamento dela esta em outra, de uma certa forma você esta lendo o pensamento dela, captando os sentimentos através dos sinais que ela emite e você nem sabe ao certo explicar como faz isto.

  Muitas vezes é bem difícil definirmos onde termina uma Hiperestesia e começa uma paranormalidade. [Contato com seres de outra dimensão.]

  Uma informação que lhe chega sem que você pudesse captar em nenhum cérebro a sua volta pode ser uma “interferência” espiritual.

  Certa vez minha mãe sofreu um grave acidente com alto grau de queimaduras, no exato momento senti algo muito estranho, não havia nenhum cérebro por perto que eu pudesse captar esse sentimento/informação.
  Hiperestesia não funciona em uma distância maior que poucos metros, minha mãe estava há quilômetros.
  Sobram duas possibilidades alguma mente me passou esta sensação ou como as cordas do violão minha frequência foi alterada quando minha mãe passou por um grande risco de morte...agora eu teria que falar sobre fenômenos da Física Quântica como elétrons sincronizados a distância, mas é um assunto difícil até para pessoas muito estudadas, para não ficar no ar acesse o link:

  “O Tímpano do ouvido humano recebe esta vibração pela propagação aos átomos e assim conseguimos traduzir estas vibrações em sons. Daí conclui-se que não se trata de uma propagação originariamente mecânica (envolvendo somente átomos e “fônons”) e sim um processo que necessita além dos átomos que participam desta propagação, da energia escura para excitação destes átomos.” [Espaço Cientifico]  Clique Aqui


  Esse texto não pode continuar, mas medite sobre “acontecimentos estranhos” em sua vida, aqueles que você creditou tudo a uma incrível coincidência, flutue sozinho pelo Abismo, não tenha medo, já conversei com muitas pessoas e poucas não tiveram em algum momento da vida uma percepção extra sensorial que não se limitava a um caso de Hiperestesia.

  O número de pessoas que não gostam de ficar sozinhas, principalmente à noite, acredito que atinja 90% da população.
  Ter um cérebro biológico ao nosso lado é o suficiente para atribuirmos a ele hiperestesicamente sensações que captamos, sons que captamos, impressões que captamos.
  Quando não tem ninguém por perto a dificuldade não é nos sentirmos sozinhos o desconforto vem de querermos saber quem ou o que esta perto de nós...o que acelera nosso coração ou eletrifica nossa coluna se estamos sós? O medo?
  Medo de que se nossos 5 sentidos confirmam que estamos em segurança?

  “Decifra-me ou te Devoro!”



Anterior          <>        Próximo