sábado, 23 de junho de 2012

Magicamente Lógico?

    O Universo sendo tão grande, porque Deus permitiu que demônios habitassem aqui na Terra ou pior ainda os enviou para que convivessem com o homem recém criado?

  “No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.
  Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.
   Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.”
 [Efésios 6:10-13]

  Quem defende a onisciência de Deus tem que arcar com as consequências de sua opinião:

   O demônio não tinha como se esconder no Jardim do Éden, logo sua presença ali foi permitida ou ele foi enviado.

  Não consegui identificar satisfatoriamente qual a relação entre Deus e Lúcifer se eles são inimigos ou companheiros.
  Outro dia flutuaremos por esta brecha hoje vamos simplesmente aceitar para efeitos filosóficos que os demônios estão entre nós.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Por um bom tempo frequentei o Kardecismo, levado por minha mãe também estive em algumas sessões de Umbanda.
  A Umbanda sempre me foi assustadora, eu era pequeno tinha uns 10 anos e nessa idade não desgrudamos da nossa mãe, só se ela sair escondida.
  Além do mais para criança pobre só de andar de ônibus já é uma festa.
 Uma vez fomos até Indaiatuba, outra vez na Vila Teixeira, agora me veio à mente a vez que fomos em um tal de Seu Rodrigo [não lembro se era este o nome] que morava próximo ao Hospital Mário Gatti.
  No apartamento dele tinha aqueles quadros de Iemanjá e Preto Véio que eu acho horríveis, não me trazem um bom sentimento.
  Minha mãe insistiu para que eu fosse “benzido” pela “entidade” eu era um garotinho educado e não queria deixar minha mãe em saia justa dizendo na cara do Rodrigo e da esposa dele que eu queria mais era sair correndo dali, ainda mais quando vi que para o benzimento era usado um canivete...HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAH!
  Falei que com canivete não!
  Eles me garantiram que não haveria corte só uma simulação espiritual então eu fui.
  Lembro da entidade ter me perguntado em qual matéria eu tinha dificuldade na escola, eu disse que nenhuma.

 “-Você não tem problema nenhum na vida, mizi fio?”
[O “mizi fio” é por minha conta]

  Sou muito pobre!
   HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!

  Ser pobre realmente é chato pra caramba, até hoje penso assim.
  Lembrei agora de uma piada do Shaolin onde ele dizia que uma das frases mais estúpidas que ele ouviu na infância foi:

  “Sou pobre, mas sou muito feliz!”     

  Shaolin disse que ser pobre e “muito feliz”...não dá...HAHAHAHAHAHAHAHAH!
  É verdade, a alegria ocorre no ato da compra, mas a choradeira sempre vem junto com a prestação.

  Agora eu rio, mas no momento que estava com a entidade eu até gaguejava, acho que o homem ou a entidade percebeu todo meu medo e me liberou ao que eu suspirei...graças a Deus!
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  No caso do Kardecismo eu cheguei adulto.
  Me considerava evangélico, mas estava afastado da Igreja Presbiteriana.
  Durante o serviço militar intensifiquei muito minhas leituras de grandes pensadores, meus amigos mortos.
  Eu fui para o exército muito a contra gosto, no começo até tentei ter sempre a mão a Bíblia para suportar mais aquela provação, mas só os grandes pensadores me traziam algum alivio.
  Lendo meus amigos mortos comecei a deduzir coisas que não deduziria se limitasse minha mente a Bíblia, uma delas foi:

  Eu não descarto a possibilidade de demônios aparecerem nos Centros Espiritas e Umbandistas, mas a minha impressão é que a grande maioria são almas desencarnadas que por algum motivo se recusam a deixar essa dimensão da vida.

  Pessoas tão apegadas ao tipo de vida que levamos aqui que não querem deixa-la, passam a viver emoções através de quem está encarnado.
  Não dá para explicar muito, é algo bem bizarro.
  O melhor exemplo que me vem à mente é quando você está perdidamente apaixonado por uma pessoa e ela lhe dá um chute no traseiro.
  Você fica desesperadamente buscando informações sobre a pessoa, fazendo de tudo para cruzar com ela, beija suas fotos, cheira suas roupas, deixa sua vida de lado para viver a dela.
  Da mesma forma é como se a alma se apegasse muito a essa vida, uma verdadeira paixão por essa dimensão e a vida lhe desse um chute no traseiro
  Por um tempo você fica em volta dos entes queridos, mas em muitos casos isso não é possível, dependendo da frequência “digamos” que certos corpos estão “fechados”.
  Nas suas andanças você acaba encontrando algum corpo que não esteja muito bem “protegido”.
  Essa relação pode até ser de carinho, mas geralmente é de raiva, afinal a pessoa está encarnada e você não.
  É como ser muito invejoso, andar de carona no carro do seu colega desejando que o carro dele fosse seu.
  Não, não espere bom senso e caráter maravilhoso desses espíritos obsessores, a lógica não entra na mente deles, eles nem conseguem entender que morreram.

  Sei, sei, muitos neste momento devem estar pensando: “Nunca li tanta alienação mental, tanta patetice.”

  Vamos ver se você continua com este risinho de superioridade no rosto?
  O grande barato da Filosofia, o mais divertido, é ir montando quebra cabeças, vem comigo!

  Se imagine montando um grande quebra cabeças do Universo, como o Universo é supostamente infinito você nunca o concluirá por completo, mas se encantara com paisagens fascinantes, incríveis ESTRUTURAS DE PENSAMENTO.
  Você fica encantado com o gigantismo de Júpiter, extasiado com os anéis de Saturno, perplexo com a percepção de um Buraco Negro, maravilhado com as explosões solares.
  Na Filosofia Complexa uma “pergunta” pode ser nossa “resposta” satisfatória.
  Certa vez no escuro do meu quarto me deitei pensando em toda essa verdadeira “zona” que ocorre em algumas situações do pós morte, pensamentos selvagens me atingiram de todas as formas até que fui atingido pela pergunta certa.

  Se a lógica não penetra na mente das pessoas durante toda uma vida porque “magicamente” as mentes passariam a ser lógicas em uma situação de desencarne?

 As mentes mais “esclarecidas” seguirão seu caminho para outra vida.
 As mentes confusas não ficarão magicamente lógicas de uma hora para outra bastando seu coração biológico parar.
  Vão ficando por aqui obsidiando e buscando contato com quem as chamam para conversar.
  Ops! Voltamos ao enigma desse texto.

  Não consegui identificar satisfatoriamente qual a relação entre Deus e Lúcifer se eles são inimigos ou companheiros.

  Não consigo identificar satisfatoriamente qual a relação entre encarnados e desencarnados, se somos inimigos ou companheiros.
“Decifra-me ou te Devoro.”
Queda de Lúcifer




Anterior          <>        Próximo